ATIRADORES INVADEM ESCOLA E MIRAM CONTRA ALUNOS EM SÃO PAULO

Pelo menos dez pessoas morreram e 17 ficaram feridas em um atentado por volta das 10h desta quarta-feira (13), na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, em coletiva de imprensa, os atiradores são ex-alunos da escola. Um deles já foi expulso. Os dois entraram encapuzados na instituição e dispararam contra alunos e funcionários. Os atiradores foram identificados por Guilherme Taucci, 17 anos, e Henrique de Castro, 25 anos, que se suicidaram ao se deparar com policiais da Força Tática de São Paulo.

Segundo informações apuradas pelo Jornal Hoje, da Globo, pra chegar até a escola, a dupla alugou um carro. Das dez vítimas mortas, cinco são adolescentes do ensino médio, duas funcionárias e o dono de uma locadora de veículos, além dos dois criminosos que se mataram. O dono da loja de veículos, tio de Guilherme Taucci, foi baleado antes do ataque na escola, socorrido ao hospital mas não resistiu aos ferimentos. A loja de carros fica próximo a escola.

A dupla de atiradores usavam máscaras e tocas, portavam ainda arco e flechas e um machado. Uma das balaclavas tinha os desenhos de uma caveira na região da face.

De acordo com Censo de 2018, a escola abriga 1051 alunos e 121 funcionários.

*atualizada às 15h20

 

Deixar uma Resposta

Publicidade