PRIMEIRO-MINISTRO PROMETE ‘JUSTIÇA’ A FAMILIARES DE VÍTIMAS CANADENSES DE AVIÃO DERRUBADO NO IRÃ

Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, comenta acidente do avião ucraniano (Foto: Reuters)

“Não vamos parar até que a justiça seja feita” pelas famílias das vítimas da derrubada do avião ucraniano no Irã, prometeu o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau neste domingo, em uma cerimônia de homenagem em Edmonton (oeste).

“Vocês devem se sentir insuportavelmente sozinhos, mas vocês não estão”, disse o chefe de governo, muito emocionado. “O país inteiro está ao lado de vocês nesta noite, amanhã e nos próximos anos”, disse ele a cerca de 1.700 pessoas reunidas na Universidade de Edmonton, cidade onde 13 das 57 vítimas canadenses no avião que caiu na última quarta-feira em território iraniano.

“Eles estão nos dando um motivo para exigir em seu nome que seja feita justiça e que se preste contas”, acrescentou.

“Continuaremos a trabalhar com nossos parceiros para garantir que uma investigação transparente e exaustiva seja realizada”, disse Trudeau. “Não vamos parar até que tenhamos respostas” para nossas perguntas.

Trudeau exige uma “investigação completa e transparente” após a derrubada por um míssil iraniano do Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines, no qual 176 pessoas morreram, incluindo 57 canadenses.

AFP

Deixar uma Resposta

Publicidade