OPINIÃO – BOLSONARO ENTROU NA CONTRAMÃO DO SEU GOVERNO E DO MUNDO DECLARANDO NORMALIDADE NO PAÍS

O presidente Jair Bolsonaro entrou na contramão do próprio governo quando em cadeia nacional classificou o coronavírus como uma gripe sem maiores consequências, exatamente no momento em que o ministro da Saúde, Mandetta, anuncia que o país vai entrar na próxima semana na fase mais crítica do covid-19.

O presidente que não rendeu-se ao Congresso Nacional e ao STF, esbarrou na classe empresarial, que emparedou o governante.

“Devemos sim voltar à normalidade”

Bolsonaro chegou a sugerir o retorno das crianças às escolas, dizendo que  são raros casos fatais em pessoas com menos de quarenta anos de idade, mesmo reconhecendo que o coronavírus acomete com gravidade idosos e pessoas com baixa imunidade.

Vale ressaltar, que uma crianças em ambiente coletivo pode sim, no retorno ao lar, levar para casa o vírus covid-19, deixando seus pais e avós próximos do pior.

Para evitar o colapso econômico no país com a paralização nacional, caberia ao Governo Federal estabelecer uma política de adequação à nova realidade, controlando o funcionamento dos setores produtivos e de serviços, e não simplesmente se apoiar num discurso equivocado que divide opiniões dentro do próprio ambiente da governabilidade, criando um cenário de incertezas.

Diante desse novo cenário criado pelo presidente Bolsonaro, apesar de concordar com grande parte de suas decisões e ideias para colocar o Brasil nos caminhos do progresso, percebo que a partir de agora parece estar cada um pela própria conta e risco. Eu particularmente sigo a orientação técnica e científica do ministro Mandetta. Fico em casa.

Deixar uma Resposta

Publicidade