CANGUARETAMA – O CARNAVAL NA BARRA DO CUNHAÚ VAI “BOMBAR” E O BLOG VAI ESTAR POR LÁ

Está tudo pronto para o melhor carnaval de praia da região Agreste do Rio Grande do Norte.

O MELHOR CARNAVAL DO LITORAL SUL: BARRA DO CUNHAÚ 2012

REALIZAÇÃO

PREFEITURA DE CANGUARETAMA “RECONSTRUIR COM CIDADANIA

A Prefeitura Municipal de Canguaretama já tomou todas as iniciativas para que os veranistas e visitantantes da praia da BARRA DO CUNHAÚ tenham o melhor carnaval de todas as épocas.

O carnaval na praia da BARRA DO CUNHAÚ vai realmente ficar para a história dos bons carnavais.

A tranquilidade do lugar, reunindo a beleza e a elegância, também será um ponto que marcará para sempre o veraneio e o carnaval da BARRA DO CUNHAÚ.

A praia da BARRA DO CUNHAÚ a cada ano vem recebendo veranistas profissionais liberais, políticos, servidores públicos, empresários, celebridades e cidadão comum de todo o mundo.

A descoberta das maravilhas ofercidas pela beleza natural da praia da BARRA DO CUNHAÚ e os investimentos feitos pela Prefeitura Municipal, vem atraindo turistas e celebridades de todo os lugares.

Recebendo a brisa do mar nas varandas das belas casas de veraneio na praia da BARRA DO CUNHAÚ, a boa conversa adentra as noites tranquilas proporcionando um momento inesquecível.

O prefeito do município de Canguaretama, Wellison Carlos, tem se mostrado muito satisfeito com o sucesso do veraneio na praia da BARRA DO CUNHAÚ.

Veja quem vai marcar presença no carnaval da BARRA DO CUNHAÚ:

RODADO ELÉTRICO / OZ BALAZ / PRETO SÁ E MAÇÃ COM MEL / TERRÍVEIS / DUQUINHA ELÉTRICO/ BANDA PRAKERÊ / OZ MADRUGAS / PAGODE WS22 / BANDA ANTARES / BANDA AVELOZ / BANDA CLASSE A / EDSON E BALANÇA BEBÊ / GALEGA ELÉTRICA / KEBRADA DOS MOLEQUES / BANDA MONTAGEM / ROBSON E BANDA BAGAÇA

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

Agnelo Alves: “A doença não me impedirá de ir às ruas para dizer, vamos continuar juntos pelo bem de Parnamirim.”

 Foto:Trampolim da vitória

Mesmo contrariando orientação médica, o deputado estadual Agnelo Alves (PDT) fez questão de participar, nesta segunda-feira (13), da solenidade de assinatura da ordem de serviço para pavimentação e drenagem de ruas no bairro Santa Tereza, na periferia de Parnamirim

A decisão de Agnelo tem uma motivação política e emocional. Foi ele quem levou os primeiros calçamentos a Santa Tereza, uma promessa feita na campanha de 2000, e construiu uma escola do ensino fundamental seguindo os padrões atuais de qualidade e funcionalidade – a Escola Municipal Jussier Santos, que no ano passado funcionou com 354 alunos.

“Até um tempo atrás era tudo mato aqui. A gente andava a pé ou de bicicleta até a Cohabinal porque não tinha uma linha regular de transportes”, lembra Francisco Dias, que ontem esteve na solenidade para desejar pronto-restabelecimento e agradecer ao deputado as ações realizadas durante a gestão dele como prefeito de Parnamirim.

  Foto: Adonis Felipe
“Esta é uma obra de continuidade administrativa. Agnelo começou e nós estamos dando sequência. E não é só pavimentação. Vamos construir uma nova escola [do ensino fundamental], vamos abrir vagas para o ensino infantil. Estamos negociando com a Caixa Econômica Federal a construção de um empreendimento do Minha Casa Minha Vida com 500 unidades”, adiantou o prefeito Maurício Marques.

  “Isso é uma prova de que realmente é possível fazer mais”, disse Agnelo, lembrando o slogan da administração Maurício Marques. Depois da solenidade, em conversas com moradores que vieram agradecer ao prefeito pelas obras e dizer que estão rezando pela recuperação do deputado, Agnelo foi incisivo:

“A doença não me impedirá de ir às ruas para dizer: vamos continuar juntos pelo bem de Parnamirim.”

À noite, no programa Panorama Político, da Rádio Globo Natal, Agnelo disse que ficou sensibilizado com as manifestações de apoio que recebeu.

“Irei de rua em rua, se possível de casa em casa, para agradecer às orações, que foram muitas. Não tive acanhamento de dizer que tenho câncer, mas ficarei curado.”

Além de Agnelo, participaram da solenidade os vereadores Rosano Taveira, presidente da Câmara Municipal, Lúcia Thiago, Elienai Cartaxo, Valério Santiago e Manoel Diniz e o ex-prefeito Raimundo Marciano.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

93% de viagem de magistrados em cruzeiro pago pelo TJ foi diversão

Divulgação.

7 noites em cruzeiro pela América do Sul”

O desembargador Rafael Godeiro e os juízes José Dantas Lira e Luiz Cândido de Andrade viajaram em cruzeiro marítimo entre os dias 15 e 22 de janeiro, a pretexto de realizarem curso jurídico, e tiveram as despesas pagas pelo Judiciário do Estado.

As solicitações de pagamento de diárias foram originalmente encaminhadas à presidência do Tribunal de Justiça, mas foram negadas pela presidente Judite Nunes. Posteriormente, foram debitadas na conta da Escola da Magistratura do RN, órgão vinculado ao Judiciário, e do qual Godeiro é presidente.

As portarias 99, 100 e 101, foram publicadas no Diário de Justiça em 15 de dezembro passado. Elas não trazem os valores. Informam que os magistrados receberam cada um nove diárias e embarcaram no cruzeiro “para participar do Encontro sobre Estudos do MERCOSUL, onde serão discutidos as “Relações Jurídicas do MERCOSUL e o Impacto na Economia e na Sociedade”.

O curso foi no navio “Splendour of the Seas” (Esplendor dos Mares) e teve duração de 12 horas, 7% do total da viagem, que foi de 168 horas, conforme o edital disponibilizado pela  organizadora, a Escola Superior de Magistratura de Pernambuco (Esmape). Uma das restrições especificadas no documento era que os pacotes fossem comprados à agência WM Tours.

Investimentos

A Esmape bancou os custos referentes aos palestrantes. Instada a detalhar as condições da viagem, a WM Tours, sediada em Recife, disse através de representante que destacaria alguém para falar sobre o assunto, mas não o fez até o fechamento da matéria.

Na página da agência na internet, a chamada para a viagem no Splendour of the Seas é destacada como “7 noites em cruzeiro pela América do Sul”. A entrada de acompanhantes era permitida pela organização do evento.

Nominuto.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SERÁ QUE O CASO FECAM VAI DESAGUAR EM ROGÉRIO MARINHO?

Foto: Assessoria.

O vereador de Mossoró, Júnior Escóssia, disse que nunca assinou um cheque ou autorizou qualquer ordem de pagamento na instituição.

O ex-presidente Júnior Escóssia, disse ainda, que só assumiu a titularidade da FECAM em virtude do afastamento do deputado federal Rogério Marinho e que não tinha sala, não tinha birô, apenas figurava nas solenidades onde representava a FECAM.

Será que o caso FECAM vai desaguar na pré-candidatura do deputado Rogério Marinho?

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – SE NORMA PERDER O MANDATO COMO É QUE FICA?

Foto: Arquivo.

Fica do mesmo jeito. Não vai mudar nada.

Conversando hoje com um jurista que conhece muito bem a legislação eleitoral, perguntei sobre o que pode mudar na política mipibuense se por um acaso a prefeita Norma Ferreira for afastada do cargo de prefeita em razão de uma ação que poderá ser julgada no próximo dia 29. O Jurista com a resposta na ponta da língua, disse com muita convicção que não mudará absolutamente nada.

Segundo a autoridade consultada, se for condenada a deixar o cargo de prefeita, a chefe do executivo tem o direito de questionar a decisão através de um recurso, tornando o ato “suspensivo” de forma imediata.

Traduzindo:

Se a Justiça Eleitoral entender pelo afastamento da prefeita Norma Ferreira, essa decisão poderá ser questionada e ficará aguardando outro julgamento, e enquanto esse novo julgamento venha acontecer, a prefeita volta a exercer suas funções de prefeita normalmente.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ASSESSORIA DA AMLAP ORIENTA SOBRE LEGALIDADE NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS

A Associação dos Municípios do Litoral e Agreste Potiguar – AMLAP, promoveu um encontro com prefeitos e pré-candidatos dos municípios associados no último dia 09, onde foi apresentada a legislação que trata das eleições municipais de outubro vindouro.

A assessoria jurídica da AMLAP esclareceu dúvidas e norteou a conduta dos pré-candidatos, alertando sobre o momento atual onde as redes sociais estão atentas ao deslize proposital ou involuntário dos pré-candidatos que ão obedecerem a lei eleitoral.

Entre os assuntos abordados e discutidos durante o encontro de prefeitos e pré-candidatos que mais chamaram atenção, destacamos  as vedações, ficha limpa, incompatibilidade, elegibilidade, propaganda extemporânea e fidelidade partidária.

O prefeito João Gomes, presidente da AMLAP, falou da importância do encontro e garantiu que o assunto ELEIÇÕES MUNICIPAIS terá continuidade em datas que serão marcadas previamente.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

José Agripino: É preciso cuidar das polícias “antes que seja tarde”.

 O senador José Agripino (DEM-RN) disse que as greves nas polícias “estão latentes, não estão encerradas”. Para ele, é preciso cuidar das polícias “antes que seja tarde”. O representante potiguar comparou nesta segunda-feira (13) a situação nas polícias com o “fogo de monturo”.

Ele explicou que este é o fogo que queima o monte de lixo por debaixo, aos poucos, até consumir tudo.

José Agripino disse ser preciso estabelecer um acordo entre União e estados para que se garanta uma melhoria salarial para os policiais de todo o país. Para ele, a solução passa pelo Fundo Nacional de Segurança.

O senador acusou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter criado a insatisfação ao anunciar, em setembro de 2009, um salário de R$ 4.000,00 para os policiais. A única corporação a receber o piso anunciado pelo ex-presidente foi a Polícia Militar do Distrito Federal – que é paga com recursos da União -, causando insatisfação nas outras tropas.

– Foi uma solução utópica que criou um grande problema que agora nós todos vamos ter de resolver – afirmou, lembrando que tal piso deixaria muitos estados brasileiros em descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Fonte: CenárioMT.com.br

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

O DEM não terá candidados com “fichas sujas”, disse José Agripino

Foto: Márlio Forte

Mesmo o Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não tendo decidido se as pessoas que tiveram condenações por colegiados e se enquadrarem na Lei da Ficha Limpa serão impedidos de disputar as eleições deste ano. No Democratas, no entanto, não haverá candidatos que tenham recebido condenações por colegiados. É o que garante o presidente nacional da legenda, senador José Agripino.

Em conversa com usuário do Twitter, Agripino respondeu se o Democratas aceitaria a candidatura de alguém que tivesse a condenação em segunda instância, mas recorresse ao STF. O presidente do Democratas foi enfático.

“No Democratas, político que tenha sido condenado por colegiado não vai ser candidato”, postou o senador.

Pelo texto da lei do Ficha Limpa aprovado pelo Congresso Nacional, a impossibilidade de disputa eleitoral só afeta o pré-candidato que tiver condenação por um colegiado, e nunca por decisões de apenas um juiz. A aplicabilidade para este ano ainda está em discussão no STF.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

Wilma ainda não assume pré-candidatura a prefeita de Natal

Entrevista com  Wilma de Faria na Revista Época Online

Ex-governadora do Rio Grande do Norte e prefeita de Natal por três vezes, a socialista Wilma de Faria surge em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto da capital potiguar. Wilma, que ainda não oficializou a candidatura, ficou em terceiro lugar na disputa para o Senado em 2010, prega a educação fiscal para sanar as finanças da prefeitura e retomar a capacidade de investimento. “Se faço parte desta disputa, é por conta dos compromissos que assumi com esta cidade”, disse ao jornalista Marcelo Osakabe.

A senhora já é candidata? Veja bem, tenho conversado com partidos e com o povo. Existe uma vontade de que eu encabece uma candidatura.

As pessoas fazem muita comparação entre os meus nove anos na prefeitura e a atual administração. Porém, minha posição ainda não está tomada.

A sua candidatura é composta, em sua maior parte, por vontade pessoal ou por obrigação com o partido e os natalenses? Veja bem, minha vida pública começou aqui. Tenho grande carinho pela cidade, fui sua prefeita por três mandatos. Minha eleição para o governo do estado se deve aos votos da cidade e da região metropolitana. Se faço parte desta disputa, é por conta dos compromissos que assumi com esta cidade.

Que partidos a senhora já procurou? Converso com PSD, PCdoB, PHS, PP, PPS e partidos mais progressistas que fazem parte da base da presidenta. Converso também com o PDT, de Carlos Eduardo Alves, que foi meu vice e se elegeu prefeito com minha ajuda. Mas ele também é pré-candidato.

Há uma relação especial com o PSD? Conversamos muito com eles. Devo inclusive me encontrar ainda hoje com o presidente da sigla no estado, Robinson Faria, e deputado Fábio Faria. Há um entendimento que está avançando.

Quais são os temas prioritários da sua eventual campanha? Temos uma cidade suja, porque ainda não temos coleta de lixo. Convivemos com um trânsito caótico, ruas esburacadas. O turismo está em baixa, mesmo sendo a atividade que mais gera emprego. O meio ambiente está descuidado. A revisão do Plano Diretor, que deveria ter acontecido ano passado, foi deixada para este ano. Tudo indica que não vai acontecer. Preocupo-me com isso tudo porque os candidatos que se apresentaram até o momento ainda não disseram quais são seus projetos.

E quais são os seus? Olha, não posso detalhar meu programa porque ainda não sou candidata. Entretanto, sei dos problemas pelos quais Natal passa. O VLT (veículo leve sobre trilhos), incluído no PAC2, precisa ser impulsionado. Precisamos investir em corredores de ônibus. Temos um grave problema com as condições da educação infantil. A saúde está um caos. Alguns postos estão fechados ou não têm médicos em número suficiente.

A senhora fala de muitos investimentos, mas sabe-se que a prefeitura está falida. Fiz um ajuste fiscal democrático no meu primeiro mandato na prefeitura, sem novos impostos. Com isso a cidade teve, pela primeira vez, recursos próprios para investir. Tínhamos também uma preocupação com a transparência. Escrevíamos em cada placa e obra o quanto da arrecadação do IPTU havia sido gasto com ela. Educação fiscal é fundamental para melhorar o caixa. No governo do estado, criei o programa “Cidadão Nota 10”, em que a população ajudava a combater a sonegação.

Por Marcelo Osakabe (FOTO: Divulgação)

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

A LEI DA FICHA LIMPA VAI SAIR DO PAPEL

Foto: Divulgação.

A Lei da Ficha Limpa deve voltar à pauta de julgamentos do Supremo Tribunal Federal (STF) na próxima quarta-feira (15). Deverão ser analisadas as três ações que tratam da validade da norma, cuja análise começou em novembro do ano passado. O julgamento será retomado com o voto do ministro Antonio Dias Toffoli, que interrompeu a votação com um pedido de vista em 1º de dezembro.

 Até o momento, foram registrados dois votos favoráveis à lei. O relator, ministro Luiz Fux, votou pela legalidade da norma, mas entendeu que alguns ajustes precisariam ser feitos. Ele defendeu, por exemplo, que o político que renunciasse para escapar de cassação só ficaria inelegível depois que houvesse processo contra ele na Comissão de Ética. A mudança foi criticada pela imprensa e pela opinião pública, que viram brechas para que políticos escapassem da punição.

 Fux acabou voltando atrás em sua proposta quando o julgamento retornou ao plenário, em dezembro, após pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa, que também votou pela constitucionalidade integral da Lei da Ficha Limpa, reforçando o discurso da necessidade de moralização da política nacional. Mais uma vez, o julgamento foi interrompido por um pedido de vista de Toffoli, que será o primeiro a votar nesta semana.

A Lei da Ficha Limpa é resultado de um projeto de iniciativa popular que obteve apoio de mais de 1,6 milhão de eleitores. Foi aprovada meses antes das eleições presidenciais de 2010 para barrar candidatos com pendências na Justiça. Alguns políticos chegaram a ter o registro negado, mas, depois, todos foram liberados. Isso ocorreu porque, depois das eleições, os ministros do STF decidiram que a lei só poderia ser aplicada depois de um ano em vigor, já que alterava o processo eleitoral.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MP denuncia 9 pessoas por irregularidades em convênio do Estado com a FECAM

O Ministério Público, através da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal, ofereceu denúncia contra nove pessoas envolvidas com possíveis irregularidades em convênio firmado entre o Estado e a Federação das Câmaras Municipais (FECAM/RN) para instalação de Telecentros em vários municípios do Rio Grande do Norte.

Os representantes do MP que subscreveram a peça pedem o recebimento da denúncia e a condenação das pessoas de: João Newton da Escóssia Júnior, administrador, presidente da FECAM que firmou o convênio; Washington Cavalcanti Dantas, Diretor Executivo da entidade e articulador do esquema; Francisco de Assis Araújo; André de Oliveira Barros, empresário; Marinaldo Pereira da Silva, empresário; Marli Pereira da Silva, comerciante; Nilza Correa da Costa, comerciante; Rilke Rainer Azevedo de Medeiros, motorista; e Domingos de Paiva Barreto.

O convênio formulado com a pretensão de “fortalecer os legislativos norte-rio-grandenses”, promoveriam a inclusão digital da população e transferiu R$ 90 mil em recursos do Estado para a FECAM.

As investigações do MP mostraram que o descumprimento de obrigações ajustadas através do convênio ultrapassaram a configuração de meras irregularidades, descortinando um esquema para o desvio de recursos públicos.

A Promotoria do Patrimônio Público identificou que várias empresas que constam da prestação de contas do convênio por parte da FECAM foram criadas em nome de “laranjas”com o objetivo de conferir aparência de legalidade a vários negócios, dentre eles, a aquisição de bens e serviços pela Federação das Câmaras dos Municípios, os quais jamais foram entregues ou prestados.

Para o Ministério Público, “o numerário repassado à FECAM pelo Estado do Rio Grande do Norte foi atribuído o caráter de verba particular, pois o gasto se deu de forma totalmente alheia ao trato devido com a coisa pública. Aliás muitas dessas despesas sequer foram efetivamente realizadas, mas tão somente simuladas”, traz a denúncia.

Fonte: DN online

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CANGUARETAMA – SAÚDE BUCAL COM BOA QUALIDADE

Nos últimos anos o município de Canguaretama/RN, avançou muito na prevenção e no controle da cárie e enfermidades relativas à saúde bucal de crianças, jovens e adultos.

O CEO – Centro de Especialidade Odontológica, implantado no município através dos programas sociais do Governo Federal, que  reúne uma série de ações em saúde bucal voltadas para cidadãos de todas as idades, vem melhorando a qualidade de vida dos canguaretamenses.

Instalado em um espaço físico planejado para oferecer um atendimento de primeiríssima qualidade à população, O Centro Especializado em Odontologia do município de Canguaretama é uma referência na Região Agreste.

O Centro de Especialidade Odontológica é  classificado como Clínica Especializada ou Ambulatório de Especialidade.

O CEO, como é mais conhecido, está preparado para oferecer à população de Canguaretama, no mínimo, os seguintes serviços:

  • Diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstico e detecção do câncer de boca.
  • Periodontia especializada
  • Cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros
  • Endodontia
  • Atendimento a portadores de necessidades especiais

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade
Publicidade

Ricardo Motta acha o parlamentar Rogério Marinho “Um excelente nome”

 

Foto: Divulgação.

 O deputado estadual Ricardo Motta (PMN), presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, é mais um a admitir a tendência de apoio à pré-candidatura do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) para prefeito de Natal.

Em entrevista a O Poti, que circula neste domingo (12), o parlamentar considerou Rogério “um excelente nome” para o desafio e revelou que já manteve conversas com o possível aliado. Ricardo acrescentou ainda que seu partido vai apoiar o candidato do sistema político do qual faz parte, na base de apoio a governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

 Ao ser questionado se a tendência do apoio do grupo é por Rogério, o deputado respondeu positivamente. “Pelo que tenho acompanhado, é por Rogério. Já conversei com ele. Eu tenho certeza que ele prefeito dará uma grande levantada na administração municipal”.

Veja logo abaixo a entrevista completa da edição do Diário de Natal deste domingo, 12/02

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MISTÉRIO NA MORTE DE Whitney Houston

Foto; Divulgação.

A cantora e atriz Whitney Houston morreu neste sábado aos 48 anos em Los Angeles, após uma vida na qual as drogas e um casamento tumultuado terminaram por afundar sua carreira, a mais bem-sucedida de uma artista feminina na história da música.

Sua morte aconteceu no hotel Beverly Hilton, em Beverly Hills, por causas que estão sendo averiguadas, embora pareça descartado que tenha sido vítima de algum ato delitivo, segundo uma primeira avaliação das autoridades.

Fontes próximas a Whitney Houston revelaram ao site TMZ que a cantora foi encontrada com o rosto submerso na água da banheira do hotel, onde foi encontrada. De acordo com as fontes, a cabeleireira, o estilista e dois seguranças estavam no quarto com a artista quando o acidente aconteceu. A fonte descreve que Whitney estava no banheiro há mais de uma hora. A cantora já estava atrasada para apresentação no Clive Davis party, a festa pré-Grammy.

Ainda de acordo com a descrição, eles bateram na porta, no entanto, não obtiveram respostas. Pedimos para a cabelereira, que é mulher, para entrar no banheiro e checar se estava tudo bem. Ela imediatamente gritou. Um dos seguranças correu para ver o que havia acontecido e a tirou da banheira.

O rosto de Whitney estava submerso na água e as pernas dela estavam para cima, como se estivesse escorregado para dentro da banheira. Seu corpo estava frio, logo, o segurança chamou os paramédicos, no entanto, quando chegaram foi declarada morta.

Apesar da rápida resposta dos paramédicos, que tentaram reanimá-la durante cerca de 20 minutos, Whitney foi oficialmente declarada morta pouco antes das 16h (22h).

 Whitney foi uma das vozes mais populares das décadas de 80 e 90 e se consagrou como estrela internacional graças à música “I Will Always Love You” que interpretou para o filme “O Guarda-costas” (1992), que protagonizou junto com Kevin Costner.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

Ricardo Motta e a sua opção pelo PMN

Fotos: Divulgação

Deputado Ricardo Motta (PMN), o presidente da Assembleia Legislativa, em entrevista a O Poti/Diário de Natal falou sobre sua afinidade com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Além de admitir sua sintonia com a governadora, narrrando fatos entre AL e Governo, que revelam o bom relacionamento dos dois, o parlamentar também comentou a desistência da filiação ao PSD aos “45 minutos do segundo tempo”, a pré-candidatura do filho Rafael Motta (PP) a vereador de Natal, os desafios da Assembleia Legislativa para 2012, a onda de violência que Natal enfrenta hoje e a preparação da cidade para a Copa de 2014. Confira a entrevista:

“A AL é a voz, é o carro de som do povo potiguar”

Liderado político da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), o presidente da Assembleia Legislativa (AL), Ricardo Motta (PMN), também manifestou, em entrevista a’O Poti/Diário de Natal, simpatia pela pré-candidatura do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) à prefeitura de Natal. No entanto, frisou que a escolha do nome que será apoiado pela sua legenda dependerá de conversas internas do partido e da definição da governadora.

“O PMN apoiará a candidatura que nosso sistema político indicar. Nós fazemos parte de uma coligação que tem a governadora Rosalba Ciarlini como comandante. O PMN haverá de ouvir também internamente nossos companheiros. Rogério Marinho é um excelente nome, como outros que também pleiteiam”, declarou.

 O ano passado foi decisivo para o senhor politicamente. O senhor chegou a compor a comissão provisória do PSD, mas, no momento final, decidiu permanecer no PMN. Por que essa decisão?


 Ricardo Motta: Minha amizade com o vice-governador Robinson Faria está acima de questões políticas. Eu, como presidente do poder legislativo, preferi ficar num partido que tivesse autonomia. Não pretendia me filiar à legenda do vice-governador, que faz parte do Executivo. Queria uma legenda desvinculada do governo, para ter autonomia. Se tivesse ido, ficaria subordinado ao Executivo. Então, optei pela independência. Mas, em nenhum momento isso abalou minha amizade com Robinson. Foi isso que ocorreu. Existe uma afinidade, uma amizade entre nós. Não ocorreu mudança de rumo. Minha decisão foi para preservar a independência dos poderes. Isso ocorreu em anos anteriores, quando Robinson saiu do PFL e fundou o PMN no RN. Ele, por meio da sua competência, fez com que fosse um dos maiores partidos do estado.

Por que então o senhor deixou para decidir ficar no PMN somente no momento final, e não desde o início, quando Robinson o convidou para o PSD?

Ricardo Motta: Participei desde o início do processo de criação do PSD, com os deputados Raimundo Fernandes, Vivaldo Costa, Gesane Marinho, todos os deputados daquele grupo. Mas, em seguida, numa análise mais profunda, vimos que poderíamos trabalhar em partidos distintos, o PMN como o PSD. Infelizmente, houve desdobramentos, que foi o rompimento do PSD com o governo. Daí, o PMN não teve nenhuma participação nisso. Pelo contrário. O PMN torce para que haja uma união entre os dois.

O PMN vai apoiar a candidatura do deputado federal Rogério Marinho a prefeito de Natal?

Ricardo Motta: O PMN apoiará a candidatura que nosso sistema político indicar. Nós fazemos parte de uma coligação que tem a governadora Rosalba Ciarlini como comandante. O PMN haverá de ouvir também internamente nossos companheiros. Rogério Marinho é um excelente nome, como outros que também pleiteiam. Todos eles estão capacitados para receber nosso apoio. Mas é um assunto para ser discutido internamente pelo PMN, sem perder a sintonia com a governadora.

Mas hoje a tendência do apoio do grupo é por Rogério?

Ricardo Motta: Pelo que tenho acompanhado, é por Rogério. Já conversei com ele. Eu tenho certeza que ele prefeito dará uma grande levantada na administração municipal. Mas existem outros nomes que pleiteiam ser candidatos que também têm condições.

O senhor acredita que Rogério Marinho tem densidade eleitoral para segurar a candidatura até as convenções?


Ricardo Motta: A campanha não começou. A campanha não está deflagrada. Somente o futuro dirá. Aqui houve uma época em que Geraldo Melo tinha 3% das intenções de voto e foi governador do Rio Grande do Norte.

Quando o tema são as eleições de 2012, DEM, PMDB e PR falam em formação de bloco onde for possível compor. Deixam o PMN de fora da aliança. O seu partido está sendo excluído das articulações?

Ricardo Motta: Não. De forma nenhuma. O PMN está em perfeita sintonia. O PMN está afinado com o sistema, com os partidos co-irmãos. Na verdade, houve uma reunião prévia entre eles em Brasília. Mas, o PMN está afinado. Tenho a convicção de que eles contam com o PMN, da mesma forma que o PMN também conta com eles.

Como o senhor define sua relação política e institucional com o governo hoje?

Ricardo Motta: Eu diria que excelente. Tudo que temos pleiteado do governo, o governo tem sido sensível. Da mesma forma, a Assembleia Legislativa mostrou que é parceira do governo e acima de tudo do Rio Grande do Norte. Todas as mensagens do governo, praticamente, foram aprovadas, depois de discutidas. Tivemos várias matérias neste ano. A Assembleia tem sido solidária com o governo. E digo mais: a recíproca é verdadeira. O governo do estado não tem nos faltado. Espero que essa parceria, amizade e cordialidade continuem até o final da legislatura.

A Assembleia tem sido solidária com o governo. E digo mais: a recíproca é verdadeira

O senhor disse que a recíproca é verdadeira, mas o que se vê na Assembleia Legislativa são reclamações dos deputados da base, por falta de espaço no governo e emendas não liberadas. A recíproca é mesmo tão verdadeira?

Ricardo Motta: A gente não pode dar aquilo que não tem. Foram liberadas algumas emendas. Outras não foram, muitas vezes até por falta de projeto. Se você tem em sua casa uma empregada que merece ganhar mil reais, mas sua receita só dá pra pagar R$ 700, você só vai pagar o que pode. Quando a receita melhorar, você paga o que ela merece. É assim a situação do governo. Esperamos que, neste ano de 2012, o governo saia do sufoco e possa contemplar os deputados, com indicações e liberação de emendas. Isso é o que tenho escutado da governadora.

Quais os desafios da Assembleia para este ano?


Ricardo Motta: Não existem desafios maiores, porque estou lá há muitos anos. Já passei por vários períodos eleitorais. Esse é um ano eleitoral. Tenho certeza de que as sessões serão normais, com boa freqüência dos deputados, apesar de estarem fazendo campanhas nos municípios. Com a volta do horário das sessões pela manhã, a disponibilidade de tempo será maior. E os debates também serão freqüentes. Acredito que muitos assuntos políticos serão abordados. Também continuaremos realizando audiências públicas sobre temas importantes para a sociedade, como a Copa de 2014, a segurança, as estradas e outros assuntos. O desafio maior foi neste primeiro ano, por causa dos planos de cargos e salários e os movimentos grevistas. Acredito que o governo tem uma perspectiva real de superação dos problemas do ano passado. Com isso, deveremos ter uma Assembleia menos congestionada. Essa é a nossa perspectiva. É o que sinto.

Com o ano eleitoral, haverá uma força-tarefa para votar os projetos prioritários do Executivo neste primeiro semestre, tendo em vista que no segundo semestre os deputados deverão se dedicar às campanhas eleitorais no interior?

Ricardo Motta: Não acredito nisso. Vamos votar de acordo com o que for chegando. Mesmo estando em período eleitoral, as reuniões das comissões e as sessões ocorrerão normalmente. As audiências públicas talvez sejam encurtadas. Mas, nas comissões não. Não creio que haja descontinuidade do trabalho legislativo.

A cidade de Natal vive hoje uma onda de violência. A Polícia Militar já contabiliza mais de 70 assaltos neste ano. Como a Assembleia Legislativa se posiciona diante dessa situação? O que pode ser feito para mudar esse quadro?

Ricardo Motta: A Assembleia acompanha esse quadro com bastante preocupação. Estamos sentindo isso no nosso cotidiano. Mas, estamos vendo também o aumento no efetivo policial nas ruas. Foi uma determinação da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e do comandante da Polícia. A governadora também chamou os policiais cedidos a outros poderes para retornar às ruas. AAssembleia será parceira mais uma vez do governo neste sentido. Vamos nos reunir para abordar esse assunto. Estamos vendo com muita preocupação, mas estamos vendo que o governo vem tomando todas as providências cabíveis.

O senhor disse que a Assembleia Legislativa se preocupa com a situação da segurança pública. Por que, então, a Casa não veio a público se posicionar em relação a essa onda de violência?

Ricardo Motta: Veja bem, a própria Assembleia Legislativa votou sobre a questão dos agentes penitenciários, dos policiais civis… As galerias estão sempre lotadas. A Assembleia em nenhum momento foi omissa. Mostrou a sua cara e está pronta para colaborar. Vamos ter uma conversa, inclusive, sobre os servidores cedidos à Assembleia. Já pedi para fazer o levantamento e com certeza no início dos trabalhos teremos essa definição.

É um número muito alto(de servidores cedidos à Assembleia)?


Ricardo Motta: Não. Existe uma rotatividade muito grande. Recentemente, abortamos um assalto que teria a caixas eletrônicos. A Assembleia é colaboradora do governo do estado, sobretudo no quediz respeito à segurança do cidadão.

O senhor acha que essa decisão da Assembleia de entregar os policiais cedidos pelo governo deveria também ser tomada por outros órgãos?

Ricardo Motta: Claro que será. O Executivo terá essa conversa com outros poderes. Tenho convicção de que os outros órgãos vão colaborar. Claro que resguardando também a segurança de suas instituições. No caso da Assembleia, já mandei fazer um estudo para ficarmos com o mínimo de condições possível para funcionar e colocar os demais à disposição da Polícia Militar.

Nesta década, os órgãos fiscalizadores têm descoberto vários escândalos de corrupção. Um exemplo recente é o caso do desvio de recursos dos precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Que atitudes o senhor tem tomado para prevenir a corrupção na Assembleia?

Ricardo Motta: Respeitamos muito a independência dos poderes. O judiciário está tomando suas providências no caso dos precatórios. Nós, na Assembleia Legislativa, temos nosso controle interno, a procuradoria, a comissão de advogados permanentes… por tanto, não tenho preocupação neste sentido com a Assembleia Legislativa. A Casa tem o seu poder investigativo interno para evitar eventuais distorções ou irregularidades.

Em visita a Natal, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que existe a possibilidade de Natal receber a Copa de 2014 sem as obras de mobilidade. Qual a posição da Assembleia em relação a isso?

Ricardo Motta: Nós estamos dois meses avançados no cronograma do estádio. Mas, claro que o problema da mobilidade tem que ser resolvido. Quem mora aqui sabe o que enfrenta. A solução do problema da mobilidade é tão importante quanto a construção da Arena das Dunas e a preparação da rede hoteleira. Eu quero externar a satisfação do poder legislativo ao ânimo que o ministro tem dado ao Rio Grande do Norte.

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) tem encontrado dificuldades para realizar as obras de mobilidade que são de responsabilidade do governo. Como a Assembleia pode ajudar neste sentido?

 

Ricardo Motta: A Assembleia Legislativa pode ajudar reivindicando empenho dabancada federal, dentro dos nossos limites, também por meio da imprensa. Tenho certeza de que a nossa bancada tem sido sensível aos interesses do Rio Grande do Norte. Nós faremos uma das copas mais bonitas, como disse o ministro Aldo Rebelo. A Assembleia é a voz, é o carro de som do povo potiguar. Cada órgão tem que fazer sua parte. Tanto a prefeitura quanto o governo do estado. Conversando com o secretário Demétrio Torres (da Secopa), recebi dele a resposta de que estamos rigorosamente em dia, tanto na questão do estádio quanto em relação às obras de mobilidade.

A imagem do legislativo brasileiro diante da sociedade é negativa. No caso específico do RN, o que o senhor fará para melhorar essa imagem?

Ricardo Motta: Tenho participado de reuniões no Brasil todo sobre Assembléias Legislativas. A nossa tem sido um modelo nacional. Foi a que mais fez audiências públicas no ano. Recebeu o prêmio do Ministério da Justiça por causa das ações no combate às drogas. Nossa TV recebeu premiação do Ministério Público pela mesma causa. Nossa Assembleia é exemplar. Várias vêm aqui para observar nossas ações e levá-las para outros estados. Então, a imagem da Assembleia é bastante positiva. Estamos no caminho certo. Vamos fazer com que cada vez mais nós possamos fazer os potiguares se orgulharem do nosso poder legislativo, que já nos orgulha no Brasil inteiro.

A imprensa nacional tem criticado a submissão do Congresso Nacional à presidenta Dilma Rousseff (PT). Na visão do senhor, existe submissão também do legislativo potiguar em relação ao governo do estado?

Ricardo Motta: Não. De forma nenhuma. O que ocorre é que, antes de o governo fazer o encaminhamento, chama a Assembleia para discutir as mensagens que serão encaminhadas. É o que não ocorre no caso de Brasília. No caso do Import-RN, por exemplo, antes de ser encaminhado foi debatido com o legislativo e as classes produtoras do Rio Grande do Norte. Foi algo que de tão debatido se tornou consensual. Apenas dois deputados não votaram a favor. Em Brasília, não. As coisas funcionam de outra forma.

Hoje, opresidente estadual do PMN, deputado Antônio Jácome, é muito próximo da prefeita de Natal, Micarla de Sousa. Existe a possibilidade de o partido apoiar uma eventual candidatura dela à reeleição?

Ricardo Motta: O PMN faz parte de uma coligação liderada pela senhora governadora do RN. Nós não seremos dissidentes da governadora. Respeito a posição do deputado Antônio Jácome, o mais votado do estado. Mas, não existe nenhuma definição neste sentido. É uma posição unilateral do deputado. O PMDB, por exemplo, até ontem fazia parte da gestão de Micarla. No momento oportuno, o PMN vai ouvir todos os partidos da coligação e, capitaneados pela governadora, tomar sua posição.

O governo do estado aparece com mais de 50% de desaprovação popular. A que fatores o senhor atribui esse índice negativo?

Ricardo Motta: Atribuo às dificuldades. Não vou analisar a gestão passada. Todo mundo sabe como a governadora pegou o estado. Como ela poderia com o orçamento de 2011 pagar dois? Quitar as dívidas de 2010? Então é difícil. Mas, vejo um verdadeiro holofoteno final do túnel. Tenho certeza de que o governo vai deslanchar. Vem muitos investimentos por aí. Várias indústrias chegarão. Já estão chegando. Uma grande indústria já se prepara para se instalar no RN por causa do Import-RN.

Qual a posição da Assembleia em relação à posição da presidenta Dilma Rousseff de vetar os recursos para a construção de um novo porto de Natal?

Ricardo Motta: A Assembleia vê com preocupação. Mas, eu digo com certeza que faremos essa ampliação, nem que seja com recursos da iniciativa privada. A própria receita gerada com o Import-RN será para o porto.

Presidente, neste ano o seu filho, Rafael Motta, será candidato a vereador em Natal. Como será sua participação na campanha?

Ricardo Motta: Ajudarei no que puder. Estarei com vários companheiros candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador. Claro que vou colaborar no que for possível. É meu filho. Vejo com legitimidade o desejo dele, que sempre foi um entusiasta. É uma coisa que ele quer, tem vocação. O povo haverá de julga-lo. Se ele for merecedor da confiança do povo, tenho certeza de que será, sairá vitorioso.

Por que o senhor não o filiou ao PP e não ao PMN?

Ricardo Motta: Porque naquele momento estava em cima do prazo eleitoral e eu estava indefinido. Política se faz com a razão, com a cabeça. Naquele momento, vi que o PP, até por ser um partido coligado, achei por bem coloca-lo lá. É normal. A deputada Gesane Marinho, por exemplo, é do PSD e o irmão é do PMDB.

Há uma articulação para a deputada estadual Gesane Marinho voltar ao PMN?

Ricardo Motta: Que seja do meu conhecimento, não. Mas, o que posso dizer é que ela está afinada com o governo. Isso ela tem demonstrado em todas as entrevistas, votações e tem participado das reuniões da base. Que ela está afinada com o governo está.

Quais as metas do senhor para este ano na Assembleia?

Ricardo Motta: Realizar o que não foi possível realizar no ano passado, como o concurso público, o memorial, o painel eletrônico, a integração eletrônica de teleconferências, promoção dos servidores e expansão do ILP. Com esses projetos, acredito que chegarei onde almejo, que é dar mais dinamismo e transparência aos trabalhos legislativos.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – MÁRCIO FREIRE DISPUTARÁ VAGA NA CÂMARA MUNICIPAL

O empresário Márcio Freire confidenciou ao Blog na manhã de hoje(12), que existe a possibilidade de disputar uma vaga para a Câmara Municipal de São José de Mipibu.

Márcio Freire havia sido sondado para compor uma chapa majoritária, mas como faltou  conversa, o jovem empresário vai pretigiar o PHS, partido da base de sustentação política do ex-deputado Arlindo Dantas.

PELA FALTA DE UM GRITO SE PERDE A BOIADA

Deixe o seu comentário (2)
Publicidade

AGNALDO TIMÓTEO FOI IMPEDIDO DE HOMENAGEAR O CANTOR WANDO

Divulgação.

A filha do cantor Wando, Gabrielle Burcci, não permitiu que o artista Agnaldo Timóteo fizesse sua última homenagem ao colega  Wando, em cerimônia religiosa realizada no Cemitério Bosque da Esperança, onde o corpo do artista estava sendo velado na quarta-feira (8).

Agnaldo Timóteo ao pegar o microfone para homenagear o colega, foi surpreendido com o pedido dos filhos de Wando para não prosseguir na homenagem, sob a acusação de ter falado mau do artista falecido.

O enterro do cantor Wando aconteceu na manhã desta quinta-feira (9) no cemitério Bosque da Esperança, em Venda Nova, região metropolitana de Belo Horizonte.

O cantor Agnaldo Tiomóteo falou do constrangimento que passou ao conceder entrevista no programa Muito+, da Band.

 “Foi extremamente constrangedor não me deixarem fazer uma homenagem para ele. Eu paguei pela boca grande. Eu fui no programa da Sônia Abrão e falei que ele gostava de um uisquinho. Isso está gravado na Sônia Abrão”, explicou.

“Eu mandei um CD autografado para a esposa dele. Eu não sabia que ele não bebia. Estou pagando pelo que falei. Eu falei o que não devia. Eu não a culpo [Gabrielle Burcci]. Eu me culpo. Eu fui inconsequente. Eu fui o culpado”.

O Fuxico.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EX-PREFEITO É PRESO SOB ACUSAÇÃO DE OCULTAR DOCUMENTOS

Foto: Divulgação.

O ex-prefeito de São Bento do Norte, Geraldo Assunção, está preso desde a manhã de ontem (10) em sua residência no Conjunto Pirangi, zona sul de Natal. Ele é acusado de ocultação de documentos relacionados a programas e convênios federais na época que administrou o município. A prisão foi feita pela Polícia Federal em cumprimento de um mandato de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal.

Ao vasculharem o imóvel, os policiais encontraram em um dos cômodos, vasta documentação vinculada ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e Programa Nacional de Auxílio ao Transporte Escolar (Pnate), todos subtraídos de forma irregular e com data da época em que o acusado esteve à frente daquela prefeitura.

De acordo com a Polícia Federal, o ex-prefeito também é acusado por mais cinco crimes através da 2ª Vara da Justiça Federal e prestou depoimento na presença de advogado e foi submetido a exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN).

Depois, Geraldo Assunção foi transferido da PF para o Centro de Detenção Provisório de Pirangi, onde deverá permanecer custodiado aguardando o pronunciamento da Justiça.

Fonte: Nominuto.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

A OPINIÃO O PADRE MATIAS SOARES

Parabéns pela iniciativa da empresa em promover este evento! A postura ética e responsável para quem trabalha com “comunicação” é fundamental. “Comunicação é Poder!”. O manuseio desta, por quem não tem base “Ética”, e aqui considero a estrutura humana, epistemológica e técnica, é desastroso. Desvirtuar a verdade da realidade e das vidas das pessoas é abominável. Macular e ofender aos demais por puro interesse pessoal e economico é imoral. A todos que fazem jornalismo os meus votos que sejam, antes de tudo, amantes da verdade e da ética! “Vos” deixo um desafio, neste ano de política partidária municipal: Quem quer ou pode ser imparcial?

Deus vos abençõe!

Pe. Matias Soares
Pároco de São José de Mipibú-RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EMPRESA COCO & COMPANHIA RECONHECE TRABALHO DA MÍDIA MIPIBUENSE COMO JORNALISMO DE QUALIDADE

O empresário Ednaldo Barreto, falando em nome da empresa Coco & Companhia, destacou o trabalho da mídia mipibuense como um componente importante dentro do processo de transformação e mudanças no municíupio.

O evento realizado na noite da última quarta-feira (08), reuniu blogueiros e jornalistas com os mais variados estilos de comunicação.

A noite foi presenteada com uma palestra proferida pelo jornalista, professor universitário e marqueteiro João Maria, que de forma clara e simples, sintetizou a essência de como se produzir um jornalismo ético e imparcial.

Na oportunidade ressaltei a determinação e o brilhante do trabalho jornalístico empreendido pelo amigo José Alves de Souza, o nosso “Dedé do Alerta”, no seu veículo de comunicação, O Alerta, com mais de trinta anos de estrada.

“Dedé do Alerta” agradeceu o reconhecimento de todos pelo seu brilhante trabalho e parabenizou a empresa Coco & Companhia pela iniciativa do evento.

O blogueiro Carlos Silva também falou da sua alegria e agradeceu a iniciativa dos empresários da Coco & Companhia.

A jurista Flavia Emerenciano também ressaltou o importante trabalho da mídia mipibuense e juntou-se aos demais oradores nos agradecimentos ao quadro administrativo da empresa Coco & Companhia.

A Coco & Companhia faz história na comunicação mipibuense, sendo a primeira empresa privada a reconhecer e enaltecer de público o trabalho da mídia de São José de Mipibu.

O empresário Zé Ivan Barreto, acompanhado da esposa Janeide Barreto, prestigiou a iniciativa da empresa coco & Companhia, da qual é acionista.

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

Heráclito Noé afirma que a prefeita já perdeu a “guerra da comunicação”

Foto: Gerlane Lima

O chefe do Gabinete Civil da Prefeitura de Natal, Heráclito Noé, afirmou em entrevista, esta manhã (10), no Jornal 96, da 96FM, que considera que a prefeita Micarla de Souza (PV) já perdeu a “guerra da comunicação”. Segundo ele, não adianta a prefeita apresentar uma série de avanços realizados em sua gestão, se os serviços básicos não funcionam.

“As pessoas não reclamam mais de grandes problemas na área de Saúde porque a prefeita criou ilhas de excelência, mas não adianta se o cidadão abre a porta e vê o lixo em frente a sua casa, e buracos nas ruas”, fala o novo chefe do Gabinete Civil da Prefeitura.

Heráclito se mostrou motivado com o cargo e aposta em uma grande mudança na imagem da gestora. “Acredito nessa mudança pela atual conjuntura. A Prefeitura passou por muitas dificuldades nos primeiros anos, mas muita coisa já mudou nos últimos 60 dias: saímos da lista de inadimplentes do Cauc [Cadastro Único de Convênios] e pagamos o 13° dos servidores adiantado”.

Ele ainda citou vários investimentos previstos para os próximos meses, mas se disse preocupado com início das obras da Copa 2014. “Tenho a impressão que as obras criarão, a princípio, um desgaste maior a prefeita, porque talvez as pessoas não compreendam bem os transtornos. O trânsito vai ficar um caos”.

Heráclito Noé reunirá todo o secretariado na próxima segunda-feira (13) para sistematizar os trabalhos das secretarias. “Fiz várias renúncias pessoais e só aceitei o cargo porque Natal passa por uma série de dificuldades. É uma questão de desafio pessoal”, pontuou.

Fonte: Nominuto.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EUGÊNIO CONTINUA PRÉ-CANDIDATÍSSIMO E VAI CUMPRIR O ACORDO SUGERIDO PELO PREFEITO GEORGE NEY

Foto: Celular

Em entrevista ao Blog na manhã de hoje, o vereador Eugênio Gondim, preidente da Câmara Municipal de Nísia Floresta, desmentiu o boato de que havia desistido da corrida pela sucessão em Nisia Floresta.

Eugênio disse que vai cumprir o compromisso assumido com o prefeito George Ney.

Como é do conhecimento da classe política de Nísia Floresta, o prefeito George Ney assumiu o compromisso de apoiar o nome do seu grupo político que conseguir obter o melhor resultado em uma pesquisa que será realizada logo pós o carnaval.

Na semana passada o Blog conversou com o prefeito George Ney em um encontro casual na AMLAP, em Natal, onde na oportunidade o prefeito de Níssia Floresta confirmou que ainda não decidiu sobre o seu apoio político em razão do espaço envolver dois grandes aliados, Eugênio e Marcone Ferreira.

Marcone Ferreira, pai da pré-candidata Camila Ferreira, disse ao Blog na sala do ex-prefeito Janilson Ferreira na tarde de ontem, na AMLAP, que o acordo proposto pelo irmão George Ney no que se refere ao resultado da pesquisa, será respeitado.

Pronto, agora é todo mundo visitar as bases e preparar o elitorado para votar na pesquisa que será encomendada pelo prefeito George Ney.

É PREGO BATIDO E PONTA VIRADA

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – A PRESSÃO EM CIMA DE NORMA É GRANDE

Tem uma turma que está querendo ver o circo pegar fogo no lado da prefeita Norma Ferreira. Vamos com calma.

Em rezão da presença de alguns comissionados da Prefeitura Municipal de São José de Mipibu no almoço que formalizou a aliança política entre Janilson Ferreira e Arlindo Dantas, uma turma que se acha entendida sobre como se fazer política, vem pressionando a prefeita Norma Ferreira para tomar medidas extremas. Esse modelo já é ultrapassado e bota ultrapassado nisso.

Um pouco mais amadurecida, a prefeita Norma Ferreira sabe que deve muito ao grupo que hoje acompanha a decisão política do seu pai Janilson Ferreira, porque por duas vezes, recebeu desse mesmo grupo o empenho para se tornar prefeita do município.

Norma reconhece a importância de cada um dos seus amigos que por duas eleições seguidas depositaram a confiança no seu nome. Exonerar esses amigos é criar novos e fervorosos adversários, além de promover um mal estar nas famílias de todos eles.

A prefeita Norma Ferreira, se renunciar do cargo que exerce para disputar uma eleição de vereadora, sabe muito bem que vai disputar espaços com aqueles e aquelas que pediram voto para ela e agora vão buscar o mesmo objetivo. Norma vai precisar estar bem na opinião pública, e entrar em uma nova campanha criando um exército de adversários magoados não é nada bom.

Ainda poderá pesar sobre os ombros da prefeita Norma Ferreira, se aceitar o conselho dos seus “mui amigos”, o fardo de tornar insatisfeito o seu pai Janilson Ferreira, por ter os seus amigos e seguidores  perseguidos e sem os salários que sustentam suas famílias pelo simples fato de permanecerem ao seu lado. Qunado se mexe no bolso de alguém, principalmente de quem esteve ao lado por muito tempo, o estrago é muito feio.

Os “conselheiros” da prefeita Norma Ferreira precisam entender que Janilson Ferreira é um líder na política mipibuense e todo líder tem os seus segiuidores. Muito antes de Norma se tornar vereadora e prefeita, Janilson já havia sido vereador, prefeito por três vezes, oito anos suplente de senador, várias vezes presidente da AMLAP e atualmente fala pelo  senador José Agripino e pela governadora do Rosalba Ciarlini na política de São José de Mipibu. São mais de três décadas fazendo política ao lado de Zé Agripino. Ou estão pensando que Janilson é marinheiro de primeira viagem?

PACIÊNCIA TEM LIMITE

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

EDNALDO SE PRONUNCIOU SOBRE ALIANÇA POLÍTICA EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

O empresário Ednaldo Barreto, em clima de confraternização, conversou com o Blog na noite de ontem sobre o futuro político do PR em São José de Mipibu.

O empresário Ednaldo Barreto não nega a possibilidade de um alinhamento político entre o PR e o PSD, entretanto é preciso se fazer um alinhamento nas propostas que deverão nortear o futuro de São José de Mipibu.

Ednaldo disse que está com um projeto pronto para administrar o município na condição de prefeito, mas se o partido decidir em indicar o vice, ele acatará a decisão. “!Estou preparado para participar de uma eleição com três candidaturas, tenho discurso e programa de governo para apresentar à sociedade e isso é  o que me diferencia de outras pré-candidaturas”, afirmou Ednaldo Barreto.

Ednaldo elogiou o vereador Kerinho, disse que o presidente da Câmara Municipal de São José de Mipbu é um político bem intencionado, mas que na sua opinião, participa de um Governo que não tem acrescentado nada para o desenvolvimento do município.

RESUMINDO

Nas entrelinhas Ednaldo não disse SIM, nem disse NÃO. Ficou naquela de vamos esperar o que o futuro reserva para a política mipibuense.

OPINIÃO

O empresário Ednaldo Barreto indiscutivelmente vem apresentando um discurso recheado de propostas boas para alavancar o município de São José de Mipibu, mas todo mundo sabe, até o ex-presidente Lula aprendeu, que em se tratando de ganhar eleição, sozinho ninguém chega em lugar algum.

Estou certo ou estou errado?

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade