NATAL- SETHAS E CANAL FUTURA FECHAM PARCERIA PARA PROJETO CRESCER SEM VIOLÊNCIA

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) firmou parceria com o canal de televisão Futura para levar o projeto “Crescer sem Violência” para capacitar os trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) de todos os municípios. As oficinas de capacitação serão iniciadas no mês de maio e serão realizadas de forma regionalizada. O objetivo é combater a violência sexual de crianças e adolescentes.

A reunião foi realizada na secretaria e contou com a participação da articuladora regional do canal Futura, Ana Amélia Melo. As oficinas do projeto serão realizadas durante os meses de maio, junho e julho. Um olhar especial será dado ao mês de maio, que é considerado o mês de combate à violência sexual de crianças e adolescentes. As oficinas farão parte da programação do dia 18 de maio, junto aos municípios.

“O objetivo da parceria é promover um debate sobre a importância de estratégias para tratar sobre as violências sexuais de crianças e adolescentes e capacitar os municípios em estratégias direcionadas, juntamente com as Rede de Proteção Social Básica, de Média e Alta Complexidade, assim como os atores da Rede Pública de Educação e Saúde. ”, explicou a subcoordenadora da Proteção Social Especial da Sethas, Elizama Evagelista.

A primeira oficina será realizada em Natal, nos dias 13 e 14 de maio, e abordará, de forma didática, a metodologia utilizada pelo projeto. As oficinas serão ministradas em municípios polos que atenderão as cidades da região.

Cronograma

Natal – 13 e 14 de maio

Grande Natal (Parnamirim, São José de Mipibu, Ceará-Mirim, Extremoz e São Gonçalo do Amarante) – 29 e 30 de maio

Macau e região- 06 e 07 de junho

Santa Cruz e região- 13 e 14 de junho

Caicó e região- 26 e 27 de junho

Pau dos Ferros e região- 02 e 03 de julho

O projeto Crescer Sem Violência

Crescer Sem Violência tem como objetivo disseminar informações de qualidade e metodologias de enfrentamento às diferentes formas de violência sexual contra crianças e adolescentes.

O projeto contempla produção de conteúdo em material pedagógico para as ações de enfrentamento nas diferentes partes do país com ações presenciais de capacitação de educadores e profissionais da rede de proteção à criança e ao adolescente. Crescer Sem Violência já foi premiado com o I Prêmio Neide Castanha de Direitos Humanos em 2011 na categoria Boas Práticas e com o Prêmio TAL na categoria Grande destaque em 2016.

Mais de 5.000 profissionais, em mais de 400 municípios brasileiros, já foram formados pelas ações do projeto, que já tratou de temas como o abuso e a exploração sexual.

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL- POLICIAIS E AGENTES PENITENCIÁRIOS PROTESTAM CONTRA SALÁRIOS ATRASADOS

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV

Policiais Civis e militares, agentes penitenciários e servidores do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte realizam na manhã desta terça-feira (23) um protesto contra os salários atrasados. Para a categoria, o governo do estado deve os salários de dezembro e o 13º de 2018, que estão sem previsão de pagamento.

Por volta das 9h, os agentes da segurança pública se reuniram na frente do shopping Midway Mall, na Av. Senador Salgado Filho, uma das mais movimentadas da cidade, de onde partiram em caminhada até o Centro Administrativo do Estado, sede do poder Executivo.

A categoria também cobra que o governo divulgue um cronograma de pagamento.

Fonte: G1-RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GOVERNO PUBLICA NOTA PARA ESCLARECER SITUAÇÃO DO HOSPITAL DA MULHER

O Projeto Governo Cidadão, realizado pelo Governo do Rio Grande do Norte com financiamento do Banco Mundial, lançou nota sobre a construção do Hospital da Mulher, em Mossoró. Assinada pelo Secretário Extraordinário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, o documento esclarece que:

“As obras do Hospital da Mulher, em Mossoró, estão em andamento. Se vier a ocorrer alguma interrupção, será por decisão unilateral da empresa executora – a CG Construções – sem justa causa; portanto, ferindo o contrato e sujeitando-se às sanções cabíveis. Os pagamentos seguem o ritmo da execução dos serviços e são feitos após a aprovação das medições técnicas, observando-se a ordem cronológica.

A atual gestão do Governo Cidadão trabalha firmemente para garantir que o Hospital da Mulher seja concluído. Este é um compromisso inegociável do Projeto e do Governo do RN, que sabe da importância da obra para Mossoró e municípios de regiões vizinhas.

A direção da empresa construtora é sabedora desse empenho, inclusive porque participou de reuniões em que foram pactuadas soluções de problemas legados pela gestão anterior, como o atraso na execução da obra.”

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOMBEIROS PERMANECEM EM ESTADO DE ALERTA EM SANTANA DO MATOS E FERNANDO PEDROZA

Foto: Divulgação

Os militares do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) continuam em alerta na cidade de Santana do Matos, no interior do Estado, em parceria com a Coordenadoria Estadual de Proteção, Caern e Defesa Civil. O objetivo é garantir a segurança da população local em caso de novos rompimentos em barragens.

Por causa das últimas chuvas na cidade, as paredes das barragens São Miguel 1, Vavá 1 e São Pedro, todas no município de Fernando Pedroza, foram rompidas. “Estamos no local com duas viaturas, botes e militares atentos, principalmente, no risco de  rompimento da barragem Vavá 2 e a de São Miguel 2, que tem capacidade para 8,5 milhões de metros cúbicos.”, disse o tenente-coronel Bezerra, diretor de engenharia e operações do Corpo de Bombeiros do RN.

Operação

A partir desta terça-feira (23) será realizada uma intervenção no sangradouro do reservatório a fim de diminuir a altura e aumentar a extensão para escoamento da água, impedindo um possível rompimento. O rebaixamento ocorrerá pela retirada de um dique, que vai aumentar a vasão do sangramento de forma controlada, sendo 10cm por vez até o volume de 80cm, cota que manterá a barragem em uma situação segura.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA DETERMINA QUE EMPRESA FAÇA O CONSERTO IMEDIATO DE TOMÓGRAFO DO HOSPITAL WALFREDO GURGEL

A 6ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, em antecipação de tutela requerida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte em Ação Civil Pública nº 0814955-42.2019.8.20.5001, determinou que a Empresa Philips Medical Systems Ltda conserte imediatamente o tomógrafo atualmente sem funcionamento do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel e o Estado do Rio Grande do Norte arque com os custos do conserto, após apresentação das notas fiscais, sob pena de bloqueio judicial. A decisão deferiu o pedido de tutela de urgência apresentado pelo MPRN.

Se o tempo de reparo do tomógrafo for superior a cinco dias, por ausência de peças de reposição, a 6ª Vara determinou que o Estado do Rio Grande do Norte adote, com urgência, providências para regularização do fornecimento de exames de tomografia computadorizada no Hospital Regional Walfredo Gurgel, sendo possível, para fins de cumprimento da decisão, o redirecionamento do equipamento de tomógrafo encaixotado e guardado nas dependências físicas do Hospital Regional de Caicó, o qual deverá funcionar temporariamente no HRWG até o conserto definitivo dos dois tomógrafos do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

A decisão analisa indícios de violação a direito fundamental de usuários do SUS que necessitam de exames de tomografia computadorizada, com prestação de serviços de saúde por parte da Administração Pública Estadual de maneira incompleta, já que atualmente os meios seriam inadequados e insuficientes ao atendimento da demanda apresentada.

Em caso de descumprimento da decisão, restou fixada multa única, a incidir, a partir do primeiro dia útil posterior ao prazo estabelecido, no valor de R$ 40 mil, pessoalmente, sobre o servidor que criar embaraços à efetivação desta decisão.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA DECRETA INDISPONIBILIDADE DE BENS DE EX-DEPUTADO JACÓ JÁCOME E SEU ASSESSOR

O juiz Bruno Montenegro, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, decretou a indisponibilidade dos bens do ex-deputado estadual Jacó Jácome e do ex-assessor parlamentar Marcos de Souza Sobrinho, limitada ao montante de R$ 27.598,18, na proporção de 50% para cada um dos réus.

O Ministério Público Estadual ingressou com Ação de Improbidade Administrativa sob a alegação de que Marcos de Souza Sobrinho manteve vínculo com a Assembleia Legislativa na função de assessor parlamentar, com lotação no gabinete do deputado Jacó Jacome, no período de 2 de março de 2015 a 14 de março de 2016, recebendo remuneração sem a efetiva prestação do serviço respectivo.

Segundo a ação, foi verificado que Marcos de Souza Sobrinho não comparecia ao local de trabalho e que exercia a função de pastor evangélico da Igreja Assembleia de Deus, durante o horário de funcionamento da Assembleia Legislativa, com expediente regular de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.

Ao MP, Marcos de Souza Sobrinho confirmou que é pastor evangélico da Assembleia de Deus e que sempre desempenhou suas atividades na igreja durante o turno da manhã; bem como informou que exerceu a função de assessor parlamentar no gabinete do deputado Jacó Jácome, mas que não possuía expediente pontual, pois atuava em diversos municípios, mantendo contato com lideranças.

Por sua vez, o ex-deputado se limitou a informar que Marcos Sobrinho não estava mais lotado em seu gabinete, sem fazer qualquer esclarecimento acerca do período pretérito.

Decisão

Ao julgar o pedido liminar de decretação da indisponibilidade de bens feito pelo Ministério Público, o juiz Bruno Montengro ressalta que este procedimento na ação de improbidade administrativa, prevista no artigo 7º da Lei n. 8.429/92, objetiva garantir a futura reparação patrimonial ao ente público lesado, bem como a viabilidade da multa civil eventualmente aplicada.

Ele anota que para a concessão da liminar exige-se a verossimilhança das alegações expostas, ou seja, a evidência de sinais reveladores de que os fatos narrados pelo Ministério Público representam, possivelmente e no mundo dos fatos, atos de improbidade administrativa.

“Compulsando o aparato probatório contido nos autos, verifico, nesta análise sumária, a demonstração da integração das condutas que culminariam no ilícito supostamente praticado pelos réus. Com efeito, diante do teor das declarações prestadas pelo chefe de gabinete do demandado Jacó Jácome e do próprio demandado Marcos de Souza Sobrinho, é possível verificar que este último não prestava expediente regular na Assembleia Legislativa, exercendo durante o horário de funcionamento da instituição, a atividade de pastor evangélico da Igreja Assembleia de Deus, o que demonstra a incompatibilidade de horários para o desempenho das duas funções”.

O magistrado afirma que esse panorama aponta para “a possível ultimação dolosa de atos de improbidade administrativa relativos ao enriquecimento ilícito, à lesão ao erário público e a atentados aos princípios da Administração Pública”, razão pela qual, “a meu sentir, ainda que de forma inicial – o que não significa de afogadilho-, encontro demonstrado o fumus boni juris e defiro a medida liminar pleiteada pelo órgão ministerial”, decidiu.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

DEPUTADO ALLYSON BEZERRA ABRE MÃO DE AUXÍLIO-SAÚDE

O deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) decidiu abrir mão de Auxílio-saúde no valor superior a R$ 3 mil, pago mensalmente a todos os deputados estaduais do Rio Grande do Norte. O documento que oficializa a dispensa do benefício foi enviado pelo parlamentar no dia 3 de abril à Coordenação de Gestão de Pessoas da Assembleia Legislativa.

Allyson fez renúncia em caráter irrevogável e irretratável do recebimento do Auxílio-saúde durante todo o seu mandato na 62ª Legislatura. Acarretará uma economia de R$ 142.817,49 de dinheiro público.

No ofício, o parlamentar solicita ainda que o valor retorne aos cofres do Estado e que seja aplicado em melhorias na rede estadual de saúde pública.

“Conheço a realidade da saúde do nosso estado porque senti na pele com familiares e amigos em corredores, enfermarias e UTI’s de hospital público. Sei da dificuldade que é para encontrar atendimento médico, sei o que é esperar por uma cirurgia numa fila de um hospital sem saber se vai ser atendido”, relatou.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

DONO DE OFICINA DE MOTOS É ASSINADO A TIROS EM PARNAMIRIM

Foto: Ednaldo Lima/ Inter TV Cabugi

O dono de uma oficina e loja de venda de peças de motocicletas foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (23) em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Isaac Gomes de Lima foi atingido por vários disparos no momento em que abria o comércio. Ninguém foi preso.

A oficina fica na Rua Dr. Mário Negócio, no bairro Vale do Sol. Segundo a PM, os criminosos estavam em um Corolla. Assim que o dono da loja chegou e abriu a loja, os bandidos começaram a atirar.

A PM foi chamada e fez buscas pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado.

Fonte: G1-RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ÔNIBUS CAI EM PRECIPÍCIO E MATA 25 PESSOAS NA BOLÍVIA

Foto: Handout/ Reprodução

Pelo menos 25 pessoas morreram no acidente de um ônibus turístico nas proximidades de La Paz, na Bolívia. O veículo tentava ultrapassar um caminhão na noite de domingo, 21, quando colidiu de frente com outra carreta e despencou em um precipício de 200 metros.

As informações foram divulgadas apenas nesta segunda-feira, 22, quando o ônibus foi encontrado e as equipes de resgate tinham superado as dificuldades de acesse à área do acidente, informou o chefe da polícia local, Yuri Calderon. Inicialmente, o número de mortos chegou a 17. O chefe da polícia rodoviária, Fernando Rojas, logo atualizou a informação.

“Nós estamos recuperando os corpos, mas há 25 mortes confirmadas e outras 24 pessoas feridas, transferidas para vários hospitais da região”, afirmou Rojas. Na manhã desta segunda-feira, o presidente da Bolívia, Evo Morales, em visita à Argentina, pediu em sua conta no Twitter para que os motoristas de ônibus sejam mais cuidadosos ao dirigir.

“Estou muito triste pelo grave acidente na estrada La Paz-Yungas. Nossos pêsames aos familiares dos mortos. Aos nossos irmãos motoristas, pedimos para sempre terem muita cautela; o cuidado com a vida está acima de tudo”, escreveu o líder.

Imagens da emissora local Unitel mostraram imagens dos trabalhos de resgate. Os bombeiros desceram o abismo usando uma corda e levaram as vítimas fatais e os sobreviventes, um a um, de volta para a estrada.

A situação do ônibus destruído também foi capturada pelas câmeras da televisão boliviana. Operado pela empresa Totai, o veículo viajava do norte de La Paz para a cidade de Rurrenabaque. Com os 25 mortos confirmados, este já é o pior acidente rodoviário registrado em 2019 na Bolívia, um país com histórico de falta de segurança nas estradas.

No último 19 de janeiro, 22 pessoas morreram depois que dois ônibus colidiram em uma estrada entre as cidades de Oruro e Potosi, no sul do país. No dia seguinte, outras 12 pessoas perderam a vida depois que um ônibus caiu em um despenhadeiro em Sucre, a capital histórica da Bolívia. Em fevereiro, um acidente entre um ônibus e um caminhão em Oruro deixou outros 24 mortos.

Fonte: Veja com AFP

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

STJ JULGA NESTA TERÇA RECURSO DE LULA CONTRA CONDENAÇÃO NA LAVA JATO

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para esta terça-feira, 23, o julgamento do recurso especial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra sua condenação no processo da Operação Lava Jato referente ao tríplex do Guarujá (SP).

O colegiado é composto pelo relator da Lava Jato no STJ, ministro Felix Fischer, e outros quatro ministros. Um deles, Joel Ilan Paciornik, contudo, declarou-se impedido de analisar o caso (conheça os magistrados). A sessão na Quinta Turma está prevista para as 14h e terá transmissão ao vivo no canal do tribunal no YouTube.

Em caso de empate, será convocado um ministro da Sexta Turma do STJ, que também trata de matéria criminal. Por uma questão de antiguidade, este julgador será Antonio Saldanha Palheiro, que terá de se inteirar de todo o processo e não tem prazo para proferir seu voto.

Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de segunda instância, a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do imóvel no litoral paulista. Ele foi considerado culpado pelo recebimento de 2,2 milhões de reais em propina da empreiteira OAS por meio da reserva e da reforma do tríplex. O petista está preso em Curitiba para cumprir pena desde abril de 2018.

A Quinta turma é conhecida por manter as decisões vindas das instâncias inferiores e, em novembro, Felix Fischer negou monocraticamente, isto é, individualmente, o recurso do ex-presidente para que ele fosse absolvido. O que os advogados de Lula argumentam é que o recurso expõe dezoito teses jurídicas compatíveis com a jurisprudência do STJ que deveriam ser enfrentadas por todos os ministros da Turma.

A defesa pede a absolvição do ex-presidente pela anulação do processo e alega que o caso deveria ser julgado pela Justiça Eleitoral, conforme entendimento recente do Supremo Tribunal Federal (STF) de que é ela a responsável por ações que tratem de crimes comuns quando relacionados a delitos eleitorais.

Os advogados sustentam ainda que o crime de lavagem de dinheiro não pode ser configurado no processo do tríplex e deveria ser desconsiderado, pedido que, se atendido, pode levar a uma redução na pena imposta ao ex-presidente e, assim, fazer com que ele seja mandado à prisão domiciliar.

Fonte: Veja.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SOBE PARA 11 NÚMERO DE MORTOS APÓS TERREMOTO NAS FILIPINAS

Foto: Eloisa Lopez/ Reuters

Pelo menos 11 pessoas morreram e 24 estão desaparecidas após o desmoronamento de edifícios nas Filipinas, na sequência de um terremoto de magnitude 6,3 na escala de Richter, segundo um novo balanço divulgado hoje (23) pelas autoridades.

As equipas de resgate encontraram mais corpos durante a última madrugada, na cidade de Porac, nos escombros de um supermercado, que caiu depois do tremor que danificou edifícios e um aeroporto no norte das Filipinas.

Os socorristas usaram guindastes e cães para procurar vítimas nos escombros.

Fonte: Agência Brasil e RTP (emissora de Portugal)

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GOVERNO ANUNCIA NOVAS REGRAS PARA A LEI ROUANET

O Ministério da Cidadania anunciou na noite de ontem (22) as novas regras para o financiamento de projetos culturais por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet. A medida já havia sido adiantada pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais na semana passada.

Segundo anúncio feito pelo ministro da pasta, Osmar Terra, o teto de valores financiados ficará em R$ 1 milhão. Até então, o limite é de R$ 60 milhões. Também foi reduzido o volume máximo de recursos que uma mesma empresa poderá receber para viabilizar projetos: de R$ 60 milhões para R$ 10 milhões.

De acordo com o ministro a lei vai passar a se chamar simplesmente “Lei de Incentivo à Cultura”. A nova regra não inclui projetos de patrimônio tombado (como restauração de construções), construção de teatro e cinemas em cidades pequenas e planos anuais de museus e orquestras. Terra acrescentou que eventos populares (como feiras de livros e festivais como o de Parintins) terão “tratamento especial”.

Pelas novas regras, os projetos financiados devem prever de 20% a 40% de ingressos gratuitos a pessoas de baixa renda. Esses devem ser distribuídos preferencialmente a pessoas inscritas no cadastro único (o cadastro que reúne beneficiários de programas sociais federais, como o Bolsa Família). O valor dos ingressos populares, que era de R$ 75, vai cair para R$ 50.

Um dos objetivos é reduzir a concentração de recursos destinados aos estados Rio de Janeiro e São Paulo. Por isso, a previsão é que haja mecanismo de estímulo a projetos realizado integralmente nos demais estados. Além disso, deve haver a promoção de editais focados em cultura regional, a serem elaborados em parceria com empresas estatais que fizerem uso dos mecanismos de incentivo.

Foi incluída a obrigação para os promotores contemplados pelo incentivo de realizar ações educativas relacionadas ao projeto aprovado. O ministro afirmou que as prestações de contas anteriores estão sendo examinadas e que as novas serão realizadas pela Internet.

Foto: Agência Brasil

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

APÓS REUNIÃO COM GOVERNO, CAMINHONEIROS DESCARTAM GREVE

Os representantes dos caminhoneiros disseram ontem (22), após uma reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que não haverá paralisação da categoria na próxima segunda-feira (29). Durante a reunião, que durou quase cinco horas, o ministro prometeu reajustar a planilha da tabela do piso mínimo de frete, umas das principais reivindicações dos caminhoneiros. O ministro disse ainda que vai intensificar a fiscalização do cumprimento da tabela de frete mínimo, com a participação dos caminhoneiros, e atrelar o reajuste da tabela ao preço do diesel.

“Eu acho que nós conseguimos administrar essa condição de momento e não deve haver paralisação de caminhoneiros neste momento. A representação dos caminhoneiros está conseguindo conversar com o governo”, disse o presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno.

A reunião com o ministro reuniu cerca de 30 representantes de 11 entidades de classe, além de um grupo de caminhoneiros autônomos. A proposta apresentada pelo ministério prevê que os próprios caminhoneiros vão ajudar a realizar a fiscalização da tabele de frete. Ainda esta semana, o ministro e o presidente da CNTA deverão assinar um termo formalizando o procedimento.

Anistia de multas

De acordo com um dos líderes da categoria, Wanderlei Alves, conhecido como Dedeco, as reclamações relacionadas ao descumprimento da tabela serão encaminhadas pela confederação ao ministério que as repassará à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O ministério também teria se comprometido a retirar multas de motoristas que fizerem as denúncias.

“O ministro se comprometeu de que o próprio caminhoneiro será um fiscalizador junto aos seus sindicatos de base que irá passar para a CNTA e a CNTA irá trazer direto para o governo a empresa, o embarcador que não está pagando o piso mínimo e, dentro de 20 a 30 dias, a ANTT irá autuar essas empresas que não estão cumprindo a lei”, disse Dedeco.

Mais cedo, antes da reunião, os caminhoneiros acenaram com a suspensão da paralisação desde que houvesse uma contraproposta do governo sobre as principais reivindicações. De acordo com Dedeco, o governo também prometeu adotar outro procedimento solicitado pelos caminhoneiros, que está previsto na legislação que estabeleceu o piso mínimo de frete, que é o acionamento de um “gatilho” na tabela para acompanhar os reajustes no preço do diesel.

Pela proposta, a planilha da tabela de piso mínimo sofrerá um reajuste toda vez que o percentual de aumento no diesel ultrapassar os 10%. O governo ficou de calcular quanto será o reajuste. “É o gatilho que já existia e que precisava ser colocado em prática para que o aumento do diesel não prejudique a categoria”, disse Dedeco.

Propostas

Na semana passada diante de rumores de paralisação da categoria, o governo apresentou um pacote de medidas para a categoria. Entre elas, a adoção de uma linha de crédito de R$ 500 milhões, em que cada caminhoneiro terá acesso a um financiamento de até R$ 30 mil. O dinheiro servirá para que os profissionais possam comprar pneus e realizar a manutenção de seus veículos.

O governo também disse que vai efetuar melhorias nas estradas e construir pontos de descanso em rodovias federais, mas as medidas foram consideradas insuficientes pela categoria. De acordo com Dedeco, com a abertura de negociação, os caminhoneiros devem desistir de parar as estradas do país. “Da minha parte, eu peço aos caminhoneiros que se acalmem”, disse Dedeco.

Fonte: Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CCJ DA CÂMARA DEVE VOTAR HOJE RELATÓRIO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O relatório sobre a reforma da Previdência, do deputado Marcelo Freitas (PSL-MG), deve ir à votação hoje (23), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, em sessão marcada para as 14h30. Nessa segunda-feira (22), a líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), disse que estão sendo negociadas alterações no texto da reforma da Previdência ainda na CCJ da Câmara. Ela evitou adiantar quais pontos serão mexidos na proposta.

“Se for preciso dar um pequeno passo para trás, para dar 10 passos à frente, é muito mais inteligente fazer essa negociação”, afirmou ao chegar ao Palácio do Planalto para se reunir com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Na semana passada, o líder do PP na Câmara, deputado Arthur Lira (AL), disse que o governo aceitou retirar pontos da reforma na CCJ, como o fim do pagamento da multa de 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do recolhimento do fundo do trabalhador já aposentado que voltar ao mercado de trabalho. Outra modificação em negociação é a retirada do ponto que possibilita que a alteração de idade de aposentadoria compulsória de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) seja feita por meio de lei complementar.

Para Hasselmann, qualquer ponto do texto pode ser objeto de negociação, desde que a “espinha dorsal” da proposta seja mantida.”É possível conversar em torno desse ponto e qualquer outro ponto. O governo não está se furtando de conversar ou abrir mão de qualquer ponto desde que seja mantida a nossa espinha dorsal. Estamos repetindo isso, é R$ 1 trilhão [de economia], pronto e acabou. Se desidratar mais do que isso, a gente já não vai ter um impacto, pelo menos para dar uma tranquilidade durante décadas para o país”, disse.

Ainda segundo a líder, o mérito da reforma da Previdência, com eventuais outras mudanças, tem que ser discutido no âmbito da comissão especial, e não na CCJ, que analisa apenas a constitucionalidade da medida. “O que não dá é para o governo eventualmente ceder num ponto e haver uma série de outros pedidos. Então, essa coisa de pedir sem fim a mexida do texto na CCJ, isso não pode acontecer”, disse.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ESCOLA DO GOVERNO ABRE CURSO SUPERIOR EM GESTÃO PÚBLICA

As inscrições para o Processo Seletivo Especial do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública já estão abertas. A graduação é destinada exclusivamente para servidores públicos do Governo do Rio Grande do Norte. Os interessados devem acessar o Portal do Candidato, no site http://processoseletivo.ifrn.edu.br e clicar na opção “EDITAL N° 01/2019-PROEN/IFRN – CURSO SUPERIOR EM GESTÃO PÚBLICA – ESCOLA DO GOVERNO”.

Vale ressaltar que para ter a inscrição deferida é necessário, ao final do preenchimento do formulário, anexar no campo específico cópias dos seguintes documentos: 1) RG e 2) informações profissionais e justificativa da seleção (Anexo 2 do Edital, disponível no site www.escoladegoverno.rn.gov.br). As inscrições ficarão abertas até às 17h do dia 31 de maio.

A Graduação de Tecnólogo em Gestão Pública é uma promoção da Escola de Governo, da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, por meio de convênio com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), responsável pela execução do curso. As aulas serão iniciadas no segundo semestre de 2019 no turno vespertino. A matriz curricular compreende um total de 2.174 horas/aula, distribuídas em seis semestres letivos sequenciais, totalizando três anos.

Os requisitos para concorrer a uma das 45 vagas do curso são: ser servidor público estadual efetivo e estar ativo no exercício do cargo; possuir certificado de conclusão do ensino médio; e estar desenvolvendo atividades em qualquer uma das áreas de concentração da administração pública, seja administração geral, planejamento, gestão de recursos humanos, financeiros ou materiais. Além disso, terão prioridade os servidores que não possuam cursos de nível superior.

A seleção dos candidatos terá caráter eliminatório e classificatório, constando de três etapas: análise dos pré-requisitos, provas escrita e entrevista presencial. De acordo com o cronograma do edital, o resultado da homologação das inscrições, referente à primeira fase, está previsto para ser divulgado no dia 06 de junho, enquanto as provas serão aplicadas no dia 15 de junho de 2019. O resultado final será anunciado no dia 10 de julho e a aula inaugural tem previsão para acontecer no dia 29 de julho de 2019.

O objetivo do Curso de Tecnólogo em Gestão Pública é formar profissionais com visão crítica, estratégica e inovadora para o setor público, qualificando-os a atuarem na área de gestão das organizações públicas, aliando a teoria e a prática para uma formação crítica, reflexiva e sustentável.

Para sanar dúvidas ou ter mais informações: 3232-1699 ou egov.rgn@gmail.com (Departamento de Capacitação da Escola de Governo) e 4005-0781/0882 ou processoseletivo@ifrn.edu.br (Coordenação de Acesso Discente do IFRN).

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NÍSIA FLORESTA – PREFEITO DANIEL MARINHO BRINDA A POPULAÇÃO COM ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO

A população de Nísia Floresta, na Grande Natal, foi brindada neste Domingo de Páscoa com a apresentação da peça teatral Paixão de Cristo, encenada pelo Grupo de Teatro União – GRUTEU, da cidade de São Gonçalo do Amarante, no RN.

A encenação da cultura religiosa em espaço aberto, no largo da igreja matriz de Nossa Senhora do Ó, teve início após o pronunciamento do prefeito Daniel Marinho(PSDB), que destacou a importância do evento nesse momento em que a comunidade católica relembra a crucificação de Jesus Cristo.

Daniel Marinho ressaltou ainda que uma das prioridades do seu governo é continuar levando à população do seu município ações promotoras das culturas: popular, religiosa e social, tripé que norteia a sociabilidade entre os seus concidadãos e difunde costumes e tradições até então não inseridas no calendário de eventos do município. ” Preservar a história é perpetuar os valores de um povo, proporcionando meios para que o passado não adormeça no anonimato. Esse é o meu compromisso com vocês”, destacou Daniel Marinho.

Na ocasião o gestor municipal parabenizou toda equipe da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer, cultura e Turismo, como também aos demais setores da municipalidade, que se empenharam para a realização do evento que por aproximadamente três horas recebeu a atenção da população nísia-florestense.

Após o pronunciamento do prefeito o espetáculo teve início enfocando a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Ela se inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no domingo de Páscoa.

Uma das passagens da encenação retrata Maria Madalena, mulher surpreendida em adultério e que suplicando perdão recebeu a compreensão de Jesus Cristo, que desafiou a atirar a primeira pedra em Madalena aquele que nunca havia pecado.

O ponto alto da encenação foi marcado com o sofrimento de Jesus Cristo, que por ser o Filho de Deus e também o Messias, foi preso, julgado pelo Sinédrio e condenado por Pôncio Pilatos a ser flagelado e finalmente executado na cruz.

As cenas fortes retratavam o sofrimento vivido por Jesus Cristo por ter dedicado a sua vida a propagar o amor entre as pessoas.

Após ter sido chicoteado, Jesus recebeu dos soldados romanos, como zombaria, o título de “Rei dos Judeus”, foi vestido com um robe púrpura (a cor imperial), uma coroa de espinhos, foi surrado e cuspido.

De acordo com registros bíblicos a crucificação de Jesus foi um evento que ocorreu no ano 33 d.C. Os cristãos tradicionalmente entendem a morte de Jesus na cruz como sendo um sacrifício proposital e consciente (dado que Jesus não tentou se defender em seus julgamentos), realizado por ele na figura de “agente de Deus” para redimir os pecados da humanidade e tornar a salvação possível. A maior parte dos cristãos proclamam este sacrifício através do pão e do vinho na Eucaristia, uma lembrança da Última Ceia, e muitos também comemoram o evento na Sexta-Feira Santa anualmente.

Além do prefeito Daniel Marinho, do padre Ajosenildo Nunes e da população presente ao evento, a encenação da Paixão de Cristo também foi prestigiada por vereadores, secretários municipais, auxiliares do governo municipal e lideranças comunitárias.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – GMN E PM APREENDEM ARMA DE FOGO E PAREDÃO DE SOM EM FESTAS NO BAIRRO NORDESTE E FELIPE CAMARÃO

Duas festas com uso de paredão de som foram interditadas por uma ação conjunta da Guarda Municipal do Natal (GMN) e da Polícia Militar. As festas aconteciam na madrugada desta segunda-feira (22) nos bairros de Felipe Camarão e Bairro Nordeste, zona Oeste da cidade. A operação uniu guardas municipais do Grupamento de Ação Ambiental (Gaam) e Ronda Saúde (RondaS), e policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) e 9º Batalhão.

Na ocasião foram apreendidos um veículo modelo Celta, que estava com um paredão de som instalado, e um revólver calibre 38 carregado com seis munições. Também foi detida uma mulher, sob acusação de porte ilegal de arma de fogo.

A primeira apreensão ocorreu no Bairro Nordeste, após o proprietário do automóvel se recusar a retirar o paredão de som que estava acoplado ao veículo. Já a arma de fogo foi encontrada escondida em um bar onde estava sendo realizada uma das festas em Felipe Camarão.

De acordo com informações repassadas pelas guarnições da GMN que participaram da ação, a suspeita é que festa realizada no Bairro Nordeste estava relacionada a comemoração de uma facção. Outro fato constatado pelas equipes é que o lava-jato e bar onde ocorria o evento em Felipe Camarão já havia sido interditado em outra ocasião, porém a proprietária insistiu em descumprir a determinação legal.

Nos dois eventos as equipes também constataram a participação de um número expressivo de menores de idade. Era possível perceber diversos adolescentes e até mesmo crianças consumindo bebida alcóolica.

A mulher detida e a arma de fogo apreendida na operação foram encaminhadas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foram realizados os procedimentos de prisão em flagrante e de apreensão. Já o veículo apreendido ficou sob a custódia da Cipam.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MICHELLE BOLSONARO DÁ ENTREVISTA EM LIBRAS E DEFENDE OBRIGATORIEDADE DA LÍNGUA DE SINAIS

Foto: Reprodução/Youtube.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu no Palácio da Alvorada a equipe da TV Ines, canal bilíngue brasileiro com conteúdo acessível a surdos e ouvintes, e deu uma entrevista em Libras que foi ao ar na última quinta-feira. A mulher do presidente Jair Bolsonaro usou a língua brasileira de sinais para responder as perguntas e em alguns momentos contou com a ajuda de um auxiliar. Durante o bate-papo, Michelle contou que tem um tio surdo que a ensinou o alfabeto em Libras aos 8 anos, mas que só voltou a se dedicar ao idioma em 2015, em uma igreja evangélica. Ela também defendeu a obrigatoriedade da língua de sinais nas escolas e disse estar em contato com o MEC.

O apresentador Heveraldo Ferreira citou durante a entrevista que segundo o censo de 2010 do IBGE, existem hoje no Brasil quase 10 milhões de surdos. E acrescentou que um milhão deste grupo são jovens de até 19 anos. E questionou se Michelle acredita que a obrigatoriedade do ensino de Libras nas escolas seria um avanço para os surdos.

“Essa é minha luta, é minha bandeira. Eu acredito que nós vamos conseguir inserir a Libras na grade curricular. Eu estou em contato com os ministros, estou em contato com o MEC. Hoje nós já temos a Diretoria de políticas de educação bilíngue de surdos no MEC, que não existia antes. Então isso vai ajudar, vai ter um impacto muito grande na acessibilidade”, defende a primeira-dama durante a entrevista num salão do Palácio da Alvorada.

Michelle também relembrou seu discurso na posse e disse estar feliz em defender a comunidade surda:

“Foi um compromisso que eu firmei com o governo de ajudar as pessoas com deficiência e a comunidade surda. Isso já era um compromisso também no Plano de Governo do meu esposo, de ampliar a acessibilidade. Então, assim, foi algo inexplicável poder estar incluindo os surdos em um momento tão importante para o nosso Brasil”.

Michelle Bolsonaro também comentou a repercussão do seu discurso em Libras durante a posse de Jair Bolsonaro na Presidência. A primeira-dama disse que se sente “incluída” na comunidade surda:

“Eu recebi várias mensagens de amigos surdos, familiares agradecendo justamente essa visibilidade que eu dei à comunidade surda porque era uma classe esquecida, menosprezada”.

Por: Jornal Extra.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – PLANO DIRETOR VOLTA A SER PAUTA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NESTA QUARTA (24)

Foto: Canindé Soares

Apresentar a sistematização das contribuições recebidas da sociedade e aprovar o regimento interno e cronograma. Essas serão as pautas da 4ª Audiência Pública de revisão para revisão do Plano Diretor de Natal (PDN), que acontece na próxima quarta-feira (24), no Auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluísio Alves (Cemure).

O evento coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) será das 8h30 às 14h e dá continuidade ao processo de revisão após a última audiência publica realizada no dia 21 de fevereiro. A expectativa da Semurb é que todas as discussões com os grupos de trabalho, que serão formados pela sociedade, sejam finalizadas ainda no primeiro semestre deste ano. Para que no final do segundo semestre, a minuta do projeto de lei elaborada durante os debates seja apreciada e votada pela Câmara dos Vereadores.

O PDN é a lei mais importante da política de desenvolvimento urbano sustentável da cidade, suas audiências levam os vários órgãos e segmentos da sociedade a conhecer, discutir e aprovar o novo cronograma dos trabalhos e conhecer os estudos elaborados pela equipe técnica da Semurb, responsável pela condução do processo.

Serviço

O que: 4ª Audiência Pública de revisão do Plano Diretor de Natal (PDN)

Quando: 24/04/2019

Onde: Auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluísio Alves (Cemure), Avenida Coronel Estevam, 3897, Nossa Senhora de Nazaré.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SANTANA DO MATOS – ‘MOMENTO DE PÂNICO’, DIZ HOMEM ARRASTADO POR ENXURRADA QUE DESTRUIU CABECEIRA DE PONTE NO RN

Ford Ka em que estavam os dois homens foi arrastado pela correnteza do Rio São Miguel, em Santana do Matos — Foto: F. Damião

A força do rio que destruiu a cabeceira da ponte na RN-041, no interior potiguar, também arrastou dois carros pela correnteza. Dentro de um deles, havia dois homens, que foram resgatados pela Defesa Civil. Eles relataram a tensão dentro do veículo. “Um momento de pânico”, resumiu uma das vítimas da enxurrada, José Miguel.

Ele e Luiz Carlos passavam pela rodovia estadual, em Santana do Matos, na região Central, no momento em que ocorreu o incidente com a ponte, na madrugada do domingo (21).

O volume do Rio São Miguel, que passa por baixo da ponte, aumentou depois que algumas barragens romperam na região, por causa da ocorrência de chuvas durante a Semana Santa.

Foto: reprodução Intertv

“Os bens vão e a gente fica”, disse Luiz Carlos. Ele e o amigo José Miguel concederam entrevista ao radialista F. Damião e o material foi cedido ao G1. Os dois conversaram com o radialista no local em que a cabeceira rompeu, já nesta segunda-feira (22), após o susto.

“Eu freei e não deu. A água já tinha cortado a ponte. Quando freei, cedeu a frente e o carro encheu d’água”, relata Luiz Carlos. Os dois pularam do carro e se agarraram a árvores. Em seguida foram resgatados.

O Ford Ka em que eles estavam foi arrastado por vários metros e ficou danificado. Ainda na noite deste domingo (21), o Governo do Estado anunciou que vai decretar situação de emergência por enxurrada nos municípios de Fernando Pedroza, Angicos e Santana do Matos.

Do G1/RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MULHER É PRESA COM OVO DE PÁSCOA RECHEADO COM PORÇÕES DE MACONHA

Foto: Divulgação/PM.

Uma mulher foi presa com um ovo de páscoa recheado com 30 porções de maconha em Londrina, no norte do Paraná, nesta segunda-feira (22). A prisão ocorreu na Rua Brasílio Machado, na Vila Marízia.

Segundo a Polícia Militar (PM), a mulher, que tem 25 anos, estava andando na rua e quando viu o carro da polícia deixou cair o pacote que segurava nas mãos no chão.

A polícia ainda realizou buscas na região e encontrou mais porções da droga, o que totalizou 55 porções.

A suspeita foi levada à Central de Flagrantes.

Por: G1.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MARCELO DE LIMA HENRIQUE APITA DECISÃO DO ESTADUAL 2019 NA ARENA DAS DUNAS

Foto: Lucas Uebel / Getty.

O carioca Marcelo de Lima Henrique, do quadro master da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), será o árbitro principal da decisão do Campeonato Potiguar 2019 entre América e ABC, que acontece nesta quarta-feira (24), às 21h30, na Arena das Dunas, em Natal.

Marcelo terá o auxílio de Márcio Eustáquio e Fábio Pereira, ambos do quadro de master de Minas Gerais e Tocantins, respectivamente. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão de Arbitragem do Rio Grande do Norte, cel. Ricardo Albuquerque, na tarde desta segunda-feira (22), na sede da Federação Norte-rio-grandense de Futebol.

Curiosidade

Árbitro master da CBF é o profissional que já atuou pelo quadro da FIFA por um determinado tempo, mas, que por algum motivo retornou ao quadro da CBF.

Confira a escala de arbitragem:

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique – (Master-RJ)

Árbitro Assistente 1: Márcio Eustáquio Sousa Santiago – (Master-MG)

Árbitro Assistente 2: Fábio Pereira – (Master-TO)

4ª Árbitro: Zandick Gondim Alves Júnior – (CBF-RN)

5ª Árbitro: Carlos Alberto de Beto – (CEAF-RN)

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ESCOLA LEVARÁ EDUCAÇÃO A 600 ESTUDANTES INDÍGENAS NO RN

Foto: João Vital.

O sonho de Damiana Barbosa (29) e Francisca Samara (22) de voltar a estudar está bem perto de se tornar realidade. Moradoras da comunidade indígena do Amarelão, em João Câmara, elas viram a primeira escola indígena do Rio Grande do Norte se erguer diante de seus olhos nos últimos meses e, assim, puderam voltar a sonhar com um futuro profissional para além do beneficiamento de castanhas de caju.

A escola construída pelo Governo do Estado está praticamente pronta e vai levar educação a 600 estudantes, com um plano pedagógico diferenciado e pautado nas especificidades dos povos indígenas. Longe das salas de aula desde quando eram adolescentes, Damiana e Francisca planejam uma nova vida de agora em diante.

“Parei na 7a série e não podia voltar porque tenho dois filhos e tinha que ir pra João Câmara todo dia pra escola. Com essa aqui vou poder terminar os estudos e procurar uma coisa melhor pra mim”, diz Francisca. Damiana divide com ela a tarefa de beneficiar castanha e reforça o coro. “Parei no Fundamental e voltar a estudar é como melhorar de vida. Com estudo tenho como encontrar um trabalho melhor”, emenda.

O líder comunitário José Carlos Tavares está feliz da vida com a escola. Um sonho que começou em 2005 e agora se tornou realidade. “É uma felicidade muito grande para nossa comunidade receber uma escola como essa, porque nossos estudantes não precisarão mais sair antes do almoço para ir estudar em João Câmara. Escrevemos à mão o projeto dessa escola em 2005, porque ainda não tinha computador na comunidade”, comemora.

Para o coordenador do Governo Cidadão e secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, a inclusão social dos povos indígenas é uma meta perseguida pela atual gestão. “A escola na comunidade do Amarelão representa uma mudança de paradigma. Terá um projeto pedagógico diferenciado, específico para as necessidades da comunidade, com valorização de sua história e tradições. Promover igualdade de direitos e oportunidades para este povo é uma de nossas principais metas”, diz.

A professora Leonilda Pedro nasceu no Amarelão e lá viveu até os 25 anos, quando saiu para fazer uma graduação. Hoje está de volta à comunidade para ensinar na escola e pretende fixar residência. “É um grande desafio estar de volta como professora e também é gratificante, porque estou reencontrando pessoas que foram meus professores e hoje trabalharemos juntos”, registra.

A recém-formada em Biologia Bruna Bandeira tem descendentes no Amarelão e também fará parte da equipe de professores da instituição. “É maravilhoso integrar um projeto que vai trazer educação para mais perto dessas pessoas. Muitos adultos que pararam de estudar devido ao deslocamento poderão assistir aulas agora”, destaca.

A escola do Amarelão recebeu o nome de Professor Francisco Silva do Nascimento. A estrutura conta com um auditório, biblioteca, quadra poliesportiva, oito salas de aula e seis laboratórios, além de toda infraestrutura administrativa. Foram investidos R$ 4,7 milhões via Governo Cidadão, Secretaria de Educação e Banco Mundial. Um dos diferenciais é que se trata de um prédio sustentável, com captação de energia solar por meio de painéis fotovoltaicos localizados na cobertura, reuso de águas pluviais em vasos sanitários e mictórios e reuso do esgoto tratado com irrigação de jardins e áreas verdes.

A instituição irá funcionar em parceria com a Prefeitura de João Câmara, que será responsável pelo Ensino Fundamental. Esta semana a equipe da Educação municipal deu andamento às discussões do plano pedagógico. A expectativa é que as aulas para essa faixa etária comecem no final deste mês.

Dignidade e qualidade de vida no campo

Promover igualdade de direitos e oportunidades, preservar tradições, fortalecê-las e fomentar a representatividade da população indígena são prioridades do Governo do Estado e projeto Governo Cidadão. Por meio dele estão sendo beneficiadas mais de mil pessoas com ações que vão desde sistemas de abastecimento de água até a construção da escola, totalizando R$ 5,5 milhões em investimentos.

A comunidade indígena Caboclo, em Assú, foi contemplada com um sistema simplificado de abastecimento de água com rede adutora, caixa d’água elevada, poço tubular, rede de distribuição e construção de banheiros, melhorando a vida de 31 famílias que moram no local. O sistema está com 90% das obras concluídas, em um investimento que somou R$ 473 mil.

No Vale do Catu, em Goianinha, 150 famílias passaram a ter acesso à água depois de receberem um sistema simplificado de abastecimento semelhante ao de Assú. Lá as obras já estão finalizadas e a população está usufruindo dos benefícios de ter água na torneira em casa. O investimento ultrapassa os R$ 224 mil e também incluiu a construção de banheiros em cada residência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

“FALSO SUMIDO” EM BRUMADINHO DEIXOU DE DAR NOTÍCIAS APÓS AMEAÇAS DO PAI POR SER GAY

Foto: Arquivo pessoal.

O catarinense Evandro Schwirkowsky, 23 anos, que foi dado como desaparecido após a tragédia de Brumadinho, disse ao G1 nesta segunda-feira (22) que foi morar com o namorado em Itaparica, na Bahia, e que decidiu deixar de dar notícias aos parentes por conta das ameaças que vinha sofrendo do pai, pelo fato de ser homossexual.

Evandro esteve em Brumadinho no dia do rompimento da barragem de rejeitos da Vale, mas deixou a cidade, para onde tinha ido em busca de emprego, horas antes da tragédia.

Ele conta que esteve em uma pousada que ficava bem próxima da Barragem. Foi o companheiro de Evandro, Edemilson de Jesus Silva, quem acionou as equipes de resgate, informando que o namorado teria ido a Brumadinho em busca de emprego.

Em fevereiro, o Instituto Geral de Perícias (IGP) chegou a fazer a coleta de material genético do pai de Evandro para comparação genética das vítimas. Na ocasião, o pai dele, o agricultor Mauricio Schwirkowsky, disse que estava muito chocado e que tinha falado pela última vez com o filho no Natal.

Evandro se mudou de Santa Catarina para a Bahia com o namorado no dia 4 de janeiro. Como não conseguiu arrumar um emprego logo de início, Evandro decidiu ir sozinho para Minas Gerais para ver se encontrava alguma vaga — o companheiro ficou na Bahia.

O catarinense conta que após a tragédia de Brumadinho, retornou de Minas para Salvador, mas ficou incomunicável para que a família pudesse “se livrar” dele e parar com as ameaças. Ele ficou sem falar até com o companheiro. Disse que ficou vagando pelas ruas, pois não queria voltar para casa e prejudicar Edemilson, com medo que a família de Corupá os encontrasse.

“Eu fui para Minas Gerais e fui passando por várias cidades, entre elas Brumadinho. Sou apaixonado por queijo, por cidades tranquilas e foi por isso que fui até lá. Depois da tragédia, eu tive a ideia de não me comunicar com ninguém para me ver livre da minha família e eles também se verem livre de mim. Na hora do desespero, a gente faz qualquer coisa. Eu também fiquei sem falar com ele [o companheiro] porque eu estava com medo de que acontecesse algo com ele. Eu estava pensando mais no próximo do que em mim mesmo”, conta.

Evandro só avisou ao companheiro que estava bem e que tinha retornado à Bahia na última segunda-feira (15). Durante o tempo que ficou em Salvador sem se comunicar com Edemilson e com os parentes, ele disse que foi ajudado por algumas pessoas.

Assim que soube que o companheiro estava em Salvador, Edemilson avisou aos familiares de Evandro que ele estava bem e que não tinha sido uma das vítimas de Brumadinho. Evandro entrou em contato com a família em Corupá na terça-feira (16). Na sexta (19), ele deixou de fazer parte da lista de desaparecidos.

Ele conta, no entanto, que ninguém da família o procurou.

“Eu não queria que eles ficassem sabendo de mim, porque eles não mereciam. Depois que ficaram sabendo que eu estou bem e onde eu estou, não querem saber de mim. Meu pai disse que não quer saber de mim. Somente uma prima entrou em contato comigo. Depois de tudo, eu achei que meu pai iria mudar e entrar em contato, mas isso não aconteceu”, destacou.

Ameaças

Evandro e Edemilson estão juntos há seis anos. Eles moravam em Corupá, no norte catarinense, onde trabalhavam em uma plantação de bananas. Evandro conta que, após a morte dos avós, deixou a casa onde morava por conta das ameaças do pai. A mãe biológica morreu há seis anos.

“Meus avós paternos cuidavam de mim e me aceitavam do jeito que eu sou e, quando eles morreram, meu pai começou a me ameaçar e também a ameaçar meu companheiro. Tinha ameaça verbal e ele queria me bater. Uma vez, ele invadiu minha casa com uma foice, e minha cachorra me protegeu. Foi então que eu decidi ir para Florianópolis”, disse.

Edemilson já tinha ido para Florianópolis em busca de emprego, quando a produção de bananas teve uma queda. Na capital catarinense, os dois decidiram se mudar novamente, desta vez para a Bahia.

“A gente saiu de Santa Catarina e veio para Salvador, porque eu já tinha vindo uma vez e achava um estado bom para viver. Foi uma ideia minha vim para cá”, disse Edemilson.

Arrependimento e futuro

Evandro diz que se arrepende de ter ficado incomunicável e afirma que, mesmo tendo dificuldades para se manter atualmente na Bahia, por não terem emprego fixo, não pretende voltar com o companheiro para Santa Catarina.

“Eu me arrependo do fundo do meu coração, mas naquela situação em que eu estava, isso foi necessário. Eu me arrependo porque não gosto de mentira. Foi uma besteira o que eu fiz e sei que não tem perdão”, destacou.

“A gente conta com ajuda do povo da nossa rua aqui. Eles estão me apoiando bastante. Se não fosse isso, a gente não teria o que comer e nem onde morar. Não pretendo sair daqui da Bahia. Ou a gente continua aqui ou vai para Salvador, porque o povo aqui é muito acolhedor”, diz Evandro.

“Está sendo meio complicado, porque a gente não conseguiu emprego fixo ainda. A gente está em busca de emprego, para fazer qualquer coisa. As vezes consigo freelancer, e é caro pagar aluguel. Estamos numa quitinete e contamos com ajuda de amigos que conhecemos há pouco tempo”, afirma Edemilson.

Por: G1.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – VEREADOR PROPÕE PROJETO PARA AUMENTAR NÚMERO DE TAXISTAS

Foto: Divulgação.

O sistema de transporte por aplicativo é um fenômeno mundial. Em Natal, a chegada do novo mecanismo ocorreu em 2016 e hoje o número destes motoristas já supera a quantidade de taxistas. O Uber, empresa mais conhecida da área, possui 11 mil cadastros na Grande Natal, contra 3 mil taxistas.

A diferença na quantidade de profissionais é um dos fatores que altera o preço dos serviços, fator determinante na escolha dos clientes e motivador de muita disputa entre as categorias. Para solucionar a questão o vereador Ney Lopes Jr. apresentou na Câmara Municipal um projeto de lei que aumenta o número de taxistas no município.

O texto do projeto propõe que a placa dos táxis seja ligada ao CPF dos profissionais, o que proporcionaria uma redução nos gastos e na burocracia, gerando um aumento dos carros.  O vereador explicou os benefícios da iniciativa “O projeto torna a concorrência mais justa. Meu objetivo é facilitar o trabalho dos taxistas sem prejudicar os aplicativos”, afirmou.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade