EVO MORALES SE ASILA NO MÉXICO E MILITARES ATUAM CONTRA VIOLÊNCIA NA BOLÍVIA

Foto: Daniel Walker / População comemora nas ruas de Santa Cruz a renúncia do presidente boliviano, Evo Morales, em 10 de novembro de 2019.

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales viajou na noite desta segunda-feira em um avião militar com destino ao México, que lhe concedeu asilo político após sua renúncia, enquanto os militares se uniam à polícia para conter a violência nas ruas do país.

 

“Irmãs e irmãos, parto rumo ao México, agradecido pelo desprendimento do governo deste povo irmão que nos deu asilo para proteger nossa vida”.

“É doloroso abandonar o país por razões políticas, mas sempre estarei a disposição. Em breve voltarei com mais força e energia”, tuitou o ex-presidente indígena.

O chanceler mexicano, Marcelo Ebrard, confirmou a partida de Morales de um avião da Força Aérea do México, horas após informar o asilo político por considerar que “sua vida e sua integridade” correm risco na Bolívia.

“Recebi um telefonema do presidente Evo Morales. Ele solicitou formal e verbalmente asilo político em nosso país”, o que foi concedido, assinalou Ebrard.

Em meio à onda de protestos, agora protagonizada por partidários de Morales, as Forças Armadas decidiram realizar operações conjuntas com a polícia para conter a violência em várias regiões do país.

 

© AIZAR RALDES Bloqueios de rua em torno da principal praça de La Paz, em 11 de de novembro de 2019.

O comandante das Forças Armadas, general William Kaliman, “determinou a execução de operações conjuntas com a polícia para evitar sangue e luto na família boliviana”.

Kaliman determinou à tropa que utilize “a força de forma proporcional contra os atos de vandalismo que causam terror na população”, e recordou que as “Forças Armadas jamais abriram fogo” contra a população.

A decisão ocorreu após um pedido do chefe da polícia de La Paz, coronel José Barrenechea, diante de ataques a quartéis da polícia em algumas cidades por partidários do ex-presidente.

Centenas de apoiadores de Morales seguiram nesta segunda-feira de El Alto para La Paz, enquanto moradores da capital se organizavam para defender seus bairros deste avanço.

Em uma praça do bairro de San Miguel, a população erguia barricadas com latas de lixo, telhas de zinco, cordas e correntes para deter “uma turba violenta que se aproxima para destruir nossas casas”, disse um dos moradores, que pediu ajuda à polícia.

A futura presidente interina da Bolívia, senadora Jeanine Añez, disse que serão convocadas eleições, para que “em 22 janeiro já tenhamos um presidente eleito”.

“Vamos convocar eleições com personalidades comprovadas, que realizem um processo eleitoral que reflita o desejo e o sentimento de todos os bolivianos”, disse à imprensa na entrada da Assembleia Legislativa de La Paz a segunda vice-presidente do Senado, a quem corresponde a presidência interina após a renúncia de todos que estavam antes na linha de sucessão.

AFP

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

RN: PROFESSORES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL ATUAM NA PROMOÇÃO DA INCLUSÃO SOCIAL

Modalidade de ensino direcionada exclusivamente à pessoa com deficiência, seja qual for a limitação: transtorno do espectro autista (TEA), física, intelectual, auditiva, visual, múltipla, entre outras, a Educação Especial (EE) trata-se de uma ferramenta de inclusão social que garante àqueles com necessidades específicas o direito à educação.

Tendo isso em vista o estado do Rio Grande do Norte dispõe, desde abril de 2016, do cargo pioneiro de professor de educação especial, possuindo atualmente 495 professores para essa modalidade. Inserida nesse número, a educadora Eliza Dias é umas dessas professoras que, além de dedicar-se à educação, assume o compromisso de contribuir com a inclusão social, trabalhando para que as barreiras encontradas pelos alunos com necessidades especiais sejam superadas.

“O aluno está na escola para participar de tudo que a escola promover. Então, para mim é muito importante estar falando sobre o professor de educação especial pois, as escolas e a sociedade precisam entender que o profissional da EE é um direito e uma necessidade das pessoas com deficiências, das escolas, e da nova realidade educacional”, destaca a educadora.

Pedagoga e professora de educação especial da escola estadual Manoel Vilaça, localizada no bairro de Lagoa Nova, em Natal, Eliza ajudar a compor o quadro de professores de EE do estado que, ao todo, oferecem apoio pedagógico especializado a 925 alunos da rede estadual de ensino.

Educação Especial em ambiente escolar

Há dois anos trabalhando na escola estadual Manuel Vilaça, pertencente a 1ª Diretoria Regional de Educação e Cultura (Natal), Eliza atua ao lado de um aluno que possui encefalopatia crônica não progressiva, conhecida como paralisia cerebral. Ela explica que sua função, em ambiente escolar, é mediar o processo de aprendizagem desse aluno diante dos conteúdos expostos em sala de aula pelos professores titulares.

“Para certas disciplinas regulares nós utilizamos exemplos do cotidiano da vida dos alunos para explicar o assunto. Dessa forma, ao invés de ele partir para cálculo ou coisas mais abstratas que talvez ele não alcance naquele momento, a gente tenta aproximar do aluno de assuntos mais simples. Por exemplo, ensinar somas matemática partindo, por exemplo, de porções de ingredientes em uma receita de bolo. Ou seja, restringimos o assunto para que ele entenda, pois ele tem esse direito [de aprender]”, conta a professora.

Eliza ainda esclarece que cada aluno com necessidade especial requer de um Plano Educacional Individualizado (PEI), proposta curricular pedagógica construída de forma conjunta com o professor regular e elaborada a partir das especificidades de cada aluno. Além do PEI, a professora também destaca que recebe todo apoio da equipe interdisciplinar da escola, como por exemplo o profissional da sala de recursos e da cuidadora.

“O ideal para que o processo de inclusão aconteça é que todos esses atores se aproximem. O nosso trabalho [de professor de educação especial], se a gente for fazer sozinho ele vai acontecer. Mas, quando ele acontece com a colaboração de ambos os profissionais, professor titular e de EE, cuidador, entre outros, ele se efetiva, garantindo de fato o direito do aluno à educação”, aponta.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CONGRESSO PROMULGA HOJE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E SENADO VOTA PEC PARALELA

Foto: Divulgação

Está marcada para hoje (12), às 10h, no Senado, a sessão solene de promulgação da reforma da Previdência. Ela foi aprovada no dia 22 de outubro e sua promulgação dependia de o presidente de Senado, Davi Alcolumbre, marcar a data. A proposta de emenda à Constituição (PEC) foi aprovada por 60 votos contra 19. Com a reforma, o governo espera fazer uma economia de cerca de R$ 800 bilhões nos próximos dez anos.

Comandada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e apoiada por Alcolumbre e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a reforma ganhou fôlego após tentativa frustrada do governo anterior. Foi quase um ano de negociações e tramitação até ser aprovada em definitivo. Outros projetos relacionados à Previdência, no entanto, ainda tramitam no Congresso.

A chamada PEC Paralela, aprovada no Senado em primeiro turno na semana passada, traz alterações, como a inclusão de servidores estaduais e municipais na reforma. Ainda hoje, a PEC paralela pode avançar no Senado com a votação dos destaques e, a depender da celeridade dos trabalhos, com a sua votação em segundo turno.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO ASSINA MEDIDA PROVISÓRIA QUE EXTINGUE O SEGURO OBRIGATÓRIO DPVAT

Foto: Reprodução Record TV

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.

“O valor total contabilizado no Consórcio do Dpvat é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do Dpvat até 31/12/2025, quanto aos acidentes ocorridos até 31/12/2019, é de aproximadamente R$ 4.2 bilhões”, informou o Ministério da Economia.

De acordo coma pasta, o valor restante, cerca de R$ 4.7 bilhões, será destinado, em um primeiro momento, à Conta Única do Tesouro Nacional, em três parcelas anuais de R$ 1.2 bilhões, em 2020, 2021 e 2022.

“A medida provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que, quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública, por meio do SUS [Sistema Único de Saúde]. Para os segurados do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte”, acrescentou o ministério.

A MP extingue também  o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM). Segundo o ministério, esse seguro está sem seguradora que o oferte e inoperante desde 2016.

O que é o Seguro DPVAT?

Também conhecido como “seguro obrigatório”, o Seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.

Ele foi instituído por lei em 1974. Até agora, o pagamento era anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos e era feito junto com o IPVA. O seguro era um requisito para o motorista conseguir renovar o licenciamento do veículo.

Quando o Seguro DPVAT vai acabar?

A partir de 2020, de acordo com a medida provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (11). Porém, a MP precisa ser aprovada pelo Congresso em até 6 meses, a partir da publicação no “Diário Oficial da União”, ou então perderá a validade.

Até quando serão pagas indenizações por acidentes pelo DPVAT?

Sinistros ocorridos até 31 de dezembro de 2019 serão cobertos pelo seguro. Assim, a atual gestora, Seguradora Líder, continuará responsável pelos procedimentos de cobertura até 31 de dezembro de 2025.

Depois disso, a União sucederá a Seguradora Líder nos direitos e obrigações envolvendo o DPVAT.

“Para os segurados do INSS, também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte. E, mesmo para aqueles que não são segurados do INSS, o Governo Federal também já oferece o Benefício de Prestação Continuada – BPC, que garante o pagamento de um salário mínimo mensal para pessoas que não possuam meios de prover sua subsistência ou de tê-la provida por sua família, nos termos da legislação respectiva”, afirma o governo.

Com informações da Agência Brasil e G1.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EXAMES MOSTRAM QUE PESCADO DO RN ESTÁ PRÓPRIO PARA CONSUMO

Foto: Embrapa Pesca e Aquicultura

Exames feitos em amostras de pescado do litoral nordestino atingido pelo vazamento de óleo mostram que o produto está próprio para o consumo humano. A análise foi feita pelo Laboratório de Estudos Marinhos e Ambientais da PUC/RJ, por solicitação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O laboratório analisou os níveis de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) – indicadores para contaminação por derivados de petróleo. Os resultados revelam níveis baixos dos HPAs detectados em peixes e lagostas, não representando riscos para o consumo humano.

As amostras foram coletadas em estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF), nos dias 29 e 30 de outubro, nos estados da Bahia, do Ceará, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte.

Veja nota oficial:

Em atenção à contaminação das praias do litoral nordestino por manchas de óleo, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que recebeu, neste sábado (9), os 12 primeiros resultados das amostras coletadas para avaliação dos níveis de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) – indicadores para, entre outros, contaminação por derivados de petróleo. Os resultados revelam níveis baixos dos HPAs detectados em peixes e lagostas, não representando riscos para o consumo humano.

As amostras foram coletadas em estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF), na costa das áreas afetadas, nos dias 29 e 30 de outubro, e enviadas para análises no Laboratório de Estudos Marinhos e Ambientais da PUC/RJ. Ao todo, 37 compostos de HPAs foram avaliados.

As amostras para monitoramento da situação de segurança do consumo de pescado continuam sendo colhidas e, conforme a liberação dos resultados das análises, serão divulgados pelo Mapa, com atualizações das recomendações.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO SUGERE ENQUADRAR LULA NA LEI DE SEGURANÇA NACIONAL

Foto: Sergio Lima /Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 2ª feira (11.nov.2019), em entrevista ao site O Antagonista, que a Lei de Segurança Nacional poderia ser utilizada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por conta de seus discursos. “As falas desse elemento, que por ora está solto, infringem a lei”, afirmou Bolsonaro.

Depois de deixar a prisão na 6ª feira (8.nov.2019), Lula prometeu “rodar o país” denunciando o “desmonte do Estado e a perda da soberania nacional promovidos pela atual gestão“. Criticou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a operação Lava Jato e disse, no sábado (10), que Bolsonaro “foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio de Janeiro“.

Ainda na entrevista, Bolsonaro disse que “a situação ficará complicada se o país entrar em convulsão” , como no caso do Chile, onde o presidente Sebastián Piñera demitiu ministros, pediu perdão e “a situação continua a mesma coisa”.

“Agora tem que se preparar porque, na América do Sul, o Brasil é a cereja do bolo”, comentou Bolsonaro.

Lei de Segurança Nacional

A Lei de Segurança Nacional, assinada em 14 de dezembro de 1983, ainda durante a ditadura militar, define crimes contra a segurança nacional e a ordem política e social. A lei define quais os crimes que “lesam ou expõe a perigo de lesão” a integridade territorial, a soberania nacional, o regime representativo e democrático, a federação e o Estado de Direito e também a pessoa dos chefes dos Poderes da União.

A lei estabelece pena de 1 a 30 anos de prisão para os 21 crimes descritos em seus artigos. Entre eles: tentar dividir o país ou submeter parte de seu território a domínio estrangeiro, importar armas de uso exclusivo das Forças Armadas, tentar desmembrar o país, espionar para outro país, sabotar instalações militares, atentar contra o Estado de Direito, caluniar ou difamar o Presidente ou outra autoridade da República, atentar contra a vida ou matar alguma dessas autoridades, entre outros.

Com informações do Poder 360

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GOVERNO ANUNCIA PROGRAMA QUE INCENTIVA GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA

O governo federal lança hoje (11) um programa para incentivar a qualificação profissional e a geração de emprego e renda. A expectativa do governo é que a iniciativa, batizada de Programa Verde e Amarelo, consiga gerar ao longo de três anos, cerca de 4,5 milhões de empregos.

O público-alvo da iniciativa são jovens que buscam a inserção no mercado de trabalho ou o primeiro emprego, trabalhadores desempregados que estejam cadastrados no banco de dados do Sistema Nacional de Emprego e pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O programa também será voltado para os trabalhadores que estão empregados em ocupações que sofrem com a diminuição das vagas de trabalho devido a modernização tecnológica e outras formas de reestruturação produtiva. Para esse público devem ser oferecidos mecanismos para a requalificação ou a recolocação no mercado de trabalho.

Acompanhe a cerimônia ao vivo:

Lançamento do Programa Verde Amarelo

O presidente Jair Messias Bolsonaro lança o programa Verde Amarelo, que tem como meta a criação de empregos.

Posted by Agência Brasil on Monday, November 11, 2019

Uma das metas do programa é que, dos cerca de 4,5 milhões de empregos que o governo espera gerar, 50% desses trabalhadores ingressem no mercado de trabalho até um ano após a realização dos cursos.

A qualificação desses profissionais se dará por meio de um sistema de vouchers para a participação em processos de formação. “Os vouchers são vagas de qualificação oferecidas sem custo para os trabalhadores e que serão utilizadas para que as empresas treinem seus empregados e novos contratados em áreas e competências que realmente são necessárias para as companhias.

De acordo com o Planalto, as entidades encarregadas dos processos de formação serão pagas por performance. Pela proposta, só receberão recursos públicos os parceiros privados que comprovarem a empregabilidade dos ex-alunos.

Para auxiliar na tarefa de descobrir as demandas por emprego, o governo também vai incentivar, com o auxílio da rede pública de educação profissional, o mapeamento da real demanda do setor produtivo por qualificação profissional.

Segundo o Planalto, o decreto que institui a Estratégia Nacional de Qualificação para a Produtividade e o Emprego do governo federal tem por objetivo “promover, em larga escala, com a ajuda de parceiros públicos e privados, uma qualificação profissional alinhada com as demandas reais dos setores produtivos e com o futuro para elevar a empregabilidade e a produtividade além de difundir conhecimento e tecnologia”.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – EM VÍDEO MARCOS LOPES SUGERE O VOTO FICHA LIMPA E RECOMENDA O NOME DO PRÉ-CANDIDATO ZÉ FIGUEIREDO

Imagem: Reprodução/WEB

Tendo como bandeiras, a cultura regional, a valorização da família, a segurança pública e a moralização na gestão pública, o empresário Marcos Lopes, em vídeo fala sobre a política de São José de Mipibu, ressaltando a importância de o eleitor saber escolher o próximo governante do município.

Empresário com visão de futuro e incentivador cultural, Marcos Lopes se destaca na iniciativa privada com a realização de projetos que difundem a cultura regional, a exemplo do Forró da Lua, a Vaquejda das Mulheres e a criação do Museu do Vaqueiro, que ilustra com fotos, documentos e adereços, as raízes do vaqueiro nordestino. Assista ao vídeo.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SESSÃO SOLENE NA ASSEMBLEIA MARCA 70 ANOS DO CURSO DE DIREITO DA UFRN

Os 70 anos do Curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi tema de sessão solene realizada pela Assembleia Legislativa do Estado na manhã desta segunda-feira (11). Na oportunidade, foram homenageados nomes de destaque que já passaram pela instituição. A proposição do evento foi dos deputados estaduais Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Casa, e José Dias (PSDB).

“O surgimento do curso foi um marco divisor na educação superior da cidade, pois, a partir daquele momento, os estudantes não mais precisariam do sacrifício de deslocamento a outros estados. O operador do Direito, essencial para a administração da Justiça, é fundamental na defesa dos direitos individuais e coletivos e na preservação do Estado Democrático. Nesse sentido, é movido pelo sentimento de orgulho, mas também de compromisso desta Casa, que celebramos os 70 anos do curso de Direito da UFRN”, disse Ezequiel Ferreira em seu discurso.

Ainda nas palavras do presidente da Assembleia, a “relevância do curso de Direito para a UFRN e o RN é indiscutível. Prova disso é que os concluintes do curso ocuparam e ocupam cargos de destaque no cenário político e profissional do país, nas funções executivas, legislativas federal, estadual e municipal, na Magistratura regular e superior, no Ministério Público, Assessorias Jurídicas, Defensoria Pública, Polícia Civil, Advocacia pública e privada e Magistério superior”, disse Ezequiel Ferreira.

Falando em nome dos homenageados, o juiz federal Marco Bruno Miranda fez uma homenagem póstuma ao advogado Eider Furtado, que faleceu na semana passada aos 96 anos. Em seguida, destacou nomes importantes da sociedade potiguar na atualidade que passaram pelo Curso e fez uma pequena prestação de contas, destacando as várias áreas de atuação do Departamento de Direto da UFRN.

O curso de Direito foi criado em 15 de agosto de 1949 como Faculdade de Direito de Natal, através da Lei Estadual n° 149 de 15 de agosto de 1949, sancionada pelo Governador José Augusto Varela. No entanto, só foi efetivamente instalada com o Decreto Federal n° 36.387, de 25 de outubro 1955, e o primeiro vestibular só ocorreu no ano seguinte, em 1956.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MUDANÇA NO STF VAI CONSOLIDAR PODER DE BOLSONARO

O ministro Celso de Mello deixa o Supremo no ano que vem / Foto: Carlos Moura/SCO/STF – 7.11.2019

Ao escolher novos nomes para o Supremo, Bolsonaro tem uma oportunidade de ouro para fazer valer  suas ideias que o levaram ao Palácio do Planalto

Anote aí: no dia primeiro de novembro de 2020 Bolsonaro, finalmente, vai assumir de fato o comando da nação. Depois de quase intermináveis 30 anos de bons e maus serviços prestados ao país, o decano Celso de Mello, vai ser obrigado a abandonar uma das 11 cadeiras supremas do STF. Assim, o 5 a 6 de hoje pode virar o 6 a 5 de um Brasil renovado, mais apropriado aos gritos das ruas.

Os tempos andam estranhos, como gosta de reforçar o ministro Marco Aurélio de Mello, e nestes tempos estranhos o STF tem tido um protagonismo absurdo em relação ao Executivo e ao Legislativo, para desespero do cidadão comum que achou que o seu voto poderia rachar a velha ordem.

As últimas decisões do Supremo mostraram que isso não será tarefa fácil. Bolsonaro, no entanto tem duas oportunidades de ouro para fazer valer as ideias e propostas que o levaram ao Palácio do Planalto. Além de Celso de Mello, ele também vai escolher o sucessor de Marco Aurélio em 12 de julho de 2021. O placar pode, então, virar um confortável 7 a 4 para os que reclamam por um Brasil menos corrupto.

Ah! Mas o Senado precisa aprovar os indicados. Ok. Só que os senadores sempre chancelam os nomes escolhidos. O máximo que pode acontecer é algum deles passar pelo constrangimento de tropeçar no saber jurídico, como aconteceu com Rosa Weber, massacrada pelo ex-senador Demóstenes Torres.

Ah! Mas os novos ministros podem votar contra os interesses de Bolsonaro. Ok de novo. Fachin, Barroso e Fux, por exemplo, foram escolhas de governos petistas. Resta ao presidente da República, portanto,  a indicação de ministros mais alinhados com o seu pensamento.

Erra quem vê o cenário atual como uma corrida de 100 metros. Está mais para uma maratona. Nos próximos dias e semanas muita espuma ainda será produzida no quintal petista. Passado o assanhamento pela soltura de Lula, a caneta vai continuar com Bolsonaro, e cabe aqui um lembrete importante: se reeleito, ele ainda poderá nomear os sucessores de Lewandowski (11de maio de 2023) e Rosa Weber (02 de outubro de 2023).

Somando e subtraindo tudo o que foi dito, o poder futuro estará nas mãos de Bolsonaro, o restante é delírio do passado.

Por Domingos Fraga / Jornal da Record / Do R7

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO DEIXARÁ PSL; ANÚNCIO SERÁ FEITO NOS PRÓXIMOS DIAS

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro decidiu, que deixará o PSL. O anúncio oficial deverá ser feito nos próximos dias. A princípio, a maior autoridade do País ficará sem partido, mas a tendência é a criação de uma nova sigla, 100% bolsonarista.

De acordo com a revista Época, a intenção do presidente é juntar “cerca de 100 deputados” de partidos como Novo, DEM, PP, PTB, PL, Podemos, PSDB e do próprio PSL, que tenham ideias alinhadas com o governo. A nova sigla seria o Partido Militar Brasileiro. Outra possibilidade, levantada pelo jornal Folha de São Paulo, seria a recriação da União Democrática Nacional (UDN). No entanto, o presidente ainda é sondado por outras legendas, em especial o Patriota.

A saída do presidente tende a causar uma debandada no PSL, que foi de nanico a segundo maior da Câmara por conta da onda bolsonarista. Flávio e Eduardo Bolsonaro deverão seguir os passos do pai. Outros 20 parlamentares da sigla também estariam dispostos a seguir os passos do capitão reformado, que convocou uma reunião com apoiadores para esta terça-feira (12), no Palácio do Planalto. Por conta de uma decisão do Supremo Tribunal Federal, políticos com cargo executivo podem fazer a troca de partido sem perder o mandato. Os parlamentares, por outro lado, terão que buscar a desfiliação na Justiça.

O recente desgaste com lideranças do partido, como o presidente da sigla Luciano Bivar e os ex-aliados Joice Hasselmann, ex-líder do governo no Congresso e Delegado Waldir, ex-líder do PSL na Câmara e Major Olímpio é um dos principais motivos para a saída de Bolsonaro, que também tem se incomodado com as críticas de aliados aos seus filhos. Outro motivo seria o envolvimento da legenda em casos de corrupção, como o “laranjal do PSL”. A equipe do governo avalia que Bolsonaro deve se distanciar dos escândalos para não perder popularidade.

Fonte: Equipe portal / Terra

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CAIXA COMEÇA A RECEBER APOSTAS PARA A MEGA DA VIRADA

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil /

A Caixa Econômica Federal começou a receber, hoje (11), as apostas para a Mega da Virada 2019. A estimativa de prêmio para quem acertar as seis dezenas do concurso 2.220 da Mega-Sena é de R$ 300 milhões. O sorteio será realizado no dia 31 de dezembro.

Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal da Mega da Virada não acumula. Caso nenhuma aposta seja premiada com os seis números, o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números ou, ainda não havendo ganhador, de quatro números.

As apostas do concurso especial custam o mesmo valor da Mega-Sena regular, R$ 4,50, e podem ser feitas por maiores de 18 anos em qualquer lotérica do Brasil, usando o volante específico da Mega da Virada. Também é possível apostar pelo portal Loterias Online e pelo aplicativo Loterias Caixa, disponível para usuários da plataforma iOS. Os titulares de conta corrente na Caixa ainda podem fazer suas apostas utilizando o Internet Banking.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

VENCEDOR DO ‘THE VOICE BRASIL’ É VAIADO APÓS FALAR ‘LULA LIVRE’ EM SHOW

Tony Gordon, vencedor da oitava edição do “The Voice Brasil”, foi vaiado e precisou encerrar seu show no festival Bourboun Ilhabela, na noite desta sexta-feira, após falar a frase “Lula livre” no palco. O público reagiu de maneira negativa quando o cantor tentou mediar o início de uma confusão entre defensores de Lula e anti-petistas. De acordo com o “Notícias da TV”, do “Uol”, uma pessoa que estava no show afirmou que o desentendimento começou na platéia.

 

“O cantor entrou cantando no meio da plateia. Foi uma euforia geral. Antes de terminar essa primeira música, uma única pessoa, que estava ao meu lado, gritou: ‘Lula livre’. Daí começou um leve burburinho, outras gritaram também: metade delas gritava Lula livre, outra metade vaiava. As primeiras vaias foram da plateia para a parte da plateia que gritava Lula livre”, disse a advogada Quil Dulci Pimentel ao site.

“Mesmo em meio ao burburinho, ele começou a segunda música: Imagine, de John Lennon. A música é um hino de respeito, equidade e tolerância. Mas dois grupos na plateia se provocavam entre si. Até este momento o cantor estava apenas fazendo o show. Quando ele terminou imagine, ele tentou falar… Mas os gritos de Lula livre ficaram mais intensos e interrompiam a fala dele. Na tentativa de tentar apagar os ânimos, ele disse: “Sim, gente, Lula livre, mas o que eu tô querendo dizer é…”, contou a advogada.

O cantor foi interrompido com protestos e vaias e pediu que as pessoas respeitassem seu posicionamento político. “Temos um país lindo, independentemente do que estamos vivendo. Então, com muito carinho, venho pedir um Brasil melhor para todos nós. A gente segue na base do amor, cada um respeitando a opinião do outro”, pediu o artista.

“Algumas pessoas entenderam que o cantor tinha concordado com o pessoal do Lula livre, mas ele não concordou, ele ia continuar falando e não conseguiu”, contou a advogada.

Tony Gordon precisou encerrar sua participação após cantar apenas três músicas. Lula foi solto na noite de sexta-feira, algumas horas antes da apresentação do ex-The Voice no festival.

Uol / O Dia

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO DESTACA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL DA COMUNIDADE

Assistir filmes de qualidade, na beira da praia, sob a luz do luar e tendo a brisa do mar como companhia. Assim tem sido para milhares de pessoas desde sexta-feira (8), quando teve início a Mostra de Cinema de Gostoso, com programação gratuita. As três primeiras noites de exibição lotaram a Praia do Maceió e as 600 espreguiçadeiras montadas foram poucas para o número de presentes. O evento segue até amanhã (12), quando serão premiados os filmes que integraram a Mostra Competitiva.

Na sexta-feira, após a solenidade de abertura, os presentes puderam assistir uma das produções do Coletivo Nós do Audiovisual, formado dentro da Mostra de Cinema, coordenado pelos realizadores Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld e composto por jovens e adolescentes da comunidade. “Júlia Porrada” contou a história de uma mulher forte e sobrevivente de São Miguel do Gostoso e teve direção de Igor Ribeiro.

As oficinas de audiovisual acontecem desde 2013 e envolvem jovens e adolescentes da comunidade. Em cinco anos foram realizadas 45 oficinas, que resultaram na produção de 19 curtas-metragens, dos quais quatro são inéditos e estão sendo exibidos durante a Mostra. Nas aulas os estudantes aprendem formação técnica e audiovisual e a dominar toda a cadeia da produção cinematográfica.

O grupo já conta com alguns prêmios. Recentemente recebeu o “Reconhecimento Especial” no 12º Los Angeles Brazilian Film Festival, em Los Angeles (EUA), pelo curta-metragem “O grande amor de um lobo”. O curta já havia ganhado também a premiação de aquisição do Canal Brasil no Cine Ceará, e deve começar a ser exibido no canal em breve. Além destas premiações, o Nós do Audiovisual também foi reconhecido com o documentário “Filho de Peixe” e ganhou o direito de exibição na TV Cultura no Festival Internacional de Curtas de São Paulo

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BRASILEIRA VENCE CONCURSO INTERNACIONAL DE BELEZA PLUS SIZE NA UCRÂNIA

Miss Nina Sousa / Foto: Instagram 

A modelo brasileira Nina Sousa, 28 anos, conquistou no último sábado, 9, o título de modelo plus size mais bonita do mundo. Nascida em Volta Redonda, no interior do Rio de Janeiro, ela desbancou outras 19 candidatas na final do Miss Top Of The World, realizada na Ucrânia.

“Esse é o momento mais importante da minha vida! Muitas dificuldades eu passei pra chegar até aqui! Mas eu venci! Eu venci a dor, venci o cansaço, venci as energias negativas”, escreveu a jovem no Instagram.

Nina também falou sobre representatividade. “O Brasil venceu comigo nessa linda noite e eu só posso agradecer por ter vindo representar o Brasil na Ucrânia, por ter tido tantos apoiadores e amigos comigo! Eu venci Brasil! Nós Vencemos o Miss Top Of the World.”

Catraca Livre

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL: HERMES DA FONSECA E PRUDENTE DE MORAIS RECEBEM APLICAÇÃO DE ASFALTO NESTA SEGUNDA

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (11/11), duas das principais vias da cidade, as avenidas Hermes da Fonseca e Prudente de Morais, no bairro do Tirol, recebem os serviços da Operação tapa buracos, da Prefeitura do Natal, por intermédio da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov). O destaque é a aplicação de asfalto.

Também receberão os serviços as ruas Olinto Meira e Segundo Wanderlei, em Lagoa seca, Floriano Peixoto, em Petrópolis, e Henrique Dias, no bairro das Rocas. “São vias de intenso fluxo de veículos. Muitos deles, ônibus do nosso transporte público. Por isso, a manutenção é imprescindível”, ressaltou o secretário Tomaz Neto, titular da Semov.

Ainda hoje, o setor de Conservação está com o serviço de manutenção de vias pavimentadas com paralelepípedos nas ruas Paraná, em Neópolis, e Campina, em Ponta Negra, além de equipes de limpeza de galerias e manutenção da rede de drenagem nas ruas Teotônio Freire, na Ribeira, e Cel. Joaquim Correia e Paulo Pinto de Abreu, em Lagoa Nova (galerias).  “Fecharemos na Couto Magalhães, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na zona Norte, com manutenção da rede de drenagem”, finalizou o secretário

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO ENTREGA 4,1 MIL MORADIAS POPULARES NA PARAÍBA

O presidente Jair Bolsonaro entregou hoje (11), em Campina Grande, na Paraíba, 4,1 mil moradias populares a famílias de baixa renda. O presidente fez agradecimentos às autoridades que colaboraram para a conclusão do novo conjunto habitacional, e disse que, na política, “ninguém faz nada sozinho”.

“Para administrar esse país, temos que ter bons políticos ao nosso lado e, graças a Deus, o quadro de políticos no Brasil melhorou, e bastante. Temos aprovado muita coisa na Câmara e no Senado, com convencimento, com entendimento. Isso realmente faz uma boa política para o nosso Brasil”, disse ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, autoridades locais e parlamentares.

O Conjunto Habitacional Aluízio Campos tem 3.012 casas e 1.088 apartamentos de até 48 metros quadrados, avaliados em R$ 61 mil cada, que beneficiarão 16 mil pessoas. Os contemplados com as novas moradias têm renda familiar de até R$ 1,8 mil mensais e, para o sorteio, foram reservadas cotas para famílias com idosos, pessoas com deficiência e crianças com microcefalia.

O empreendimento contou com aporte de R$ 262,5 milhões da União e tem infraestrutura completa, dois ginásios cobertos, três creches, duas escolas, duas unidades básicas de Saúde (UBS), um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e dez praças com academias de saúde.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CAVALEIROS DO FORRÓ COMEMORA 18 ANOS COM GRAVAÇÃO DE DVD EM SHOW GRATUITO EM NATAL

 Foto: Divulgação

Em comemoração aos 18 anos de carreira, a banda potiguar Cavaleiros do Forró vai fazer um show gratuito na próxima quarta-feira (20), na Arena das Dunas, em Natal. A banda vai aproveitar o show e gravar o nono DVD de sua história, exatos 15 anos após a gravação do primeiro.

A expectativa da banda é que este DVD supere a marca de 50 milhões de visualizações. Vários artistas vão participar da gravação do DVD. A banda confirmou a presença de Raí, da banda Saia Rodada, Calcinha Preta, Dorgival Dantas, Banda Magníficos, Edson e Batista Lima, Zé Cantor, Circuito Musical, Brasas do Forró, Mara Pavanelly, Rita de Cássia e Bonde do Brasil.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO PARTICIPA DE INAUGURAÇÃO DE COMPLEXO HABITACIONAL EM CAMPINA GRANDE

Foto: TV Brasil 2/Reprodução

O Presidente da República Jair Bolsonaro chegou a Campina Grande, na Paraíba, na manhã desta segunda-feira (11) para participar da solenidade de inauguração do Complexo Habitacional Aluízio Campos. É a primeira vez que Bolsonaro visita a Paraíba após ser eleito. Ele chegou ao local da solenidade por volta das 10h acompanhado do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

Antes do início do evento, Bolsonaro conheceu uma das casas do Aluízio Campos. O complexo habitacional é considerado um dos maiores do Nordeste, com 4.100 unidades, entre casas e apartamentos, e já conta com uma população superior a 180 municípios paraibanos.

Além do presidente, participam do evento o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues; o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro; a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano; o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto; o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes; o secretário nacional de Proteção Global do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Sérgio Queiroz; a senadora Daniella Ribeiro; os deputados federais Damião Feliciano, Efraim Filho, Ruy Carneiro e Pedro Cunha Lima; e o procurador de Justiça do Distrito Federal Eduardo de Albuquerque.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PAÍSES DO BRICS SE REÚNEM NESTA SEMANA EM BRASÍLIA

Foto: Marcelo Camargo

O que nasceu como um apelido do mercado financeiro ganhou fôlego e virou um mecanismo de cooperação que reúne 3,1 bilhões de pessoas e equivale a 41% da população mundial. Junção das iniciais de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (em inglês), o Brics é formado pelas cinco principais economias emergentes do planeta e promove, nesta quarta (13) e quinta-feira (14), a 11º reunião de cúpula em Brasília.

Em 2001, o economista britânico Jim O’Neill, então chefe de Pesquisas Econômicas Globais do banco de investimentos Goldman Sachs, cunhou o termo Bric (ainda sem a África do Sul) para simbolizar o crescimento de quatro economias em desenvolvimento. Segundo ele, ao longo do século 21, esses países passariam a dividir o poder econômico global com o G7, grupo das economias mais ricas do planeta.

O Bric, no entanto, só nasceu em 2006, quando os ministros de Relações Exteriores dos quatro países se encontraram em Nova York, num evento paralelo à Assembleia Geral das Nações Unidas. O grupo foi formalizado no primeiro encontro oficial de chefes de Estado, em junho de 2009, em Ecaterimburgo, na Rússia.

Na ocasião, os presidentes do Brasil, da Rússia, da Índia e da China concordaram em desenvolver um mecanismo de cooperação entre as quatro economias. Os governos se ajudariam mutuamente para melhorar a situação econômica global após a crise de 2008 e ampliar a participação de países emergentes em instituições financeiras internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Na segunda reunião de cúpula, em abril de 2010, em Brasília, o então presidente sul-africano, Jacob Zuma, compareceu como convidado. A África do Sul juntou-se ao grupo na terceira reunião de cúpula, em abril de 2011 em Sanya (China). A partir daí, a sigla ganhou uma letra e virou Brics.

Em 2010, o Bric teve participação fundamental na aprovação da reforma que ampliou a cota de economias emergentes no FMI. O acordo só entrou em vigor em dezembro de 2015, quando o poder de voto dos países em desenvolvimento passou de cerca de 39,4% para 44,7%. O total de cotas brasileiras no capital do Fundo Monetário passou de 1,78% para 2,32%, com o Brasil subindo da 14ª para a 10ª posição como acionista.

Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PROJETO REDUZ HORÁRIO DE TRABALHO PARA RESPONSÁVEIS POR PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A deputada estadual Cristiane Dantas (SDD) apresentou projeto de lei para conceder ao servidor público estadual que é tutor, curador ou responsável por pessoa com deficiência o direito à redução da jornada de trabalho. Caso aprovado o projeto de lei, o servidor deverá comprovar que é cônjuge, pai, mãe, tutor, curador ou responsável pela criação, educação e proteção de pessoas com necessidades especiais para que tenha direito a redução de 30% da carga horária normal cotidiana.

“É extremamente necessário uma Lei Estadual para regular a matéria, pois o direito requerido, que é previsto em legislação que trata dos servidores públicos federais (Lei Federal nº 8.112/90), deve ser estendido aos demais servidores dos demais Entes Federativos, com fundamento previsto no artigo 5º, da Constituição da República e na Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência que uma vez incorporado a legislação pátria tem status de supra legalidade”, explica a parlamentar.

A redução é válida enquanto durar a dependência e não se aplica a servidores que já possuam carga horária de até 30h semanais.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

O PRESIDENTE PODE, SOZINHO, NÃO RENOVAR UMA CONCESSÃO DE RADIODIFUSÃO NO BRASIL?

Imagem: Reprodução/WEB

 Em transmissão ao vivo em rede social após a TV Globo revelar que seu nome foi mencionado na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), o presidente Jair Bolsonaro se referiu duas vezes à validade da concessão de radiodifusão da emissora. A fala gerou debate sobre a permissão e sua possível não renovação – ação que não depende exclusivamente do presidente da República.

“Vocês [TV Globo] vão renovar a concessão em 2022, não vou persegui-los, mas o processo vai estar limpo, legal. Se não estiver limpo, legal, não tem renovação da concessão de vocês e de TV nenhuma”, disse Bolsonaro no último dia 29 de outubro, em transmissão ao vivo no Facebook.

Após a fala do presidente, muitos foram às redes sociais (1, 2, 3) pedir que Bolsonaro não renove a concessão da emissora. Esse procedimento não depende, contudo, apenas do Palácio do Planalto.

O que é uma concessão de radiodifusão?

Regulada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a concessão de radiodifusão é uma permissão para que emissoras de rádio e TV explorem faixas de frequência públicas por um prazo determinado.

Como explica a pasta em seu site, essa permissão é outorgada por meio de um processo licitatório que leva em consideração a proposta técnica e o preço oferecido pela entidade. Após homologada, a concessão terá validade de 10 anos para emissoras de rádio, e 15 para emissoras de TV – como determinado na Constituição.

Ao final desse prazo, a emissora pode solicitar a renovação da permissão. Concedida em 1965, a concessão de radiodifusão da TV Globo foi renovada pela última vez em 5 de outubro de 2007, fazendo que um novo processo seja necessário até outubro de 2022, último ano do atual mandato de Jair Bolsonaro.

É o presidente que renova a concessão?

Na verdade, o processo de renovação da outorga começa com uma análise do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), como determina o decreto 52.795, de 1963.

Em entrevista ao AFP Checamos, o pesquisador e fundador do Laboratório de Políticas de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB) Murilo César Ramos explicou que essa análise é “essencialmente administrativa”, levando em consideração fatores fiscais e técnicos.

“Nosso quadro regulatório é meramente formal. Se você comprovar juridicamente que você é quem você diz que é, que você não deve imposto, que você publicou seus balanços (…), não há como não renovar”, disse Ramos, atualmente professor emérito da UnB. “É tão simples que vira virtualmente um ato de chancela. Não há caso de alguém que tenha sido desabilitado por não cumprir esses requisitos”, complementou.

Essa opinião foi reforçada pela professora de Comunicação da PUC – RJ, Patrícia Maurício, em entrevista ao Checamos. “De todos os presidentes desde 1985, ninguém nunca fez nada a não ser renovar automaticamente as concessões. Nos lugares onde todos os canais já estivessem ocupados, você só ia ter uma mudança se a empresa falisse e não tivesse mais como colocar o canal no ar”, disse.

“No caso de aprovação do requerimento e de toda a documentação pelo MCTIC, são expedidos uma portaria ou um decreto de outorga/renovação, que serão submetidos, pela Presidência da República, à apreciação do Congresso Nacional”, disse.

Seja a decisão pela renovação, ou não, a deliberação deve ser confirmada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, de acordo com o 2º parágrafo do artigo 223 da Constituição.

No caso da não renovação, é necessário que dois quintos do Congresso, em voto nominal, aprovem a decisão. Para Ramos, esse cenário é improvável.

“Digamos que surja uma brecha para não renovar, dois quintos do Congresso Nacional, em votação nominal, tem que votar para a não renovação. É impossível? Não é, mas precisa de uma condição muito especial”, disse ao AFP Checamos.

Questionado se o presidente poderia decidir sozinho pela não renovação da concessão de uma emissora, Ramos respondeu: “monocraticamente, de jeito nenhum”.

A ABERT reiterou que o processo não depende apenas do Palácio do Planalto. “A renovação da outorga das emissoras de rádio ou televisão depende da análise do MCTIC e da Presidência da República. E a validade da decisão, pela renovação ou perempção, depende de deliberação do Congresso Nacional”, disse à AFP.

Em resposta ao vídeo de Bolsonaro, a TV Globo emitiu uma nota oficial: “Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações”.

Por: MSN/ afpbrasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

TORCEDORA DO CORINTHIANS POSTA FOTO NA TORCIDA DO RIVAL E É AGREDIDA

Uma suposta torcedora do Corinthians foi agredida por torcedores do Palmeiras, após ser descoberta infiltrada na arquibancada durante o clássico entre os times rivais que aconteceu no último sábado (9), no Pacaembu, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A jovem não identificada publicou uma foto na sua rede social com uma camisa branca e com a seguinte legenda: “Bem ousada ela, no meio dessa porcada toda! Vai Corinthians!”.

A foto se espalhou e circulou entre os torcedores do Palmeiras que, logo a identificaram no setor do Tobogã, atrás do gol. A moça estava acompanhada com um rapaz que vestia a camisa do Palmeiras. Como o Palmeiras era o mandante do jogo, só sua torcida poderia estar no estádio. Assim que ela foi identificada a confusão começou.

A suposta torcedora corinthiana ainda tentou escapar, mas teve seus cabelos puxados por uma torcedora do Palmeiras. Assista o vídeo:

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA COMPANHIA INDEPENDENTE DA PM, EM MACAU

Com 70 anos de existência, a 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sediada em Macau, foi homenageada pela Assembleia Legislativa em sessão solene proposta pelo deputado estadual Coronel Azevedo (PSC).

A solenidade aconteceu sexta-feira, 8, na Câmara Municipal de Macau e, além da unidade militar, foram homenageados policiais militares com história dentro da 1ª CIPM.

Propositor da homenagem, Coronel Azevedo destacou a realização da sessão solene em Macau para homenagear a 1ª CIPM por seus 70 anos de história. “São serviços prestados a Macau e a região que merecem todo reconhecimento”, afirmou.

A 1ª Companhia Independente de Polícia Militar tem sede em Macau e é responsável pelo policiamento ostensivo de outras cinco cidades, além de Macau: Alto do Rodrigues, Pendências, Guamaré, Galinhos e Jandaíra.

Para o tenente-coronel Humberto Pimenta, a propositura da homenagem é reconhecimento “não só como profissional como pessoa o trabalho do dia a dia”.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ENEM DOS PRÓXIMOS ANOS SERÁ UM EXAME TÉCNICO, DIZ MINISTRO DA EDUCAÇÃO

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será, nos próximos anos, “um exame técnico e não ideológico”, afirmou neste domingo (10) o ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O objetivo é que seja feita uma seleção justa para todos os brasileiros”, disse.

O Enem 2019 foi aplicado no dia 3 e neste domingo. Ao todo, cerca de 3,9 milhões de estudantes de todo o país participaram de pelo menos um dia de prova. Na análise de especialistas, o exame deste ano foi mais conteudista que de anos anteriores.

“[O estudante] não vai precisar mais ficar buscando nos manuais de esquerda ou de direita ou em qualquer lugar que seja, ideologias”, disse. “Como foi para a redação. [O participante] poderia escrever uma redação de esquerda, de direita ou técnica. Queremos apenas ver quem sabe elaborar uma boa redação. As questões foram feitas com esse intuito, selecionar as pessoas mais bem preparadas”. O tema da redação este ano foi Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, as questões deste ano foram todas retiradas do Banco Nacional de Itens (BNI), e já estavam elaboradas. Para integrar o BNI, as questões passam por um longo processo de aprovação e testagem.

Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade