MACAU – MPF ARQUIVA DENÚNCIAS CONTRA PREFEITO TÚLIO LEMOS

Foto: Divulgação.

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu arquivar processo que investigava denúncias contra o prefeito de Macau, Túlio Lemos. A decisão do órgão tem como base o fato de não ter sido encontrado nenhum indício de irregularidades em torno da denúncia atribuída ao cidadão Ronaldo Batista da Silva e abordada diversas vezes na Câmara Municipal de Macau pelos vereadores.

A decisão do MPF já foi comunicada ao prefeito. “O papel do Ministério Público é fundamental para nossa democracia, e o trabalho realizado pelo órgão é essencial para o melhor uso dos recursos públicos. Sempre acreditei na competência do MP para buscar Justiça”, disse Túlio.

Em sua decisão, o procurador Victor Albuquerque de Queiroga afirma que o arquivamento é a melhor decisão a partir do momento em que as diligências realizadas em torno do processo não apresentaram nenhum indício com força suficiente para manter a ação.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ARTESANATO DE PARNAMIRIM É DESTAQUE NA 24ª EDIÇÃO DA FIART

O artesanato de Parnamirim é destaque na 24ª edição da Feira Internacional de Artesanato (Fiart), que começou nesta sexta-feira (25) e segue até o dia 3 de fevereiro. Neste ano, cada município participante terá um dia de destaque e Parnamirim terá o sábado (26) inteiro para expor sua cultura através de apresentações culturais.

Ao todo, 30 artesãs da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) vão estar expondo os seus trabalhos durante todos os dias da feira. Para isso, a Prefeitura de Parnamirim, através da Semas vai disponibilizar cinco estantes espalhados por todo o pavilhão de exposição do Centro de Convenções de Natal, local onde ocorrerá a feira.

As artesãs da Semas vão expor trabalhos como crochê, fuxico, pintura em tecido, peças com material reciclado, roupas e bijuterias.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MORRE AOS 64 ANOS O APRESENTADOR E DEPUTADO FEDERAL ELEITO WAGNER MONTES

Wagner Montes na Alerj, onde atuou como deputado estadual Foto: Alerj

Morreu na manhã deste sábado (26), por volta das 11h30, o deputado federal eleito Wagner Montes (PRB). O parlamentar e apresentador de TV tinha 64 anos e estava internado há dois meses no Hospital Barra D’Or para o tratamento de uma infecção urinária. A causa da morte foi choque séptico e sepse abdominal.

Em novembro de 2018, o deputado já tinha sofrido um infarto.

Wagner Montes foi eleito deputado federal nas últimas eleições pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), com 65.868 votos. Ele estava no terceiro mandato na Alerj.

Casado há 30 anos com a apresentadora Sônia Lima, Wagner também era advogado e apresentava telejornais na TV Record.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PRESIDENTE DIZ QUE VAI ATUAR PARA EVITAR NOVAS TRAGÉDIAS

Foto: Isac Nóbrega/PR

Após sobrevoar a região atingida pelos rejeitos de uma barragem da mineradora Vale que se rompeu em Brumadinho (MG), o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para atender às vítimas, cobrar pelos danos causados e evitar novas tragédias.

“Faremos o que estiver ao nosso alcance para atender as vítimas, minimizar danos, apurar os fatos, cobrar justiça e prevenir novas tragédias como a de Mariana e Brumadinho”, escreveu o presidente no Twitter. “Para o bem dos brasileiros e do meio ambiente.”

Bolsonaro voltou para Brasília depois do sobrevoo. “Difícil ficar diante de todo esse cenário e não se emocionar”, afirmou.

Foto:  Isac Nóbrega/PR

O presidente também participou, na manhã de hoje, de uma reunião de trabalho com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ministros e representantes da Vale. No encontro foram debatidas medidas de ajuda às vítimas do rompimento da barragem da Mina do Feijão.

Por Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MÉDICA É A PRIMEIRA VÍTIMA IDENTIFICADA NA TRAGÉDIA EM BRUMADINHO

Marcelle Porto Cangussu trabalhava na Vale desde 2016. Ao menos 9 pessoas morreram e mais de 300 estão desaparecidas.

Foto: Arquivo de família

A médica Marcelle Porto Cangussu é a primeira vítima identificada do rompimento de uma barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela era médica e trabalhava na Vale desde novembro de 2016.

Ao menos 9 pessoas morreram em razão da tragédia e 354 pessoas estão desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros. A Vale, entretanto, divulgou em seu site uma lista com cerca de 413 pessoas com as quais não tinha contato.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – AGENDA CULTURAL DA PREFEITURA PARA ÚLTIMO FIM DE SEMANA DE JANEIRO

Foto:Dançando nas Dunas com o grupo “Jukebox”

Do chorinho ao samba, passando pela dança, espetáculo infantil, jazz e o sucesso do Mercado Bem-te-vi na Avenida Afonso Pena. A agenda cultural de projetos incentivados e ações da Prefeitura do Natal está repleta de opções para todas as idades e estilos. Através da Lei Djalma Maranhão e editais de fomento do “Cultura na Cidade”, a Prefeitura promove a cultura, o lazer e a economia criativa da cidade. Confira a agenda:

ESPAÇO K-XIMBINHO COM MARCHINHAS DE CARNAVAL

A tradição das marchinhas carnavalescas sobe ao palco do Espaço Cultural K-Ximbinho, de frente a Funcarte, neste sábado (26). A partir das 17h, com entrada franca, os cantores Rodolfo Amaral e Ivando Monte conduzem o Baile que terá desde banda em formato pau e corda até a Orquestra de Marchinhas.  O segundo Baile das Marchinhas tem o apoio da Prefeitura do Natal e faz parte do calendário carnavalesco da cidade.

JUKEBOX NO DANÇANDO NAS DUNAS

Sábado tem Dançando nas Dunas com o espetáculo “Jukebox”, a partir das 16h30, no Anfiteatro Pau Brasil (Parque das Dunas). O grupo EX-4 volta aos palcos do projeto com muita diversão, nostalgia e movimento. O acesso ao espetáculo é gratuito e a entrada ao Parque custa apenas R$ 1.

A ALEGRIA CHEGOU COM BISTECA & BOCHECHINHA

A consagrada dupla Bisteca & Bochechinha faz a alegria da criançada na manhã deste domingo (27), no Parque das Dunas, com o espetáculo “A Alegria Chegou”. O acesso ao espetáculo é gratuito e a entrada ao Parque custa apenas R$ 1. Início: 10h

CANDEEIRO JAZZ NO SOM DA MATA

Domingo é dia de Som da Mata, projeto incentivado pela Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão. Candeeiro Jazz vai iluminar o Parque das Dunas a partir das 16h30, com uma seleção de composições autorais instrumentais com ritmos nordestinos, além de rearranjos de músicas conhecidas no mundo inteiro de compositores como Sivuca, Dominguinhos, Hermeto Pascoal e Luiz Gonzaga.  Início: 16h30. O acesso ao espetáculo é gratuito e a entrada ao Parque custa apenas R$ 1.

SEGUNDA EDIÇÃO DO “MERCADO BEM-TE-VI”

Após o sucesso da primeira edição, o “Mercado Bem-te-vi” volta à Afonso Pena neste domingo (27), a partir das 15h. Inspirado nas feiras de rua mais charmosas do Brasil e do Mundo, o projeto conta com apoio da Prefeitura do Natal e oferecerá moda, arte, decoração, gastronomia, música e atrações culturais para toda a família.

Com início às 15h e encerramento às 21h, o evento se concentrará no trecho da Avenida Afonso Pena compreendido entre as Ruas Mipibu e Trairi, onde serão montadas tendas com opções de presentes, moda e decoração e espaços de convivência, além de palco para apresentações culturais para crianças e adultos.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – 33º ENCONTRO NACIONAL DA ABRASEL REUNIRÁ NOMES DO SETOR ALIMENTÍCIO NA VIA COSTEIRA

Foto: Divulgação.

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – ABRASEL realiza entre os dias 26 e 28 de março, no Wish Resort, na Via Costeira, em Natal/RN, o seu 33º Encontro Nacional, um dos eventos mais importantes do setor de alimentação fora do lar no país.

Com o tema “O Negócio do Turismo é a Gastronomia”, o encontro contará com a participação de profissionais renomados em diversas áreas, entre chefs, empresários, jornalistas, social medias, entre outros, que apresentarão palestras, cursos e workshops. A programação também terá feiras de negócios, cozinha show e visitas técnicas.

Além do já confirmado Alberto Weisser, vice-presidente de marketing e vendas da companhia aérea Avianca e ex-vice-presidente da Sodexo, outro nome já certo para as palestras é Sérgio Molinari, fundador da Food Consulting, uma das mais importantes consultorias especializadas no mercado de Foodservice no país, e especialista na Cadeia de Valor da Indústria de Alimentos.

O 33º Encontro Nacional Abrasel também vai contar com a participação dos palestrantes Paulo Barroso, potiguar, administrador da rede de pizzarias Famiglia Reis Magos; da chef e empresária Carol Melo, proprietária da doceria Caroli Douces; Kize Santos, sócia do restaurante Meu Barraco Boteco Bistrô; Maria Fernanda Tartoni, fundadora do Tartoni Ristorante (RS), entre outros que terão seus nomes divulgados mais adiante.

A ABRASEL é uma entidade de cunho associativo empresarial que tem como objetivo representar e desenvolver o chamado setor de Alimentação Fora do Lar (AFL), o que mais emprega no País e com o maior potencial de geração de novos postos de trabalho. A entidade desenvolve ações voltadas para a organização de padrões de atendimento e desenvolvimento da atividade de bares e restaurantes e na promoção de seu código de ética. Saiba mais sobre a Abrasel em www.abrasel.com.br.

 

SERVIÇO:

O que: 33º Encontro Nacional Abrasel

Quando: De 26 a 28 de março de 2019

Onde: Hotel Wish (Via Costeira)

Informações: 84-99169 8800 / Instagram: abraselrn

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ACIDENTE EM BRUMADINHO É DESTAQUE NA IMPRENSA INTERNACIONAL

Foto: Washington Alves/ Reuters

A tragédia do rompimento da barragem em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, foi destaque na imprensa internacional. Os principais jornais da Argentina, da Espanha, do Reino Unido, dos Estados Unidos e da França ressaltaram os números do desastre: pelo menos sete mortos e 200 desaparecidos. Também associaram o fato ao rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, Minas Gerais, em novembro de 2015.

O jornal argentino Clarín disponibilizou vídeos e detalhes sobre os desdobramentos da tragédia. O texto menciona que “um rio de lodo” destruiu casas próximas a Brumadinho.

No espanhol El País, o destaque é o trabalho dos bombeiros. O jornal descreve o acidente e detalha que o local parece um “mar de lama” e menciona o fato de a empresa Vale buscar explicações para o ocorrido e prestar assistência às vítimas.

O britânico The Guardian cita a imprensa local de Minas Gerais para informar que 50 pessoas, pelo menos, podem ter morrido no local, onde há cerca de 200 desaparecidas. No texto, há também a descrição de como ficou a região após o acidente.

No jornal norte-americano The New York Times, o texto menciona a tragédia e destaca que, no momento que houve o rompimento, aproximadamente 100 empregados estavam almoçando e que o restaurante foi destruído.

O francês Le Monde diz que “depois da catástrofe de Mariana”, um novo acidente ocorreu no Brasil, em Minas Gerais, e envolvendo a empresa Vale.

Por Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 1 BILHÃO DA VALE APÓS TRAGÉDIA EM BRUMADINHO

Foto: Corpo de Bombeiros.

A pedido da Advocacia-Geral de Minas Gerais, o juiz plantonista do Tribunal de Justiça do estado determinou nesta sexta-feira (25) o bloqueio de R$ 1 bilhão das contas da Vale.

Nesta sexta (25), uma barragem da Vale se rompeu em Brumadinho (MG). Ao menos nove pessoas morreram e aproximadamente 300 estão desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Com a decisão, o estado pode utilizar a verba bloqueada em ações de reparação emergencial. Os recursos serão disponibilizados em uma conta judicial.

Em grave crise financeira, Minas Gerais não tem conseguido realizar nem os repasses obrigatórios às prefeituras e nem o pagamento em dia do funcionalismo público.

A decisão determina ainda que a Vale apresente em até 48 horas um relatório de amparo às vítimas, mapeie áreas de risco, comece a retirada da lama, adote medidas para não contaminar nascentes, elabore um plano de controle de pragas, entre outros.

“Oportuno ressaltar que o estado de Minas Gerais experimentou acidente semelhante há aproximadamente três anos, lamentavelmente insuficiente para prevenir o atual evento, mas com aprendizado para minorar e/ou enfrentar as consequências humanas e ambientais no presente”, escreve o juiz, referindo-se ao rompimento da barragem de Fundão em Mariana, da Vale, Samarco e BHP.

Segundo o juiz, uma das lições aprendidas é que a rápida atuação da Vale e do poder público pode resultar na redução do prejuízo ambiental.

“Contudo, ações efetivas exigem recursos […]. Ainda nesse ponto, cabe mencionar a grave crise financeira do estado de Minas Gerais, fato igualmente notório e que limita o enfrentamento de um desastre dessa proporção. Lado outro, a Vale S/A, cuja responsabilidade é objetiva pelos danos causados, segundo ela própria, apresentou lucro recorrente de R$ 8,3 bilhões e distribuiu dividendos da ordem de US$ 1,142 bilhão, apenas no terceiro trimestre de 2018”, escreve.

Fonte: Folha de SP.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

IMPROBIDADE: JUSTIÇA ACATA PEDIDO DO MP E DECRETA INDISPONIBILIDADE DE BENS DO EX-GOVERNADOR ROBINSON FARIA

O juiz Francisco Seráphico Coutinho, da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal, deferiu pedido do Ministério Público Estadual e decretou a indisponibilidade dos bens do ex-governador Robinson Faria, no valor de R$ 6.379.571,08, com objetivo de assegurar o ressarcimento integral do dano apontado em Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa promovida pelo MP.

De acordo com o Ministério Público, Robinson Faria praticou atos de improbidade administrativa no período de 2005 a 2017, quando exerceu os cargos de deputado estadual, vice-governador e governador do Estado do Rio Grande do Norte. Entre as práticas imputadas pelo MP estão a inserção fraudulenta de pessoas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa, no período de 2006 a 2015. O ex-governador também é acusado de “utilizar os cofres públicos para remunerar pessoas à sua exclusiva disposição, seja em atividades eminentemente particulares, seja na prestação de serviços de cunho eleitoral”, bem como “patrocinar a velha e antidemocrática política de manutenção de ‘curral eleitoral’, por meio da compra ‘parcelada’ de apoios políticos”.

A investigação é fundamentada a partir de elementos de informação colhidos no âmbito do Inquérito Civil nº 4/2017-PGJ/RN, nas medidas cautelares nº 0821651-65.2017.8.20.5001 e nº 0816085-04.2018.8.20.5001, além da apuração da “Operação Dama de Espadas”.

Decisão

De acordo com a decisão do juiz Seráphico Coutinho, a decretação da indisponibilidade dos bens é medida voltada à garantia de eficácia da execução, para fins de recomposição do erário, em que se recomenda a utilização do contraditório de forma diferida, conforme precedente do Superior Tribunal de Justiça.

O julgador ressalta que o STJ tem entendimento consolidado de que a decretação de indisponibilidade de bens é possível mesmo antes do recebimento da inicial da Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa, não havendo necessidade de prévia manifestação do acusado. “Não bastasse isso, também é definido no STJ o entendimento de que é possível a decretação da indisponibilidade antes mesmo da notificação prévia dos demandados”, ressalta o juiz.

O magistrado acrescenta que, da análise dos autos, é possível constatar indícios suficientes da caracterização dos atos tipificados na Lei nº 8.429/1992, conforme descritos pelo Ministério Público. “Verifica-se a existência de fortes indícios de que o promovido Robinson Mesquita de Faria era destinatário e beneficiário de esquema ilícito de desvio de recursos idealizado no âmbito da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte”, diz trecho da decisão.

O juiz Seráphico Coutinho enfatiza que a narrativa do Ministério Público Estadual encontra respaldo nos depoimentos dos colaboradores, nos extratos bancários e nos documentos fiscais, havendo indicação precisa e clara de pessoas que teriam sido indicadas pelo demandado e arregimentadas pelo seu estafe para instituição e manutenção de projeto para enriquecimento ilícito e financiamento político ilegal.

O magistrado faz referência ainda a pessoas incluídas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte e foram remuneradas sem a devida prestação de serviços, “servindo de manivela para movimentar expressivo esquema de desvio de verbas públicas em suposto benefício do promovido”. Seráphico Coutinho também faz referência a indícios da utilização de pessoas humildes e de baixa escolaridade “para o projeto de enriquecimento ilícito e de financiamento de campanha política relatado nos autos e no qual o demandado supostamente era o destinatário final”.

“Com essas considerações e, em especial, pelo que consta dos autos, verificam-se fortes indícios da prática de ato de improbidade descrito no art. 9º, inciso XI, além do art. 11, caput, da Lei nº 8.429/92, consistente na incorporação de recursos públicos, apto a ensejar a decretação de indisponibilidade dos bens do promovido, até montante suficiente para garantia do ressarcimento”, decidiu o magistrado da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BARRAGEM DE MINERADORA ROMPE E LAMA ATINGE CASAS EM CIDADE DE MINAS GERAIS

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta-feira (25) em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. A lama invadiu a cidade e alguns moradores precisaram deixar suas residências, de acordo com a Defesa Civil local.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o rompimento aconteceu na região do córrego do Feijão, na altura do km 50 da rodovia MG-040. Um helicóptero da corporação sobrevoa a região. Ainda não há informações sobre vítimas.

TV Globo/Reprodução

A prefeitura da cidade publicou um alerta nas redes sociais solicitando que a população não fique perto do leito do Rio Paraopeba. Segundo site oficial da Vale, a chamada Barragem I – Mina Córrego do Feijão é utilizada para disposição de rejeitos da mineração

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA TORNA INDISPONÍVEL BENS DA EX-GOVERNADORA ROSALBA CIARLINI, DO EX- SECRETÁRIO DOMÍCIO ARRUDA, ASSOCIAÇÃO MARCA E 23 PESSOAS

A Justiça Estadual determinou a indisponibilidade dos bens da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini e do ex-secretário de saúde Domício Arruda, da Associação Marca e mais 23 pessoas

O juiz Eduardo Pinheiro, convocado pelo Tribunal de Justiça do RN, deferiu pedido do Ministério Público Estadual e decretou a indisponibilidade dos bens, de forma solidária, da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini; do ex-secretário estadual de Saúde Pública, Domício Arruda; da Associação Marca e de outras 23 pessoas físicas ou jurídicas que são partes no processo.

A indisponibilidade inclui bens imóveis, veículos automotores, aeronaves, embarcações aquáticas e ativos financeiros, até o montante de R$ 11.827.563,84, valor apontado pelo Corpo Técnico do TCE/RN, conforme Informação n.º 326/2013-DAD, da Diretoria de Controle Externo da Corte de Contas.

O MP Estadual moveu recurso de Agravo de Instrumento junto ao TJRN contra decisão da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal que indeferiu pedido de indisponibilidade de bens dos demandados em Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa em tramitação naquela unidade.

Segundo o Ministério Público, os demandados são responsáveis por desvios de dinheiro público no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, mediante a realização de termo de parceria com a Associação Marca para administração do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia.

Para o MP, a indisponibilidade é necessária como garantia à perda dos bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio dos agravados e para assegurar o pagamento das multas eventualmente cominadas a título de sanção pela prática do ato ímprobo e o ressarcimento dos danos suportados pelo erário.

Por outro lado, o Juízo da 1ª Instância indeferiu o pedido de indisponibilidade, sob o entendimento da ausência de demonstração de atos de dilapidação ou na sua iminência, bem como na impossibilidade de identificar com clareza o valor a ser ressarcido, eventualmente, em caso de procedência do pedido.

Decisão

Em sua decisão, o juiz convocado Eduardo Pinheiro considera que “a indisponibilidade, na verdade, representa a garantia de futura recomposição do patrimônio público, violado pela conduta do agente ímprobo. Sua concessão está condicionada à demonstração de indícios de responsabilidade da prática de ato de improbidade, visto que o perigo em esperar pelo julgamento final, em mencionados casos, é presumido”.

O magistrado faz referência à jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para entender que a decretação da indisponibilidade não está condicionada à comprovação de dilapidação efetiva ou iminente de patrimônio, porquanto visa, justamente, a evitar dilapidação patrimonial.

Eduardo Pinheiro destaca que a decisão de 1ª Grau reconheceu a presença de indícios da prática de atos de improbidade e que as condutas de cada agente que importaram, em tese, na prática de atos ímprobos, estão fortemente presentes na petição do Ministério Público.

“No caso em análise, presumido o dano ao erário e reconhecidos os indícios da prática de ato de improbidade desde a decisão proferida na primeira instância, a decretação da indisponibilidade de bens é medida que ultrapassa os limites da recomendação ou mera precaução, impõe-se, e assim deve permanecer até o fim da instrução do processo, de modo a assegurar o ressarcimento ao erário por qualquer um dos Agravados, limitando-se a medida constritiva ao valor inicialmente apontado nos autos”, decidiu o juiz convocado pelo TJRN.

Agravo de Instrumento nº 0807066-39.2018.8.20.0000
TJRN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

DETRAN APONTA LEVE ALTA NO NÚMERO DE EMPLACAMENTOS DE VEÍCULOS ZERO KM

Durante o ano de 2018 a frota de veículos zero quilômetro do Rio Grande do Norte contou com um acréscimo de 43.429 automóveis. Os dados levantados pelo setor de Estatística do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) mostram que a quantidade de emplacamentos de novos veículos teve uma leve alta em relação ao ano de 2017, contabilizando um aumento de 0,1%.

Em tabela comparativa, o relatório mostra que dos 12 meses de 2018 em dez deles a quantidade de emplacamentos de veículos zero quilômetro foi menor do que no ano anterior, porém a retomada aconteceu nos meses de outubro e novembro, quando a evolução dos processos de emplacamento subiu de maneira significativa quando comparado aos mesmos meses do ano anterior, alcançando índices de 12% e 16%, respectivamente.

Nessa situação, as informações estatísticas mostram que a frota de veículos do Rio Grande do Norte vem num crescente a cada ano. Em meados de 2014 a quantidade de automóveis em circulação no estado bateu a marca de um milhão e agora em janeiro de 2019 o dado atual aponta para 1.290.800 veículos cadastrados no sistema de informações do Detran. Foram quase 291 mil automóveis inseridos no estado em quatro anos e meio.

Natal continua no topo da lista quando comparada com os demais municípios do Estado, alcançando a soma de 407 mil veículos, o que corresponde a 31,55% de toda a frota automotiva do RN. Mossoró vem na vice-liderança com quase 163 mil e logo em seguida se apresenta Parnamirim somando mais de 104 mil veículos.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EX-GOVERNADOR DO PARANÁ, BETO RICHA É PRESO DE NOVO EM DESDOBRAMENTO DA LAVA JATO

 

Foto: Orlando Kissner/ ANPr

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso na manhã desta sexta-feira (25) em Curitiba. Ele foi alvo de um mandado de prisão preventiva (sem prazo) determinada pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. O pedido foi feito pelo MPF (Ministério Público Federal) em um desdobramento da Operação Integração -uma fase da Operação Lava Jato que investigou irregularidade em concessões de rodovias no Paraná.

Richa é investigado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. De acordo com um de seus advogados, Pedro Ribeiro Giamberardino, o ex-governador declara-se inocente das acusações. Giamberardino afirmou que Richa estava acompanhado de dois advogados da equipe.

Richa já havia sido preso no ano passado em outra operação, motivada por outro processo. À época, ele era candidato ao Senado e acabou não sendo eleito. Na ocasião, a mulher do tucano, Fernanda Richa, seu irmão Pepe Richa e seu ex-chefe de gabinete Deonlison Roldo também foram presos. Richa foi solto poucos dias depois após um habeas corpus do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes.

A etapa anterior da Operação Integração, que levou Richa para a prisão nesta sexta-feira, havia sido deflagrada em setembro do ano passado para apurar irregularidades na concessão de rodovias federais do Anel de Integração, no interior do Paraná. O esquema movimentou R$ 35 milhões em propinas, entre 1999 e 2015, e abrangeu a gestão de diversos governadores do estado no período, segundo as investigações.

Dirceu Pupo Ferreira, contador de Fernanda Richa, também é alvo do mandato de prisão preventiva.

De acordo com o MPF, Richa é acusado de ter recebido pelo menos R$ 2,7 milhões em propinas pagas em espécie pelas concessionárias de pedágio do Paraná e por outras empresas que mantinham interesses no governo.

Com informações do UOL.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ZENAIDE MAIA – MANDATO INCERTO

A Justiça Eleitoral negou um recurso que tramitava em favor da deputada federal Zenaide Maia(PHS, mantendo a reprovação da prestação de contas da campanha da senadora eleita. Com a decisão abre-se uma porta para que o Ministério Público possa pedir a cassação do mandato da futura representante potiguar no Senado Federal.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GOVERNADORA FÁTIMA BEZERRA EXONERA AUXILIAR QUE DEFENDE DIREITOS TRABALHISTAS

O policial civil Pedro Paulo Chaves Mattos, nomeado no último dia 11  para exercer o cargo de provimento em comissão de Subcoordenador da Assessoria Especial, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), foi exonerado nesta quinta-feira(24).

Ex- diretor do SINPOL e integrante da coordenação do movimento “Policiais Antifascismo no Rio Grande do Norte”, Pedro, tem destacada participação na defesa das melhorias almejadas pelos agentes da Polícia Civil potiguar.

O inusitado é que o governo que se identifica pela luta em favor da classe dos trabalhadores exonerou o subcoordenador da SESED em razão de Paulo ter concedido uma entrevista vestido com a camisa do movimento em defesa dos policiais do RN.

“Não troco minhas palavras, nem deixo de usar a camisa do Movimento por gratificação ou função alguma”, ressalta o policial exonerado.

A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições constitucionais,

R E S O L V E exonerar, a pedido, PEDRO PAULO CHAVES MATTOS do cargo de provimento em comissão de Subcoordenador da Assessoria Especial, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED).

Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 24 de janeiro de 2019, 198º da Independência e 131º da República.

FÁTIMA BEZERRA

Francisco Canindé de Araújo Silva

Deixe o seu comentário (7)
Publicidade

BEATRIZ FREIRE LUCAS SE DESTACA NA REDAÇÃO DO ENEM

“Orgulho”, é a palavra que o empresário Mequinho Lucas define o sucesso alcançado pela filha Beatriz Freire, aluna do Marista, que obteve 960 pontos na redação do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Bia, como é carinhosamente chamada pelos amigos e familiares, vive momentos de alegria depois de cumprir jornada de dedicação aos estudos na conclusão do 3º ano do ensino médio. Vitória como essa irradia de felicidade toda a família e círculo de amizades. Parabéns à todos!

O ENEM é um sistema de avaliação que reúne alunos brasileiros de escolas públicas e privadas. A boa pontuação no exame resulta de muito estudo, considerando que é elevado o índice de concorrência, fato que valoriza a colocação do futuro profissional no mercado de trabalho.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GOVERNO GARANTE PAGAMENTO DA FOLHA DE JANEIRO DIA 31

O Governo do Estado garantiu às entidades sindicais e associativas que representam os servidores públicos do Rio Grande do Norte o pagamento do mês de janeiro de todo o funcionalismo estadual até o dia 31. No encontro com o Comitê Estadual de Negociação Coletiva ficou acertada ainda a revogação do decreto que suspendeu o gozo e pagamento de licença-prêmio devido à crise financeira do Estado. O acordo foi realizado hoje em reunião no Gabinete Civil, quando o secretário-chefe Raimundo Alves se comprometeu a buscar uma alternativa para que não haja descontinuidade nos serviços de alguns setores do serviço público sem a necessidade de contratação de terceirizados, o que oneraria os cofres do Estado.

Além desse ponto, os servidores queriam a garantia de que o Governo não vai parcelar os salários atrasados e de que cumprirá com o acordo de finalizar o pagamento do salário de janeiro no próximo dia 31. “Nós não temos essa intenção de fazer o pagamento em parcelas. Desde o início das conversas nós deixamos claro que todo recurso extra será para quitar esse passivo”, afirmou Raimundo Alves. “Nossa intenção também é pagar os salários sempre dentro do mês trabalhado”.

O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do RN (Sindifern), Fernando Freitas, considerou positiva a reunião e disse que o Governo se mostra aberto ao diálogo. “Temos um debate franco com o Governo e estamos satisfeitos com a previsibilidade do cumprimento do pagamento de janeiro no último dia do mês como ficou acordado na reunião anterior e a revogação do decreto. Só esperamos agora que seja feito um calendário de pagamento para este ano”, afirmou.

Na reunião, que teve a presença de representantes de 10 entidades sindicais, ficou agendado outro encontro para a próxima quarta-feira (30), às 15h.

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA NEGA LIMINAR E MANTÉM CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA PLACAS FEITO PELO DETRAN

O juiz Ítalo Lopes Gondim, da 5ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, entendeu que não havia motivos para suspender o credenciamento realizado pelo DETRAN-RN para a fabricação e estampa das novas placas tipo Mercosul. O magistrado negou liminar solicitada pelas empresas que não conseguiram se credenciar no processo. Estas empresas tentam, na Justiça e por dossiês enviados ao Ministério Público Estadual, melar o processo de seleção, que obedeceu aspectos legais, inclusive orientações do DENATRAN, seguidas por todos os Estados brasileiros.

Há um mês, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou inquérito civil para apurar a legalidade na regulamentação e credenciamento de empresas para fornecimento das placas do modelo Mercosul no Detran-RN.  O MP quer esclarecer por qual motivo as trinta e oito empresas que anteriormente estavam credenciadas para fornecimento de placas não puderam se credenciar no próprio órgão (Detran-RN) para fabricação e estampagem das “placas Mercosul”.

A ação do MP está calçada pelo dossiê montado pelas empresas que não obtiveram êxito no credenciamento. Algumas destas empresas, inclusive, tentaram via justiça interferir no processo, mas não obtiveram êxito.

Entraram na justiça tentando cancelar o processo de credenciamento as empresas BRIM PLAK COMERCIO E SERVIÇOS EIRELE, ZAM EMPLACADORA LTDA ME, VAGAL AUTO PLACAS LTDA ME, VAGAL AUTO, PLACAS LTDA ME, V K AUTO PLACAS LTDA ME, V DE ALMEIDA FERNANDES. O juiz Ítalo Lopes, em seu despacho negando a liminar, declarou “não está evidenciado o requisito da verossimilhança das alegações”, disse “não haver provas de prática de ato abusivo ou ilegal por parte do Poder Público”.

O juiz declarou ainda que o Poder Público “cercou-se dos cuidados necessários à implementação dessa nova exigência. Foi noticiado, inclusive no site da instituição, que o DETRAN, na semana que antecedeu o início da implantação das novas placas, suspendeu o atendimento ao público, a fim de providenciar à adequação dos sistemas de informática”.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

REPRESENTANTES DE GOIANINHA E COMANDO DA POLÍCIA MILITAR DISCUTEM SEGURANÇA DO MUNICÍPIO

O prefeito Berg Lisboa participou de reunião no Comando Geral da Polícia Militar no Rio Grande do Norte, na manhã desta quarta-feira (23), oportunidade em tratou com o comandante geral, Coronel Alarico Azevedo, de pautas relacionadas à segurança do município de Goianinha. O vereador Luizinho Professor e o Pastor Ivan, da Assembleia de Deus, estiveram acompanhando o prefeito.

Entre os assuntos discutidos estiveram a solicitação no aumento do efetivo policial e manutenção do convênio entre a Prefeitura de Goianinha e Secretaria do Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED), que trata do apoio logístico às atividades da PM no município.

“Mesmo sabendo que a segurança é um direito nosso e um dever do Estado, faremos sempre o possível para contribuir, enquanto gestão do município, Câmara de Vereadores e sociedade civil, da melhor forma para a manutenção da segurança da nossa população. Contem sempre conosco”, declarou o prefeito Berg Lisboa.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PT DECLARA APOIO A MADURO E ACUSA BOLSONARO DE SUBMETER-SE À POLÍTICA DOS EUA

O Partido dos Trabalhadores (PT) deu seu apoio nesta quinta-feira, 24, ao regime de Nicolás Maduro, neste momento desafiado pelo líder da oposição, Juan Guaidó, que declarou-se presidente interino da Venezuela. Em nota publicada em seu portal na internet, a presidente petista, Gleisi Hoffmann, acusa o presidente Jair Bolsonaro, de interferir em assuntos internos venezuelanos e de submeter-se à política externa dos Estados Unidos.

Com sua manifestação, o PT se alinha à Rússia e aos países bolivarianos, que já expressaram repúdio às pressões domésticas e internacionais em favor da renúncia de Maduro e rechaçaram o reconhecimento de Guaidó como presidente interino da Venezuela.

“Incapaz de lidar com os problemas reais do Brasil, o governo de Jair Bolsonaro intrometeu-se nos assuntos internos de um país vizinho, a Venezuela, submetendo-se de forma humilhante à política externa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump“, afirmou Hoffmann na nota.

“Repudiamos a intervenção na Venezuela e conclamamos as forças democráticas da América Latina a retomar o diálogo político independente que vínhamos construindo neste Século XXI.”

O texto deu vazão aos argumentos do próprio Maduro para defender-se da ampla manifestação popular em favor de sua renúncia, na quarta-feira 23. A presidente do PT destacou os fatos de que Maduro foi “eleito pela maioria da população” – sem considerar as denúncias de fraude e a pequena participação de oposicionistas no pleito de maio de 2018 – e que o “governo autoproclamado” de Guaido “que não tem origem no voto” – sem mencionar que o mesmo se apresentou como presidente interino até que novas eleições sejam realizadas.

Com esse argumento, ela conclui que “Jair Bolsonaro embarca o Brasil numa crise que não é nossa, ao invés de contribuir para uma solução política”.

O PT considerou os apoios dos Estados Unidos, do Brasil, da União Europeia e mais seis países a Guaidó, como presidente interino, como uma “intervenção estrangeira” e um “golpe de estado” na Venezuela. A situação, para Hoffmann, “remete à América Latina de volta ao século passado; ao tempo da Guerra Fria” e pode transbordar para um conflito militar na região.

“Quantos golpes de estado, quantas ditaduras se estabeleceram no continente sob o pretexto de ‘defender a democracia’? E sempre de acordo com os interesses dos Estados Unidos”, insistiu a petista, para quem a Venezuela pode se tornar “um novo Iraque” na vizinhança sul-americana.

Em sua argumentação, a presidente do PT insistiu haver “desafios comuns” ao Brasil e à Venezuela na fronteira. Entre outros, mencionou o comércio intenso favorável ao Brasil, que gera empregos e riqueza no nosso pais – o mesmo praticamente anulado pela falta de pagamentos da Venezuela aos exportadores brasileiros e pela crise econômica sem precedentes naquele país. “Ao Brasil interessa uma Venezuela em paz, soberana e em desenvolvimento”, concluiu.

Gleisi aproveitou o episódio para expressar a divergência do PT aos rumos da política externa de Bolsonaro. Assinalou que o Brasil construiu boas relações com outros países com base no princípio da autodeterminação dos povos, tornou-se respeitado mediador de conflitos na América latina e todo o mundo e desemprenhou papel importante no Mercosul, na União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

“Hoje, os novos organismos políticos regionais estão sendo deliberadamente esvaziados por governos de direita, entre os quais se inclui o de Bolsonaro”, denunciou.

Veja.com

 

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JEAN WYLLYS DECIDE NÃO TOMAR POSSE PARA NOVO MANDATO EM RAZÃO DE AMEAÇAS

A assessoria do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) informou nesta quinta-feira (24) que o parlamentar não tomará posse para o novo mandato.

Ao G1, a assessoria de Jean Wyllys informou que ele tem recebido ameaças e, por isso, decidiu não assumir o terceiro mandato parlamentar. A posse dos deputados federais eleitos está marcada para 1º de fevereiro. Jean Wyllys recebeu 24.295 votos na eleição de outubro.

Em uma rede social, Jean Wyllys publicou nesta quarta: “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!”

De acordo com a Secretaria-Geral da Câmara, o suplente de Jean Wyllys é o vereador carioca David Miranda (PSOL-RJ).

Mais cedo, nesta quinta, Jean Wyllys concedeu entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” na qual informou que está no exterior e não pretende voltar ao Brasil. Na entrevista, o deputado diz que tem sofrido ameaças de morte.

“O [ex-presidente do Uruguai] Pepe Mujica, quando soube que eu estava ameaçado de morte, falou para mim: ‘Rapaz, se cuide. Os mártires não são heróis’. E é isso: eu não quero me sacrificar”, disse Jean Wyllys à “Folha”.

Ainda ao jornal, Jean Wyllys disse que o PSOL, partido ao qual é filiado, reconhece que ele se tornou um “alvo” e apoiou a decisão dele de não retornar ao Brasil.

Ao G1, a assessoria de Jean Wyllys afirmou que há uma campanha “muito pesada” contra o deputado, que dissemina conteúdo falso sobre ele na internet o associando, por exemplo, à pedofilia, ao casamento de adultos com crianças e à mudança de sexo de crianças.

Assassinato de Marielle

De acordo com a assessoria de Jean Wyllys, o volume de ameaças contra o deputado aumentou após o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), em março do ano passado.

Ainda segundo a assessoria, desde então, o parlamentar precisava andar de carro blindado e com escolta de seguranças armados.

“Aumentou a situação de violência, de seguidores do atual presidente [Jair Bolsonaro] que fazem todo tipo de xingamento e ameaças nas redes sociais. Isso criou uma situação cada vez mais difícil. Antes do assassinato da Marielle, ele já vinha recebendo ameaças muito pesadas, inclusive direcionadas não só a ele, mas também à família. E-mails falando endereço da mãe, endereço da irmã, da família”, informou.

De acordo com a assessoria, Jean Wyllys está no exterior, mas o local não será informado por questão de segurança.

Situação ‘muito grave’ do país

À TV Globo, o presidente do PSOL, Juliano Medeiros, afirmou que a situação do país é “muito grave”.

“A situação do país é realmente muito grave, e a gente tem defendido que a resistência democrática no país é necessária. O Jean era e ainda é uma nesse processo de resistência democrática”, afirmou o presidente do PSOL. “A decisão dele é de caráter pessoal”, acrescentou.

Juliano disse lamentar a decisão de Jean Wyllys porque o partido preferia que ele continuasse na bancada. Mas ressaltou que o partido compreende e se solidariza com o deputado.

Do G1

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

   ESCOLA DE GOVERNO DO RN PREPARA OFERTA DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA

A Escola de Governo do Rio Grande do Norte (EGRN) tem como um de seus principais objetivos formar e capacitar os servidores públicos para que estes possam contribuir para uma melhoria na gestão das políticas públicas. Por isso, prepara para 2019 a retomada do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública, cuja última oferta realizada pela instituição aconteceu em 2013 e, desde então, vinha sendo constantemente solicitada pelos servidores.

Para esse ano, já está assegurada através de convênio entre a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) – responsável pela execução do curso, três turmas da graduação, sendo duas para Natal e outra para Nova Cruz.

Para a secretária de Estado da Administração, Virgínia Ferreira, a realização da graduação em Gestão Pública demonstra o compromisso do Governo do Estado na valorização dos servidores. “Com a oferta desse curso estaremos oportunizando ao servidor crescer profissional e intelectualmente. A qualificação do servidor público estadual estará permanentemente na agenda do governo”, ressalta a titular da Searh.

A previsão da Escola de Governo é que nas próximas semanas já seja lançado o primeiro edital de processo seletivo referente às ofertas. As inscrições vão acontecer via site www.escoladegoverno.rn.gov.br. A primeira turma contemplada será em Natal, com início das aulas previsto para o mês de abril. As demais ofertas acontecerão nos meses subsequentes. Para cada turma, serão destinadas 45 vagas, totalizando 135 novos aspirantes a gestores públicos.

Para participar do processo seletivo, os servidores interessados deverão preencher alguns requisitos. Entre eles, ser ocupante de cargo de provimento efetivo; encontrar-se em efetivo exercício do cargo; possuir certificado de conclusão do ensino médio; e desenvolver atividades em qualquer uma das áreas de concentração da administração pública, seja administração geral, planejamento, gestão de recursos humanos, financeiros ou materiais.

De acordo com o diretor-geral da Escola de Governo, Luis Renato Nogueira, o intuito da graduação é criar multiplicadores das boas práticas da gestão pública nos órgãos da administração de todo o Rio Grande do Norte. “Sabemos que o Estado demanda de profissionais cada vez mais capacitados na área de Gestão Pública. A oferta do curso superior vem para suprir essa demanda, já que através dele os servidores terão uma visão integrada das estratégias de formulação e implementação de políticas públicas do Governo do Estado”, resume.

O tempo de duração do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública é de dois anos. A graduação já foi ofertada outras sete vezes pela Escola de Governo, entre 2007 e 2013, contemplando 350 servidores públicos estaduais.

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

PARABÉNS PARA A EX-VEREADORA BRUNA ANANIAS

Hoje também é dia de parabenizar a ex-vereadora de Monte Alegre, Bruna Ananias, filha do  vereador pré-candidato a prefeito Toinhjo Ananias, e da comerciante Marinez Cardoso Ananias.

Desejamos à então vereadora campeã de votos nas eleições municipais de 2012 uma vida repleta de paz, saúde e conquistas.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

REPÓRTER QUE DENUNCIOU DATENA POR ASSÉDIO REAPARECE APÓS FECHAR REDE SOCIAL

Foto: Reprodução/Instagram – Bruna Drews acusa Datena de assédio sexual; apresentador nega as acusações

A jornalista Bruna Drews, que denunciou José Luiz Datena por assédio, reapareceu em sua rede social após o apresentador ter se pronunciado pela primeira vez na TV sobre a acusação. A ex-repórter do programa “Brasil Urgente”, da Band, “trancou” seu perfil por causa das ofensas recebidas. “Quem é de verdade sabem quem é de mentira”, publicou Bruna Drews em seu Instagram, nesta quarta-feira (23). A frase é um verso da música “Pontes Indestrutíveis”, da banda Charlie Brown Jr.

José Luiz Datena falou sobre a denúncia da ex-colega em sua volta ao “Brasil Urgente”, na última segunda: “Faz 17, 18 anos que defendo as mulheres, de feminicídio, de assédio sexual… E vou continuar fazendo isso. Eu defendo todas as mulheres. Agora, uma pessoa, independentemente de ser homem ou mulher, me acusa de maneira vil, é claro que eu vou responder a isso, e pedir que a Justiça faça justiça, mostre a realidade”. Na denúncia,  divulgada inicialmente pelo site “Notícias da TV”, a ex-repórter do “Brasil Urgente” afirmou que o apresentador teria lhe dito que ela não precisava emagrecer porque já “era muito gostosa”, que diversas vezes teria “se masturbado pensando nela” e que achava “um desperdício” a profissional “namorar uma mulher”.

A “cantada” relatada por Bruna teria acontecido em 7 de junho do ano passado, durante comemoração do fim das gravações do quadro “A Fuga”, do extinto “Agora É com Datena”, em um bar na região central de São Paulo.

Em entrevista ao programa “Fofocalizando”, do SBT, Drews reafirmou as denúncias e acrescentou: “Eu me sentia muito constrangida com o assédio que sofria no ar, mas tinha que pagar coisas para os meus pais, tinha que sustentar uma casa. Mas quando aconteceu o assédio no restaurante, senti que deveria procurar a Justiça e denunciar. Mandei uma carta à Band falando sobre o assédio, a Band me mandou ficar em casa um tempo, descansar. Não procurou o Datena ou testemunhas”

Sobre a ação contra a emissora, Bruna disse ainda: “Ouvi frases de funcionários da Band, superiores, que disseram que isso é típico do Datena, ele faz isso com quem ele gosta. Só quero que a verdade seja mostrada, alguém precisa parar esse homem. Espero que eu seja essa pessoa. Já desisti da minha carreira, exatamente por causa dele, da Band, fiquei bem destruída por dentro. Não tenho mais esperança nenhuma de voltar à televisão, por isso estou abrindo o jogo”.

Datena negou as acusações em mensagem ao UOL e disse que tudo não se passava de “calúnia”.

“Sempre elogiei esta moça ao vivo no ‘Brasil Urgente’, como faço com outros repórteres homens e mulheres, pela beleza e competência, acima de tudo. Ao vivo pra todo Brasil. Ela há muito tempo vem pedindo vários afastamentos por motivos psicológicos, alegando problemas de família, pessoais e trabalho. Sempre a apoiei, como faço com os profissionais com quem trabalho, e ela me agradeceu pessoalmente por isto nos poucos contatos que tive com ela na Band (foram raras as vezes que conversamos fora do ar)”, disse o apresentador.

“Quanto ao episódio que ela se refere, ela estava visivelmente mais magra e perguntei na frente de todos se estava com problemas. Ela disse que sim e que iria procurar ajuda médica. Passou mal durante as gravações, que mandei parar para que ela fosse atendida e retomar outro dia em que estivesse melhor. No final das gravações deste programa, dias depois no Bar do Tonico, com boa parte da equipe, reiterei a ela que era bonita e competente e que não precisava emagrecer mais para trabalhar em TV, preocupado com sua saúde”, explicou Datena.

Procurado pelo UOL, o advogado de Datena, Fabio Mariz de Oliveira, disse que ainda não teve acesso à ação da ex-repórter do “Brasil Urgente” e que, logo que tenha conhecimento dos termos da denúncia, deve se pronunciar.

Com informações do Bol Notícias/UOL

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade