IBERÊ ASSUMIU CANDIDATURA AO GOVERNO DO ESTADO

O discurso do vice-governadorável Iberê Ferreira de Sousa foi firme.

É candidato a governador e ponto final.
Justificando que, além de idéias, tem experiência de 40 anos de vida pública e ninguém tem o que falar dele.
Disse que tem a responsabilidade de ir buscar os partidos da base aliada para lhes dar apoio…
E explicou porque não pode ver o cavalo selado e não montar:
“No Brasil, nenhum governador deixou de ser candidato à reeleição. Por que eu terei que ser o primeiro. Vamos sair com o PSB na cabeça”.
Pronto.
Decidido.

Foto: Alberto Leandro

Discurso de Iberê em Santa Cruz: sou candidato a governador!

Fonte: Thais Galvão.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade
Publicidade

CÉSAR BARBOSA

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Hoje aniversaria o nosso amigo César Barbosa.

Vereado no município de Tangará, César tem raízes em São José de Mipibu.

César leva o Brasão Avelino Dantas, do saudoso André Avelino Dantas.

César,

Que Deus esteja sempre presente na sua vida, proporcionando a cada dia, felicidades, saúde e paz.

Parabéns!!!

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

WILMA COMEÇA REUNIÃO COM A UNIDADE POTIGUAR

FOTO: BLOG DE THAISA GALVÃO.

A governadora Wilma recebeu para almoço, os “aliados” da Unidade Potiguar.

Apesar da Unidade Potiguar andar dizendo que está afinada politicamente com a governadora Wilma, os fatos mostram o contrário.

Sabe essa cadeira vaga ao lado de Henrique, na sua opinião, quem deveria estar sentado nela?

Pois é, Iberê não foi convidado para o almoço.

Pecisa dizer mais alguma coisa?

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ÓTICA FELIZ FAZ ANIVERSÁRIO EM GRANDE ESTILO

Os empresários Paula e Xavier, proprietários da ÓTICA FELIZ em São José de Mipibu, promoveram grande festa no primeiro aniversário da Ótica.

Celebração ecumênica, homenagem a primeira cliente da casa, sorteios, distribuição de brindes e festa para a garotada, foi esse o clima que rolou no primeiro aniversário da ÓTICA FELIZ.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MANHÃ DE CHUVA EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU E NÍSIA FLORESTA

A imagem postada é da fazenda Mipibu, localizada no município de São José de Mipibu, na margem direita da RN que liga as cidades de São José de Mipibu e Nísia Floresta.

A fazenda Mipibu, cortada pelo rio Mipibu, pertenceu ao saudoso senhor de engenho, Jaime Sales, que também exerceu influência na política do município, chegando a exercer o cargo de presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu e vice-prefeito.

Jaime Sales era filho do Major Dedé, latifundiário e senhor da fazenda Ribeiro.

A fazenda Mipibu é administrada nos dias de hoje pela senhora Jaira Sales, ( a nossa Jarinha ), filha do saudoso Jaime Sales.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PREFEITA NORMA FERREIRA RETIRA PROJETO DE LEI DA CÂMARA MUNICIPAL

A prefeita Norma Ferreira, hoje pela manhã, tomou uma decisão acertadíssima.

A prefeita retirou da Pauta de votação da Câmara Municipal de São José de Mipibu, o Projeto de Lei Complementar que alterava o salário do presidente da Fundação Mipibu de cultura.

A atitude da prefeita em retirar o Projeto é antes de tudo, um gesto de grandeza.

Em outros tempos, um fato dessa natureza terminaria numa batalha política com prejuízos para todos os lados.

Mas como os tempos mudaram, a prefeita entendeu que um erro não justifica outro, os vereadores, mesmo sendo da situação, foram cautelosos na hora de ouvir os discursos dos colegas da oposição e observaram com muita atenção, a censura da mídia e a interpretação da sociedade e, certamente, reunidos com a prefeita Norma Ferreira e o vice Dr. Arízio, encontraram a sábia decisão de retirar o Projeto da Pauta de votação.

Nesse bom combate, ninguém perdeu.

Ganhou a prefeita Norma Ferreira com o gesto de humildade.

Ganhou o bloco situacionista na Câmara Municipal em reconhecer a legitimidade dos colegas da oposição.

Ganhou o bloco de oposição na Câmara Municipal em honrar o compromisso de defender o patrimônio de todos.

E ganhou a sociedade civil em aprender a ser vigilante.

Como terminou tudo muito bem, o Blog não tocará mais nesse assunto.

” MORREU MARIA PREÁ “

Deixe o seu comentário (2)
Publicidade

DIREITO DE RESPOSTA

A princípio, queremos dizer que não conhecemos o senhor Amauri Freire. Temos contato com a irmã dele, Ângela Freire e uma sobrinha Regina, que reside em Brasília. Mas sempre ouvimos falar dele e lemos seus comentários e posicionamentos nos blogs e no jornal “O Alerta”. Mesmo sem o conhecer, sempre o admiramos pelo trabalho a frente da Associação Cajupiranga, e seu espírito combativo.


  1. No texto, o Sr Amauri diz: “Se o presidente Kerinho se surpreendeu era porque tinha a certeza que o voto de Jamaci seria favorável ao referido Projeto. Agora, o que me deixa ainda mais perplexo é essa mudança de posição do vereador Jamaci, uma vez que na sessão anterior o mesmo defendeu o tal projeto”

É bom que fique claro, que não só o Presidente, mas a cidade inteira sabia de nosso posicionamento. Inclusive, fui entrevistado na Rádio FM Olho D’água, no Programa Cidadania FM e reafirmamos nossa posição contrária acerca do projeto, no sábado, antes da sessão. Quem esteve na sessão da Câmara ouviu claramente o que dissemos. (Por sinal, pedimos ao blogueiro que retificasse as informações postadas). Portanto, não houve mudança de posição, nem surpresa para ninguém. Talvez para Amauri, que como está a distância não tenha tido acesso as informações e tenha captado isso apenas de um blog.


  1. .Continuando o Senhor Amauri disse: “Me desculpe o vereador Jamaci, mas pedir vistas na sessão de hoje foi querer jogar para a platéia. É bom tomar mais cuidado pois a tal da platéia está ligadíssima no assunto.”

Como fazemos parte da Mesa da Câmara, não integramos nenhuma Comissão, a única alternativa que tínhamos para evitar que o Projeto de Lei fosse votado da maneira original, era pedir vistas e apresentar um parecer propondo as alterações que acreditamos serem justas. Se apenas votássemos contra, o projeto seria votado naquela sessão. Quando pedi vistas, o presidente ficou obrigado pelo Regimento Interno a retirar o projeto da pauta. O senhor Amauri já foi vereador e sabe como o Regimento funciona. E afirmar isto, é estranho e surpreendente, partindo de alguém que conhece tão bem o funcionamento do Legislativo. Quanto à platéia estar ligadíssima no assunto, é muito bom, muito bom mesmo. Ficamos felizes por saber que a platéia está “ligada” como diz o senhor Amauri. Até porque, estando ligada essa platéia saberá distinguir claramente o que move não só a nossa posição, mas a real motivação dos comentários do senhor Amauri.


  1. Em suas afirmações o senhor Amauri diz: “Torço para que nossos vereadores revejam seus pontos de vista com relação a este tema, em particular meu amigo Kerinho e Jamaci (apesar de não conhecê-lo). São duas figuras que, ao que tudo indica, almejam algum futuro no cenário político mipibuense. Se não tomarem cuidado a tal da guilhotina citada no blog, poderá interferir em suas carreiras mais adiante.”.

Particularmente, não creio que precisamos rever nosso ponto de vista acerca do tema. Tomamos a atitude que achavámos mais sensata. Buscamos a opinião de amigos e de pessoas isentas da brigas políticas e partidárias, até porque não poderia contaminar a minha decisão e opinião. Quanto ao almejar algum futuro no cenário político mipibuense, creio que seja inoportuno falar sobre esse assunto. Nossa preocupação é cumprir o mandato da melhor forma possível. O senhor Amauri foi vereador e sabe como é árdua nossa missão e conhece muito bem a “Guilhotina” e sabe que realmente ela corta.


  1. Como não conhecemos pessoalmente o sr. Amauri e não temos nenhuma informação real, concreta e confirmada e não conversamos, preferimos não fazer qualquer pré-julgamento, nem comentário, (para não ser leviano e irresponsável) acerca e suas reais intenções ao usar de tanto sarcasmo e ironia ao se referir a nossa postura. Continuamos admirando e respeitando a luta dele pela cultura mipibuense e, cremos, que o seu comentário seria muito melhor se ficasse focado nessa área, da qual ele é reconhecidamente um grande conhecedor e batalhador.

Porém, não só o senhor Amauri, como qualquer cidadão tem o direito de opinar e dizer o que bem entende acerca dos temas de interesse de nosso município e do nosso mandato. Contudo, quem nos conhece sabe nossa postura e posicionamento e, que, estamos abertos para conversar com quem quer que seja, inclusive ele (eis aí uma oportunidade para nos conhecer) acerca de qualquer tema relacionado ao nosso mandato e a São José de Mipibu.


Jamaci Oliveira.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

GUILHOTINA POLÍTICA – POR AMAURI FREIRE

Meus caros,

Acabo de ler nos dos blogs da nossa cidade, notícias sobre o desenrolar do tal Projeto de Lei Complementar, enviado pela prefeita Norma Ferreira, que trata do aumento de 130% para o presidente da Fundação Mipibu de Cultura.

Mais uma vez fiquei surpreso com alguns fatos ocorridos na manhã de hoje. E como não é do meu estilo calar diante de situações opostas ao decoro, gostaria de tecer alguns comentários acerca do que foi publicado;

1- A primeira coisa que me chamou a atenção foi a mudança do dia e do horário da sessão. Talvez numa tentativa de despistar possíveis manifestações públicas, foi alterada para a manhã de hoje uma sessão que, regimentalmente, deveria ter ocorrido na noite de ontem.

O que será que motivou tão brusca mudança? Terá sido o forte clamor da opinião pública? Não tenho dúvidas que as manifestações ocorridas durante toda a semana na mídia alternativa interferiu nessa tomada de decisão.

2- Outro ponto que merece análise é a seguinte frase contida num dos blogs: “o presidente Kerinho já na horinha de submeter o Projeto em votação, foi surpreendido pelo colega Jamaci Oliveira, que declarando voto contrário, pediu vistas ao Projeto e disse que gostaria de fazer algumas modificações”.

Se o presidente Kerinho se surpreendeu era porque tinha a certeza que o voto de Jamaci seria favorável ao referido Projeto. Agora, o que me deixa ainda mais perplexo é essa mudança de posição do vereador Jamaci, uma vez que na sessão anterior o mesmo defendeu o tal projeto.

A bem da verdade esse “bendito” projeto só não foi aprovado na semana passada, graças a intervenção do vereador Crisóstomo Barbosa, que de forma responsável pediu vistas e prorrogou a votação para esta semana.

Vejam bem. O PEDIDO DE VISTAS FOI FEITO NA SEMANA PASSADA PELO VEREADOR CRISÓSTOMO BARBOSA.

Me desculpe o vereador Jamaci, mas pedir vistas na sessão de hoje foi querer jogar para a platéia. É bom tomar mais cuidado pois a tal da platéia está ligadíssima no assunto.

3- Ainda com relação ao vereador Jamaci, também me chamou atenção a seguinte frase dita pelo mesmo, na sessão da semana passada: “Não devemos aqui tratar de isonomia e sim de uma necessidade que o município tem em Cultura por não ter um órgão específico e que Nicodemos quer explorar este potencial, mas para isso precisa de condições para tanto“.

Caro vereador Jamaci. É mais do que óbvio que o município tem muita necessidade de cultura e por cultura. Entretanto jamais será por falta de um órgão específico. Este órgão já existe e chama-se FUNDAÇÃO MIPIBU DE CULTURA. Todavia, se o presidente deste órgão não explora este potencial será por outros motivos, menos questões salariais. Pelo amor de Deus não venham me dizer, que, se o salário do dito cujo for aumentado ele vai passar então a produzir. Essa nem a velhinha de Taubaté engole.

4- Li também que, segundo o vereador Jean Nerino, os professores do município reclamam uma perda salarial de 19%. Com a palavra o Sindicato da categoria. Este é um bom momento para uma mobilização. Afinal de contas educação e cultura sempre andaram de mãos dadas. Convém ficar ligado nas próximas sessões da Câmara e cobrar dos vereadores a mesma “atenção” dada, neste momento, a cultura.

Por fim, fica aqui, mais uma vez, o ponto de vista de um mipibuense entristecido diante de tal realidade, afinal de contas SÃO JOSÉ NÃO MERECE isso.

Torço para que nossos vereadores revejam seus pontos de vista com relação a este tema, em particular meu amigo Kerinho e Jamaci (apesar de não conhecê-lo). São duas figuras que, ao que tudo indica, almejam algum futuro no cenário político mipibuense.

Se não tomarem cuidado a tal da guilhotina citada no blog, poderá interferir em suas carreiras mais adiante.

P.S. – Neste momento encontro-me trabalhando em Guamaré, distante 220 Km de Mipibu e, só agora a noite, nas horas de folga é que pude ler as notícias e redigir este texto.

Cordialmente, AMAURI FREIRE

Um cidadão/aldeão mipibuense

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

APROVADA PEC DOS VEREADORES

A PEC dos vereadores foi aprovada com 370 votos favoráveis, 32 votos contra e 2 abstenções.

O PSOL foi o único partido com voto contra a PEC dos vereadores.

Mais de três mil suplentes estão comemorando a aprovação da PEC, na Câmara federal.

O suplente Chiquinho Rodrigues, do PMDB de São José de Mipibu, se encontra em Brasília, comemorando a aprovação da PEC.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

A CÂMARA DOS DEPUTADOS ESTÁ VOTANDO A PEC DOS VEREADORES

Exatamente agora, os deputados federais estão votando em primeiro turno, a PEC que limita os gastos nas Câmaras Municipais do Brasil, como também, a recomposição das Casas Legislativas.

Se aprovada a PEC, a Câmara Municipal de São José de Mipibu ganhará mais quatro vereadores.

O deputado federal Henrique Eduardo Alves, acabou de recomendar o voto sim, do PMDB.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CLIMA TENSO NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU

O presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu, vereador Kéricles Alves, viveu uma manhã de muita tensão.

A votação do Projeto de Lei que trata de um aumento diferenciado para a Fundação Mipibu de Cultura, amplamente contestado pela oposição, foi a gota que faltava para transbordar o lago tranquilo, navegado pelo presidente Kerinho.

Com a falta da vereadora Kélia Serafim ( justificadíssima) e com a posição do vereador Jamaci Oliveira em votar contra o Projeto no seu texto inicial e a fortíssima pressão da opinão pública,
caso fosse votado o Projeto de Lei, o resutado seria um 4×4 e o abacaxi iria ficar para Kerinho descascar, dando o voto de “minerva”.

O clima é tão tenso na Câmara Municipal de São José de Mipibu, que alguns professores do município já andam falando em passeata por melhores salários, se por acaso o Projeto de Lei for aprovado.

Segundo o vereador-professor Jean Nerino, os professores do município reclamam uma perda salarial de 19%.

Se esse Projeto de Lei passar…

Quando Kerinho tomou pé da situação, procurou se aconselhar com o vice-prefeito Arízio Fernandes, que representando a prefeita Norma Ferreira, esteve presente na Câmra municipal poucos minutos antes da abertura dos trabalhos da Casa.

Com medo de cometer um suicídio político, Kerinho humildemente se curvou e atentamente, ouviu o competente Dr. Artur Coelho, assessor jurídico da Câmara Municipal.

JAMACI SALVOU KERINHO DA GUILHOTINA POLÍTICA.

Depois de ouvir os argumentos da oposição, o presidente Kerinho já na horinha de submeter o Projeto em votação, foi surpreendido pelo colega Jamaci Oliveira, que declarando voto contrário, pediu vistas ao Projeto e disse que gostaria de fazer algumas modificações.

Pronto, Kerinho voltou a respirar aliviado.

Já o presidente da Fundação Mipibu de Cultura, Nicodemos, vítima de todo processo, acompanhou o desenrolar da sessão.

É justo que se explique, que Nicodemos não terá nenhuma culpa se o Projeto for aprovado ou rejeitado, nem muito menos, se o Projeto é considerado ético ou imoral.

Nicodemos não foi autor de nehum requerimento, nem muito menos, responsável pelo encaminhamento do Projeto com sugestão de aumento para o presidente da Fundação.

Nicodemos apenas é o titular da pasta, nada mais, nada menos.

Não é justo colocar Nicodemos como malfeitor nesse processo, ele é apenas o presidente da Fundação e não tem poderes administrativos e ou legislativos para encaminhar ou mudar uma Lei e alterar o próprio salário.

Não é justo.

” É PRECISO SEPARAR O JOIO DO TRIGO “

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

“AINDA NÃO PASSA PELA MINHA CABEÇA, SER CANDIDATO A PREFEITO POR NÍSIA FLORESTA”

O presidente da Câmara Municipal de Nísia Floresta, vereador Eugênio Gondim, foi entrevistado no programa Espaço Aberto, com Daltro Emerenciano e Ilma Barros, na FM Olho D’água em São José de Mipibu.

Durante a entrevista, que durou duas horas, o presidente Eugênio Gondim recebeu ligações telefônicas de São Paulo, Natal, Nísia Floresta, São josé de Mipibu, além de mensagens enviadas pelo MSN e correio eletrônico.

Leia alguns trechos da entrevista de Eugênio Gondim:

SOBRE O DR. MARCUS VINÍCIUS, JUIZ DE DIREITO DE NÍSIA FLORESTA.

Dr. Marcus é um dos juizes mais atuantes que eu já conheci, é um juiz de fácil acesso, a porta do Judiciário se encontra aberta e ele tem procurado debater algumas questões juntos, até para que eu tenha mais segurança na parte legal.

Executar políticas públicas para as crianças, é a maior defesa que ele faz e tirar crianças das ruas, é uma briga que eu vou comprar com ele e agora no novo orçamento, vamos colocar mais recursos para esse fim.

– No começo do ano, eu pensei que ia ter até desavenças com o nosso juiz, Dr. Marcus, porque no final do ano passado, ele foi na Câmara e eu achei até uma maneira errada, não do que ele defendia, porque hoje eu sou um seguidor dele nisso, eu sou parceiro na ajuda a criança, eu vejo que ele tinha razão nisso, mas a maneira como foi feita, que humilhou muito o Poder Legislativo e eu já assumi, ja batendo nisso, dizendo que queria a independência do Poder Legislativo e procurei não o encaminho do enfrentamento, procurei mostrar para ele, que agora a gente está no caminho certo.

Na hora em que ele viu a intenção do novo legislativo de Nísia Floresta, que é de mudar, é de se fazer presente, de cobrar, de acompanhar, ao invés de a gente ter um enfrentamento, o que a gente tem é o que manda a Constituição Federal, que a gente seja independente e harmônico e com isso, Nísia Floresta só tem a crescer.

O APELO AO COLEGA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU.

– Quero dizer a Kerinho que ele compre essa briga aquí em São José também, porque é uma bandeira boa e o que a gente observa nas ruas é a droga assolando, é o crime e na hora em que a gente trouxer o jovem para o estudo, para o esporte… porque lá na frente não vamos conviver com marginais e sim, com artistas, desportistas e com homens que vão preferir o trabalho ao roubo. Isso é uma bandeira que depois eu vou conversar com o presidente Kerinho, para que ele juntamente com a prefeita Norma, implemente esse modelo de Nísia Floresta aquí em São José de Mipibu.

SOBRE FÁBIO DANTAS

Eu me orgulho quando meu filho me supera e Fábio Dantas vai ser melhor deputado do que Arlindo. Fábio tem cara de deputado e Arlindo tem cara de outra coisa ( com insinuações para dizer que Arlindo tem cara de prefeito).

SOBRE A MUDANÇA DE OPINIÃO DO VEREADOR CID FERREIRA, DECLARANDO APOIO PARA EUGÊNIO EM 2012.

– O que mudou em Nísia Floresta foi a consciência e a obrigação de cada um.

SOBRE A VEREADORA LUCIANA

Luciana é fortíssima para qualquer cargo que ela deseje sair, inclusive ao cargo de prefeita e vereadora mais uma vez e a vice-prefeita também. Será um bom nome para vice.

SOBRE O EX-PREFEITO LOURENÇO.

– Lourenço teve uma vida na Prefeitura e depois, Deus deu a ele, a oportunidade de ser um prefeito e o povo analisa aquele mandato dele de oito anos. Não sou eu que vou dizer que João Lourenço é bom ou que eu sou bom, quem deve fazer esse julgamento é o povo.

SOBRE ARLINDO DANTAS E NORMA FERREIRA

Espero que aconteça em São José de Mipibu, o que aconteceu em Nísia Floresta. As duas pessoas que mais se degladiavam, que mais buscavan as coisas para Nísia Floresta separadamente, era eu e o prefeito George. Na hora que houve a nossa união, eu tenho certeza de que o povo de Nísia saiu ganhando.

Já que aquí tem um deputado da terra, por quê Norma não apoiar Fábio Dantas?

Quem melhor do que Fábio Dantas para divulgar o nome de São José de Mipibu lá fora?

O deputado Robinson que é o meu deputado, ele com certeza não irá ser mais deputado estadual, então, não seria o momento de sentar Norma com Arlindo e discutir a política estadual agora, apoiando Fábio Dantas e lá na frente, discutir a municipal e desenvolver cada vez mais o município de são José, da mesma forma que eu me uni com George. Qual é a dificuldade da união dos dois?

SOBRE A UNIÃO COM O PREFEITO GEORGE NEY

– Diziam que eu iria trair George e que George iria me trair, mas na verdade, estamos mais unidos e aliados do que nunca.

Pedido para falar sobre o conceito político defendido pelo prefeito George Ney, quando ele tem afirmado que ” o político que não trai um amigo, não é politco”, Eugênio sabiamente se saiu com essa:

– E ele disse isso, foi?

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

É O FIM DA PICADA

Meus caros,


Quando a gente pensa que já aconteceu tudo de ruim no chão da aldeia de Mipibu, eis que nos aparece algo que, a meu ver, extrapola todos os limites do absurdo.


Onde já se viu em plena era de aperto e arrocho, principalmente no que diz respeito às questões salariais, com quedas de arrecadação e enxugamento de máquinas administrativas pelo Brasil afora, a prefeita do município enviar para a Câmara Municipal um Projeto de Lei Complementar, aumentando de R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais) para R$ 3.000,00 (três mil reais), o salário do presidente da Fundação Mipibu de Cultura.


Com toda sinceridade, como já falei outra vezes, falta seriedade ao governo de São José de Mipibu.


Enquanto todas as demais categorias do administrativo municipal são tratadas a pão e água, com muitos servidores recebendo na faca cega, um mísero salário mínimo, vem a nossa ilustríssima prefeita com essa aberração de projeto, para beneficiar apenas um servidor, com um aumento de 130%.

E os demais servidores, como será que estão se sentindo?

Lembro-me bem de um movimento feito algum tempo atrás pelos professores da rede municipal, onde não conseguiram, nem pela força de uma greve mais do que legítima, praticamente nada do executivo municipal.


Ao contrário do está sendo visto agora, os profissionais da educação foram humilhados pela prefeita, que por diversas vezes, se negou até em recebê-los numa simples audiência.


O tratamento dado ao presidente da Fundação Mipibu de Cultura é algo surreal, e mostra o quanto o governo municipal vive no mundo da lua, completamente desconectado da triste e melancólica realidade sentida pelos que de fato VIVEM EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU.

O referido Projeto de Lei, caso seja aprovado, premia a incompetência e a inoperância de um órgão meramente ilustrativo, que tem servido neste segundo mandato da prefeita apenas para promover uma ridícula acomodação política.


Pra acabar de entornar o caldo, acabei de ler num dos blogs da cidade que o presidente da Câmara Municipal pediu a aprovação do Projeto, chegando inclusive a dizer, em plenário, a seguinte frase: “temos que ver que com 1.300,00, ninguém nem o próprio Nicodemos vai querer ficar no cargo, pois existem viagens e outras despesas que com 1.300,000 não se daria para chegar a lugar algum, pois como a fundação nunca funcionou Nicodemos vem justamente fazer com que a mesma funcione buscando os próprios recursos para fazer com que a fundação funcione”.


Espero que o meu amigo Kerinho reveja este ponto de vista, pois ele sabe tanto quanto eu, que existem recursos na administração municipal disponíveis para estes fins.


Jamais um servidor público terá incorporado em seu salário, recursos para despesas de viagens. Se o argumento for este, essa “aventura” poderá virar caso de polícia.


Outra coisa. Caso o Presidente da Fundação Mipibu de Cultura não queira ficar no cargo com o salário de R$ 1.300 (um mil e trezentos reais), pode ter certeza que tem muita gente boa e bem mais competente, que aceitará o cargo.


Faço um apelo aos nossos ilustres representantes na Câmara Municipal, para que pensem e reflitam bastante sobre este caso.


Assinalo ainda o meu apoio (quase insignificante) aos vereadores Crisóstomo Barbosa, Jean Nerino e Clidenor Ferreira, que de forma responsável, questionaram o “bendito” projeto.


Fica aqui o registro de um cidadão mipibuense que nunca teve medo de falar o que pensa, principalmente no que diz respeito a defesa do patrimônio e da moralidade pública.


Se este Projeto de Lei vier a ser aprovado, será a maior IMORALIDADE já vista no chão da nossa aldeia.


Profundamente indignado,

AMAURI FREIRE

Um cidadão/aldeão Mipibuense

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade
Publicidade

NASCEU LAURINHO, NETO DE KEPLER E CÉLIA SERAFIM.

A vereadora amiga-sobrinha, Kélia Serafim, ao lado do esposo Armando Arruda Câmara, comemora a chegada do primogênito Lauro, que nasceu no último dia 28 de agosto.

Kelinha é filha dos amigos Kepler e Célia Serafim, neta do saudoso tenente Serafim, homem próbio, que deixou marcas de honradez por onde passou.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

DOUTORA ÉRIKA VIVE DOIS MOMENTOS DE MUITA ALEGRIA EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

JUÍZA ÈRIKA DUARTE TINOCO SE EMOCIONA AO SE TORNAR CIDADÃ MIPIBUENSE

A Juíza da Comarca de São José de Mipibu, Dra. Érika de Paiva DuarteTinoco, ficou muito emocionada durante as solenidades de inauguração do Fórum Desembargador Túlio Bezera de Melo e quando foi justamente agraciada com o título de cidadã mipbuense, concedido pela Câmara Municipal.

Mostrando muita gratidão, Dra. Érika falou da importância de se ter a nova sede do Fórum, relembrando de forma carinhosa, uma “lareira” existente na antiga sede .

Falando sobre a sua trajetória para chegar ao judiciário e ao se referir aos seus pais, fez transbordar as emoções contidas no coração, ficando visivelmente emocionada e carinhosamente aplaudida pelos mipibuenses e autoridades presentes ao ato.

A solenidade foi presidida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Des. Rafael Godeiro e pela juíza Érika de Paiva Duarte Tinôco.

Também estiveram presentes ao ato inaugural, a Dra. Geraldina Fagundes, ex- juíza dea Comarca de São José de Mipibu e o Promotor de Justiça, Dr. Maranto Flgueira, que na ocasião, foi muito prestigiado pelos amigos em São José de Mipibu.

No gesto simbólico de paz e união, as autoridades agradeceram a Deus pela realização de tão importante acontecimento.

O deputado estadual Arlindo Dantas, sentado na primeira fila, prestigiou o acontecimento.

O advogado Fábio Dantas, também participou do ato inaugural e da entrega dos títulos de cidadania

O Desembargador Expedito Ferreira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, também foi agraciado com o título de Cidadão Mipibuense.

São José de Mipibu recebeu a nova casa do Judiciário.
Deixe o seu comentário (0)
Publicidade



FRANCISCO

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

FOTO: FRANCISCO AO LADO DA ESPOSA RENANIA E DOS FILHOS, RICARDO E MARIANA

Hoje aniversaria o nosso amigo e empresário, Francisco Alves.

Francisco, casado com a nossa amiga Renania, é proprietário da empresa Francisco Auto Peças.

Francisco,

Desejamos muitas felicidades, paz, saúde e prosperidade e sucesso ao lado de todos que fazem a empresa Francisco Auto Peças.

Parabéns!!!

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

FAÇA SUA PERGUNTA AO PRESIDENTE EUGÊNIO GONDIM

Você pode participar da entrevista com o presidente da Câmara Municipal de Nisia Floresta, vereador Eugênio Gondim, no programa Espaço Aberto, com Daltro Emerenciano e Ilma Barros.

Envie a sua pergunta para o E-mail:

[email protected]

O programa entrará no ar exatamente às 10h00 do dia de amanhã.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BASTIDORES

O QUE TINHA DENTRO DA BOLSA DA PREFEITA NORMA FERREIRA?

Visivelmente contrariada ( com o Blog e sem necessidade), a prefeita Norma Ferreira, com fisionomia mais do que “armada”, segurava com muita determinação uma linda e elegante bolsa de cor vinho.


Como a prefeita Norma Ferreira não largava a bolsa por nada desse mundo, o vereador-presidente Kéricles Alves, passou a querer descubrir o que tinha dentro da tão guardada bolsa.

Quando a prefeita Norma Ferreira foi convidada para fazer a sua fala, abriu a bolsa e Kerinho muito esperto, lançou um “close” na bolsa da prefeita.

A prefeita parecendo perceber a investida de Kerinho, olhou para ele descontraidamente e disse:

– É só o meu discurso, Kerinho.

Keinho não se conteve e assim que a prefeita se levantou e caminhou na direção do microfone… olha lá o tamanho da curiosidade.

O vereador agarrou a bolsa da prefeita.

Quando a prefeita voltou do seu pronunciamento, foi a vez de Kerinho ir falar e a prefeita Norma Ferreira não deixou ninguém ocupar o lugar deixado temporariamente por Kerinho.

Será que estão afinados?

Enquanto isso, o vice-prefeito, Dr. Arízio Fernandes observava tudo, sentado entre os vereadores Jean Nerino e Jamaci Oliveira.

Para provar que estão super afinados, a prefeita Norma Ferreira e o presidente Kerinho, andam com “fitinhas da sorete” amarradas no braço.

Como Kerinho é um político muito esperto, resolveu colocar no braço direito fitas com as cores azul e vermelho.

Azul do deputado Arlindo Dantas.

Vermelho da prefeita Norma Ferreira.

” OU DÁ OU DESCE “

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

EUGÊNIO GONDIM SERÁ ENTREVISTADO NO PROGRAMA ESPAÇO ABERTO, COM DALTRO EMERENCIANO E ILMA BARROS.

O presidente das Câmara Municipal de Nísia Floresta, vereador Eugênio Gondim, será entrevistado no programa Espaço Aberto, na 87.9 FM Olho D’água, com Daltro Emerenciano e Ilma Barros, amanhã ( 06/09).

O programa entra no ar pontualmente ás 10h00 e será transimitido pelo site: www.fmolhodagua.com.br

Os ouvintes também poderão elaborar perguntas ao entrevistado.

Para participar é só ligar para o número: (84) 3273 2731

Ou de forma on line, pelo email: [email protected]

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade
Publicidade

O RESPEITO COQUISTADO

CÂMARA MUNICIPAL DE NÍSIA FLORESTA

Tenho dito seguidas vezes, que o bom exemplo dos vereadores de Nísia Floresta ainda vai ser “escola” para muitas Câmaras Municipais por esse Brasil.

Em Nísa Floresta, com exceção do Poder Executivo (ainda), todo e qualquer questionamento que coloque em pauta o interesse do povo e a boa gestão pública, é imediatamente discutido com a população e os poderes constituidos.

É assim que deve ser.

Em Nísa Floresta não há interesse partidário ou interesse unilateral, quando o interesse público entra em questão.

Daí nasce o respeito, a confiança, a credibilidade e o engrandecimento da cidade e das instituições.

A Câmara Municipal de Nísia Floresta como instituição, convive harmoniosamente com a sociedade civil e com os poderes, Judiciário e Executivo, porém, com independência conforme recomenda a Constituição.

A sociedade nisiense acompanha o trabalho legislativo de forma satisfatória.

A mídia local sempre atuante, registra no presente, os benefícios do futuro.

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Os vereadores que compõem a Câmara Municipal de São José de Mipibu, na sua maioraia, são detentores de vários mandatos e os vereadores de primeiro mandato, são cidadãos que exercem papel importante na sociedade, são homens e mulheres com formação acadêmca , ex-secretário da municipalidade, são pessoas dignas e preparadas para o Legislativo Municipal.

O presidente da Câmara municipal de São José de Mipibu, vereador Kerinho, precisa continuar próximo do Poder Executivo, mas o que não deve nunca, é aceitar que o Poder Legislativo seja subserviente do Poder Executivo, isso nunca.

Conviver harmoniosamente é necessário, fora disso é subestimar o povo de São José de Mipibu.

Estando sempre entre os vereadores mais votados nas eleições que participou, cotadíssimo para ser reeleito presidente da Casa, com os votos da situação, da oposição e a aprovação da maioria dos cidadãos mipibuenses, é citado como favorito na sucessão da prefeita Norma Ferreira, pela ala situacionista, sendo assim, não cabe na história do vereador Kerinho, colocar para ser votado em plenário, um Projeto de Lei Complementar com grotesca rasura, apenas para beneficiar um único servidor, com aumento acima de 100%, ferindo inclusive a Constituição do Brasil, que em texto relacionado, recomenda que a revisaõ salarial seja de forma geral e anual.

Ou seja, o aumento salarial deve ser para todos.

Cabe ao presidente Kerinho, nesse episódio, elevar a imagem do Poder Executivo ou simplismente, RENEGAR a “ESPERANÇA” do povo mipibuense.

Se por um acaso o Projeto for retirado ou simplesmente não for aprovado em plenário, não se sinta a prefeita Norma Ferreira derrotada, nem muito menos traída pelos seus companheiros de partido, de forma nenhuma.

Vitoriosos seremos todos, independente de qualquer vinculação política e partidária.

Administrar fazendo política partdária não é fácil, sabemos muito disso.

Sabe Deus, quais condições políticas foram postas para que tal Projeto fosse elaborado.

A pressão política numa hora dessa é muito grande. É aquí em são José de Mipibu e em qualquer lugar do mundo.

Vivendo situações como essa, muitos governantes renunciaram a seus cargos e outros mais fracos, chegaram ao suicídio, o nosso Brasil é exemplo disso.

Porém, é chegada a hora da grandeza, de reconhecer o erro, com ele aprender, retirar a culpa, não se sentir derrotada ou traída, porém , é hora de se agigantar e buscar o melhor para o nosso povo.

Vamos seguir o exemplo de Nísia Floresta.

Em Nísia Floresta não existe adversário na hora de votar Prpojeto de Lei, em Nísia Floresta existe um time afinadíssimo, que joga o jogo de todos.

Eu tenho dito desde o primeiro governo da pefeita Norma Ferreira, que a ausência de Janilson Ferreira é uma perda irreparável.

Janilson foi prefeito do município por três vezes, foi duas vezes presidente da AMLAP, secretário executvo da AMLAP por várias vezes, suplente de senador, conselheiro de vários prefeitos, enfim, homem de uma larga experiência política e administrativa, que deveria estar atuando como articulador politco desde o início da primeira gestão, mas não sei porque isso nunca aconteceu.

Conhecendo Janilson Ferreira como conheço e São José conhece, um Projeto de Lei dessa natureza jamais teria saído da primeira mesa de trabalho, isso eu garanto.

Como também, tudo teria sido resolvido sem alardes e descontentamentos.

Ser articulador e convincente, essa é a marca de Janilson Ferreira.

“GOVERNAR É ADMINISTRAR DIFICULDADES”.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

VEREADORES ELEITOS PODERÃO PERDER OS MANDATOS.

Um estudo sobre a chamada PEC 336, que prevê o aumento do número de vagas de vereador em todo o país, revela que o impacto do projeto nas câmaras municipais pode ser maior do que se esperava. Realizado de maneira independente pelo ex-secretário estadual de Administração Maurício Romão, hoje consultor, o levantamento aponta que alguns dos atuais vereadores terão de deixar os mandatos para dar lugar aos suplentes, caso a proposta seja aprovada. Isso explica a chiadeira da categoria com a Proposta de Emenda à Constituição, que deve ser votada em dois turnos, a partir da próxima quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

A explicação para a dança das cadeiras está no Código Eleitoral, que diferencia as eleições proporcionais (para vereador, deputado estadual e federal) das disputas majoritárias (prefeito, senador, governador e presidente). O cálculo é complexo, mas é certo que o aumento no número de vagas para vereador vai acarretar a diminuição do quociente eleitoral, que é o número mínimo de votos que um partido ou coligação precisa ter para ingressar no parlamento. Ou seja, muitos candidatos de coligações ou partidos, que por pouco não conseguiram alcançar o quociente na disputa de 2008, desta vez poderão ingressar nas câmaras de duas formas: ocupando as cadeiras que seriam criadas pela PEC ou assumindo o lugar dos atuais parlamentares.

Maurício Romão acredita que “uma confusão grande” se aproxima, caso o texto da PEC seja aprovado sem alteração: “Para os partidos que concorreram isoladamente e foram alijados do processo de distribuição de vagas por não terem atingido o quociente eleitoral, pode acontecer de, agora, diante de um quociente eleitoral mais baixo, terem a possibilidade de assumir uma cadeira. Como neste caso, obviamente, não se trata do ingresso de um suplente, algum vereador atual terá que sair”, aponta Romão no seu relatório.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade

CÂMARA PODERÁ APROVAR PROJETO DE LEI COM TEXTO RASURADO

A Câmara Municipal de São José de Mipibu, composta na sua maioria por experientes vereadores, poderá ser manchete no Estado, caso aprove matéria apresentada com grotesca rasura no seu texto final.

O documento para ser votado se refere ao aumento no salário do titular da Fundação Mipibu de Cultura, que atualmente é fixado no valor de R$ 1.300,00 e que poderá pular para R$ 3.000,00, conforme recomenda o Projeto.

A sociedade mipibuense, que vem acreditando nos trabalhos e na seriedade dos vereadores mipibuenses, apela para que os representantes de todos, independente de sigla partidária, não façam com que a instituição seja utilizada para fins que não proporcionem o bem comum e perca a credibilidade que conquistou.

O documento ainda se encontra com o vereador Crisóstomo Barbosa, que pedindo vistas, constatou falhas no Projeto de Lei Complementar e consequentemente, vai pedir pela não aprovação e caso seja aprovado, vai convocar a imprensa do Estado para denunciar tamanha aberração.

” O CARVÃO SUJA AS MÃOS DE QUEM O MANUSEIA “

Deixe o seu comentário (1)
Publicidade
Página 888 de 891« Primeira...102030...886887888889890...Última »