MORALIDADE NO SERVIÇO PÚBLICO

O deputado Ricardo Motta, presidente da Assembleia Legislativa, anunciou que vai fazer concurso público para preencher as necessidades da Casa.

Com a conscentização cada vez maior da população, vai ficando para o passado o apadrinhamento político nos órgãos públicos. Basta sentir o peso das categorias representadas pelos seus núcleos sindicais, que mostram reação imediata a qualquer indicativo de invasão política nos órgãos.

É bom ter muita cautela ao querer usar o prestígio político e tentar ser nomeado principalmente para dirigir órgãos que cobram conhecimento técnico,  e que tenham forte representação sindical.

TODO CUIDADO É POUCO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo