SERVIDOR DENUNCIA DESMANDOS E INDÍCIOS DE DERRAME DE DIÁRIAS NA EMATER – RN

O Blog recebeu denúncias informando o descaso com os Escritórios Regionais da EMATER-RN, e possíveis derrames de diárias concedidas de forma suspeita.

Na Regional de São José de Mipibu, segundo documentos enviados ao Blog, os veículos estão parados por falta de combustível, o órgão não tem qualquer identificação, falta material de expediente, além do não cumprimento da carga horária de trabalho por alguns servidores.

Outro fato relatado no documento aponta a concessão de diárias para fora do estado para servidores que exercem funções  internas na sede do órgão em Natal.

Veja parte do relato:

“Em dois casos, servidores receberam diárias indevidas para suas funções em relação de capacitação derecionada nos PCD’S do período de 01/01/2011 a 04/08/2011. Como exemplo, esses dois servidores que, pelo conhecimento de todos os servidores da EMATER-RN, exercem funções de secretários de coordenação, que para mim é uma função bastante digna, porém um deles foi para o CNP em Sobral-CE, participar de capacitação na área de Segurança Alimentar Direcoinada a Cortes Nobres em Caprinovinocultura. Um outro participou de intercâmbio na área de Redes, Produtos e Mercado Justo e Solidário em João Pessoa. Para complicar voltou à João Pessoa, desta vez em outra área totalmente diferente da primeira, sendo desta vez: Participar de Visita Técnica, à EMATER_PB, na àrea de Crédito Rural e ações de Ater.

Posso estar sendo injusto, caso nesta nova gestão da EMATER_RN, esses servidores foram nomeados para exercer funções extras, que seriam direcionadas a Nutricionistas, Economistas Rurais, Agrônomos, Veterinários ou Técnicos Agrícolas. Com isso quero dizer que enquanto a EMATER_RN está com sérios problemas financeiros, até a manutenção básica dos escritórios (combustível, material de expediente,et.), alguns servidores estão recebendo altas diárias para participarem de eventos que nem condizem com suas funções nesta instituição”.

Sem ter qualquer manutenção, o mato se estende por todo pátio do escritório, facilitando a proliferação de insetos e animais prejudiciais para a saúde.

O mais grave é que o escritório da EMATER de São José de Mipibu fica entre o Hospital Regional Monsenhor Barros e uma escola do município, colocando a saúde das pessoas em total risco.

Na cidade de Nísia Floresta o escritorio da EMAYTER_RN, que ainda não foi inaugurado, está no mais completo abandono.

 

A parte interna do escritório vem sofrendo com as ações de vândalos que ocupam o espaço durante a noite, utilizando o prédio para comercialização e consumo de drogas e práticas sexuais. Inúmeros preservativos ainda se encontram jogados por todos os cômodos do prédio construído para auxiliar os agricultoires e produtores rurais do município de nísia Floresta.

A depredação do patrimônio público é o retrato do descaso da EMATER-RN com os avanços na agricultura e produção rural no Rio Grande do Norte.

O prédio construído para auxiliar no creswcimento econômico de Nísia Floresta, pela falta de gerenciamento, se transforma em uma armadilha para a sociedade.

No Centro de Treinamento da EMATER-RN, onde as sementes são armazenadas, o galpão também abriga ratos, insetos e morcegos, que se alimentar dos grãos que deveriam gerar riquezas para o Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo