NUMA MANHÃ DE ALEGRIA E MAGIA, O PIO XII COMEMOROU O DIA DAS CRIANÇAS

 

Numa manhã de muitas fantasias, o Instituto Pio XII, escola tradicional de nossa cidade, ganhou as ruas da nossa amada São José de Mipibu para, junto de sua animada turminha, comemorar o dia das crianças.

As crianças eram um show a parte, levando em seus sorrisos o encanto dessa maravilhosa fase da vida.

Neste momento mágico de fantasias e belezas, no olhar de cada criança presente ao evento nos deparamos com o doce prazer do momento, despertando dentro de nós a criança que, quem sabe, ainda somos.

Católica por tradição, a escola também ressaltou sua religião. Tudo de forma muito delicada e colorida, colaborando ainda mais para o lindo espetáculo vivido pelos que tiveram o prazer de estar presentes ao feito.

Repletos de lindas criancinhas caprichosamente fantasiadas, os “carrinhos” estavam um luxo só!

Lindas bailarinas, pequeninos palhaços, a beleza da Minie,  a elegância do mágico… Cada um levava em si o dom de ser feliz e transmitir felicidade.

Os jovens não resistiram ao encanto e, devidamente caracterizados, também cederam a mágica do momento.

De rosa, lilás ou vermelhinhas, lindas estavam as mocinhas. Meigas e carismáticas, dava gosto de ver.

A formosura das princesinhas embelezaram ainda mais esta deliciosa manhã.

Entre amigos a presença do nosso querido primo Quinquinha, muito feliz ao lado da professora.

E a ordem do dia era: ” Se entreguem a mágica do momento”.

E, de fato, o momento estava mágico. Tinha até príncipe encantado sendo beijado!

A alegria dos adultos com alma de eterna criança, representada pelo ex vice-prefeito Manelzinho de Japecanga.

Representando os familiares dedicados que fizeram parte desta festa, olha só o “vovô blogueiro” apaixonado.

Na figura da luz das nossas vidas, nossa amada Silvinha, agradecemos ao Instituto Pio XII por nos proporcionar momentos encantados como este e, desde já, desejamos a todas as crianças um dia das crianças de muita alegria, saúde e prosperidade.

Que Deus abençoe grandemente cada lar, cada mãe e cada pai de família para que estes possam oferecer a seus filhos um verdadeiro ninho de amor.

Da declaração dos Direitos das crianças:

-Todas as crianças são credoras destes direitos, sem distinção de raça, cor, sexo, língua, religião, condição social ou nacionalidade, quer sua ou de sua família.

-A criança tem o direito de ser compreendida e protegida, e devem ter oportunidades para seu desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, de forma sadia e normal e em condições de liberdade e dignidade. As leis devem levar em conta os melhores interesses da criança.

-Toda criança tem direito a um nome e a uma nacionalidade.

-A criança tem direito a crescer e criar-se com saúde, alimentação, habitação, recreação e assistência médica adequadas, e à mãe devem ser proporcionados cuidados e proteção especiais, incluindo cuidados médicos antes e depois do parto.

-A criança incapacitada física ou mentalmente tem direito à educação e cuidados especiais.

-A criança tem direito ao amor e à compreensão, e deve crescer, sempre que possível, sob a proteção dos pais, num ambiente de afeto e de segurança moral e material para desenvolver a sua personalidade. A sociedade e as autoridades públicas devem propiciar cuidados especiais às crianças sem família e àquelas que carecem de meios adequados de subsistência.

-A criança tem direito à educação, para desenvolver as suas aptidões, sua capacidade para emitir juízo, seus sentimentos, e seu senso de responsabilidade moral e social. Os melhores interesses da criança serão a diretriz a nortear os responsáveis pela sua educação e orientação; esta responsabilidade cabe, em primeiro lugar, aos pais. A criança terá ampla oportunidade para brincar e divertir-se, visando os propósitos mesmos da sua educação; a sociedade e as autoridades públicas empenhar-se-ão em promover o gozo deste direito.

-A criança, em quaisquer circunstâncias, deve estar entre os primeiros a receber proteção e socorro.

-A criança gozará proteção contra quaisquer formas de negligência, abandono, crueldade e exploração. Não deve trabalhar quando isto atrapalhar a sua educação, o seu desenvolvimento e a sua saúde mental ou moral.

-A criança deve ser criada num ambiente de compreensão, de tolerância, de amizade entre os povos, de paz e de fraternidade universal e em plena consciência que seu esforço e aptidão devem ser postos a serviço de seus semelhantes.

Por Flávia Emerenciano- Jurista pós graduanda em Direito tributário| UFRN

[email protected]

(84) 9454 3525

2 responses to “NUMA MANHÃ DE ALEGRIA E MAGIA, O PIO XII COMEMOROU O DIA DAS CRIANÇAS

  1. Venho com satisfação manifestar a alegria de ver o empenho da direção, professores, alunos e demais colaboradores desta tão estimada e valoroza instituição de ensino, pertencente à paróquia de São José de Mipibú, pela bela comemoração, que demonstra o respeito e amor tributados às crianças que ali estudam!

    parabéns a todas as crianças!

    Em Cristo,

    Pe. Matias Soares
    Diretor-presidente do Instituto Pio XII

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo