♫ Dilma, Eu não presto, mas eu te amo… ♫

Novas denúncias podem antecipar demissão de Carlos Lupi. O ministro Carlos Lupi que declarou “Te amo, Dilma”,  volta às páginas da revista Veja da semana. A edição que está chegando às bancas mostra em reportagem que o titular do Ministério do Trabalho usou avião às custas de ONG envolvida em denúncia de desvio de dinheiro público.

Pelo visto, Lupi vai precisar fazer novas declarações de amor para se manter na giroflex.

♫ Eu não presto, mas eu te amo…♫

As novas denúncias que atingiram o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deixaram o PDT temeroso de que a imagem do partido fique prejudicada com o escândalo na pasta comandada pelo presidente de honra da sigla. Diferentemente da manifestação de apoio público que as bancadas e direção do partido deram na semana passada, agora o PDT pretende deixar Lupi sozinho.

A gota d’água para o isolamento partidário do ministro foi a denúncia publicada pela revista Veja que relatou viagens feitas por Lupi em avião alugado por Adair Meira, representante de ONGs que ganharam contratos com o Trabalho. De acordo com a reportagem, Ezequiel Nascimento, ex-secretário de Políticas Públicas de Emprego, confirma a utilização do avião para viagens no interior do Maranhão.

Mesmo com a enxurrada de irregularidades detectadas na pasta, o partido havia decidido se unir para fortalecer Lupi, mas agora os correligionários abaixaram o tom do discurso, já falam em instalação de CPI e dizem que o assunto é entre o ministro e a presidente Dilma Rousseff. “Minha discussão não é pela permanência, depende do ministro, que pode renunciar, e da presidente, que pode demitir. Essa discussão está no âmbito de duas pessoas”, resumiu o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), acrescentando que o partido não deve convocar reunião de mobilização pela permanência do ministro, pois o encontro sem provas “acaba virando bate-boca.”

Em nota,  na tarde de ontem, o ministro afirmou que os deslocamentos durante a viagem foram de responsabilidade do PDT do maranhão e do ex-governador Jackson Lago. Lupi declarou ainda desconhecer que seu ex-assessor, Ezequiel Nascimento, que forneceu as informações para a revista Veja, tenha solicitado avião particular para a viagem.

♫ Eu não presto, mas eu te amo…♫

 A presidente Dilma Rousseff espera que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, dê explicações “consistentes” sobre as circunstâncias de sua viagem ao Maranhão em dezembro de 2009.

Na avaliação de integrantes da equipe da presidente, a assessoria de Lupi deu uma resposta superficial à reportagem da revista Veja, segundo a qual o ministro usou um avião alugado por um empresário para agenda oficial dentro do Estado.

Na opinião de integrantes do Palácio do Planalto, a sobrevivência de Lupi depende de como reagirá às denúncias de que tem sido alvo. Criticado por sua “verborragia” — palavra de articuladores políticos do governo —, Lupi foi aconselhado a submergir no feriado, evitando declarações controversas.

O Ministério da Justiça informou nesta segunda-feira (14) que a Polícia Federal vai investigar a denúncia de que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, teria utilizado um jato pago por ONG.

One response to “♫ Dilma, Eu não presto, mas eu te amo… ♫

  1. Imagina se começam a serem divulgadas e investigadas denúncias no seguro desemprego dos pescadores artesanais… Eita o RN sob comando do Presidente da Federação vai feder muuuuito mais….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo