CANGUARETAMA: JOÃO PEDRO, O COROINHA DE DEUS

A infância é o único momento onde as ações praticadas nessa fase da vida nos faz acreditar que a melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes. A infância é o tempo de maior criatividade na vida de um ser humano.

Durante a missa celebrada em ação de graças à Nossa Senhora da Conceição, Padroeira  de Canguaretama, o pequenino João Pedro foi o centro das atenções.

Enquanto algumas crianças faziam uma apresentação, o “Coroinha de Deus“, o nosso pequenino João Pedro, dava início a sua historinha.

Enquanto o padre Flávio dava continuidade a Santa Missa, o nosso pequenino João Pedro tomava o assento principal no altar da Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Ao retornar ao seu lugar, como manda o ritual, o pequenino João Pedro majestosamente reclamava o seu trono.

Compreendendo o momento ímpar do pequenino João Pedro, o celebrante com o coração aberto e sorridente, não se conteve e demonstrou sua alegria.

Em verdade vos declaro: quem não receber  o Reino de Deus como uma criancinha, nele não entrará. (Lucas 18,15-17)

O Coroinha de Deus queria muito mais, e novas experiências foram concedidas pelo celebrante, padre Flávio Herculano.

João Pedro querendo saber a razão de tudo, descobriu uma pequena abertura no paramentos do padre Flávio e resolveu investigar.

Pacientemente o servo de Deus cooperava com as descobertas do nosso pequenino João Pedro.

Ser criança é estar em constante estágio de aprendizado, é querer buscar e descobrir verdades sem a armadura da dúvida.

O padre Flávio continuava sua celebração, mas o pequenino João Pedro ainda queria saber mais.

Agora o  nosso João Pedro pede para conferir os avisos e foi prontamente atendido pelo padre amigo das crianças.

O que se faz agora com as crianças é o que elas farão depois com a sociedade.

No momento reservado para cantar o parabéns para você, o nosso amiguinho ainda tinha algo para pedir.

Percebendo o desejo do nosso pequenino João Pedro, o padre amigo das crianças entregou o microfone para o Coroinha de Deus, que logo em seguida cantou com toda a Igreja o parabéns para os aniversariantes convidados ao altar.

“Ser criança é acreditar que tudo é possível. /É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco.

É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos. / Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles.

É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar. / Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.

Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser.”


Gilberto dos Reis.

2 responses to “CANGUARETAMA: JOÃO PEDRO, O COROINHA DE DEUS

  1. Que lindo joao,que Deus te ilumine sempre,e parabens padre flavio pela calma de atender o joao.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo