Conselho político de Rosalba também poderá indicar Emater, Detran e Caern

rosalba

O conselho político do governo do Estado, formado pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM), o senador José Agripino (DEM), o ministro Garibaldi Filho (PMDB), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), o deputado federal João Maia (PR) e o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta (PMN), deverá chegar a um consenso em torno das modificações a serem propostas para o governo do Estado no próximo sábado, durante reunião em Natal. A ideia é que as sugestões do conselho se deem por meio de uma nota à imprensa.

Já está claro que toda a reclamação da dita “base política” do governo gira em torno da ocupação de espaços. No entanto, para esconder o puro e simples fisiologismo tão rejeitado pela sociedade, os partidos irão fazer as indicações sob o manto do conselho político, que assumirá todas as sugestões. O que não se sabia, até hoje, porém, era que, além das pastas de Recursos Hídricos, Agricultura e, possivelmente, Saúde, os partidos que apoiam Rosalba também irão ofertar ao governo sugestões de mudanças em outros cargos da estrutura administrativa do Estado, quais sejam a EMATER, o DETRAN e a CAERN.

Por conta disso, o clima entre o governo e setores aliados não anda nada bom. Em verdade, uma “guerra surda” estaria sendo travada entre o grupo da governadora e os líderes do PMDB. De um lado, o núcleo mais próximo da governadora, constituído por seu marido, o secretário-chefe do Gabinete Civil Carlos Augusto Rosado, e pelo seu cunhado, o deputado federal Betinho Rosado, irmão de Carlos Augusto, defende a manutenção dos espaços ocupados por indicação deles. Do outro lado, o PMDB, e mais o PMN do presidente da Assembleia, Ricardo Motta, e o PR, do deputado federal João Maia, que formam o conselho político, lutam para ocupar parte desses espaços.

O governo Rosalba já aceitou ceder Agricultura e Recursos Hídricos, e a indicação para a pasta da Saúde. Contudo, alegando que os cargos mais cobiçados estão concentrados nas mãos do grupo da governadora, os aliados dela estariam pleiteando a EMATER, responsável pelo Programa do Leite, a CAERN, responsável pelo programa de saneamento, e o DETRAN.

No caso da Agricultura, já está certa a indicação do atual presidente da Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores (Anorc), Júnior Teixeira, ex-prefeito peemedebista do município de Serrinha. Para os Recursos Hídricos ainda não há um nome confirmado. Quanto à Saúde, nesta quarta-feira, o deputado estadual Kelps Lima foi posto como um nome de consenso para ocupar o cargo de secretário estadual de saúde, mas terminou o dia sem definição.

Deu no Jornal de Hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo