ARCEBISPO DOM JAIME VIEIRA CONCEDE ENTREVISTA AO BLOG

x

O Blog entrevistou o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vierira Rocha, na noite da quarta-feira(17). O encontro aconteceu na Casa Paroquial, residência oficial do pároco Matias Soares e do vigário paroquial, José  Lenilson.

Mostrando profundo conhecimento sobre os aspectos social, econômico e político do Brasil, Dom Jaime foi um verdadeiro mestre nas sua respostas. Confira a entrevista.

x

Daltro Emerenciano – A sociedade brasileira está nas ruas mudando paradígmas e quebrando o silêncio. Como o senhor analisa e ler o atual quadro sociopolítico do país?

Dom Jaime Vieira– Eu vejo como algo muito positivo porque a população brasileira acordou do seu berço explêndidido, que parecia estarmos em uma atitude de indiferenças. Nós estamos vivendo um período onde o exercício da cidadania é salutar à democracia.

Daltro Emernciano – Como a igreja, num contexto de pós modernidade pode ajudar no equilíbrio das relações humanas e institucionais do país e do nosso Estado?

Dom Jaime Vieira – Eu me lembro muito bem que a igreja na sua vivência pastoral e evangelizadora contribuiu muito para esse processo democrático. As manifestações que se romperam espontaneamente nas ruas, como aquele grito em plena ditadura militar, do sindicato do ABC, o bispo de Santo André abriu a sua catedrau para a assembleia dos trabalhadores, que foram deflagrando greves em pleno regime militar, que era quase que impossível. Havia na Igreja uma ação muito forte das Comuidades Eclesiáticas de Base. Quando Lula perdeu a sua primeira campanha o jornal Estadão, jornal de alta influência política no Brasil, dizia em manchete: “As CEBs perderam”, dizendo que Lula era candidato das Comunidades de Base. Por aí fomos vivendo esses momentos até chegarmos a esse estado democrático que estamos vivendo, mas mesmo assim, nem todas as militâncias estão aptas para assumir o poder.

x

Daltro Emerenciano – Os nossos representantes, verdadeiros pastores condutores do seu rebanho, em todos os momentos do nosso município, quando são convocados expressam opiniões que são ouvidas e repercutidas na sociedade. Os demais padres e fiéis leigos estão preparados para os novos desafios na pós-modernidade?

Dom Jaime Vieira –  Eu disse mais ou menos isso na pregação. Nós estamos agora sobre a mira da sociedade, e uma arma muito poderosa que a sociedade conta hoje são as redes sociais, que estão aí como elemento novo, cobrando de todas as pessoas públicas a responsabilidade, coerência e transparência. Pelo que eu vejo aqui em São José de Mipibu o padre Matias e o padre Lenilson são essas pessoas de credibilidade, pessoas sérias que zelam por esses princípios, e é preciso que tenhamos essa visão. É claro que nem o nosso Senhor agradou a todos, e as vezes quando tomamos alguma decisão muitas vezes não agradamos a todos, mas eu acho que a Igreja está atenta a tudo isso, e se não formos coerentes com a nossa missão o povo começa a cobrar. Agora é preciso que os meios de comuniucação sejam revestidos da verdade, da ética, da responsabilidade. O Papa Francisco disse hoje uma coisa muito séria, “tudo aquilo que, quer pessoas ou coisas, que atrapalham o evengelho deve ser afastado da igreja. Nós precisamos ter muita atenção a isso. 

x

Agradecemos aos padres Matias Soares e José e Lenilson, mediadores do nosso encontro com o arcebispo Dom Jaime Vieira, que de forma muito elegante nos acolheu na Casa Paroquial concedendo essa entrevista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo