EX-GOVERNADOR DA PARAÍBA VIRA RÉU POR FRAUDES E CORRUPÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE

Ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho — Foto: Junior Fernandes/Secom-PB

O juiz Adilson Fabrício Gomes, da 1ª Vara Criminal de João Pessoa, aceitou denúncia contra o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) e mais sete pessoas ligadas a ele por fraudes na área da saúde. Os oito agora são réus por corrupção, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

A denúncia se baseia na Operação Calvário, deflagrada para investigar corrupção na contratação de Organizações Sociais pelo Lifesa, o laboratório estatal paraibano.

Segundo o MP da Paraíba, a empresa Troy SP, que teria Coutinho como “proprietário de fato”, comprou parte do capital social do Lifesa.

Depois, como governador, Coutinho injetou capital público na empresa para que ele pudesse lucrar quando saísse do cargo.

A namorada de Coutinho, Amanda Araújo, foi nomeada por ele para comandar o Lifesa e passou a liderar também um esquema de contratação superfaturada de Organizações Sociais(OS) por dispensa de licitação. Essas OS eram controladas por operadores apontados pelo Ministério Público.

Além de Coutinho e da namorada, foram denunciados Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador; Waldson Dias de Souza, ex-secretário de Saúde da Parabía; Gilberto Carneiro, ex-procurador-geral do Estado; e os operadores Daniel Gomes da Silva, Maurício Rocha Alves e Aluísio Freitas de Almeida Júnior.

Por  O Antagonista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo