FALECEU FERNANDO MARINHO, O NOSSO FERNANDO PEDAL DE OURO

É com sentimento de profunda tristeza que noticiamos o falecimento da amigo Fernando Luis Marinho Fonseca, 62 anos de idade, ocorrido no início da manhã deste domingo(19), na sua residência, onde por motivos ainda não esclarecidos, Fernando tirou a sua própria vida. Natural de Tangará, onde é querido pelos amigos, Fernando também fez história na cidade de  São José de Mipibu.

O  tangaraense saudosista Fernando era casado com Suzana Maria Dantas Marinho, com quem teve os filhos  Sandy Quandt e Lucas Quandt Dantas Marinho.

 Fernando Pedal de ouro ou Ferrão , como era carinhosamente chamado pelos amigos, deixa além da família, uma legião de amigos, que sentem pela  sua despedida tão inesperada.

O corpo será velado na residência dele, no centro da cidade de São José de Mipibu.  O sepultamento que  vai acontecer  no Cemitério Municipal de São José de Mipibu,  às 16 horas da segunda-feira(20).

Externamos o nosso pesar pelo partida de FERNANDO, e diante dessa perda irreparável, estamos em oração para que Deus conforte o coração da família  e amigos, com a certeza de que ela terá morada eterna no coração dos seus.

Apesar de ter sido uma pessoa reservada, Fernando, nas redes sociais externava cotidianamente por meio de fotos antigas o seu carinho por Tangará, sua terra Natal, e por São José de Mipibu, cidade que escolheu para morar.

Em Tangará, Fernando construiu na frente de sua casa o “Calçadão 190”, um lugar acolhedor onde a política local é assunto abordado por apoiadores das diferentes correntes partidárias do lugar.

Por vezes fui à residência de Fernando em Tangará, onde causos do passado são contados e repetidos noite adentro, tirando sorrisos e gargalhadas na rua onde tem como moradores duas importantes lideranças políticas detentoras de vários mandatos, os vereadores Cezinha Barbosa, meu ex-aluno e amigo, e Antonio Custódio, cunhado de Cezinha.

Homem sábio e amigo fiel, Fernando foi o meu norte em muitas decisões. Hoje, diante da saudade com o meu coração de luto, peço à Deus força e equilíbrio para suportar tamanha perda.  Descanse em paz, amigo.

4 responses to “FALECEU FERNANDO MARINHO, O NOSSO FERNANDO PEDAL DE OURO

  1. Meu grande amigo e compadre FERNANDO, é com muito pesar que recebo essa triste notícia. Meu Compadre, pessoa maravilhosa e que nos deixará eternas saudades.Meu coração está de luto e meu peito já transborda pela dor da perda.Que nosso Pai celestial o receba e conforte a todos, família e amigos. pois só ele, tem a supremacia de transformar o tempo e com ele, a dor em saudades, em boas lembranças e o legado deixado por ti, amigo, uma pessoa tão especial que adormeceu na morte,mas jamais será esquecida.Compadre, mesmo sentindo tua ausência, estarás no meu coração, certamente nos teus familiares como uma estrela que nunca deixará de BRILHAR.

  2. A familia Telerniana expressa nesse momento essa perda. pedindo ao nosso Pai Celestial o receba em sua nova casa e de o merecido conforto a todos os seus familiares. pois so ele de transformar essa dor em saudade.

  3. Querido amigo, ainda estou sem acreditar, você sempre foi um homem bom, admirável e respeitado, deixou saudades e muitos amigos. Sentiremos sua falta, Ferrão!

  4. Hoje moro na cidade do Recife, mas morei em Tangará dos nove aos 16 anos e tinha uma amizade com o irmão dele, o João Maria. Sempre via Ferrão com um sorriso no rosto. Durante o tempo em que morei nesta cidade, nunca ouvi algo que desabonasse a sua conduta. Sempre foi um cara tranquilo, bom jogador e até pouco tempo conversava com ele via Facebook, sempre via as fotos que ele postava, fotos essas que, de certa maneira me trazia lembranças dos meus familiares e amigos que residem em Tangará. Fiquei muito triste com sua partida, mas sei que, de algum modo, Deus estará com ele. Espero que Deus conforte toda a sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo