LIVE DE CRISTIANE VAI DEBATER OS 14 ANOS DA LEI MARIA DA PENHA, NESTA SEXTA-FEIRA (07)

Dando início à programação de lives, dentro das atividades virtuais do Agosto Lilás – Mês de Proteção à Mulher, a deputada estadual e presidente da Frente Parlamentar da Mulher, da Assembleia Legislativa do RN, Cristiane Dantas (Solidariedade), vai realizar uma live no Instagram @depcristianedantas, nesta sexta-feira (07), às 18h.

A transmissão ao vivo vai abordar como tema “14 anos da Lei Maria da Penha” e contará com as participações da advogada e coordenadora jurídica do Instituto Maria da Penha, Anabel Pessôa; e da defensora pública do Rio Grande do Norte, Anna Lúcia Raymundo.

A Lei nº 11.340/2006, a chamada Lei Maria da Penha, vai completar 14 anos em vigor no Brasil, nesta sexta-feira, dia 07 de agosto. A lei tornou crime a violência doméstica contra a mulher e traz uma série de medidas e políticas públicas a serem adotadas pela União, Estados e municípios, a fim de garantir a prevenção, o combate e as vítimas dessa violência.

No Rio Grande do Norte, durante a pandemia, mais de 2.000 mil casos de violência doméstica foram registrados no primeiro semestre de 2020, representando um aumento de 31% em relação ao mesmo período de 2019. Segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública, também foram registrados 10 feminicídios.

“O debate virtual será importante para avaliarmos as lacunas que ainda precisam ser preenchidas no combate à violência doméstica. É preciso saber como o Rio Grande do Norte tem sido avaliado pelo Instituto Maria da Penha, que mobiliza o Brasil contra a violência doméstica. Conto com a participação de todos”, diz a deputada.

 

Durante a live, as participantes irão interagir com o público e responderão à perguntas, que também podem ser enviadas no direct do Instagram da deputada ou pelo email: [email protected].

SERVIÇO

LIVE “14 ANOS DA LEI MARIA DA PENHA”

07/08, às 18h

Instagram: @depcristianedantas

Participantes: Anabel Pessoa, advogada e coordenadora Jurídica do Instituto Maria da Penha; e Anna Lúcia Raymundo, Defensora Pública do Rio Grande do Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo