PROJETO OBRIGA REDES SOCIAIS A FAZEREM ALERTA SOBRE TRABALHO INFANTIL

A proposta foi apresentada pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) à Câmara dos Deputados. Ele argumenta que, mesmo que a legislação brasileira proíba o trabalho infantil, ainda existem 2,7 milhões de crianças e adolescentes que trabalham para contribuir com o sustento da família, muitos deixando a escola.

“Para reduzir o número de crianças e adolescentes que trabalham, é necessário conscientizar os públicos envolvidos por meio das redes sociais. Então, o projeto obriga as redes a, mensalmente, colocar em suas páginas alertas sobre o trabalho infantil”, defende Frota.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo