100% DOS PEDIDOS DE IMPEACHMENT DE BOLSONARO SÃO “INÚTEIS”, DIZ LIRA

Foto: Sergio Lima

O presidente da Câmara falou que 90% a 95% dos pedidos não tinham “absolutamente nenhuma razão de terem sido apresentados” a não ser a tentativa de causar “um fato político” e os demais tinham “muito pouca coisa”.

“Eu não posso concordar com o que disse o presidente Arthur Lira de que 95% dos pedidos de impeachment não têm consistência nenhuma”, disse Fontana em sessão da Câmara nessa 3ª (27.abr).

“Eu vejo muita consistência em diversos pedidos, mas mais do que isso eu quero ter o direito democrático de poder analisar esses pedidos, numa comissão processante, com debates, busca de dados, que é o papel do parlamento. Por isso, encerro essa fala apelando mais uma vez para que seja acolhido um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro.”

Lira, então, respondeu:

“Eu ouvi Vossa Excelência calado e espero que Vossa Excelência também me ouça calado. Não cabe a esta Casa, neste momento, instabilizar (sic) uma situação por conveniência política de A ou de B. O tempo é o da Constituição, na conveniência e na oportunidade. Os pedidos de impeachment, em 100%, não 95%, em 100% dos que já analisei são inúteis para o que entraram e para o que solicitaram.”

O presidente da Câmara ainda pediu que o colega tivesse paciência.

“Queria só pedir um pouco de reflexão ao deputado Fontana, que eu não via esses apelos nos 2 anos do ex-presidente Rodrigo Maia”, falou Lira.

“Então, eu estou há 2 meses, deputado Fontana, e pediria à Vossa Excelência um pouco mais de tranquilidade, um pouco mais de paciência.”

Por; Poder 360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo