7 EM CADA 10 HOSPITAIS DE PONTA DIZEM QUE INSUMOS ACABAM EM UMA SEMANA

Foto: Sérgio Lima

Com UTIs públicas e privadas lotadas, sete em cada dez hospitais de excelência do país enfrentam problemas com abastecimento de oxigênio e anestésicos para tratar pacientes com Covid-19 e correm o risco de ver seus estoques acabarem nos próximos dias.

A constatação é de um levantamento da Anahp (Associação Nacional de Hospitais Privados) com 88 instituições de ponta de todas as regiões do país, feito na terça (6). Cerca de 75% delas dizem que só têm o abastecimento garantido por uma semana ou menos. A situação também está crítica nos hospitais públicos.

Quanto aos anestésicos, a situação é ainda pior: 23 hospitais relatam que estarão com os estoques zerados até a próxima sexta. Além das cidades acima, instituições de Atibaia (SP), Bento Gonçalves (RS), Brasília (DF), Niterói (RJ), Cariacica (ES), Serra (ES) e Ipatinga (MG) enfrentam o problema.

Quanto ao “kit intubação”, conjunto de anestésicos, sedativos e bloqueadores musculares, 27 hospitais afirmam que vivem uma situação crítica, com os medicamentos também acabando nesta semana. Só 17% dos hospitais dizem ter reserva para mais de duas semanas.

Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo