AO VIVO: OMAR AZIZ É ELEITO PRESIDENTE DA CPI DA COVID E INDICA RENAN CALHEIROS COMO RELATOR

Edilson Rodrigues/Agência Senado

O Senado iniciou na manhã desta terça-feira os trabalhos da CPI da Covid, comissão que vai investigar as ações e possíveis omissões do governo federal durante a crise sanitária no Brasil.

Logo no início da sessão, os parlamentares foram informados que  o Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF-1) suspendeu a liminar de primeira instância que impedia o senador Renan Calheiros (MDB-AL) de assumir a relatoria da CPI da Covid.

A decisão foi uma resposta ao recurso apresentado pela Mesa do Senado Federal, que recorreu de uma liminar concedida em uma ação popular movida pela deputada  Carla Zambelli (PSL-SP),  junto ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Durante a sessão, o senador Omar Aziz (PSD-AM), que preside a CPI da Covid, indicou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) como relator do colegiado.

https://youtu.be/pyTjnz751qE

Após duas horas de sessão, os senadores votaram para escolher os seus integrantes. Com oito votos, o senador Omar Aziz (PSD-AM) foi eleito presidente da CPI. O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) teve três votos e saiu derrotado. Na vice-presidência, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi eleito com sete votos. Houve quatro abstenções.

Após ser eleito presidente da Covid, Aziz disse que o colegiado agirá de forma “transparente e literalmente técnico”. Também defendeu ações equilibradas para ajudar no combate à pandemia e disse que não vai permitir que questões políticas interfiram nos trabalhos.

— Sei que o debate será proveitoso e que essa CPI levará uma esperança maior na aquisição de vacinas, kits e tecnologia para que possamos dar uma esperança para milhares de pessoas. Não dá para a gente discutir questões políticas em cima de quase 400 mil mortos — disse Aziz

Ele afirmou, ainda, que “não haverá prejulgamento” de sua parte e que é preciso ter isenção porque entre os mortos pelo novo coronavírus há pessoas de diferentes correntes políticas:

— Essa CPI não pode servir para se vingar de ninguém, ela tem que fazer justiça pelos órfãos que perderam o pai e a mãe e agora têm futuro incerto. Essa CPI não é de 11 senadores titulares e 7 suplentes, ela está no lar de todos os brasileiros.

O presidente eleito afirmou ainda ninguém pode ser protegido no colegiado. E defendeu que é preciso descobrir “o que deixou de ser feito” na gestão da pandemia, “seja ele ministro, assessor ou quem for”.

— Vamos seguir daqui para frente com toda a dignidade que o povo brasileiro espera da gente — declarou Aziz.

Governista, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) criticou o discurso de Omar Aziz (PSD-AM) e disse que a CPI não deve fazer justiça pelas vítimas da Covid-19.

— Essa CPI não tem esse papel. Por mais que quiséssemos ter força instrumental para formulação de políticas públicas de enfrentamento da pandemia. CPI investiga fato determinado, sobretudo do passado, mas não serve para fazer justiça aos mortos — disse Marcos Rogério.

Agência O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo