DESEMPREGO BATE RECORDE E ATINGE 14,4 MILHÕES

Foto: Sérgio Lima

O Brasil registrou 14,4 milhões de desempregados no trimestre encerrado em fevereiro de 2021 (dezembro, janeiro e fevereiro), recorde para a série histórica, iniciada em 2012.

A marca representa uma alta de 2,9% (mais 400 mil pessoas desocupadas) ante o trimestre anterior, de setembro a novembro de 2020 (14 milhões de pessoas).

Os dados foram divulgados nesta 6ª feira (30.abr.2021) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Eis a íntegra (749 KB).

A taxa de desocupação atingiu 14,4%, ficando estável frente ao trimestre de setembro a novembro de 2020 (14,1%) e com alta de 2,7 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre móvel de 2020 (11,6%).

A população ocupada (85,9 milhões de pessoas) ficou estável em relação ao trimestre móvel anterior e caiu 8,3%, (menos 7,8 milhões de pessoas) frente ao mesmo trimestre de 2020.

O nível de ocupação (percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar) chegou a 48,6%, ficando estável frente ao trimestre móvel anterior (48,6%) e recuando 5,9 p.p. em relação a igual trimestre do ano anterior (54,5%).

A população subutilizada (32,6 milhões de pessoas) ficou estável frente ao trimestre móvel anterior e cresceu 21,9% (mais 5,9 milhões de pessoas) em relação a igual trimestre de 2020.

A população fora da força de trabalho (76,4 milhões de pessoas) ficou estável ante o trimestre anterior e cresceu 15,9% (10,5 milhões de pessoas) frente a igual trimestre de 2020.

Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo