LEWANDOWSKI VAI RELATAR AÇÃO CONTRA RENAN CALHEIROS NA CPI DA COVID

Foto: Sérgio Lima

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski foi sorteado, nesta 4ª feira (28.abr.2021), para relatar uma ação contra a indicação do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para relatoria da CPI da Covid.

Os senadores Marcos Rogério (DEM-RO), Eduardo Girão (Podemos-CE) e Jorginho Mello (PL-SC) entraram no STF na noite de 3ª feira (27.abr).

O colegiado foi instalado na 3ª e quer investigar ações e omissões do governo federal e o uso de recursos federais por governadores e prefeitos no combate à pandemia.

O pedido é o mesmo que o senador Jorginho Mello fez durante a instalação da CPI, para que sejam afastados do colegiado senadores que tenham laços sanguíneos com pessoas cujos atos de combate à pandemia serão também escrutinados pela CPI. A ação atingiria Renan CalheirosJader Barbalho (MDB-PA), ambos pais de governadores.

O pedido visa retirar os senadores da comissão e diz que a Constituição e o regimento interno da Casa são claros ao dizer que há o dever de se manter a impessoalidade e de os congressistas se afastarem de análises em que possam ser imparciais.

Outro ponto destacado pelo texto é a antecipação de julgamento de fatos ligados ao combate à pandemia pelo senador Renan. Para isso, a acusação anexa fotos de textos em jornais, que mostram críticas à condução do governo federal. Eis a íntegra (1,2 MB).

Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo