MENINA DE 6 ANOS MORTA APÓS AGRESSÕES RECEBIA COMIDA ESTRAGADA, DIZ JORNAL

Foto: Reprodução

A menina Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de 6 anos, que morreu no sábado (24) após ser castigada pela mãe e pela madrasta, em Porto Real, a cerca de 150 km do Rio de Janeiro, se alimentava de comida estragada e já chegou a apanhar por derrubar uma caixa de leite, segundo o jornal O Globo.

Segundo investigações da Polícia Civil do 100º DP (Porto Real) às quais o jornal teve acesso, Gilmara Oliveira de Farias, de 27 anos – a mãe da criança -, e Brena Luane Barbosa Nunes, de 25 anos – a madrasta – já chegaram a alimentar Ketelen com comida estragada, pão mofado e café.

Em depoimento, a mãe de Brena, Rosângela Nunes, que também morava com a criança e responde à Justiça por omissão diante das agressões, disse que no dia 16 de abril Ketelen chegou a apanhar após derrubar no chão uma caixa de leite que bebeu “desesperada de fome”, revelou O Globo.

Ainda segundo detalhes das investigações publicadas, Gilmara e Brena chegaram se acusar durante depoimentos sobre quem agredia mais a criança. A madrasta ainda diz ter agido agressivamente a mando da mãe da menina.

Na quinta-feira (22), a Justiça decretou a prisão preventiva da mãe da menina e namorada. Elas estão presas e devem responder pelo crime de homicídio.

UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo