DESEMBARGADORA QUE GANHA SALÁRIO DE R$ 35 MIL PEDE QUE TJMA A REEMBOLSE POR GASTOS COM ENERGIA E INTERNET NO HOME OFFICE

Desembargadora Nelma Sarney. Foto: Tribunal de Justiça do Maranhão

A desembargadora Nelma Sarney, cunhada do ex-presidente José Sarney (MDB-MA), pediu que a presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão considere compensar os gastos a mais que os magistrados têm tido com eletricidade, internet e compra de equipamentos no regime de home office.

Em ofício, Nelma diz que não se trata de ajuda de custo, mas de justa e correta compensação de gastos. O salário-base de um desembargador é de R$ 35,5 mil, sem contar penduricalhos e vantagens extras.

Folha de S Paulo/Justiça Potiguar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo