MONTE DAS GAMELEIRAS DECRETA TOQUE DE RECOLHER DAS 18H ÀS 5H E PROÍBE FUNCIONAMENTO DE HOTÉIS, BARES E CONVENIÊNCIAS

A Prefeitura  Monte das Gameleiras,  município do RN a 140 quilômetros da capital potiguar, decretou toque de recolher das 18h às 5h e ainda o fechamento de bares, hotéis, clubes e conveniências.

O prefeito Jailton Félix reuniu secretários, profissionais da Saúde e vereadores na manhã da última sexta-feira (30), para definir medidas restritivas mais rígidas para conter o avanço do coronavirus em Monte das Gameleiras, com fiscalizações diárias em todo município.

As medidas restritivas constam em decreto publicado nesta terça-feira (4) e ficam em vigor até o dia 17 de maio. O decreto também proíbe o consumo de bebida alcoólica em ambientes públicos do município. Confira o decreto na íntegra.

De acordo com a publicação, as medidas são necessárias diante do aumento do número de casos de Covid-19 no município e da “notícia da circulação de novas cepas do coronavirus mais virulentas e mais agressivas”.

De acordo com a prefeitura, Monte das Gameleiras tem 266 casos confirmados de Covid-19 e 4 óbitos pela doença.

O toque de recolher é válido todos os dias da semana, das 18h às 5h, e durante sua vigência só é permitida a circulação de pessoas em razão de serviços e atividades essenciais. O decreto do município pe ainda mais duro que o estadual que estabelece toque de recolher das 22h às 6h.

Foto: Reprodução/Rede Social

Cumprindo determinação do novo decreto com novas medidas mais rígidas de combate ao avanço da Covid-19 em Monte das Gameleiras, a Vigilância Sanitaria e Polícia Militar realizam o trabalho de demarcação e fiscalização nos comércios de utilidades essenciais e distribui informativo do Decreto Municipal em todos os estabelecimentos do município no início da noite desta segunda-feira (03).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo