MULTIDÃO LOTA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS EM APOIO A BOLSONARO, NESTE SÁBADO; VEJA VÍDEO

Foto: Reprodução

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro lotaram o gramado central da Esplanada dos Ministérios neste sábado (15). Desde às 6h da manhã foi bloqueado o trânsito nas vias S1 e N1, que dão acesso a Esplanada. A movimentação das comitivas de caminhoneiro e produtores rurais teve início no começo da tarde.

A presença em peso dos manifestantes atende ao pedido feito por Bolsonaro no último domingo (9), durante um passeio de moto pelas ruas centrais de Brasília. Em vídeos publicados nas redes sociais, e alguns replicados pelo próprio Bolsonaro, os manifestantes afirmam que o ato é em defesa da “direita brasileira” em “total apoio ao presidente Bolsonaro” e contra as medidas restritivas, adotadas por diversos governadores.

Eles gritaram palavras de ordem como “Eu autorizo”, assim como na manifestação de 1º de maio. Do carro de som, um dos coordenadores do evento afirmou: “Vamos autorizar o nosso presidente Bolsonaro a fazer tudo dentro da legalidade para que o nosso artigo 5º seja respeitado, nos só queremos liberdade para trabalhar”.

Também foi possível ouvir gritos de “Renan vagabundo!”. Fazem referência à troca de insultos entre Flávio Bolsonaro e o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid.

Um dos organizadores do movimento Brasil Verde e Amarelo afirma em vídeo, que Bolsonaro tem apoio para fazer o que quiser. “Convocamos toda sociedade de modo geral, você comerciante que sofreu muito com lockdown, você industrial que teve esse mesmo problema, essa maluquice de alguns governadores e prefeitos, aonde não deixaram a nossa economia andar. Tentando prejudicar de toda forma nossa presidente da República Jair Bolsonaro. Vamos dizer chega! Presidente nós autorizamos, faça o que tem que ser feito”.

Entre os idealizadores do ato de apoio à Bolsonaro estão também,  a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), a Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra (Andaterra) e a Associação dos Cafeicultores do Brasil (Sincal), Movimento Pátria Amada Brasil, Movimento Nas Ruas, Movimento Eu autorizo Presidente e Movimento Direita Parecis Agro.

Os evangélicos também fizeram frente no ato de apoio a direita brasileira,  e desde às 9h estiveram reunidos,  por meios dos grupos organizados e seus pastores na Marcha das Famílias com Deus pela Liberdade.

Por volta das 16h, Bolsonaro apareceu montado em um cavalo. O presidente estava acompanhado dos ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles; da Agricultura,Tereza Cristina;  do Turismo, Gilson Machado, da Infraestrutura, Tarcísio Gomes e do general Braga Neto, ministro da Defesa.

A Polícia Militar do Distrito Federal esteve presente na Esplanada dos Ministérios e ajudou na organização do trânsito, com a escolta de caminhões e ônibus do Recanto das Emas até a zona central de Brasília. Não houve divulgação do número de manifestantes que estiveram no local, mas pelas imagens divulgadas pela PMDF, o gramado central da Esplanada ficou praticamente lotado.

Com informações de Poder 360/Diário do Poder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo