PAZUELLO NEGOU, MAS BOLSONARO QUER VÊ-LO DISPUTANDO O GOVERNO DO AMAZONAS

Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello – Foto: Euzuvaldo Queiroz/Especial MS

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello negou à CPI da Pandemia que pretenda ser candidato em 2022 a cargo majoritário no Amazonas, onde vive sua família.

Ele justificou que é “muita responsabilidade” governar ou exercer mandato de senador. Mas não vai escapar dessa nova “missão” do presidente Jair Bolsonaro, que revelou a ministros mais próximos o desejo de que Pazuello dispute o governo amazonense.

O presidente acha que o ex-ministro poderá “prestar contas” de sua atuação contra covid no Estado.

Bolsonaro e governistas gostaram do desempenho de Pazuello na CPI. Acham que houve momentos complicados, mas no geral ele foi bem

Carioca, filho de empresário, o ex-ministro se ligou ao Amazonas por meio de suas atividades em unidade do Exército no Estado.

No Amazonas, o general se deixou picar pela “mosca azul” ao se relacionar com políticos, que buscam opções às velhas “raposas” locais.

Diário do Poder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo