AO VIVO: CPI DA PANDEMIA OUVE A MÉDICA NISE YAMAGUCHI

Foto: Agência Senado/Divulgação

A CPI da Pandemia ouve neste momento a médica Nise Yamaguchi, oncologista e imunologista, que defende o chamado “tratamento precoce” para a Covid-19.

Funcionária do Hospital Israelita Albert Einstein, Nise tem 62 anos e chegou a ser cotada para o cargo de ministra da Saúde após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, em abril de 2020, e no mês seguinte, quando Nelson Teich deixou o comando da pasta, 29 dias após sua nomeação.

Resumo de CPI da Pandemia:

Nise: Nunca estive sozinha com o presidente da Republica

Questionada pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM) sobre quantas vezes havia se reunido com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), Nise afirmou se lembrar de 4 ou 5 ocasiões.

“[Foram] vários momentos sociais. Umas 4 ou 5 vezes. E nenhum momento só eu e ele. Tivemos uma reunião com os médicos pela vida, outra reunião sobre células-tronco, sobre outras coisas”, afirmou.

Ela disse ainda que esteve em uma reunião interministerial presidida pelo general Braga Netto e que tev a presença do ministro da Saúde e do diretor da Anvisa.

“Eu fui convidada, uma colaboradora eventual.”

Médica diz não integrar e desconhecer existência de gabinete paralelo

Perguntada se fazia parte de um suposto gabinete paralelo de aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre assuntos relacionados à pandemia à margem do Ministério da Saúde, Nise disse desconhecer a existência de tal estrutura.

“Eu desconheço um gabinete paralelo e muito menos que eu integre qualquer gabinete paralelo”, afirmou.

“Eu sou uma colaboradora eventual e participo junto com os ministros de Saúde, deixei bem claro, como médica, cientista, chamada para opinar em comissões técnicas, em reuniões governamentais, reuniões específicas com setores do Ministério da Saúde”, completou.

Ela disse ainda que nunca levou para essas reuniões com Bolsonaro sua defesa de tese da imunidade de rebanho.

“Não, nunca discuti imunidade de rebanho com ele. Na realidade, tive poucos encontros. O que eu tenho são posições públicas, que são bastante detalhadas e muito bem estruturadas, baseadas na ciência daquele momento.”

CNN Brasil

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo