MINISTRO FÁBIO FARIA LAMENTA NARRATIVA DO “QUANTO PIOR MELHOR” ADOTADA POR JORNALISTAS, POLÍTICOS E ARTISTAS

Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, destacou em sua em sua conta do Twitter neste sábado (19), o tom adotado por políticos, artirtas e jornalistas para lamentar as mortes por covid-19 no Brasil,  mas que  nunca veremos os mesmos comemorando os 86 milhões  de doses aplicadas ou os 18 milhões de curados, porque o tom é sempre o do “quanto pior, melhor”, e ressalta que, infelizmente,  eles torcem pelo vírus.

O  Brasil ultrapassou neste sábado, meio milhão de mortes decorrentes da Covid-19.

Após o ministro da Saúde  usar o Twitter para lembrar a marca alcançada e prestar solidariedade às famílias dos mortos,  Fábio Faria destacou  a luta, o trabalho incansavel de Marcelo Queiroga, para vacinar os brasileiros, e os  660 milhões de doses para  vacinar todo o país.

Faria destaca ainda o silêncio com a  marca de 100 mil mortes no estado de São Paulo e que quando esses números dos estados se somam e se chega a um número nacional, gera um estardalhaço.  E lembra que estados e municípios  têm autonomia nas medidas contra a Covid-19.

E ressalta que nada disso importa, pois o que existe é uma tentativa coordenada de colocar tudo na conta do presidente Jair Bolsonaro e minimizar todo o trabalho e esforços do governo federal no combate a pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo