SANCIONADA A LEI QUE RECONHECE CARNAÚBA DOS DANTAS COMO A “TERRA DA MÚSICA” POTIGUAR

Foto: Divulgação

Em solenidade virtual realizada a partir da Governadoria, na manhã desta quinta-feira (10), a governadora do Estado Fátima Bezerra (PT) sancionou a Lei nº 10.923/2021, que reconhece Carnaúba dos Dantas como a “Terra da Música” no âmbito do Rio Grande do Norte.

A iniciativa, aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa em maio deste ano, é do deputado estadual Hermano Morais (PSB).

De acordo com o parlamentar, Carnaúba dos Dantas tem na música uma das suas mais fortes manifestações culturais. Por isso mesmo, possui alguns filhos com destaque na cena nacional. “Em 2021, comemora-se os 150 anos de nascimento de Tonheca Dantas, orgulho dos seus concidadãos e fato que reforça esse reconhecimento estadual”, declarou Hermano.

A governadora lembrou que a cidade seridoense é o berço de grandes músicos potiguares. Além de Antônio Pedro Dantas, conhecido como Tonheca Dantas, também são naturais de Carnaúba dos Dantas, Felinto Lúcio Dantas e Márcio Dantas, que, segundo ela, “contam com reconhecimento nacional pela sua produção musical”.

Para o prefeito Gilson Dantas, “o reconhecimento da cidade como ‘Terra da Música’ reforça uma vocação já existente e projeta Carnaúba dos Dantas enquanto polo turístico e cultural”. Uma agenda alusiva aos 150 anos de Tonheca Dantas foi montada pela Prefeitura Municipal, com início neste final de semana.

Tonheca Dantas foi um notável compositor e maestro brasileiro, autor de uma obra de mais de mil peças musicais, dentre elas a imortalizada Valsa Royal Cinema. O maestro Felinto Lúcio Dantas, por sua vez, compôs valsas, mazurcas, dobrados e peças sacras. Já Márcio Dantas é maestro e permanece em atividade como regente da banda da cidade que agora possui o título de “Terra da Música” potiguar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo