TENENTE-CORONEL DO EXÉRCITO ATIRA EM LIMPADOR DE VIDRO EM BRIGA EM SEMÁFORO

Foto:  Divulgação/Polícia Civil

Um desentendimento por conta de um serviço de limpeza de para-brisa terminou com um lavador de carros baleado por um tenente-coronel do Exército, na tarde de ontem, no bairro Santa Cruz, região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a PM (Polícia Militar), o rapaz de 28 anos foi atingido por um disparo na perna depois de uma discussão.

A confusão começou quando ele jogou água no para-brisa do carro do tenente, que recusou a pagar pelo serviço. Uma enfermeira que passava pelo local pediu para que as pessoas anotassem a placa do carro. Segundo ela, Gladison teve um sangramento arterial e entrou em choque. Uma viatura da Polícia Militar passou e o levou para o hospital, e o lavador não corre risco de morte.

O tenente-coronel fugiu do local, mas foi encontrado na casa da irmã. Ele entregou a pistola 9 mm à polícia e foi liberado.

No Boletim de Ocorrência, o militar contou que o jovem não aceitou a recusa de pagamento e o atingiu na cabeça com golpes de cabo de vassoura. Em seguida, o tenente sacou a arma para tentar intimidar o lavador, mas as ameaças de agressão não pararam, conforme o depoimento.

O militar disse, então, que decidiu atirar na perna do lavador de carros por estar fragilizado após ter sido submetido a uma cirurgia há pouco tempo. Ainda segundo o B.O., o lavador de carros confessou que desferiu o golpe de vassouras contra o militar após ele ter se recusado a contribuir financeiramente com o serviço prestado.

A PM informou que o homem foi encaminhado imediatamente para o Pronto Socorro do Hospital João XXIII. Ele segue internado, mas o quadro é estável e não há risco de morrer.

UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo