O PAGAMENTO A CONTA-GOTAS DOS SALÁRIOS ATRASADOS É BONDADE, MALDADE OU MARKETING POLÍTICO?

Foto: Pedro Stropasolas

A gestão da governadora de origem popular, Fátima Bezerra, do PT, faz sofrer principalmente o servidor aposentado, que na maioria dos casos em decorrência da idade sobrevive com elevados custos, amargando salário em atraso não por falta de orçamento por parte do governo, porém por submissão ao modelo adotado pela atual gestão, que a conta gotas vem pagando o que é devido e obrigação, deixando o entendimento de que a gestora estadual está fazendo o máximo em favor do servidor público.

Em mensagem com prestação de contas à Assembleia Legislativa, a governadora Fátima Bezerra apresentou dados sobre as finanças do Estado em 2020. De acordo com os números apresentados naquela ocasião, o balanço financeiro apontou que o Governo do RN concluiu o exercício financeiro de 2020 com um saldo orçamentário de R$ 177,6 milhões. Esse saldo é a diferença entre as receitas arrecadadas no ano e o comprometimento com despesas por meio de empenhos.

O Governo afirmava que em 2020 recebeu em transferência da União R$ 1,8 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão em decorrência direta da pandemia do coronavírus e o resto por meio de recursos de convênios, emendas parlamentares obrigatórias, além de transferências para complementar os gastos com saúde, educação e segurança pública, portanto, diante dessa realidade manter os salários atrasados está mais para maldade do que para ausência de recursos.

Na possível tentativa de lembrar ao servidor a “bondade” da governadora, nos meses em que realiza parte dos pagamentos em aberto o governo anuncia a conclusão dos salários ainda devidos para datas futuras, passando a impressão de que o Executivo está fazendo de tudo para solucionar um desmando da gestão passada e não cumprir com sua obrigação. Manter o salário do servidor em dia é uma obrigação de qualquer governo, pagar o que se deve não é fazer favor, muito menos quando as finanças vão bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo