ABSURDO: SEM PLANEJAMENTO GOVERNO DO ESTADO PREJUDICA POSTO DE GASOLINA E PROVOCA CONGESTIONAMENTO NO LITORAL SUL

Fotos cedidas

O Governo do RN segue prejudicando a população e a atividade geradora de emprego e renda no estado. Uma blitz da Lei Seca que vem sendo realizada na avenida Márcio Marinho, em Pirangi, no Litoral Sul potiguar, além de atrapalhar o funcionamento de inúmeras atividades comerciais, e em especial o funcionamento do Posto Pium, dificultando o acesso de veículos ao abastecimento de combustíveis, como também utilizando o espeço privado para aplicar multas nos condutores dos veículos que apresentam irregularidades. A operação desastrosa do Governo do RN provoca um engarrafamento que vai de Pirangi do Norte até a praia Tabatinga.

Vale ressaltar que o Posto Pium, localizado em Pirangi do Norte passa o ano aguardando a chegada da alta estação para cobrir o fraco desempenho da atividade durante as outras épocas do ano e, é nesse momento que o Governo Fatima Bezerra chega para atrapalhar.

 

 

6 responses to “ABSURDO: SEM PLANEJAMENTO GOVERNO DO ESTADO PREJUDICA POSTO DE GASOLINA E PROVOCA CONGESTIONAMENTO NO LITORAL SUL

  1. Tanto lugar para fazer blitz, escolhem logo o estabelecimento comercial particular. Isto fere o art 170 da CF!!!

    Art. 170. A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios:

    I – soberania nacional;

    II – propriedade privada;

    III – função social da propriedade;

    IV – livre concorrência;

    V – defesa do consumidor;

    VI – defesa do meio ambiente;

    VI – defesa do meio ambiente, inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus processos de elaboração e prestação; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 42, de 19.12.2003)

    VII – redução das desigualdades regionais e sociais;

    VIII – busca do pleno emprego;

    IX – tratamento favorecido para as empresas brasileiras de capital nacional de pequeno porte.

    IX – tratamento favorecido para as empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sua sede e administração no País. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 6, de 1995)

    Parágrafo único. É assegurado a todos o livre exercício de qualquer atividade econômica, independentemente de autorização de órgãos públicos, salvo nos casos previstos em lei.

  2. Um completo absurdo e desrespeito com o cidadão e com a iniciativa privada, quem gera empregos e renda para este estado.

  3. Um verdadeiro absurdo! Uma vergonha esse governo que faz questão de atrapalhar quem faz nossa economia girar.

  4. Atrapalha é um trânsito de um acidente, que um irresponsável bebo atropela um cidadão de bem e fica por isso mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo