DEPUTADO DO RN DIZ QUE DESPREZA MOVIMENTO LGBT+ E SUGERE TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO; VÍDEO

Foto: João Gilberto

O deputado estadual Michael Diniz (Solidariedade), recentemente empossado como suplente no Legislativo do Rio Grande do Norte, fez pronunciamento na manhã desta quarta-feira (22) onde criticou o que chamou de “movimento LGBT”, sugerindo tratamento psiquiátrico para pessoas que, no entendimento dele, participam de atos contrários ao cristianismo.

Em seu pronunciamento, o deputado falou sobre um fato noticiado na imprensa que tratava de uma miss trans que posou para uma sessão de fotos como Maria, a mãe de Jesus. Para ele, a atitude representa “um fardo nas costas” nos conservadores e “chacota” contra os cristãos.

“Eu sinceramente não entendo esse povo. Pedem respeito e desrespeitam a fé alheia. Buscam fazer uma lacração de forma absurda. Não têm o menor senso ético e moral. É uma libertinagem extremamente acentuada. Querem corromper as crianças, sensualizar, querem queimar a bíblia, como já fizeram. Colocar crucifixo onde não deviam… E, sinceramente, eu acredito que esse povo precisa de um tratamento ‘psiquiatra’ (sic) urgente”, disse Michael Diniz. “Não é normal essa falta de respeito”.

No discurso, o deputado disse que queria deixar registrado o repúdio ao movimento LGBTQIA+ e convocou conservadores a se posicionarem contra o movimento.

Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo