HOMEM LEVA CORPO DA MÃE EM CARRO DE MÃO PARA CEMITÉRIO NO INTERIOR DO RN

Corpo de idosa coberto por pano e plástico ao lado do muro do cemitério de Vera Cruz, RN — Foto: Reprodução

Um homem transportou o corpo da própria mãe em um carro de mão, por cerca de 5 quilômetros, para enterrá-la no cemitério de Vera Cruz, na região do Agreste potiguar, na manhã desta quinta-feira (21). O caso foi confirmado pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar. A mulher foi identificada como Antonia Alves da Silva, de 82 anos.

A PM acredita que o agricultor tomou a atitude por falta de orientação sobre o que fazer após a morte da idosa. O fato chamou a atenção da população no município, que chamou a polícia por volta das 7h. As autoridades locais acionaram a Polícia Civil e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), para iniciar uma investigação.

À guarda municipal, o homem disse que sua mãe  faleceu na tarde de quarta-feira (20), por volta das 14h, no distrito de Olho D’água, que fica na zona rural de Monte Alegre.

Ele, então, decidiu levar o corpo no carro de mão para ser sepultado no cemitério de Vera Cruz. Segundo ele, um rio cheio impedia a passagem para a cidade de Monte Alegre.

Segundo o guarda Diangelo de Lima, o filho não tem certeza da idade, mas aparenta ter cerca de 50 anos. O agricultor ainda disse que a idosa enfrentava algumas doenças e tinha uma ferida que pode ter infeccionado.

Segundo o major Carlos Alberto da Silva, comandante da 8ª Companhia Independente da PM em São José de Mipibu, a Polícia Civil deverá definir se o corpo deverá ser recolhido para perícia do Itep ou passar por exames no Serviço de Verificação de Óbitos, para definição da causa da morte.

“Aparentemente, não houve dolo por parte do filho. Seriam pessoas sem esclarecimento e orientação das medidas a serem adotadas no caso”, considerou o major.

A prefeitura de Vera Cruz informou que enviou técnicos ao local para e a Secretaria de Assistência Social deverá realizar os trâmites para o sepultamento da idosa. Com informações do g1/RN.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo