PÚBLICO COMEÇA A ENCHER O MARACANÃZINHO PARA CONVENÇÃO QUE VAI LANÇAR BOLSONARO COMO CANDIDATO À REELEIÇÃO

Foto: Matheus Rodrigues/g1

O Partido Liberal (PL) lança oficialmente o presidente Jair Bolsonaro (RJ) como candidato à reeleição à Presidência da República na manhã deste domingo (24). A convenção, marcada para as 11h, será realizada em um megaevento para até 10 mil pessoas no Maracanãzinho, na Zona Norte do Rio.

Os portões foram abertos às 8h20, e rapidamente apoiadores começaram a entrar, sem a cobrança de ingresso. Inicialmente, as entradas para a convenção foram disponibilizadas gratuitamente em um site, mas, segundo bolsonaristas, houve uma “tentativa de sabotagem” à convenção.

A deputada federal Carla Zambelli (PL) chegou a acionar a Polícia Federal para apurar o caso. Segundo ela, “militantes de esquerda” estimularam a retirada de convites com o objetivo de esvaziar o evento. Com isso, o PL decidiu liberar a entrada sem ingresso até a lotação máxima do local.

Zambelli foi uma das muitas apoiadoras presentes no ginásio, assim como os também deputados federais Daniel Silveira, Onyx Lorenzon, Luiz Lima e Hélio Lopes, o senador Romário, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, o ex-ministros Eduardo Pazuello e Tarcísio de Freitas, o ex-presidente Fernando Collor de Mello, o advogado Frederick Wassef e os sertanejos Matheus e Cristiano, responsáveis pelo jingle da campanha.

Assim como a decoração do ginásio, o público, em sua maioria, estava de verde e amarelo. Muitos se enrolavam em uma bandeira do Brasil, que também era exibida em um grande telão no palco.

A convenção também deve marcar a confirmação do nome do general Walter Braga Netto para a vaga de vice na chapa de Bolsonaro. O militar se filiou ao PL em março deste ano. Ele também é um dos coordenadores da campanha à reeleição.

Com informações do g1/Eleições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo