MANIFESTANTES CHEGAM A BRASÍLIA E PLANEJAM IR AO PLANALTO

Foto: Redes sociais

Manifestantes contrários ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) querem caminhar até o Palácio do Planalto na tarde deste domingo (8.jan.2023).

Eles sairão às 13h do acampamento instalado diante do Quartel General do Exército. O local fica a 8 quilômetros da Praça dos Três Poderes, onde estão as sedes do Executivo, Legislativo e Judiciário.

A intenção dos manifestantes foi detectada por serviços de inteligência das Forças Armadas e de forças de segurança. A ideia é acompanhar os manifestantes.

Não será permitido que cheguem até o Planalto. Mas tampouco haverá impedimento de irem até a Esplanada. Não está claro qual o limite de aproximação será permitido. As forças de segurança só intervirão se houver violência por parte dos manifestantes.

Novos manifestantes chegam a Brasília na manhã deste domingo. Desembarcam de ônibus perto do QG do Exército…. o reservados ao Poder360, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Vídeo: Reprodução/ QG Fato

 Policiais serão convocados para atuar caso atos sejam realizados na região central da cidade.

O acesso das avenidas está bloqueado para veículos. Mas não há impedimento para quem passa caminhando. Muitos carregam mantimentos.

Perto do bloqueio de veículos ao norte do QG forma-se um grande estacionamento improvisado em uma área de terra.

As placas de veículos mostram origens variadas, incluindo Curitiba (PR) e Goiânia (GO). Há também muitos de Brasília.

Algumas pessoas cobriram as placas com pequenas bandeiras do Brasil.

No estacionamento improvisado começa a surgir um novo acampamento. Há, por exemplo, um grande caminhão com a carreta transformada em local para dormir e fazer refeições.

No acampamento em frente ao QG a estrutura é bem maior. Há até um posto de atendimento médico.

Poder 360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo