Michelle Bolsonaro lidera disputa contra Gleisi pelo Senado no Paraná

FotoS: Zack Stencil/PL e Gustavo Bezerra/PT/Divulgação

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro levaria vantagem sobre a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em uma eventual disputa fora de hora ao Senado pelo Paraná, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas.

A disputa pode acontecer caso o atual senador Sergio Moro (União Brasil-PR)tenha o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), que julga duas ações por irregularidades na sua campanha eleitoral.

No principal cenário pesquisado, Michelle teria 35,7% das intenções de voto, seguida pelo ex-senador Alvaro Dias (Podemos), com 24,4%, e Gleisi, que teria 16,2%. A esposa de Moro, a deputada Rosangela Moro, teria 7,4¨, logo à frente do ex-ministro e ex-deputado Ricardo Barros (PP), com 4,9%.

Outros 6,2% disseram que votariam em branco, nulo ou nenhum, enquanto 3,7% afirmaram que não sabem ou não responderam. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

A possibilidade de Michelle Bolsonaro disputar a vaga extemporânea ao Senado é uma ideia que agrada ao ex-presidente Jair Bolsonaro, segundo informação publicada pelo jornal O Globo. O estado tem um eleitorado simpático ao bolsonarismo – em 2022, Bolsonaro teve 62,4% dos votos válidos no estado, contra 37,6% de Lula no segundo turno.

Outros cenários

A pesquisa também sondou outros cinco cenários. Em dois deles, Michelle segue na liderança com percentuais que variam de 39,3% das intenções de voto a 44,3% — nessas simulações, Gleisi teria, respectivamente, 16,5% e 21,8%.

Veja

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo