Jovem de 17 anos é escalpelada após cabelo enganchar no motor de kart e perde 80% do couro cabeludo

Fotos: Reprodução

Uma adolescente, de 17 anos, foi escalpelada após o cabelo prender no motor de um kart, em uma pista de corridas na região do Paranoá, no Distrito Federal. O acidente foi no domingo (10).

Heloísa Heliodoro comemorava o aniversário do namorado no local, quando sofreu o acidente. Segundo a mãe, Elizabeth Maria Ribeiro, a jovem perdeu 80% do couro cabeludo.

A adolescente está internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), da rede pública, onde aguarda o tratamento.

“A Heloísa está ruim, pois ela precisa de um curativo a vácuo e estamos desde segunda aguardando. Depois disso, ela irá passar por um longo tratamento para saúde e estética. Ela necessita de apoio psicológico”, conta a mãe.

Segundo Elisabeth, que é massoterapeuta, no dia do acidente, o grupo chegou à pista de kart e recebeu a roupa e capacete, no entanto, não houve nenhuma orientação quanto ao risco, “tendo em vista o tamanho do cabelo” da jovem (veja foto abaixo). Ela conta que no local não tem primeiros socorros e nem brigadista.

“Ela foi socorrida por pessoas que estavam participando da corrida. O socorro mesmo demorou muito. Ela ficou cerda de 30 minutos sangrando”, conta a mãe de Heloísa.

Foto: Reprodução

Era a primeira vez que a estudante ia a uma pista de corridas. Os responsáveis pelo Brasília Kart disseram que Heloísa usava os equipamentos de segurança e que a empresa está dando “todo apoio à família”.

Após o acidente, a jovem foi levada pelo Samu para o setor de trauma do Hospital de Base. Na segunda-feira (11), ela foi transferida para o Hran, onde aguarda o tratamento.

Conforme a família, Heloísa acaba de terminar o ensino médio. A formatura está marcada para o próximo domingo (17), no entanto, não há previsão de quando a adolescente vai poder deixar o hospital. G1/DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo