VÍDEO: Advogado sofre abuso de autoridade de PM e OAB reage

Foto: Reprodução

Na tarde desta quinta-feira,30, a Ordem dos Advogados do Brasil seção São Paulo (OAB SP) promoveu ato de solidariedade em favor do advogado João Guedes, que, de maneira abusiva e truculenta, passou por abordagem policial e foi ameaçado de ser colocado na caçamba de uma viatura da Polícia Militar.

O caso aconteceu em Americana, no dia 16 de novembro. Desde que ocorreu a violência contra as prerrogativas do advogado, a OAB SP e as subseções de Sumaré, onde o profissional está inscrito, e de Americana têm dado total apoio à vítima.

O fato ocorreu quando o advogado João Guedes exercia sua profissão, representando o Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região em assembleia de trabalhadores, em frente a uma empresa metalúrgica em Americana.

As imagens do policial militar segurando o advogado negro pelo cinto da calça por vários minutos, e anunciando que pretendia levá-lo detido dentro da caçamba da viatura, circularam pelas redes sociais e chocaram a advocacia e a sociedade.

Para a OAB Sumaré, além de violar as prerrogativas do advogado, a ação policial teve um viés racista e contra a atividade sindical.

No dia seguinte ao episódio, a presidente da Secional, Patricia Vanzolini, participou de videoconferência com o advogado João Guedes, o presidente da OAB Sumaré, Paulo Roberto da Silva, e outros membros da diretoria da subseção local, para discutir os encaminhamentos necessários contra esta violação das prerrogativas profissionais da advocacia.

Indignada com as imagens de vídeo que mostram a abordagem truculenta e intimidadora do policial militar de Americana, a presidente Patricia Vanzolini, que estará presente no ato, reforça a importância da mobilização da advocacia da região de Campinas, da qual Sumaré faz parte, e também de todo o interior para que acontecimentos como este não se repitam.

Justiça Potiguar

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo