Criminosos se aproveitam da tragédia e roubam tratores e caminhões

Foto: TV Globo

As forças de segurança do Rio Grande do Sul registraram ao menos 135 prisões em maio, em meio às enchentes que atingem o Estado. De acordo com informações do Fantástico, da TV Globo, deste domingo, 19, ladrões ameaçaram pessoas abrigadas em uma concessionária para roubar tratores em Eldorado do Sul (RS).

No fim da primeira semana das chuvas, os bandidos se misturaram aos moradores abrigados na concessionária. Segundo uma testemunha, havia mais de mil pessoas no local, e os moradores foram as primeiras vítimas.

“Pegavam as jaquetas, botinas, tudo. Tu via que eles faziam uma festa com cada caixa que eles abriram e descobriam o que era”, contou uma testemunha.

Em seguida, os ladrões tentaram levar um caminhão. “O povo que estava lá se uniu e não deixou eles levarem porque tinha um senhor idoso dormindo dentro”, completou a testemunha.

Na madrugada do domingo, dia 6, os ladrões retornaram para roubar tratores, em uma ação que durou o dia inteiro. A concessionária está localizada a 500 metros de uma fábrica de alimentos. Sem energia elétrica, as câmeras de segurança da fábrica não conseguiram registrar as ameaças aos abrigados, os saques e o vandalismo.

“Eles deram a entender que eles tinham armas. Então, ou a gente liberava os tratores, ninguém falava nada, ou ia sobrar para nós. Daí, eles começaram a tirar trator. Era cena de terror”, relatou uma testemunha.

“Os próprios empregados da empresa conseguiram recuperar esses 20 tratores que foram furtados”, diz Luciane Bertoletti, delegada da Polícia Civil.

A polícia recuperou parte dos objetos roubados. Em Porto Alegre e nas cidades alagadas, os policiais utilizam equipamentos de visão noturna para realizar patrulhas e buscas. Empresas de segurança também fazem rondas de barco.

Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo