Filha de pastor nega abuso por parte do pai: “Nunca me beijou de língua, fala foi tirada de contexto”

Foto: reprodução

A filha do pastor Lucinho Barreto saiu em defesa do pai após ele aparecer em um vídeo, durante um culto, dizendo que a havia beijado na boca. Em vídeo publicado nas redes sociais, na quinta-feira (2), Emily Barreto Bichara negou qualquer tipo de abuso e afirmou que o líder religioso sempre foi um exemplo.

“Cortaram e fizeram loucuras com o trecho”, explica Emily sobre o vídeo em que o pai dá exemplo de como uma filha deve ser criada. “Meu pai nunca me beijou de língua, nunca fez nada comigo”, garante. “No máximo selinho de pai, mãe.”

Emily diz que a situação toda é um “absurdo”, que “tiraram a fala totalmente do contexto” e que ela não estava sendo coagida a nada. Defende o pai diversas vezes e afirma que “tinha espaço, tinha liberdade com ele”.

Fala polêmica do pastor

O pastor Lucinho Barreto, membro da Igreja Batista da Lagoinha, viralizou nas redes sociais na última quinta-feira (2), após aparecer em um vídeo afirmando que teria dado um beijo na boca da filha quando ela estava “distraída”.

“Peguei minha filha um dia e falei que amava ela. Falava: ‘Nossa, que mulherão. Ai se eu te pego’. Ela falava: ‘Credo, pai, você já é da mamãe’. Daí dava beijo nela”, conta. “Um dia, ela distraiu e eu dei um beijo na boca dela. Ela disse ‘Que isso, pai?’ Eu falei assim: ‘Porque quando encontrar seu namorado, vou falar: você é o segundo. Eu já beijei'”, continua Barreto. Na plateia, os frequentadores do culto riem e aplaudem.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo