POPULARIDADE ALTA DE BOLSONARO ENCORAJA PAUTAS DE COSTUMES NO LEGISLATIVO

Protesto Pró Armas na Esplanada dos Ministérios – Pedro Ladeira – 9.jul.20/Folhapress

Base do governo costura acordos para votar projetos de armas, educação domiciliar e trânsito

Amparados pelo aumento da popularidade injetado pelo auxílio emergencial a informais, aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiram tentar emplacar, no Congresso, pautas que buscam agradar sua base eleitoral, como flexibilização do porte de armas e educação domiciliar.

Em conversas reservadas, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que pode colocar os dois projetos em discussão, mas indicou esperar que eles sofram alterações.

Embora saibam que as propostas enfrentarão resistência da oposição e mesmo de legendas de centro, articuladores políticos do Planalto avaliam que o momento é ideal para tratar das matérias.

O diagnóstico é feito tanto pela popularidade do presidente como pelo fato de que pela primeira vez Bolsonaro tem uma base de apoio na Câmara, com deputados de partidos do chamado centrão, como PP, PL e Republicanos.

“A gente quer tocar homeschooling [educação domiciliar], armas e trânsito. É uma intenção, e estou construindo, consultando os líderes da base para avançar”, afirmou o deputado Ricardo Barros (PP-PR), nomeado líder do governo na Câmara há menos de um mês.

No ano passado, a primeira tentativa do governo de aprovar o texto das armas foi desidratada pelo Congresso, que autorizou a ampliação do porte e posse de armas apenas por colecionadores, atiradores e caçadores.

Em um acordo com o então líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), Maia se comprometeu a colocar depois em votação a proposta para ampliar porte e posse para certas categorias de servidores públicos.

Neste ano, combinaram que o assunto voltaria à pauta quando a Câmara começasse a analisar propostas sem relação direta com a questão sanitária do coronavírus. Em julho, Vitor Hugo apresentou um requerimento de urgência.

“É preciso discutir o tema para fazer avançar a tese vitoriosa nas urnas, em 2018, com a eleição do presidente e pelo quadro caótico de segurança pública que a gente vive”, disse.

O texto de armas prevê que membros das Forças Armadas e das Polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil, Militar e Legislativa, além do Corpo de Bombeiros, poderão comprar até dez armas de fogo de uso permitido ou restrito, assim como munição e outros equipamentos de proteção balística.

Caso comprovem necessidade e peçam autorização para o Comando do Exército, o limite a esses profissionais poderia ser ampliado.

O projeto inclui policiais penais e guardas municipais —independentemente do tamanho da cidade— nas exceções previstas na lei e que podem portar armas no país.

O rol também passa a contemplar peritos criminais, agentes socioeducativos e de trânsito, oficiais de Justiça, agentes de fiscalização ambiental, membros da Defensoria Pública e advogados públicos federais.

Ainda que os aliados do presidente vejam espaço para retomar a articulação para votar o projeto de armas, líderes partidários e representantes da bancada evangélica, que apoia Bolsonaro, ainda mantêm resistência ao tema. O receio, de novo, é que se amplie demais o acesso às armas.

Além disso, a pandemia é apontada como um dos fatores que atrapalham a tramitação do projeto.

“Acho que é uma inversão absoluta da noção de prioridade fazer qualquer acordo para pautar tema relacionado a armas neste momento, quando a prioridade do Brasil tem de ser cuidar da vida, da saúde e do emprego das pessoas. Terá toda minha resistência”, afirma o deputado Marcelo Ramos (PL-AM).

Apesar das dificuldades, o líder do governo no Congresso, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), insiste que há ambiente para a discussão de pautas que falem ao eleitorado bolsonarista.

“Leis e projetos de atendimento direto à Covid, essa demanda específica, que era única, vai diminuir, vai vir para pautas de recuperação econômica e outras coisas”, afirmou Gomes. “A diminuição da discussão só sobre Covid abre espaço para votação dessas outras pautas.”

Também polêmica, a pauta de educação domiciliar não agrada a oposição, mas tem chances de avançar sob o comando de Maia.

Segundo o presidente da Câmara disse a aliados, a quantidade de alunos que precisam estudar de casa em razão da pandemia evidenciou que é preciso discutir o assunto e que ele não seria restrito à pauta de costumes.

Já há requerimento de urgência para o projeto que regulamenta a proposta. Assim como no projeto das armas, a solicitação teve assinatura de líderes do chamado centrão, como Arthur Lira (AL), líder do PP, e Jhonatan de Jesus (RR), líder do Republicanos.

Folha de São Paulo

MOSSORÓ: GOVERNADORA E PREFEITA PARTICIPAM DE HOMENAGEM AOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Celebração marcou o lançamento da festa de Santa Luzia, padroeira do município

O sentimento de gratidão pela dedicação dos profissionais da Saúde, no enfrentamento ao novo coronavírus em Mossoró, foi o tema da missa celebrada neste sábado (11), na Catedral de Santa Luzia, pelo bispo Dom Mariano Manzana. A governadora Fátima Bezerra e a prefeita  do município, Rosalba Ciarlini párticiparam  do evento religioso.

A governadora foi convidada a entrar no átrio com o andor, junto com a prefeita Rosalba Ciarlini, o médico infectologista Fabiano Maximino e a enfermeira Ana Íris Liberato, diretora administrativa da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Belo Horizonte. Curada de Covid, a profissional foi acometida gravemente e seu estado de saúde causou grande comoção na cidade. O vigário-geral da Diocese e Pároco de Santa Luzia, padre Flávio Augusto Melo, também contraiu a doença e foi curado.

Realizada pela Paróquia de Santa Luzia, em Mossoró, e transmitida em tempo real pelos perfis do Youtube e Facebook da igreja, pela TCM – HD, pela Rádio Rural de Mossoró e pelas redes sociais da paróquia da Diocese, a celebração intitulada de “Live Gratidão” antecipou os elementos da edição 2020 da festa da padroeira. Na ocasião, foram lançados o tema e a logomarca, entre outras confirmações.

A celebração foi exclusiva para os profissionais da saúde, que tiveram seus assentos reservados. A Catedral cumpre o decreto municipal de acesso limitado ao templo.  O músico mossoroense Giannini Alencar, o médico e músico Everaldo Rodrigues e outros artistas mossoroenses como a dupla Aline e Dayvid, Heloísa do Forró dos 3, Handerson Mota, André da Mata e Anderson Lima, ajudaram o pároco na realização da live.

 

 

 

 

 

FOTOS: ROBSON ARAÚJO

 

A COLIGAÇÃO “PENSANDO NATAL” OFICIALIZA BETO PREFEITO E DADAU VICE-PREFEITO DE NATAL.

 

Foto: Dadau e Carlos Alberto

O Partido Verde (PV) oficializou o nome do professor Carlos Alberto,  como candidato a prefeito de Natal. O PV, na manhã deste sábado (12), realizou a sua convenção, ocasião em que os quase 40 pré-candidatos a cadeiras no Legislativo municipal homologaram as suas candidaturas. Na oportunidade, a legenda reforçou o compromisso de fazer uma gestão digna da população potiguar.

Segundo o presidente municipal do partido e candidato a prefeito, Carlos Alberto, Natal precisa sepultar essa velha política protagonizada pela atual gestão da cidade e destacou que é preciso universalizar a educação Infantil na nossa cidade. “Nós precisamos distribuir melhor as creches de Natal, porque precisamos que os pais tenham condições dignas de criar seus filhos e também oportunidades de trabalho e, assim chances de alcançar a prosperidade”, enfatizou Beto.

Para o candidato a vice-prefeito, esportista Carlos Eduardo Nascimento, Dadau, a convenção do PV e a adesão do Cidadania a Coligação fortalece o projeto em torno de Natal. “A coligação Pensando Natal é a melhor para a cidade, estou muito feliz em poder lutar pela população com um projeto de gestão correto e renovador”, pontuou Dadau.

 

 

MPF INVESTIGA SE EVENTO COM DAMARES E PAZUELLO NO CE VIOLOU MEDIDAS SANITÁRIAS

O Ministério Público Federal (MPF) investiga possíveis violações de medidas sanitárias em evento realizado na sexta-feira 11, em Fortaleza (CE), com a presença do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e da ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Segundo o órgão, a apuração começou após a vigilância sanitária autuar uma universidade que recebeu os ministros em cerimônia do programa “Ações de Educação em Saúde em Defesa da Vida”, do governo federal.

A Secretaria de Saúde do Ceará afirma que equipes da vigilância encontraram “aglomeração e pessoas circulando sem máscara de proteção” no local.

Um segundo evento seria realizado neste sábado, 12, na Igreja Ministério Canaã, também em Fortaleza, mas o Ministério da Saúde cancelou a cerimônia para não descumprir novamente medidas locais contra a covid-19.

O ministério afirma que o governo do Ceará sabia sobre os eventos e alertou sobre proibições do decreto contra a covid-19. Até 13 de setembro estão suspensos no Estado “eventos ou atividades com risco de disseminação da covid-19”. Depois dessa data, cerimônias serão autorizadas em Fortaleza sob restrições, como lotação máxima de 100 pessoas.

Procuradores da República no Ceará determinaram abertura de inquérito civil sobre a cerimônia com a presença de Damares e Pazuello. O MPF pediu informações ao governo local sobre “providências adotadas” sobre o evento.

CORONAVÍRUS: BRASIL REGISTRA 814 ÓBITOS E 33 MIL CASOS NAS ÚLTIMAS 24H; SÃO 131 MIL MORTES E 4,3 MILHÕES DE INFECTADOS

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (12):

Registro de 814 óbitos nas últimas 24h, totalizando 131.210 mortes;

Foram 33.523 novos casos de coronavírus registrados, no total 4.315.687 pessoas já foram infectadas.

O número total de recuperados do coronavírus é 3.553.421, com o registro de mais 22.766 pacientes curados. Outros 631.056 pacientes estão em acompanhamento.

TAXA DE DESEMPREGO FICA EM 13,2% NA 3ª SEMANA DE AGOSTO, DIZ IBGE

A taxa de desemprego no País foi de 13,2% na terceira semana de agosto, um leve recuo frente aos 13,6% da segunda semana do mês, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19), divulgados nesta sexta-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A população desempregada foi estimada em 12,6 milhões de pessoas na semana de 16 a 22 de agosto, cerca de 300 mil a menos que o registrado na segunda semana do mês.

Já o total de ocupados foi de 82,7 milhões no período, cerca de 600 mil a mais que o patamar da segunda semana do mês, quando havia 82,1 milhões de pessoas ocupadas. O nível de ocupação foi de 48,6% na terceira semana de agosto, ante um patamar de 48,2% na semana anterior.

Cerca de 4 milhões de trabalhadores, o equivalente a 4,8% da população ocupada, estavam afastados do trabalho devido ao distanciamento social na terceira semana de agosto. O resultado representa cerca de 300 mil pessoas a menos que na semana anterior, quando esse contingente somava 4,3 milhões – ou 5,2% da população ocupada.

A proxy da taxa de informalidade ficou em 33,4% no período, estável em relação à segunda semana do mês de agosto.

A população ocupada e não afastada do trabalho foi estimada em 75,9 milhões de pessoas, ante um total de 75,1 milhões de trabalhadores na semana anterior. Entre essas pessoas, 8,3 milhões trabalharam remotamente, contingente estável em relação à semana anterior.

A população fora da força de trabalho – que não estava trabalhando nem procurava por trabalho – somou 75 milhões na terceira semana de agosto, ante um total de 75,4 milhões na semana anterior.

Entre os inativos, cerca de 26,9 milhões de pessoas, ou 35,9% da população fora da força de trabalho, disseram que gostariam de trabalhar.

Aproximadamente 17,1 milhões de inativos que gostariam de trabalhar alegaram que não procuraram trabalho por causa da pandemia ou por não encontrarem uma ocupação na localidade em que moravam.

Estadão Conteúdo

ANVISA RECEBE INFORMAÇÕES SOBRE RETOMADA DE TESTES DA VACINA DE OXFORD

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu do laboratório britânico AstraZeneca as informações que faltavam para iniciar a análise de reativação do estudo clínico com a vacina da Universidade de Oxford no Brasil. Mais cedo, a agência reguladora havia divulgado nota informando que não havia sido comunicada oficialmente pela Autoridade Sanitária do Reino Unido (MHRA). Poucas horas depois, a situação foi regularizada.

Agora, cabe à Anvisa analisar os dados recebidos antes de liberar o reinício dos testes no Brasil. “Depois do anúncio de retomada do estudo no Reino Unido, feito pela Universidade de Oxford, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária vai seguir, nas próximas horas, o protocolo de análise necessário para avaliar o pedido. A Anvisa reitera que está comprometida com a celeridade na análise de todos os dados. Ao mesmo tempo, trabalha para garantir a segurança dos participantes do estudo clínico no Brasil”, informou em nota a agência na tarde de hoje (12).

A AstraZeneca havia suspendido os testes com a vacina contra a covid-19 após um participante dos testes ficar doente. Essa vacina está sendo testada em outros países além do Brasil. A pessoa que ficou doente é do próprio Reino Unido. Após investigações, os estudos foram liberados novamente e as autoridades dos países participantes devidamente informadas.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Ministério da Saúde, e a AstraZeneca assinaram no fim de julho um termo que dará base para o acordo de transferência de tecnologia entre os laboratórios e a produção de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19, caso seja comprovada a sua eficácia e segurança.

Agência Brasil

PANDEMIA ATRAPALHA ENTRADA DE JOVENS NO MERCADO DE TRABALHO

A crise econômica trazida pela pandemia tem dificultado o ingresso de jovens no mercado de trabalho. A taxa geral de desemprego no país, que chegou a 13,3% no segundo trimestre deste ano, bateu 29,7% entre aqueles que têm de 18 a 24 anos, segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). No mesmo período de 2019, o índice de desocupação entre jovens era de 25,8%.

De 200 companhias entrevistadas em um levantamento da 99jobs, empresa de recursos humanos e recrutamento, apenas 3% continuaram contratando durante os primeiros meses da pandemia.Segundo o fundador da 99jobs Eduardo Migliano, hoje há menos vagas para mais candidatos. Antes da pandemia, a média de empregos anunciados no site era de 4.000 por mês; em abril, o número caiu para 500. De junho para cá, há uma retomada, mas não é possível falar em crescimento.

UOL

RN ESTÁ ENTRE OS 9 ESTADOS MAIS TRANSPARENTES EM INFORMAÇÕES RELATIVAS À COVID-19

O Rio Grande do Norte mantém o ritmo de subida e passou de décimo para novo colocado no mais recente boletim da ONG Open Knowledge Brasil publicado nesta semana. O ranking analisa o nível de transparência dos Estados da Federação, da União e das capitais para esse tipo de informações. O trabalho de transparência do Governo é coordenado pela Controladoria Geral do Estado com informações da Secretaria de Saúde e outros órgãos do Governo.

O Estado potiguar subiu dois pontos, passando de 83 para 85 dos 100 possíveis e se manteve no nível ALTO de avaliação. “São pontos relativos a dados de contágio da população indígena. Tentamos agora, junto à Sesap, informações sobre a metodologia de apresentação dos dados e a quantidade de leitos clínicos e críticos gerais (não apenas da Covid) para evoluirmos na pontuação do próximo boletim”, adianta a gestora da Lei de Acesso à Informação da Control, Lenira Fonseca.

O RN também possui conceito ÓTIMO no Ranking Transparência no Combate à Covid-19, com 84,8 pontos dos 100 possíveis, segundo o último boletim divulgado em agosto. “A divulgação clara, completa e transparente das informações também colaboram para o combate à pandemia. São dados científicos que ajudam a tomarmos diretrizes e subsidiar a população dos cuidados a serem tomados”, destacou o controlador geral do Estado, Pedro Lopes.

COM APOIO DO BRASIL, CONSELHEIRO SÊNIOR DE TRUMP É ELEITO PARA COMANDAR BID

Com 30 votos a favor e 16 abstenções, Mauricio Claver-Carone foi eleito presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) neste sabádo (12). Apoiaram sua candidatura Brasil, Bolívia, Paraguai, Colômbia e Peru, entre outros países.

Conselheiro sênior de Donald Trump para a América Latina, Carone deve tomar posse em outubro para um mandato de cinco anos — em substituição ao colombiano Luis Alberto Moreno, que comanda o banco desde 2005.

Essa será a primeira vez que um cidadão norte-americano irá liderar a instituição em seus 61 anos.

EUA SUSPENDEM RESTRIÇÃO DE VOOS SAÍDOS DO BRASIL

Os Estados Unidos decidiram suspender a restrição dos voos saídos do Brasil. O Departamento de Segurança Interna (DHS) dos EUA anunciou a suspensão, que valerá a partir de segunda-feira (14). Além do Brasil, também foram incluídos na decisão a China (excluindo as regiões administrativas de Hong Kong e Macau), Irã, região Schengen da Europa, Reino Unido (excluindo territórios estrangeiros fora da Europa) e Irlanda do Norte.

A região Schengen da Europa é composta por Alemanha, Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Estônia, Grécia, Espanha, França, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Liechtenstein, Hungria, Malta, Países Baixos, Polônia, Portugal, Eslovênia, Eslováquia, Finlândia, Islândia, Noruega, Suécia e Suíça.

A restrição de voos saídos do Brasil teve início em 28 de maio. Outros países tiveram a restrição imposta antes. O governo dos EUA informou que está mudando sua estratégia em relação à prevenção da covid-19 e “priorizando outras medidas de saúde pública” para reduzir o risco de transmissões relacionadas a viagens. Segundo o governo, há um melhor entendimento sobre as formas de transmissão do vírus.

“Hoje temos um melhor entendimento sobre a transmissão da covid-19, que indica que sintomas baseados em processos de triagem tem eficácia limitada porque pessoas com covid-19 podem não ter sintomas ou febre no momento da triagem, ou apenas sintomas leves”, informou a embaixada dos EUA no Brasil.

Dentre as ações a serem adotadas pelos Estados Unidos a partir de agora estão a prestação de informações sobre saúde para passageiros antes, durante e depois do voo; a possibilidade de testagem para reduzir o risco de transmissões do vírus, a ampliação dos treinamentos e informações para parceiros do setor de transporte e portos para garantir o reconhecimento da doença e imediata notificação ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC); recomendações depois da chegada de passageiros para que monitorem a si mesmos e tomem precauções, incluindo ficar em casa por até 14 dias, dentre outras medidas.

Agência Brasil

NOVE LINHAS DE ÔNIBUS VOLTAM A CIRCULAR EM NATAL E OUTRAS CINCO MUDAM ROTA; CONFIRA TRAJETOS

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) confirmou que nove linhas de ônibus vão voltar a circular e outras cinco vão mudar a rota a partir de segunda-feira (14), quando o órgão vai colocar nas ruas 70% da frota após acordo em audiência de conciliação com o Ministério Público Estadual. Por conta da pandemia, 53% dos ônibus estavam circulando e algumas linhas haviam deixado de sair. Atualmente, 65% da frota está nas ruas.

Três linhas já retornaram às operações: 536 (Nova Cidade/Alecrim, via Rua Jaguarari), 544 (Mirassol/Pitimbu, via Cidade Satélite) e 589 (Felipe Camarão/Rodoviária, via Jardim América). A STTU confirmou também a criação da linha 551 no lugar da antiga linha 51, que ligava o bairro Pirangi às Rocas. As nove linhas que vão voltar a circular na segunda-feira são: Linha N-25 (antigas 13 e 25); Linha 33B; Linha L-48; Linha 66; Linha 557; Linha 581; Linha 585; Linha 591; Linha 592. Mudanças nas rotas: Linha N-02; Linha N-15 (antiga 15/16); Linha N-26; Linha N-27; Linha N-43 (antiga 64A/43). 

 

 

 

 

 

 

SESAP DIVULGA EDITAL COM 960 VAGAS DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

No período de 14 a 25 de setembro serão abertas as inscrições do Processo Seletivo para o Curso de Especialização (Pós-Graduação Lato Sensu) em Saúde da Família. São 960 vagas ofertadas pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap), em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), através do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) e da Secretaria de Educação a Distância (Sedis), com o apoio do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN).

O curso será ofertado na modalidade Educação a Distância (EaD), com carga horária de 360 horas, com previsão de início das aulas para o dia 10 de novembro. São 950 vagas de ampla concorrência, 02 destinadas às Referências Técnicas do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) na área da Atenção Primária à Saúde e 08 destinadas às Referências Técnicas da Sesap ou Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAPs) na área da Atenção Primária à Saúde.

Para se inscrever é necessário possuir graduação na área de saúde ou ser profissional de saúde de nível superior e contemplar ao menos um dos seguintes requisitos: atuar no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS) sendo, exclusivamente, profissionais das equipes de Saúde da Família (eSF), Saúde Bucal (eSB), Núcleos Ampliados de Saúde da Família (eNASF), Atenção Primária à Saúde ou no âmbito da gestão da Atenção Primária à Saúde; atuar como Referência Técnica do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) na área da Atenção Primária à Saúde; atuar como Referência Técnica da Sesap ou das Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAPs) na área da Atenção Primária à Saúde.

Também é necessário, ter a anuência e autorização do gestor de sua unidade de trabalho e apresentar Termo de Anuência e Autorização, Termo de Compromisso e Declaração de Veracidade, que estão anexados ao edital.

As inscrições serão feitas exclusivamente por meio do site https://selecao.saude.rn.gov.br/selecao/

O candidato deve fornecer um endereço de e-mail válido, pois todas as comunicações acerca do Processo Seletivo ocorrerão por esse endereço de e-mail.

A seleção dos candidatos será realizada por meio de análise curricular e documental. A previsão de divulgação do resultado preliminar será dia 14 de outubro e o resultado final no dia 26 de outubro, no Diário Oficial do Estado, (diariooficial.rn.gov.br/) e no site da Sesap (saude.rn.gov.br).

A Comissão Organizadora do Processo Seletivo está disponível para resolução de dúvidas através do endereço de e-mail: [email protected]

O edital do Processo Seletivo para o Curso de Especialização (Pós-Graduação Lato Sensu) em Saúde da Família pode ser acessado NESTE LINK.

BRASIL É O PAÍS MAIS AVANÇADO EM ACORDOS POR VACINA RUSSA

A Rússia pretende vacinar contra covid-19 toda a América Latina, região prioritária no desenvolvimento e produção da vacina Sputnik V, disse Kiril Dmitriev, chefe do fundo estadual responsável para assinar contratos de vendas e distribuição com outros países. Brasil e México são pioneiros em acordos.

“Queremos salvar pessoas na Rússia, na América Latina e em todo o mundo”, disse Dmitriev, diretor do Fundo para Investimentos Diretos da Rússia (FIDR), por videoconferência.

Desde que o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou em agosto o registro da primeira vacina contra o coronavírus, os países latino-americanos, que estão entre os mais afetados no mundo pela pandemia do coronavírus, estão mais interessados ​​do que ninguém em receber as primeiras doses.

R7

Topo