COVID-19: FACHIN DETERMINA QUE PRESOS DO GRUPO DE RISCO EM CADEIAS LOTADAS DEIXEM O REGIME SEMIABERTO

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira (17) que, por causa da pandemia de Covid-19, presos do regime semiaberto que forem dos grupos de risco e estiverem em cadeias superlotadas devem passar para a prisão domiciliar.

O ministro atendeu a um pedido feito pela Defensoria Pública da União (DPU), que queria a concessão de um habeas corpus para todas as pessoas presas em locais acima da capacidade, que não tenham cometido crime com uso de violência e que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19

Para serem beneficiados, os presos precisam: estar em presídios com ocupação acima da média e comprovar, mediante documentação médica, pertencer grupo de risco para Covid-19. Não serão atingidos presos que praticaram crimes com grave ameaça.

O ministro afirmou que os juízes podem deixar de conceder prisão domiciliar ou liberdade provisória quando o presídio não tiver registrado casos de Covid-19, a unidade prisional tiver adotado medidas preventivas ao coronavírus e ainda houver atendimento médico no estabelecimento.

Fonte: G1

HUNGRIA PROÍBE ADOÇÃO POR CASAIS HOMOSSEXUAIS

O parlamento da Hungria aprovou, na terça-feira 15, uma lei que proíbe efetivamente a adoção por casais do mesmo sexo. A medida é a mais recente investida do governo de extrema-direita de Viktor Orbán contra os direitos da comunidade LGBT.

De acordo com a mudança constitucional, apenas pessoas casadas e solteiros com uma permissão especial do governo adotem crianças. Isso afeta diretamente os casais homossexuais porque, embora as uniões civis sejam permitidas, o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo é ilegal no país. A nova lei também impede que um dos parceiros se registre como solteiro para iniciar o processo de adoção.

A legislação restringe os conceitos de casamento e família à definição tradicional cristã. A ministra da Justiça, Judit Varga, redatora da emenda, publicou no Facebook que a mudança afirma que “a mãe é uma mulher, o pai é um homem”.

Grupos de direitos humanos disseram que isso representa um retrocesso para o país. Quando o projeto foi aprovado, o diretor da Anistia Internacional no país, David Vig, afirmou que era “um dia negro para a comunidade LGBTQ da Hungria e um dia negro para os direitos humanos”.

Fonte: Veja

RN REGISTRA SETE ÓBITOS PELA COVID-19 E 276 NOVOS CASOS NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

O Rio Grande do Norte já registra 106.371 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública nesta quinta-feira (17). Foram 276 novos casos em relação à ontem (16).

No Estado, 2.838 pessoas morreram devido à doença, sendo 7 mortes registradas nas últimas 24 horas – Felipe Guerra (1), Almino Afonso (1), São José de Mipibu (1), Natal (1), Barcelona (1), Extremoz (1) e São Gonçalo do Amarante (1) -, e 3 confirmadas após exames laboratoriais de dias anteriores. Outros 440 óbitos seguem em investigação.

O Estado tem ainda 52.965 casos suspeitos e 252.550 casos descartados. Pelos dados divulgados ontem (16), o RN contabilizava 106.095 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, 2.828 mortes, 50.711 casos suspeitos, 251.808 casos descartados e 66.062 casos inconclusivos, tratados como síndrome gripal não especificada. O número de pacientes recuperados é de 59.105.

taxa de transmissibilidade do novo coronavírus está em 0,49 no Estado como um todo, segundo dados do Laboratório de Inovação Tecnológica (LAIS) da UFRN, divulgados no fim da manhã de hoje. Essa taxa tem grande variação ao decorrer do dia. No RN, 45 municípios se encontram em zona de risco, enquanto outros 17 estão em zona de perigo – isso significa que essas cidades tem Rt maior que 1,03.

GOVERNO DE SÃO PAULO SEGUE EUROPA E ABRIRÁ ESCOLAS ATÉ COM ALTA DE CASOS DE COVID

Foto: Ilustrativa/ Getty Images

O governador João Doria vai anunciar nesta quinta-feira, 17, que as escolas públicas e particulares poderão continuar abertas mesmo se o Estado estiver na pior fase da pandemia, a etapa vermelha. Hoje, a educação só pode voltar na fase amarela, a que todas as regiões paulistas estão agora. Dessa forma, mesmo que a situação da transmissão do coronavírus e de hospitalizações fique mais grave em fevereiro, no retorno das férias, as escolas poderiam voltar com 35% dos alunos presencialmente, segundo o Estadão apurou.

A autorização será para que as escolas possam dar aulas regulares e não apenas atividades extracurriculares, como foi permitido até agora pela Prefeitura para a maioria das séries.

Na fase vermelha, apenas os serviços essenciais poderiam funcionar até então, como supermercados e farmácias. Com a mudança, o governo segue o que fizeram países europeus durante a segunda onda da pandemia. França, Alemanha, Reino Unido e Portugal, por exemplo, fecharam bares, restaurantes e parte do comércio, mas permitiram que as escolas continuassem funcionando. Nova York também reabriu as escolas poucos dias depois de fechá-las no mês passado após forte pressão de cientistas e de pais.

O governo agora deve permitir que 100% das crianças voltem presencialmente quando o Estado estiver na fase verde, 70% na fase amarela e 35% na vermelha. Até então, todos os alunos só poderiam ir à escola quando se chegasse à etapa azul, chamada de “novo normal”. Outra diferença é que o plano será regionalizado, ou seja, se uma região do Estado estiver na fase verde, ela pode abrir mais que outra na fase amarela, por exemplo. Antes, a educação tinha que ser flexibilizada da mesma forma no Estado todo.

Mesmo com a decisão do Estado, as prefeituras podem ser mais restritivas quanto à abertura das escolas nos municípios, como já ocorreu na capital. Mas o decreto paulista afirmará que as cidades devem publicar a razão da restrição maior na educação para que ela seja efetiva.

O movimento de valorizar as escolas como atividade essencial tem crescido no mundo nos últimos meses de pandemia, com o entendimento de que deixá-las fechadas por muito tempo causou enorme prejuízo às crianças e à sociedade. Ajudaram nessas novas decisões o fato de as pesquisas científicas publicadas demonstrarem baixas contaminação e transmissão em ambientes escolares.

Pesquisa feita por entidades de escolas particulares em São Paulo mostrou que 86% das escolas não tiveram nenhum caso de covid desde que foram abertas, em setembro. Grupos de pais e de pediatras têm também liderado movimentos para que as escolas sejam reabertas no início do ano letivo. Em entrevista ao Estadão, o especialista Daniel Becker disse que manter as escolas fechadas em 2021 é um “crime contra a infância”.

A educação foi autorizada a funcionar em setembro pelo governo, com 35% dos alunos presencialmente. Na capital, no entanto, a Prefeitura só permitiu a abertura em outubro, com 20% da capacidade e apenas em atividades extracurriculares, como continua até hoje. Apenas o ensino médio foi autorizado em novembro a voltar a ter aulas, de fato, presenciais.

O novo decreto paulista também autoriza a educação superior a funcionar na fase amarela com até 35% das matrículas e, na verde, com até 70%. Cursos superiores específicos da área médica têm o retorno autorizado em todas as fases do plano.

O secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, é um defensor da ideia de manter o ensino aberto e tem dito que eventuais casos de contaminação não são “culpa da escola”. Há relatos de festas entre os estudantes fora do ambiente escolar que, segundo ele, contribuem para a transmissão.

Do Estadão Conteúdo

NATAL: AGENTES MIRINS AMBIENTAIS DA GUARDA MUNICIPAL RECEBEM CESTAS NATALINAS

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) realizou nessa quarta-feira (16), a entrega de cestas natalinas aos 64 alunos do projeto Agente Mirim Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Amana). A medida foi possível após a articulação da Coordenação do Amana e o apoio dos integrantes do Lions Clube Natal Norte, que realizaram a doação contemplado os agentes mirins e suas famílias.

A solenidade de entrega das cestas natalinas ocorreu em área aberta do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, localizado na Zona de Proteção Ambiental 01. O momento contou com a participação do subcomandante de Instrução e Material da GMN, Isaque Nicácio, que representou a Semdes e o Comando da GMN, o coordenador do Amana, Marconi Lucas, Direção do Lions Clube Natal Norte, Direção da Escola Municipal Emília Ramos, agentes mirins e familiares.

Este é o terceiro ano consecutivo que o Amana firma parceria com o Lions Clube Natal Norte que vem a contribuir com as ações de segurança preventiva realizada regularmente pelos instrutores da GMN junto ao Projeto Amana. “Nosso muito obrigado pelo apoio, atenção e confiança do Lions Clube em nosso trabalho. Que Deus nos abençoe e proteja sempre”, ressaltou o coordenador do Amana, Marconi Lucas.

Amana

O Amana é um projeto de segurança preventiva criado pela Prefeitura do Natal em novembro de 2013. É coordenado e operado pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por intermédio da Guarda Municipal do Natal (GMN).

As crianças são trabalhadas dentro de uma grade curricular que leva informações sobre cidadania, cultura, esporte e lazer; conhecimento e respeito ao espaço público; noções de saúde; noções básicas de primeiros socorros; segurança no trânsito; ecologia básica; saneamento básico; lixo, água, bioma e fogo; saúde ambiental; consciência crítica e ambiental; consumo sustentável; poluição; aquecimento global; recuperação de áreas degradadas; e noções básicas de legislação ambiental.

REVISTA ANUAL DA ASSEMBLEIA É LANÇADA COM PRESTAÇÃO DE CONTAS DO LEGISLATIVO

O ano de 2020 foi um dos mais atípicos da história com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, forçando adaptações em todo o mundo. Na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o desafio foi trabalhar por resultados de atividades parlamentares e ações para a população. O resultado foi considerado exitoso com destaque para a continuidade das atividades nas comissões, sessões plenárias (em formato híbrido) e implantação de novos sistemas de tecnologia, permitindo o avanço do teletrabalho. Alguns deles, como o E-legis serviu de modelo para outros parlamentos do País, como São Paulo e Santa Catarina. Para retratar todos esses momentos, o legislativo potiguar lança nesta quinta (17) a Revista Anual da Assembleia, com 80 páginas rememorando os fatos que marcaram o trabalho do Legislativo.

“A Revista ganha uma importância histórica e também vai ajudar a relembrar como a Casa soube se reinventar em todos os setores em um período completamente desafiador. Foi um trabalho desafiador durante todo o ano de comunicar a distância, que os servidores da Diretoria de Comunicação conseguiram alcançar com sucesso”, aponta o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Entre requerimentos, atos institucionais, decretos aprovados pelo legislativo, projetos de lei e iniciativas do Governo do Estado, a produção contabilizou 2.476 iniciativas do legislativo estadual. A pandemia provocou a antecipação do trabalho remoto – que estava sendo elaborado no Planejamento Estratégico como meta para 2021 – e através do trabalho remoto, a Diretoria de Gestão Tecnológica da Assembleia elaborou um dos mais elogiados sistemas para o andamento do trabalho parlamentar, o Sistema de Deliberação Remota (SDR). A ferramenta, desenvolvida 100% por servidores da Casa, foi cedida para as Assembleias de São Paulo e Santa Catarina, que elogiaram a abrangência e funcionalidade do sistema.

Através do SDR que os deputados estaduais conseguiram não somente manter, mas como também ampliar a produção legislativa. Um dos principais focos do ano foi o trabalho em prol do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Leis, requerimentos, direcionamento de emendas e debates foram constantes com a Covid-19 como alvo. Os parlamentares puderam colaborar diretamente com os municípios através de suas iniciativas como a aprovação dos decretos de calamidade e, inclusive, a Assembleia foi além do dever constitucional do Poder Legislativo.

Nas páginas da revista é possível ler sobre a desinfecção e sanitização do prédio da Assembleia Legislativa; a atuação da Escola da Assembleia; as inovações da TV Assembleia que migrou para o canal 10.3 ampliando a audiência; atuação do setor de saúde através do comitê nas atividades dos servidores; a reforma das comissões e a divulgação de campanhas educativas de conscientização e combate ao novo coronavírus; o contexto das leis aprovadas durante a pandemia, como por exemplo, o combate à violência doméstica e atualização da Constituição Estadual feita pela Procuradoria Geral da ALRN.

STJ ABRE INQUÉRITO CONTRA DESEMBARGADOR QUE OFENDEU GUARDA APÓS SER MULTADO

Desembargador chama guarda de ‘analfabeto’ e rasga multa por não usar máscara — Foto: Reprodução

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta quarta-feira (16) autorizar a abertura de um inquérito contra o desembargador Eduardo Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Siqueira foi flagrado em julho ofendendo guardas municipais de Santos (SP) após ser multado por não utilizar máscara de proteção individual.

Inicialmente, o ministro do STJ Raul Araújo havia rejeitado o pedido para que fossem investigados possíveis crimes pertinentes à conduta do desembargador no episódio. A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu e a Corte Especial decidiu, por maioria, autorizar que Eduardo Siqueira seja investigado.

Na gravação, o desembargador chama um dos guardas de “analfabeto” e rasga a multa de R$ 100, como previa o decreto estabelecido pela Prefeitura de Santos.

Buscando desautorizar os guardas, ele telefona para o secretário municipal de Segurança de Santos, Sérgio Del Bel Júnior, buscando uma intervenção deste em seu favor. A Prefeitura de Santos afirma que não deu apoio à conduta de Siqueira e, posteriormente, homenageou os guardas.

Em nota, o desembargador Eduardo Siqueira pediu desculpas pelo comportamento no episódio e lamentou os “excessos” da sua conduta durante a abordagem dos guardas municipais. Ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no entanto, ele disse se considerar perseguido e alvo de “abuso” por parte dos guardas.

Por:cnnbrasil.com.br

NOVA LEI DO FUST É SANCIONADA E LEVARÁ INTERNET A LOCAIS SEM ACESSO

Foto: Divulgação/Ascom MCom

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que atualiza as possibilidades de uso do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para permitir que as políticas governamentais de telecomunicações possam ser financiadas com esses recursos.

Criado originalmente para a difusão da telefonia fixa, o dinheiro do Fust agora poderá financiar projetos que promovam a democratização da internet e de novas tecnologias.

O projeto de lei tramitou por 13 anos nas Casas Legislativas e, com a atuação do Ministério das Comunicações, foi aprovado pelo Senado, com 69 votos a favor e um contrário, no último mês.

De acordo com o ministério, com a mudança nas regras, o Fust poderá ser usado para ampliar ou implantar serviços de conexão, proporcionando, entre outros, o acesso à internet a pecuaristas, agricultores, escolas rurais e famílias de baixa renda que, hoje, não têm acesso à internet.

Com a nova Lei, o Fust poderá ser usado não apenas na melhoria da qualidade das redes e serviços, mas na redução de desigualdades regionais em telecomunicações e na promoção do uso de novas tecnologias de conectividade. Tanto serviços prestados em regime público quanto privado poderão receber recursos do fundo.

Para o ministério, um dos setores mais beneficiados será o agronegócio, uma vez que produtores passarão a contar com a modernização do cultivo, manejo e colheita com a ajuda de sistemas dependentes da internet.

Fust

O Fundo foi instituído pela Lei n° 9.998, de 17 de agosto de 2000, com o objetivo de universalizar os serviços de telecomunicações em regiões que, por motivos como baixa densidade demográfica, baixa renda da população, inexistência de infraestrutura adequada ou outros, não oferecem taxa de retorno viável para investimentos das empresas do setor.

As principais receitas que compõem o fundo são a contribuição de um por cento sobre a receita operacional bruta, decorrente de prestação de serviços de telecomunicações nos regimes público e privado e as transferências de recursos provenientes do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel).

*Com informações do Ministério das Comunicações.

PM PRENDE LÍDER DE FACÇÃO CRIMINOSA DE GOIÁS EM CONDOMÍNIO DE LUXO EM NATAL

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (17), um foragido da justiça apontado como principal gerente de uma organização criminosa no estado de Goiás foi preso em um condomínio de luxo no bairro de Ponta Negra, zona Sul de Natal. Ao ser detido apresentou usando uma identidade e uma CNH falsa com o nome de outra pessoa.

Após o compartilhamento de informações da inteligência da Polícia Militar de Goiás com a corporação do Rio Grande do Norte, a PM do RN, através do 9°Batalhão – 9º BPM, em conjunto com a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas – DEPROV, realizou a prisão do foragido e fez a condução de três veículos de luxo à Delegacia para os devidos procedimentos.

“Investigado por roubo e tráfico internacional de drogas, ele era o principal gerente da facção, responsável pelo recebimento da droga da Bolívia e do Paraguai. Já teria movimentado ilicitamente mais de 1 bilhão de reais e vivia em Natal, em um condomínio de luxo, de onde comandava o tráfico de drogas”, afirmou o Major Givanildo, Comandante do 9º BPM.

CORPO ENCONTRADO EM TIBAU DO SUL É DE ADOLESCENTE DE 16 ANOS DESAPARECIDA

Foto: Cedida

 Um exame de DNA realizado pelo Itep confirmou que o corpo encontrado em Tibau do Sul é mesmo de Andreza Alves do Nascimento, de 16 anos, que estava desaparecida desde 21 de novembro.

De acordo com o Itep, o corpo estava em avançado estado de decomposição, por isso era preciso a prova técnica. O exame de DNA comparou o sangue coletado no corpo da adolescente com o material genético coletado dos pais de Andreza.

Desaparecimento

Andreza Alves do Nascimento, de 16 anos, foi vista pela última vez no dia 21 de novembro, quando saiu do trabalho, uma lavanderia em Pipa, e passou na casa de uma vizinha na comunidade Cabaceiras, em Tibau do Sul, para buscar um documento.

“Ela saiu do trabalho, pegou um ônibus, desceu e se dirigiu a casa de uma amiga nossa para pegar um documento dela que estava lá. O documento não estava e ela falou que voltava no outro dia. Então, ela saiu e foi no mercado comprar fralda e leite para a neném. Teve pessoas que conversaram com ela no caminho de casa… Mas infelizmente ela não chegou”, relatou a irmã da jovem.

O corpo de Andreza foi encontrado no dia 29 de novembro, em uma área de mata, em Sibaúma, Tibau do Sul. Andreza deixa uma filha de 1 ano e 7 meses.

Do G1/RN

PRESIDENTE DA FRANÇA, EMMANUEL MACRON, TESTA POSITIVO PARA COVID-19

Foto: France2/ AFP

O presidente da França, Emmanuel Macron, testou positivo para o novo coronavírus e permanecerá isolado por uma semana, anunciou nesta quinta-feira, 17, o Palácio do Eliseu, sede da presidência francesa.

De acordo com o comunicado oficial divulgado pela presidência, Macron foi submetido a um teste RT-PCR logo quando apresentou os primeiros sintomas, o que confirmou o diagnóstico. Ainda segundo o comunicado, o presidente permanecerá em isolamento por sete dias, mas continuará trabalhando de forma virtual.

A infecção de Macron ocorre durante a segunda onda da pandemia no país, que voltou a adotar medidas de distanciamento e isolamento social para tentar controlar a propagação, como o fechamento de bares, restaurantes e centros culturais, e toque de recolher das 20h às 06h.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, mais de 17 mil casos da doença foram confirmados na França nas últimas 24 horas, com quase 300 mortes. Desde o início da pandemia, o país registrou 2.456.126 casos e 59.472 mortes por covid-19.

Em meio ao cenário crescente de casos, o país tenta programar o início de uma campanha nacional de vacinação. Na quarta-feira, 16, o primeiro-ministro Jean Castex afirmou que, se as condições permitirem, a imunização dos franceses começará “na última semana de dezembro”. No entanto, o primeiro-ministro condicionou o lançamento da campanha à autorização de comercialização da vacina por parte da Agência Europeia de Medicamentos “prevista para 21 de dezembro” e à recomendação da Alta Autoridade Francesa de Saúde, esperada para pouco depois.

 Estadão Conteúdo

PAPA LEMBRA VÍTIMAS DA PANDEMIA EM MENSAGEM PELO DIA MUNDIAL DA PAZ

Foto: Remo Casilli/Reuters

O papa Francisco lembrou  hoje(17), as vítimas da pandemia e os que se dedicaram ao cuidado dos doentes, em mensagem pelo Dia Mundial da Paz, e pede que as vacinas cheguem também aos países mais pobres.

Na mensagem pelo 54º Dia Mundial da Paz 2021 (1º de janeiro) com o título “A cultura do cuidado como percurso para a paz”, divulgada nesta quinta-feira, ele diz que a pandemia agravou outras crises, como a climática, a alimentar, a econômica e a da migração.

“O ano de 2020 ficou marcado pela grande crise sanitária da covid-19, que se transformou num fenômeno plurissetorial e global, agravando fortemente outras crises interrelacionadas como a climática, alimentar, econômica e migratória, e provocando grandes sofrimentos e incómodos”, escreve o papa na mensagem.

Ele lembra ainda os que perderam familiares ou pessoas queridas, os que ficaram sem trabalho e todos os que trabalham na linha da frente.

“Penso, em primeiro lugar, naqueles que perderam um familiar ou uma pessoa querida, mas também em quem ficou sem trabalho. Lembro de modo especial os médicos, enfermeiras e enfermeiros, farmacêuticos, investigadores, voluntários, capelães e funcionários dos hospitais e centros de saúde, que se prodigalizaram – e continuam a fazê-lo -, com grande fadiga e sacrifício, ao ponto de alguns deles morrerem quando procuravam estar perto dos doentes, a fim de aliviar os seus sofrimentos ou salvar-lhes a vida”.

O papa também reitera seu apelo “aos políticos e ao setor privado para que adotem as medidas apropriadas, a fim de garantir o acesso às vacinas contra a covid-19 e às tecnologias essenciais necessárias para prestar assistência aos doentes e aos mais pobres e frágeis “.

Algumas organizações não governamentais assinaram recentemente um documento alertando que “nove em cada dez pessoas em países pobres não terão acesso à vacina contra a covid-19 no próximo ano.”

O texto adverte também para o ressurgimento de várias formas de “nacionalismo, racismo, xenofobia e também guerras e conflitos”, que “semeiam morte e destruição”.

“É doloroso constatar que, infelizmente, junto com numerosos testemunhos de caridade e solidariedade, várias formas de nacionalismo, racismo, xenofobia e mesmo guerras e conflitos que semeiam morte e destruição estão a ganhar novo impulso”.

Francisco propõe na mensagem “a cultura do cuidado como forma de paz” e “a erradicação da cultura da indiferença, da rejeição e do confronto, que hoje costuma prevalecer”.

“Encorajo todos a se tornarem profetas e testemunhas da cultura do cuidado, para preencher tantas desigualdades sociais”, afirma.

Ele destaca que “isso só será possível com o papel generalizado da mulher, na família e em todas as esferas sociais, políticas e institucionais”.

O papa lamenta que “em muitas regiões e comunidades já não se lembrem de uma época em que viviam em paz e segurança” e denuncia o “desperdício de recursos com armas, em particular com armas nucleares” considerando que os recursos deveriam ser utilizados para prioridades a fim de garantir a segurança das pessoas, como a promoção da paz e do desenvolvimento humano integral, a luta contra a pobreza e a satisfação das necessidades de saúde.

“Que decisão corajosa seria criar um fundo global com o dinheiro usado em armas e outras despesas militares para poder derrotar definitivamente a fome e ajudar o desenvolvimento dos países mais pobres!”, defende.

Francisco observa que a educação solidária deve partir da família, “onde se aprende a conviver na relação e no respeito mútuo”, mas lembra que é também missão da escola e da universidade e, da mesma forma, em alguns aspectos, da comunicação social “.

Por outro lado, considera que “as religiões em geral, e os líderes religiosos em particular, podem desempenhar papel insubstituível na transmissão aos fiéis e à sociedade dos valores da solidariedade, do respeito pelas diferenças” e do cuidado com os mais frágeis.

Francisco pede a todos que “alcancem o objetivo de uma educação mais aberta e inclusiva, capaz de escuta paciente, diálogo construtivo e compreensão mútua”.

O Dia Mundial da Paz foi instituído em 1968 pelo papa Paulo VI (1897-1978) e é celebrado no primeiro dia do ano.

Por RTP – Cidade do Vaticano/Agência Brasil

POLICIAL PENAL DO RN É UM DOS PRESOS EM OPERAÇÃO QUE APREENDEU 200 KG DE MACONHA EM JOÃO PESSOA

Foto: Polícia Militar da Paraíba/Divulgação

Um policial penal do Rio Grande do Norte é um dos dois homens presos nesta quarta-feira (16), em uma operação da Polícia Militar que apreendeu mais de 200 quilos de maconha em João Pessoa. De acordo com a polícia, a maior parte das drogas estava escondida em um galpão de uma oficina desativada.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap), que confirmou a prisão do servidor, além de responder às autoridades paraibanas criminalmente, ele será alvo de um processo administrativo disciplinar no RN.

A apreensão aconteceu no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, após a polícia ser informada de uma possível chegada de carregamento de drogas na área. Quando um veículo foi visto chegando em uma oficina desativa, os policiais revistaram o carro e encontraram, aproximadamente, 50 quilos de maconha – o motorista do carro foi preso.

Dentro da oficina, a Polícia Militar encontrou mais de 150 quilos da droga, em um galpão do estabelecimento. Um outro homem foi preso no local.

De acordo com a Seap, o servidor do Rio Grande do Norte já responde a uma sindicância por extravio de material bélico (uma arma do sistema penitenciário), um processo por embriaguez ao volante e posse de arma do sistema penal e outra sindicância por dirigir de forma imprudente durante a escolta de um preso para o hospital de Ceará-Mirim. Com informações do G1/RN.

PROFISSIONAL DE SAÚDE TEM REAÇÃO ALÉRGICA GRAVE DEPOIS DE VACINA DA PFIZER

Foto: Craig F. Walker/Pool via Reuters

Uma profissional de saúde do Alasca, nos Estados Unidos, teve uma reação alérgica severa à vacina da Pfizer contra a Covid-19 e está hospitalizada. A paciente de meia idade não possui histórico de alergia, mas sofreu uma reação anafilática 10 minutos depois de receber a dose do imunizante, que está sendo aplicado de forma emergencial no país.

De acordo com Lindy Jones, diretora de emergência do departamento médico do Barlett Regional Hospital, a profissional foi tratada com epinefrina e a reação, que incluiu falta de ar e vermelhidão, desapareceu minutos depois da aplicação do remédio. A mulher segue internada para observação, e deve ser liberada ainda hoje. “Ela está saudável”, afirma a médica ao jornal americano The New York Times.

A reação já aconteceu com duas pessoas no Reino Unido que também foram imunizadas com a vacina da Pfizer. Os dois pacientes já tinham alergias conhecidas e andavam com uma caneta de epinefrina para controlar reações.

Na ocasião, o governo britânico pediu que pacientes com histórico de alergia grave evitem a imunização, o que foi seguido pelas autoridades americanas.

Jerica Pitts, porta-voz da farmacêutica, afirma que ainda não há detalhes suficientes sobre o caso, mas a empresa está trabalhando com as autoridades de saúde local para entender o que aconteceu.

Por juliana contaifer/Matrópoles

PT DECIDE QUE NÃO APOIARÁ ARTHUR LIRA PARA A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Foto: Lula Marques/Agência PT

A bancada do PT na Câmara decidiu nesta 4ª feira (16.dez.2020) que não apoiará Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Casa.

A sigla ainda estuda em qual nome votará. A tendência é que fique com o eventual candidato apoiado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Lira é considerado aliado do presidente Jair Bolsonaro.

Em seu perfil no Twitter, a deputada federal e presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), fez o anúncio da decisão (sem citar diretamente o nome de Lira):

A eleição para presidente da Câmara será realizada em fevereiro de 2021.

Do poder 360

Topo