Comércios de Natal dão descontos em protesto contra carga tributária

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Motoristas de Natal formaram fila em uma rua do bairro Capim Macio, Zona Sul de Natal, para aproveitar a promoção de um posto de combustíveis que vende gasolina a R$ 4,13, nesta quinta-feira (6).

A ação faz parte da campanha “Dia Livre de Impostos”, promovida na cidade pela CDL Jovem, ligada à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Segundo a entidade, a ação realizada há mais de 10 anos visa conscientizar a população e protestar pela alta carga tributária paga no Brasil.

Além do posto que venderá combustível sem impostos, mais de 60 lojas, e mais de 120 unidades aderiram à campanha.

No posto de combustíveis, a ação começou por volta das 6h. O presidente da CDL Jovem Saulo Medeiros enfatiza que são 20 litros de combustível por veículo/moto, limitado aos 200 primeiros da fila, e o pagamento tem de ser feito em dinheiro, PIX ou cartão de débito.

A partir das 8h, as ofertas ganharam lojas do comércio de rua e shoppings centers, com ofertas especiais, e livre de impostos.

“O Dia Livre de Impostos é uma ação fundamental para ilustrar a diferença entre o preço real dos produtos e o quanto é acrescentado em impostos. Essa iniciativa demonstra de forma prática e tangível, o tamanho da carga tributária, como também estimula o debate público sobre a necessidade de uma reforma tributária justa e eficiente”, afirma Saulo Medeiros, presidente da CDL Jovem Natal.

Lojas participantes da ação em Natal

4Pump

A Graciosa

Adega São Cristóvão

Adorno Acessórios

Alecrim colchões

Amo Joias

Amo Presentes

Avohai

Belle Joias

Bem me quer

Cajarana

Capitania do Cheiro

CDL Natal

Clínica de Estética Drenesse

Comjol

Constance

D Store

Fio a Fio

Francys Calçados

Grand optical

La Femme

Lacoste

LeWash Higienização

Live!

Liz Midway

Loja do Estudante

Lorena Móveis

Mac móveis

Magic Games

Mahal

Matersol

MC Garvey

Migui Brinquedos

Mimos Korea Design

Miranda Computação

Mr. Beef Carnes Especiais

My Acessórios

New Vision

Ótica Diniz

Ótica Divina Prime

Oticalli

Posto Amigo

Produtinhos Natal

Rio Center

Romance Brazil

Santa Lolla

Santa Rosa Acessórios

São Braz Coffee Shop

Soff Perfumes

Sport Master

Stalker

Superzon

Unhas Cariocas – Cidade Jardim

Vai Lá e Arrasa

Zeiss Vision Center Natal

Comissão do senado aprova projeto que dificulta a sindicatos cobrar contribuição

Foto: Saulo Cruz/Agência Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, na quarta-feira (5), o parecer do senador Rogério Marinho (PL-RN), líder da oposição, ao Projeto de Lei (PL) 2.830/2019, do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) que regulamenta o direito de oposição à contribuição assistencial aos sindicatos. A medida visa proteger mais de 40 milhões de trabalhadores brasileiros de práticas abusivas na cobrança de taxas sindicais, facilitando a recusa por parte dos empregados. Agora, o projeto segue para a Câmara dos Deputados, a menos que haja um requerimento para votação no Plenário do Senado.

A regulamentação complementa uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Em setembro de 2023, a Suprema Corte julgou constitucional a cobrança da contribuição assistencial a todos os trabalhadores, mesmo os não sindicalizados, em pagamento que deve ser acertado em acordo ou convenção coletiva da categoria, e só poderá ser cobrado dos trabalhadores não filiados com autorização. Desde a sentença, os sindicatos têm dificultado o exercício do direito de oposição com prazos curtos e exigências onerosas, como comparecimento pessoal e cobrança de taxas abusivas, alertou Rogério Marinho.

O texto aprovado entende que o salário possui percepção constitucional de ser uma verba alimentar. Não pode, portanto, ser disposto livremente. Por conta disso, estabelece que os trabalhadores terão 60 dias para manifestar seu direito de oposição, contados a partir do início do contrato de trabalho ou da assinatura do acordo ou convenção coletiva. A cobrança da contribuição assistencial só poderá ocorrer uma vez ao ano, durante a vigência do acordo ou convenção, e não poderá ser feita de forma retroativa. O texto também prevê que o pagamento deve ser realizado via boleto ou PIX, sendo proibido o desconto em folha, exceto se previsto em acordo ou convenção coletiva — e sempre respeitado o direito de oposição.

A proposta original, de autoria do senador Styvenson Valentim, tratava apenas da redução do prazo para execução de dívidas trabalhistas de 45 para 15 dias. Rogério Marinho, no entanto, ampliou o escopo do projeto para incluir a regulamentação do direito de oposição à contribuição assistencial, visando garantir justiça e transparência nas relações sindicais.

“Asseguramos mecanismos para que os trabalhadores brasileiros possam se opor à exploração arrecadatória de sindicatos pelegos e aparelhados que impõem taxas abusivas para o financiamento da esquerda!”, destacou o líder da oposição.

Reforma trabalhista

A reforma trabalhista aprovada em 2017 extinguiu o imposto sindical, que repassava aos sindicatos o valor equivalente a um dia de salário de cada empregado. Em 2023, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a cobrança de uma contribuição assistencial pelos sindicatos, inclusive dos trabalhadores não-filiados. Mas, segundo a Corte, deve ser assegurado ao trabalhador o direito de se opor, isto é, de se recusar a pagar.

 

Vídeo: Cesar Maia aparece sem calças e sentado em vaso durante sessão da Câmara; ‘indisposição repentina’, diz vereador

O vereador Cesar Maia (PSD),  ex-prefeito do Rio,  de 78 anos, viralizou nesta quarta-feira (5) após uma sessão extraordinária da Câmara Municipal do Rio.

Durante a discussão do projeto de lei que torna o Mirante da Rocinha patrimônio cultural da cidade, a tela abriu e apareceram vários parlamentares que participavam de forma on-line. Um deles foi o ex-prefeito do Rio, que surgiu sentado no banheiro sem calças, só de camisa.

Cesar Maia rapidamente levanta a câmera para mostrar só o rosto, mas mesmo assim o vereador Pablo Mello (Republicanos), que conduz a sessão do plenário da Câmara, pede:

“Senhor vereador Cesar Maia, peço que o senhor desligue a câmera, por favor”, disse Mello, tentando segurar o riso, em vão.

“Perfeitamente”, responde Maia.

Em nota, a assessoria de Maia fisse: “o vereador estava presente na sessão plenária, como em todas, e teve uma indisposição repentina, mas se manteve na sessão. O mal-estar súbito acabou prejudicando sua percepção da câmera aberta, se ateve somente em manter sua atenção ao trabalho”.

Nas redes sociais, o vídeo viralizou com os internautas dizendo que o ex-prefeito estava no vaso sanitário.  Com informações do g1/RJ

 

 

 

Zé Figueiredo é a maior liderança e Severino o mais rejeitado em São José de Mipibu, aponta pesquisa Item/GP

O prefeito Zé Figueiredo é a maior liderança política de São José de Mipibu e o pré-candidato Severino Rodrigues é o mais rejeitado pelos eleitores. É o que indica a Item Pesquisas Técnicas/Grande Ponto, em levantamento feito nos dias 24 e 25 de maio deste ano.

Ao serem questionados sobre qual é a maior liderança política de São José de Mipibu, 22,2% os eleitores não tiveram dúvida e disseram Zé Figueiredo, consolidando o nome do prefeito no cenário político mipibuense. Arlindo Dantas ficou em segundo lugar (16,8%) e Severino Rodrigues não passou dos 14%. Foram 27% os eleitores que não citaram nenhum nome ou não souberam responder ao questionamento.

Zé Figueiredo – 22,2%

Arlindo Dantas – 16,8%

Severino Rodrigues – 14%.

Os entrevistadores abordaram 500 eleitores e 32,8% deles rejeitaram Severino Rodrigues, enquanto Zé Figueiredo teve um índice de rejeição bem menor: 26,6%. No quesito “rejeição”, indecisos, brancos e nulos foram as respostas de 40,6% dos entrevistados.

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é: RN-06255/2024. Foram entrevistadas 500 pessoas. A margem de confiabilidade da pesquisa é de 95%. O erro amostral é de 4,3% para mais, ou para menos.

Portal Grande Ponto

São José de Mipibu: Zé Figueiredo lidera com 43,8% e Severino tem 38%, aponta pesquisa Item/GP

O prefeito Zé Figueiredo lidera a disputa eleitoral e deve permanecer no cargo, em São José de Mipibu, de acordo com o levantamento feito pela Item Pesquisas Técnicas/Grande Ponto, dias 24 e 25 de maio de 2024.

De forma estimulada, quando os entrevistados escolhem um dos nomes citados pelo entrevistador, Zé Figueiredo ficou com 43,8%, enquanto o segundo colocado pontuou 38%, ficando o que estão indecisos, votarão em branco ou anularão os votos com 18,2%.

Espontaneamente, sem qualquer tipo de sugestão dos entrevistadores, o prefeito Zé Figueiredo também lidera, ficando com 25,8% das intenções de votos. O segundo lugar recebeu 20,4% das citações. Eleitores indecisos, que declararam votar em branco e que pretendem anular o voto atingem os 45,8%. (Confira imagem abaixo)

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é: RN-06255/2024. Foram entrevistadas 500 pessoas. A margem de confiabilidade da pesquisa é de 95%. O erro amostral é de 4,3% para mais, ou para menos.

Portal Grande Ponto

Justiça restabelece a verdade em Canguaretama: “A verdade sempre irá aparecer”, diz prefeito Wilsinho

Em um resultado já esperado, a justiça determinou a retirada de João Wilson, o Wilsinho, atual prefeito e pré-candidato do município de Canguaretama, das acusações relacionadas a uma pesquisa eleitoral. A tentativa do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de envolver o prefeito Wilsinho na responsabilidade pela pesquisa acabou frustrada.

O MDB, tentou associar João Wilson à responsabilidade pela realização e divulgação de uma pesquisa de intenção de votos no município.

A decisão judicial considerou que não havia evidências suficientes para sustentar as acusações feitas pelo MDB, concluindo que o atual prefeito não teve envolvimento direto ou indireto na condução da referida pesquisa.

O prefeito Wilsinho afirmou que “a verdade sempre irá aparecer. E ainda teremos outras que em breve aparecerão”.

Vídeo: Zé Trovão parte para cima de Janones na Câmara após arquivamento de suspeita de ‘rachadinha’

Foto: Reprodução/Metrópoles

O deputado federal  Zé Trovão (PL-SC) partiu para cima de André Janones (Avante-MG) após sessão do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovar o arquivamento do processo de cassação aberto contra o aliado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Janones é acusado de um suposto esquema de “rachadinha” em seu gabinete. A representação contra ele foi apresentada por parlamentares do PL.

Trovão compartilhou o vídeo de briga e uma publicação em que chama Janones de “rei das rachadinhas”.

A sessão terminou em bate-boca. Além de Trovão, deputados  como Nikolas Ferreira (PL-MG), cercaram Janones aos gritos de “rachadinha”. Em meio ao tumulto, houve também ameaças de agressão: Janones chamou Nikolas para resolver “lá fora”. Ambos partiram um para cima do outro e foram separados por seguranças da Câmara e outros parlamentares.

Vídeos nas redes sociais mostram que a confusão se alastrou pelos corredores, com novos xingamentos e ameaças de agressão.

— Só nós dois, moleque golpista. Quebro a sua cara com um soco — disse Janones

— Bate, rachadinha — retrucou Nikolas.

No X, Nikolas afirmou que Janones fez xingamentos contra ele, a família e a honra. “Provoca, chama para a briga e quer que a gente fique calmo? NInguém é de ferro”, escreveu. Também na plataforma, Janones chamou o adversário de “frouxo”.

Placar da votação

O placar da votação desta quarta ficou em 12 a 5 pela aprovação do parecer do relator, deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), que votou pelo arquivamento do pedido de cassação.

Janones e parlamentares de oposição trocaram empurrões após a votação. O deputado foi escoltado pela Polícia Legislativa até a saída.

A representação contra Janones foi apresentada após dois ex-assessores do parlamentar afirmarem que ele cobrava funcionários lotados em seu gabinete na Câmara a repassar parte dos seus salários. O caso é investigado pela Polícia Federal.

Em entrevista ao Globo, Cefas Luiz Paulino e Fabrício Ferreira de Oliveira disseram que a prática envolvia até mesmo os valores recebidos como 13º e chegava a 60% dos vencimentos.

O Globo

Vídeo: Ciclista posa para selfie perto de trilhos e é atingida em cheio por trem

Foto: Reprodução/Rede Social

Uma ciclista foi atingida na cabeça por um trem no momento em que posava para uma foto com um grupo de amigas na zona rural de Uberaba (Minas Gerais). O acidente aconteceu na linha férrea da empresa VLI próximo à Estação Ferroviária de Palestina.

O vídeo gravado por uma das integrantes do grupo que fazia trilha de bicicleta flagra o momento exato do impacto. A mulher atingida se posicionou para a foto muito próxima da linha do trem no momento em que a locomotiva se aproximava.

Os bombeiros informaram que durante o atendimento à vítima ela disse que não avaliou a proximidade com a linha do trem. Ela estava consciente e reclamou de dor na região posterior lateral esquerda das costelas e os militares identificaram que ela aparentava ter fraturado uma costela. Ela foi encaminhada para o hospital. A colega que estava próxima da mulher atingida teve um corte na coxa devido ao impacto da vítima arremessada contra ela.

Apesar do maquinista ter acionado a buzina pelo menos duas vezes as ciclistas não se afastaram e continuaram a posar para fotos e vídeos até o momento em que a vítima foi fortemente atingida pela composição e lançada para a frente atingindo a colega que fazia a foto.

Logo após o impacto é possível ouvir a mulher gritando: “Me deita, me deita”. Uma das colegas pergunta: “O que aconteceu”, e ela responde: “Bateu em mim”, e uma outra ciclista tenta acalmá-la: “Calma, tudo bem, respira, respira”.

O acidente aconteceu no dia 13 de abril e no dia 25 do mesmo mês ela fez uma publicação em uma rede social agradecendo as orações que recebeu.

Em nota, a empresa VLI, dona da locomotiva, disse apuras as circunstâncias do acidente e orienta as pessoas a ter um comportamento mais cuidadoso em relação à ferrovia. Veja as orientações:

  • manter sempre distância segura da faixa de domínio, pois o trem não ocupa apenas o espaço dedicado à linha férrea
  • evitar fazer vídeos e fotos próximo à linha do trem estão entre as dicas de segurança para evitar ocorrências.
  • a distração por aplicativos de celular ou a pressa não valem a segurança de condutores, pedestres e ciclistas.

Fonte: g1

MP recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos até reduzir despesa com pessoal

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou ao governo do estado uma série de medidas administrativas para adequação das despesas estaduais à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Entre elas, determina que o governo não aumente salários, suspenda a criação de cargos e não realize concursos públicos.

A recomendação, publicada na edição desta terça-feira (4) do Diário Oficial do Estado, dá prazo de 90 dias para o cumprimento das medidas.

O documento assinado pela procuradora-geral de Justiça, Elaine Cardoso recomenda que o governo elimine o excedente de gastos com pessoal em pelo menos 10% por ano.

O objetivo é alcançar o percentual de 53,45% da receita corrente líquida ao final do exercício financeiro de 2024. O Poder Executivo ainda deve adotar redução gradativa dos gastos com pessoal, nos próximos anos, para alcançar o patamar de 52,89% em 2025 e 52,34% em 2026, até até retornar ao limite, de 49%, em 2032.

Entre as medidas, o MP recomenda que o governo:

  • se abstenha de conceder vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual, ressalvada a revisão prevista no inciso X do artigo 37 da Constituição (revisão anual);
  • não crie cargos, empregos ou funções públicas, nem altere estruturas de carreira que impliquem em aumento de despesa;
  • se abstenha de contratar hora extra ou realizar novos concursos públicos, a não ser para reposição de vagas em casos de morte ou aposentadoria, nas áreas de saúde, educação e segurança.

Gastos acima do limite

Ainda de acordo com o MP, no 1º quadrimestre de 2024, o Rio Grande do Norte comprometeu 56,86% da receita corrente do Estado com gastos com pessoal. Em 2022, o índice do 1º quadrimestre era de 52,14%.

O órgão ministerial ressaltou que o gasto está acima do limite previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que define que o limite de gasto com pessoal em 49% da receita corrente líquida, para o Poder Executivo estadual.

Segundo o Relatório de Gestão Fiscal, publicado pelo Tesouro Nacional, o Rio Grande do Norte tem o maior percentual de gastos com pessoal entre todos os estados brasileiros.

Por fim, a recomendação indica que o governo faça um levantamento patrimônios e analise a possibilidade de conferir “destinação econômica destes para fins de angariar recursos”. Com informações do g1/RN.

Prefeito Zé Figueiredo segue de bem com a população de São José de Mipibu

Foto: Divulgação

De bem com a população, o prefeito Zé Figueiredo segue com investimentos que favorecem a vida de todos. Município com mais de sessenta obras em execução, São José de Mipibu assume a posição de ter o gestor municipal com o maior número de benefícios entregues e sendo realizados na região Agreste do RN.

São José de Mipibu não se destaca apenas pelo número de ruas e avenidas pavimentadas, sobretudo pela grandiosidade dos benefícios que contemplam a população, com destaque para a Saúde, considerada a mais bem avaliada da região.

Não são tapinhas nas costas nem palavras fáceis que aproximam o prefeito da população, mas a qualidade e o conforto das obras estruturais entregues por ele em todo o município, como escolas e unidades de saúde, equipamentos considerados de elevado padrão.

Assim, com poucas palavras e muitas ações, Zé Figueiredo segue mudando para melhor a realidade na terra onde nasceu, vive e trabalha.

No TSE, Cármen Lúcia quer garantir liberdade do voto em presídios

Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

A nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, quer atuar para garantir a liberdade de voto aos presos provisórios do país, que têm direito de participar das eleições.

A preocupação da ministra é com uma possível interferência do crime organizado – historicamente infiltrado nos presídios brasileiros – na escolha dos candidatos pelos eleitores.

Cármen tem dito a auxiliares próximos que é preciso atenção para que ninguém seja coagido a votar, por exemplo, em candidatos ligados à milícia ou às próprias facções que dominam os presídios.

A ministra fez uma comparação com as “fake news” – se a desinformação pode interferir na liberdade do voto do eleitor em geral, essa liberdade também deve ser assegurada evitando pressões dentro dos estabelecimentos prisionais.

O TSE regulamentou as eleições nos presídios em uma resolução editada em 2010, com base no princípio constitucional de universalizar o direito ao voto.

A medida vale apenas para presos provisórios, ou seja, aqueles que estão privados de liberdade de forma preventiva ou ainda estão recorrendo de suas sentenças.

Também vale para adolescentes do sistema socioeducativo, uma vez que os eleitores brasileiros estão aptos a emitir o título a partir dos 16 anos de idade.

No caso dos adultos, quando a condenação “transita em julgado”, ou seja, é definitiva, sem possibilidade de novos recursos, o direito ao voto é cassado e a pessoa não participa mais das eleições.

Em 2022, aproximadamente 12,6 mil presos provisórios e adolescentes do sistema socioeducativo estavam aptos a votar.

A organização das seções eleitorais cabe aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) – Cármen se reuniu nesta terça-feira com os presidentes de 24 deles.

Os detentos provisórios representam 44% da população prisional do país – são cerca de 404 mil pessoas, de um total de 909 mil, segundo os dados mais recentes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

CNN

Suspeita de envenenar namorado com brigadeirão se entrega à polícia

Foto: Reprodução

Suspeita de envenenar o namorado com um brigadeirão, a psicóloga Julia Pimenta se entregou à polícia do Rio de Janeiro na madrugada desta quarta-feira (5).

Ela prestou depoimento na delegacia acompanhada de seu advogado e foi encaminhada para a cela. Investigações apontam que Julia ficou na casa da mãe após o crime e posteriormente teria se escondido em outro local com ajuda de terceiros.

Novos trechos do depoimento revelaram detalhes sobre a relação conturbada com o empresário Luiz Marcelo Ormon, incluindo mesadas recebidas por ela. Julia será transferida para o presídio de Benfica enquanto aguarda novas decisões judiciais.

R7

Mulher perde controle de carro e cai de falésia na praia de Pipa

Foto: Reprodução

Um veículo caiu do chapadão na praia de Pipa, em Tibau do Sul, nesta quarta-feira (5). O Corpo de Bombeiros (CBM/RN) fez o resgate da motorista nesta madrugada. A mulher, de 40 anos, estava sozinha no carro.

Militares do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte foram acionados na madrugada para prestar socorro a uma mulher que perdeu o controle do veículo e caiu nas falésias.

De acordo com os bombeiros, ao serem acionados por volta das 2h20 e chegaram no local com três equipes de salvamento, a mulher com idade aproximada de 40 anos, já estava sozinha e fora do veículo próximo às pedras. O veículo, modelo Polo de cor prata, foi arrastado pela maré para dentro da água.

O CBM informou que o resgate demorou cerca de 40 minutos, por causa do deslocamento. No carro, a vítima estava sozinha e com alguns ferimentos no rosto. No momento, a mulher apresentou sinais de desorientação e foi encaminhada ao Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

Tribuna do Norte

‘Não se preocupe tanto’, diz Moro à mulher após STF abrir processo por calúnia; veja conversa

Foto: Michel Filho/Agência O Globo

No mesmo dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu abrir processo criminal contra o senador Sérgio Moro (União-PR), o ex-juiz da Lava Jato tentou tranquilizar a esposa, deputada Rosângela Moro (União-SP). Em uma conversa pelo celular às 17:30, quando o julgamento da Primeira Turma da Corte já tinha sido encerrado, Rosângela contactou o marido querendo saber qual era o crime e qual era a pena.

No início da conversa, Rosângela pergunta ao senador qual seria o delito no qual ele está sendo acusado: “Qual crime? Calúnia?”. Moro responde: “Calúnia”. A deputada questiona se a pena seria maior que quatro anos. O ex-juiz da Lava Jato responde: “Em tese pode ser em decorrência das causas de aumento, mas altamente improvável”.

Caso seja condenado a uma pena superior a quatro anos, Moro corre o risco de perder o mandato. De acordo com o artigo nº 92 do Código Penal Brasileiro, a perda de função pública é decretada quando a pena privativa de liberdade tem um tempo superior ao período citado por Rosângela.

Moro é acusado de caluniar o ministro do STF Gilmar Mendes ao afirmar que o magistrado venderia decisões judiciais.

“Não, isso é fiança, instituto… pra comprar um habeas corpus do Gilmar Mendes”, afirmou o ex-juiz da Lava Jato em um vídeo antigo que repercutiu nas redes sociais em abril de 2023.

Estadão

Peeling de fenol: Entenda tratamento arriscado que pode ter levado empresário à morte

Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O empresário Henrique da Silva Chagas, de 27 anos, morreu após realizar um procedimento estético conhecido como peeling de fenol na última segunda-feira. Ele passou pela intervenção no Studio Natalia Becker, no Campo Belo, Zona Sul de São de Paulo. Segundo a Polícia Civil, uma das suspeitas investigadas é a de que Chagas possa ter tido algum tipo de reação alérgica ao tratamento e morrido por “choque anafilático” pelo uso de alguma substância química.

Natalia Fabiana de Freitas Antonio, que se identifica nas redes sociais como Natalia Becker, é dona da clínica e é procurada pela investigação para ser ouvida sobre o ocorrido. O caso, que havia sido registrado como “morte suspeita” no 27º Distrito Policial (DP), passou a ser investigado como “homicídio”, segundo informou nesta terça (4) a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

De acordo com o boletim de ocorrência obtido pelo Globo, Henrique estava trêmulo e reclamou de dores após o procedimento. No documento, Becker não estava mais no local quando os policiais foram acionados. No momento, as autoridades tentam localizá-la.

Nas redes sociais, Rick Chagas, como Henrique se identificava, publicava detalhes de sua rotina como proprietário da empresa “Meu Xodó – Banho & Tosa”, cujo perfil profissional no Facebook possui cerca de 500 seguidores. Morador de Pirassununga, no interior de São Paulo, ele compartilhava os cortes que fazia nos animais e momentos felizes que vivia com amigos, como viagens e saídas noturnas.

O que é o peeling de fenol?

A técnica faz com que o fenol penetre na camada mais superficial da pele (epiderme), causando a necrose daquela “antiga pele” e induz uma reação inflamatória nas camadas mais internas da pele, como a derme. Ele estimula a produção de colágeno e consequentemente “nasce” uma pele mais rejuvenescida.

Quais são os riscos do peeling de fenol?

Apesar de não ser algo recente na indústria da beleza, especialistas da área alertam que o processo não é indicado para todas as pessoas, tem contraindicações e riscos.

Em entrevista ao Globo, o dermatologista Abdo Salomão Jr., da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), afirmou que o tratamento só pode ser realizado em hospitais por apresentar diversos riscos à saúde.

— É uma queimadura programada, em que você remove toda a epiderme e uma parte da derme. Os resultados são brilhantes, mas é um procedimento que está em desuso. Ele é muito sofrido, há riscos altos para cicatrizes e manchas, a pessoas permanece de dois a três meses com o rosto vermelho, um mês sem sair de casa e uma semana sem nem abrir os olhos. Então, a despeito dos resultados, praticamente não se faz mais, e a procura é muito baixa — explica Salomão Jr.

O Globo

Topo