MANIFESTANTES FAZEM ATOS CONTRA BOLSONARO E PEDEM MAIS VACINAS EM CIDADES DO RN

Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca

Manifestantes fizeram protestos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã deste sábado (24) no Rio Grande do Norte. Atos também cobraram mais vacinas contra a Covid-19.

Em Caicó, na região Seridó potiguar, o ato foi liderado por sindicatos e partidos começou com uma concentração, por volta das 7h30, na praça de alimentação localizada no centro do município.

Em seguida, os manifestantes saíram em caminhada pelo centro da cidade. O protesto acabou na feira pública por volta das 9h50. Os manifestantes usavam máscaras.

Durante o ato, as pessoas deram gritos de ordem de “fora, Bolsonaro”, pediram mais vacinas e criticaram a PEC 32, que prevê a reforma administrativa no país.

Em Parnamirim, na Grande Natal, um ato convocado por partidos de esquerda começou por volta das 9h na Praça Paz de Deus, no centro do município. Vereadores de Natal e representantes de associações também estiveram no local e participaram de uma “batucada”.

Os manifestantes ficaram no local até por volta de 11h30 e fizeram discursos pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Com informações do G1.

COMPRA DE RESPIRADORES PELO CONSÓRCIO NORDESTE “FOI PLANEJADO PARA DAR ERRADO”; DIZ REPORTAGEM

Foto: Reprodução

Mesmo com aval para investigar a aplicação de recursos federais por estados e municípios, a questão dos respiradores comprados pelo Consórcio Nordeste, e que nunca foram entregues, tem ficado de fora dos olhares da CPI da Covid. Reportagem da revista Veja publicada nesta sexta-feira, 23, mostra detalhes da compra que resultou em prejuízo de R$ 48 milhões aos cofres públicos.

No centro da negociação de 300 respiradores está a Hempcare Pharma que, apesar de ter apenas dois funcionários registrados, firmou o contrato milionário. O inquérito que apura a compra dos equipamentos, inicialmente conduzido pela polícia baiana, apresentou a empresa de Cristiana Prestes Taddeo como ponta de uma rede criminosa.

“O negócio, desde o início, foi planejado para dar errado. Vasculhando o contrato, os investigadores detectaram uma série de ilegalidades para facilitar e agilizar ao máximo a negociação. Só para citar um exemplo: o acordo original previa a contratação de um seguro internacional para garantir a entrega da mercadoria, uma cláusula que visa exatamente a proteger o comprador. No meio do processo, o contrato foi modificado. O seguro passou a valer apenas a partir do momento em que os respiradores deixassem a China, de onde teoricamente seriam importados. Como esse embarque nunca aconteceu e o pagamento foi antecipado, R$ 48 milhões foram para o ralo, numa trama, segundo os policiais, que ultrapassou ‘os limites da vilania’”, afirma a reportagem.

Por envolver o governador da Bahia, Rui Costa (PT), apontado pela Polícia Federal como “potencial investigado”, o inquérito foi remetido para o Superior Tribunal de Justiça, em Brasília. O petista presidia o Consórcio Nordeste à época dos fatos. Ouvido pela Polícia Federal, Costa se eximiu de qualquer responsabilidade pela fraude. Segundo ele, não fazia parte das atribuições de um governador observar detalhes de licitação ou de contratos.

Fonte: Grande Ponto/ Por Veja

SENADORES QUEREM RETOMAR ANÁLISE SOBRE FORMA DE INDICAÇÃO DE MINISTROS DO STF

Foto: Carlos Moura

Um grupo de senadores quer retomar a votação de uma proposta que altera a indicação de ministros do Supremo Tribunal Federal (PEC 35/2015). A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) já aprovou uma versão que prevê uma lista tríplice e mandato fixo, como sugerido pelo senador Lasier Martins (Podemos-RS). O relator, Antonio Anastasia (PSD-MG), analisa ainda uma proposta de Jorge Kajuru (Podemos-GO) que define idade mínima de 55 anos para os integrantes da Corte.

Fonte: Agência Senado

VEREADOR DO INTERIOR DO RN MORRE VÍTIMA DA COVID-19 AOS 35 ANOS

Eclairton Fernandes  – Foto: Rede Social

O vereador Eclairton Fernandes de Oliveira (MDB), 35 anos de idade, do município de Luíz Gomes, no Oste potiguar, morreu nesta sexta-feira (23)  em consequência da Covid-19.

Ele veio a óbito no Hospital Regional Cleodon Carlos Bezerra, na cidade de Pau dos Ferros.

Clairton Izidoro, como era mais conhecido, teve 287 votos na eleição municipal de 2020. Exercia o primeiro mandato e estava como vice-presidente da Câmara Municipal.

A Prefeitura Municipal de Luís Gomes decretou luto por três dias.

OPERAÇÃO FLAGRA 90 MOTORISTAS SOB EFEITO DE ÁLCOOL E PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA NA ZONA NORTE DE NATAL

Foto: PM/Divulgação

Em dois dias, agentes da Operação Lei Seca e da Polícia Militar flagraram 90 pessoas dirigindo sob influência de álcool, prenderam um foragido da justiça e apreenderam 24 veículos na Zona Norte de Natal.

As operações ocorreram na quinta (22) e na sexta-feira (23), segundo a PM.

O homem que estava com mandado de prisão em aberto por crime de roubo a mão armada passou na blitz montada na descida da Ponte Newton Navarro, que fiscalizava motocicletas com irregularidades diversas.

Os policiais realizaram a abordagem e após consulta foi constatada a situação do foragido, que foi preso e levado à delegacia de plantão.

Já na madrugada da sexta (23),1.564 veículos foram abordados, resultado em 90 autuações por alcoolemia.

Do total, 79 motoristas se recusaram a fazer o teste, seis tiveram resultado positivo e cinco foram presos por dirigir com capacidade psicomotora alterada.

Além disso, foram registrados 101 autos por infrações diversas e 24 veículos foram apreendidos. Com informações do G1RN.

DECRETOS PRÓ-ARMAS DE BOLSONARO ENFRENTAM RESISTÊNCIA NO SENADO

Foto: Reprodução

Prioridade de campanha do presidente Jair Bolsonaro, a facilitação do acesso a armas de fogo não avançou no Senado num semestre marcado pela reação contrária a quatro decretos presidenciais sobre o tema. Vários dispositivos desses decretos foram suspensos por liminar da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber. Um projeto do Senado para sustar os decretos (PDL 55/2021) teve sua votação adiada, à espera da conclusão do julgamento no Supremo.

Desde o início do governo, Bolsonaro vem editando decretos para driblar a resistência que tem encontrado no Congresso. Alguns deles foram contestados em decretos legislativos e ações judiciais, mas outros entraram em vigor, como o que autoriza que cada pessoa registre quatro armas (antes eram duas); o que permite posse de armas a moradores de áreas rurais; o que aumenta o limite anual de munições de 50 para 200 (e depois, para 550); e o que revoga três portarias do Exército que possibilitavam o rastreamento e o controle de armamentos.

Publicados em 12 de fevereiro, os Decretos 10.627, 10.628, 10.629 e 10.630 regulamentam o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826, de 2003), no sentido de flexibilizar normas e ampliar o acesso a armas de fogo. Entre outros dispositivos, as normas permitem que profissionais autorizados, além de colecionadores, atiradores e caçadores (CACs), possam comprar mais armas e munições. Também modificam os critérios para análise do pedido de concessão de porte e reduzem a lista de artefatos classificados como produtos controlados pelo Exército (PCEs).

Contestação

Vários senadores reagiram imediatamente, apontando extrapolação no poder regulamentar do Executivo e violações ao Estatuto do Desarmamento, citando estatísticas sobre o aumento do número de homicídios no Brasil e contestando o esvaziamento do poder do Exército na fiscalização de produtos controlados.

Os senadores apresentaram 14 projetos de decreto legislativo com o intuito de cancelar total ou parcialmente os decretos presidenciais. Na justificação do PDL 55/2021, submetido a tramitação conjunta com os outros 13 PDLs, o senador Paulo Rocha (PT-PA) afirma que o Executivo extrapolou seu poder regulamentar, usurpando competência do Congresso Nacional, que “é o local adequado para se realizar qualquer alteração no que diz respeito ao porte e à posse de armas de fogo”.

Em 12 de abril, na semana em que os decretos presidenciais entrariam em vigor, uma liminar da ministra Rosa Weber suspendeu vários de seus dispositivos, como o que abre a possibilidade de aquisição de até seis armas por civis e oito por agentes estatais e de porte de duas armas simultaneamente. A liminar foi deferida em resposta a cinco ações diretas de inconstitucionalidade levadas ao Supremo pelos partidos PSB, PT, PSOL e Rede. Na mesma data, os senadores concordaram em adiar a votação do PDL 55/2021 para aguardar a decisão do STF sobre o tema, mas o adiamento sofreu críticas.

Fonte: Agência Senado

PONTE DE IGAPÓ É BLOQUEADA COM FOGO EM PNEUS EM NATAL

Foto: PM/ Divulgação

Na madrugada deste sábado(24), por volta das 4h50, a  ponte de Igapó,  via de acesso entre a Zona Norte de Natal e o restante da cidade. foi bloqueada com pneus em chamas, A rede social da  União da Juventude Comunista(UJC), destaca a ação e as palavras de ordem “Rumo a Greve Geral, fora Bolsonaro!”, escrito em frente aos pneus.

De acordo com informações  da Polícia Militar,  a Rádio Patrulha do 4º Batalhão foi acionada para averiguar um bloqueio na via, no sentido à Zona Leste,

Ainda de acordo com  informações  passadas à corporação, um grupo teria ateado fogo em pneus e fechado a pista com arames farpados.

O trânsito foi desviado pelas faixas da mão contrária, que foi transformada em via em dois sentidos até a chegada dos bombeiros, que controlaram o fogo e liberaram a via em seguida. Nenhum suspeito foi detido.

 

PROJETO PREVÊ TESTE DE ANTICORPOS CONTRA COVID NO SUS E NOS PLANOS DE SAÚDE

 

Foto: Reprodução

O Projeto de Lei 2049/21 inclui na Lei da Vacina a realização, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e dos planos de saúde, de teste de anticorpos neutralizantes da Covid-19. Pelo texto, os casos a serem abrangidos pela proposta serão definidos posteriormente em regulamento.

A proposta, do deputado Edilázio Júnior (PSD-MA), tramita na Câmara dos Deputados.

O autor justifica a matéria com a ocorrência de casos em que a pessoa que recebeu a vacina contra a Covid-19 não desenvolveu anticorpos neutralizantes, mesmo após a administração de duas doses de vacina. A preocupação dele é com idosos e pacientes com comorbidades.

Tramitação

O texto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

FAMÍLIA É CONDENADA POR ESTELIONATO E USO DE DOCUMENTO FALSO NA LOCAÇÃO DE IMÓVEL EM NATAL

Foto: Reprodução

Um casal de comerciantes e uma filha deles foram condenados pela Justiça pelos crimes de estelionato e uso de documento falso, praticados em Natal, cometidos na apresentação de cédulas de identidade para a celebração de um contrato de locação de um imóvel, através da emissão de cheque pré-datado, utilizando nome falso. Eles foram condenados a penas de um a três anos de reclusão e multa.

A denúncia relatou que no dia 16 de janeiro de 2019 o casal pactuou um contrato de locação de um imóvel, situado no bairro Potengi, zona norte da Capital, com uso de nome falso. Na oportunidade, obtiveram vantagem ilícita, em prejuízo da vítima, proprietária do imóvel, que foi induzida em erro diante da utilização de meio fraudulento, ou seja, utilização de nome falso do comerciante para concretizar o negócio.

A falsificação ocorreu no momento em que efetuaram uma caução referente a dois meses de aluguel, através de um cheque pré-datado para o dia 20 de fevereiro de 2019, no valor de R$ 2.400,00, preenchido e assinado pela comerciante, também utilizando nome falso.

Consta ainda que no dia 18 de janeiro de 2019, policiais civis obtiveram informação de que uma mulher estava aplicando diversos golpes de estelionato em Natal e que ela se encontrava em uma residência situada no bairro Potengi, para onde se dirigiram e lá fizeram campana, realizando a abordagem aos acusados. Nesse momento, o casal se identificou com cédulas de identidades falsificadas, além da filha deles, uma estudante, que também agiu da mesma maneira.

Segundo os autos, a abordagem foi feita por volta das 12h30, quando um veículo Citroen C3 parou em frente à residência, momento em que os policiais abordaram duas pessoas, tendo uma delas informado que na residência morava seu pai, com a companheira e a sua irmã.

Em seguida, ela chamou seu pai, que se identificou falsamente aos policiais, tendo em seguida autorizado a entrada destes na residência, onde as outras duas acusadas foram abordadas utilizando documentos falsos, sendo apreendidos diversos documentos falsificados com as fotografias dos réus, bem como, vários cartões bancários, certidões de nascimento em nome de diversas pessoas, além de talonários de cheques e folhas de cheques já preenchidas, sendo os acusados autuados em flagrante delito.

Por isso, todos foram conduzidos à presença da autoridade policial do 12º Distrito Policial, oportunidade em que foram autuados em flagrante delito.

Decisão

Para o Juízo da 4ª Vara Criminal de Natal, a materialidade delitiva ficou comprovada através do Auto de Prisão em Flagrante, Autos de Exibição e Apreensão, Boletins de Ocorrência e contrato de locação de imóvel, todos anexados aos autos. Quanto à autoria, também não restou dúvidas, pois os acusados confessaram as práticas delitivas e as suas confissões foram corroboradas pelos depoimentos colhidos em Juízo, sob o crivo do contraditório e da ampla defesa.

Considerou que o primeiro acusado, ao ser interrogado em Juízo, afirmou ser verdadeira a acusação e disse que foram encontrados documentos falsos no interior da sua residência que havia utilizado para comprar produtos em uma loja e que assinou um contrato de locação com uma proprietária do imóvel para a qual entregou dois cheques preenchidos por sua esposa no valor de R$ 2.400,00 e que os mesmos não foram descontados.

A Justiça também levou em consideração que o acusado relatou que a sua filha, também ré na ação, não tinha nenhum envolvimento com os crimes, pois foi ele mesmo quem mandou confeccionar o documento falso para ela, fazendo constar um outro nome e que este documento foi utilizado por sua filha apenas no momento em que foi abordada pelos policiais.

Disse que comprou um gelágua, notebook, motor de portão e dois cachorros através do site OLX e que foram produtos de baixo valor e eram utilizados para sua subsistência, afirmando, por fim, que utilizou dois documentos falsos e que os cartões de crédito apreendidos na sua residência não lhe pertencem e que trabalhava comercializando ração para animais.

A acusada, por sua vez, disse que utilizou um cheque emprestado e assinado por uma amiga para pagar o aluguel de uma residência no valor de R$ 2.400,00 e estava passando por uma situação financeira difícil e que por isso “comprou” vários documentos de identidade civil pelo valor de R$ 500,00, cada um, a uma terceira pessoa e só fazia assinar o documento e colocar a sua digital e que os documentos lhe serviriam para abrir contas bancárias e efetuar compras.

Para a Justiça, a contumácia delitiva dos acusados em crimes contra o patrimônio impede o reconhecimento da causa supralegal de excludente da tipicidade material, pois, como verificou em extrato processual anexado aos autos, em desfavor dos acusados existem outras ações penais, o que impede a aplicação do instituto.

HOSPITAL WALFREDO GURGEL CONTINUA SUPERLOTADO; SESAP SE REÚNE COM DIREÇÃO DA UNIDADE PARA TRAÇAR ESTRATÉGIAS

Pacientes internados em macas nos corredores do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Cedida

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, maior serviço hospitalar público do Rio Grande do Norte, tem enfrentado, nas últimas semanas, um cenário de superlotação. Em imagens divulgadas por pacientes e funcionários, é possível ver os corredores lotados e macas improvisadas inclusive na recepção da unidade.

Dados apresentados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), nesta sexta-feira (23), mostraram que houve um aumento de 24% nas demandas que são atendidas corriqueiramente na unidade. Além disso, segundo a secretaria, cerca de 26,7% dos pacientes que chegam à unidade, chegam sem nenhum atendimento ou avaliação anterior.

Diante dessa realidade, a equipe de gestão da Sesap esteve reunida, nesta sexta-feira, com o corpo diretivo do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel para discutir as ações que serão realizadas a curto e médio prazo, visando qualificar o acesso e ampliar a oferta assistencial da unidade hospitalar.

Nesse sentido, de acordo com a Sesap, serão tomadas as seguintes medidas estratégicas:  ampliação da oferta de vagas no Deóclecio Marques para suprir a demanda vinda do Walfredo; incremento de cirurgias ortopédicas na Rede SUS RN, já partir do mês de agosto, com incremento de   cirurgias ortopédicas  (Walfredo Gurgel e Deoclécio Marques), além dos hospitais de Pau dos Ferros e Assu, este último passará a fazer esse tipo de procedimento; além do retorno de pacientes de baixa complexidade; e a regulação na porta do Walfredo Gurgel.

A regulação da porta do Walfredo classificará os casos que chegam no Hospital Walfredo Gurgel. Os casos recebidos na unidade serão previamente avaliados pelas UPAs, hospitais municipais e regionais. Para isso, a Sesap estará discutindo a regulação da porta com municípios, Ministério Público, Conselho Estadual de Saúde e Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern).

A secretária-adjunta de saúde do RN, Maura Sobreira, explicou que “a Sesap juntamente com a direção do Hospital tem adotado um conjunto de medidas que impactam a rede e o hospital, para que possamos qualificar o acesso e assistência. A previsão é que possamos dar início a regulação da porta do Walfredo. E, assim, poderemos melhor direcionar o Hospital para atender os casos mais complexos”.

O Walfredo tem o papel de atender os casos mais complexos especialmente vinculados à linha de cuidado de Traumato-Ortopedia, mas também tem atendido outras demandas. “Toda equipe de dirigentes e profissionais tem feito esforço para atender essa demanda que tem chegado à unidade. A partir da regulação da porta, vamos melhor classificar os pacientes que chegam na unidade. Até ser efetivado, estaremos dialogando com os municípios, órgãos de controle externo, num movimento de alinhamento com as unidades que podem receber pacientes que não deveriam ser atendidos no Walfredo, mas que por diversas razões acabam chegar no hospital”, informou a secretária-adjunta de saúde.

A Sesap ainda informou que a empresa responsável pela contratação dos maqueiros já foi paga e os profissionais retornam ainda hoje (23) ao hospital. Ao longo da semana, profissionais terceirizados, como maqueiros e higienistas, entraram em greve por atrasos salariais.

Portal Tropical

DEFESA DE CUBA DERRUBA POPULARIDADE DE LULA NAS REDES; INTERNAÇÃO IMPULSIONA BOLSONARO

Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

A defesa reiterada do regime cubano feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi determinante para derrubar a popularidade digital do petista na semana passada. Enquanto isso, a obstrução intestinal que levou o presidente Jair Bolsonaro a ficar internado durante quatro dias em São Paulo elevou o desempenho virtual do atual chefe do Executivo.

A performance dos adversários políticos nas redes sociais é medida diariamente pela consultoria Quaest por meio do Índice de Popularidade Digital (IPD). É analisado o desempenho deles nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipédia e Google.

Antes das declarações pró-Cuba de Lula, o IPD do petista estava na casa dos 40 pontos – 43,18. Um dia depois, o petista usou as redes para minimizar os protestos contra o governo cubano e chamar de “desumano” o bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos. A declaração, que deu início a uma série de outros comentários sobre o caso, fez seu índice cair para 29,35. Em 14 de julho, o IPD do petista chegou a 27,48.

Lula chegou a recorrer ao episódio de violência policial que terminou com a morte de George Floyd, nos EUA, para defender a ação do governo cubano contra os manifestantes. “As pessoas se manifestam. Mas você não viu nenhum soldado em Cuba com o joelho em cima do pescoço de um negro, matando ele… Os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos”, escreveu o ex-presidente.

Na madrugada desse mesmo dia, Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde foi diagnosticado com quadro de obstrução intestinal. Horas mais tarde, ele foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde ficou internado durante quatro dias. A situação de saúde do presidente fez com que seu índice subisse de 48,38 para 67,89. No sábado, 17, dia em que teve alta hospitalar, Bolsonaro alcançou o IPD de 73,91.

Para o monitoramento, a Quaest considera os seguintes aspectos: fama (número de seguidores), engajamento (comentários e curtidas por postagem), valência (reações positivas e negativas às postagens), mobilização (compartilhamento das postagens), presença (número de redes sociais em que a pessoa está ativa) e interesse (volume de buscas no Google, YouTube e Wikipédia).

Escala

A partir de dados coletados nas redes sociais, um algoritmo de inteligência artificial classifica a posição de cada personalidade política em uma escala de 0 a 100, onde 100 indica o máximo de popularidade positiva no mundo digital.

De acordo com as medições mais recentes, mesmo com Bolsonaro já recuperado, o índice do presidente se mantém na casa dos 70 pontos. Do mesmo modo que o de Lula segue estagnado na casa dos 30.

Estadão

DETRAN IGUALA NÚMERO DE EXAMES DE DIREÇÃO DESTE ANO COM PERÍODO SEM PANDEMIA

Foto: Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está concluindo os primeiros sete meses deste ano alcançando a marca aproximada de 54 mil testes teórico e prático de direção veicular aplicados pela área de Habilitação de Condutores em todo o estado do Rio Grande do Norte. A marca mostra que mesmo enfrentando o quadro de pandemia, que obrigou o Órgão a suspender serviços e restringir o atendimento presencial, o Departamento superou todas as expectativas de aplicação de exames diante da situação atual.

O comparativo dos números alcançados pelo Detran nos sete primeiros meses deste ano com o mesmo período do ano de 2019 (ano que não foi afetado pela pandemia) mostra que a aplicação de exames prático e teórico foram praticamente os mesmos números, sendo em 2021 o quantitativo exato de 53.977 e em 2019 a marca de 54.057.

O coordenador de Registro de Condutores, Jonas Godeiro, explicou que essa meta foi alcançada devido ao trabalho conjunto gerido pela Direção do Detran, a Coordenadoria de Habilitação e os gestores dos setores de provas teórica e prática do Órgão.

Em sete meses de 2021, o Detran aplicou 34.349 testes práticos de direção veicular e 19.628 exames teóricos. Já no mesmo período de 2019 (sem pandemia), foram contabilizados 32.893 exames práticos e 21.164 testes teóricos. A ação do Detran se mostrou eficiente com a atuação conjunta da aplicação de testes nas unidades físicas do Órgão somadas aos mutirões itinerantes de aplicação de provas práticas e teóricas em todas as regiões do Estado.

POLÍCIA LEGISLATIVA INVESTIGA DENÚNCIA DE JOICE HASSELMANN; CASO ESTÁ SOB SIGILO

Foto: Gabriela Biló/Estadão

A Polícia Legislativa (Depol) abriu uma investigação para apurar o que ocorreu com a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), que relatou ter acordado ensanguentada, domingo passado, 18, em seu apartamento funcional, em Brasília. A parlamentar apresenta ferimentos e fraturas em seu corpo.

Nesta sexta-feira, 23, Joice prestou depoimento na Polícia Legislativa, que atua no Congresso Nacional. O Depol é o órgão responsável por cuidar da segurança dos parlamentares. “O Depol está ouvindo pessoas e analisando imagens do circuito fechado de TV do prédio em que a deputada reside”, diz a nota da Câmara. A investigação está sob sigilo.

Joice afirmou que aguarda a análise imagens de segurança do prédio. Não há, porém, câmeras na parte interna do edifício e nem nas escadas. As únicas imagens disponíveis devem ser das áreas externas. À Depol, Joice relatou suas suspeitas e disse que há tempos recebe ameaças. “A Depol está vasculhando todas as ameaças”, disse a deputada ao Estadão.

Joice disse que funcionários seus já encontraram, em outras épocas, indícios de que pessoas poderiam ter invadido seu apartamento, como “pegadas de coturno militar” no chão de porcelanato branco. Segundo ela, até um maço de cigarros foi encontrado no local. Nem ela, nem seus funcionários fumam, segundo a deputada.

Ela afirmou que ainda tenta entender e explicar o que, de fato, ocorreu em seu apartamento naquela madrugada – de sábado para domingo. Ela, no entanto, guarda desconfianças. “Tenho dois focos de suspeitas bem definidas na política. Foi um ou foi outro, mas eu não posso acusar, ainda”, disse Joice ao Estadão/Broadcast – ela recebeu a reportagem em seu apartamento, cercada de seguranças.

Joice é uma política acostumada a fazer críticas e ataques verbais aos seus adversários. Atualmente, os principais alvos das suas declarações são o atual governo do presidente Jair Bolsonaro, de quem já foi aliada, os defensores do bolsonarismo e até mesmo o seu partido, o PSL, do qual já anunciou sua saída.

Em meio às hipóteses que levanta, Joice afirma que não tem uma noção minimamente clara do que viveu e não descarta nada, inclusive, a possibilidade de ter sido vítima de um acidente.

A deputada classifica como “ridícula” a hipótese de ter sofrido uma agressão do marido. Os hematomas no rosto e os laudos médicos que mostram traumas em diversas partes do seu corpo levantaram suspeitas nas redes sociais, sobre a possibilidade de um caso de violência doméstica. Joice disse estava sozinha com seu marido naquela noite, o neurocirurgião Daniel França.

Na madrugada do ocorrido, Joice afirmou ter tomado um remédio para dormir – Stilnox, medicação que diz estar acostumada a usar. Seu marido, segundo ela, também costuma tomar uma medicação para insônia, um remédio chamado Patz. Entre o local onde França dormia e o closet onde Joice acordou, há um espaço de aproximadamente dez passos.

O casal relata que eles dormiam em quartos separados, um hábito comum entre eles, devido ao ronco do médico. França afirmou que constatou o estado da mulher, depois de ter sido acionado por ela pelo telefone, às 7h05 do domingo, 18.

A reportagem falou com o neurocirurgião, por telefone. “A primeira coisa que eu pensei foi ligar o modo médico ‘on’ e fui tratá-la seguindo todos os protocolos médicos de trauma craniano, que é o que estou treinado para fazer há 20 anos. Fiz tudo o que deveria ser feito do ponto de vista médico e naquele momento não me passou preocupar com causas. Eu tinha de tratar o que estava vendo”, disse França. O médico ligou para Joice durante a entrevista e concordou em responder uma pergunta da reportagem.

“Ele é um lorde. Mais fácil ele tomar uma sova minha do que ele levantar a mão para mim”, disse a parlamentar. Joice está em seu segundo casamento. Ela e França se casaram em 2016. Há fotos do casal em diversos cômodos do apartamento.

Estadão Conteúdo

 

“COVIDÃO”: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO LISTA OPERAÇÕES DA POLÍCIA FEDERAL QUE APURAM CORRUPÇÃO NOS ESTADOS

Foto: Ilusatrativa/Divulgação/PF

A Secom (Secretaria de Comunicação Social) divulgou nesta 6ª feira (23) informações sobre a operação Covidão, coordenada pela Polícia Federal(PF) para apurar desvios nos repasses feitos aos Estados e municípios para o combate à covid-19.

“Infelizmente, parte dos bilionários recursos enviados pelo Governo Federal pode ter sido mal utilizada. A PF está investigando isto, para garantir o cuidado que os brasileiros merecem e pagam para ter”, afirmou a pasta em publicação nas redes sociais.

Em uma série de posts em seu perfil no Twitter, a Secom listou informações sobre a atuação do governo federal no combate à pandemia. Segundo o órgão, enquanto “em muitos locais se pulava o Carnaval em fevereiro de 2020, o @Govbr decretava Estado de Emergência em Saúde Pública”.

EIS A ÍNTEGRA DAS INFORMAÇÕES DIVULGADAS: 

No contexto da Covid-19, o Governo Federal não demorou a agir: enquanto em muitos locais se pulava o Carnaval em fevereiro de 2020, o @Govbr decretava Estado de Emergência em Saúde Pública e preparava a rede de saúde — que, aliás, fora ampliada já em 2019.

Em 2019, 1º ano deste Governo, antes da pandemia, ampliamos em 39% o número de leitos de UTI (1.424 novos leitos). Com 20,3 leitos para cada 100 mil habitantes, já tínhamos mais leitos de UTI do que países como Itália (12,5), França (11,6) e Japão (7,3).

O Governo Federal investiu pesado no combate ao coronavírus: o equivalente a 8,8% do PIB. Para comparação: a média dos outros países em desenvolvimento é de apenas 4%.

Já são quase 18 milhões de brasileiros totalmente curados da Covid-19. O Governo Federal já entregou quase 165 milhões de vacinas contra a Covid-19 aos estados brasileiros. Já adquirimos mais de 600 milhões de doses. Somos um dos países que mais aplicam vacinas!

Além de cuidar da vida, preservamos os empregos, a dignidade e a liberdade dos brasileiros. O Auxílio Emergencial socorreu indiretamente mais da metade da população. Milhões de empregos foram preservados, assim como as liberdades individuais.

Desde o início da crise, o Governo Federal apoiou Estados E municípios. Bilhões de reais em recursos para o combate ao vírus. Suspensão e renegociação de dívidas. UTIs, hospitais de campanha, respiradores, medicamentos, testes e profissionais de saúde.

Infelizmente, parte dos bilionários recursos enviados pelo Governo Federal aos estados e municípios pode ter sido mal utilizada. A Polícia Federal está investigando isto, para garantir o cuidado que os brasileiros merecem e pagam para ter.

Poder360

MARINHA EMITE ALERTA PARA VENTOS DE ATÉ 60 KM/H NO LITORAL DO RN

  Foto: Ilustrativa/Reprodução

A Marinha do Brasil emitiu um alerta de ventos fortes, com intensidade de até 60 km/h (33 nós), entre Natal e São Luíz, no Maranhão.

O alerta é válido até a noite do  domingo (25).

A Capitania dos Portos do RN recomenda que as embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações “redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança”.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no site. Com informações do G1/RN.

Topo