GOVERNADORA COMEÇA COM EXONERAÇÕES.

Auxiliar barulhento do governo do Estado, o advogado Rychardson Macedo, dono de uma lancha que navegava pelos mares de Pirangi, durante o verão, com o som nas alturas, não chegou ao final do governo Wilma.
E quando se aguardava para esta quinta-feira, o ato de exoneração, no Diário Oficial, do já ex-secretário Raimundo Fernandes, eis que o exonerado da hora é o presidente do IPEM (Instituto de Pesos e Medidas do RN).
Sai Richardson, indicado do deputado Gilson Moura (PV), entra Diego Severiano da Cunha.
Veja os atos assinados pela governadora e publicados no DOE:

A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições constitucionais,
R E S O L V E exonerar, a pedido, RYCHARDSON DE MACEDO BERNARDO do cargo de provimento em comissão de Diretor Presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 24 de fevereiro de 2009, 189º da Independência e 122º da República.
WILMA MARIA DE FARIA
Francisco Cipriano de Paula Segundo
*
A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições constitucionais,
R E S O L V E nomear DIEGO SEVERIANO DA CUNHA para exercer o cargo de provimento em comissão de Diretor Presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 24 de fevereiro de 2009, 189º da Independência e 122º da República.
WILMA MARIA DE FARIA
Francisco Cipriano de Paula Segundo
*
Agora…
Esse “exonerado a pedido”…é conversa pra boi dormir.

ROBINSON VAI ENGROSSAR O CALDO.

O deputado Robinson Faria(PMN) não irá entregar de mão beijada o comando do PP no Estado ao grupo liderado pelo vice-governador Iberê Ferreira(PSB.

Robinson afirmou ao blog que irá às portas da justiça para que não haja intervenção da direção nacional no diretório do PP no Rio Grande do Norte.

“Vou até às últimas instâncias judiciais para que não haja intervenção no PP”, disse o presidente da Assembléia Legislativa.

Segundo o pré-candidato a vice-governador pelo sistema da oposição, para que haja uma intervenção é preciso que existam motivos que justifiquem o ato.

“E qual o motivo que existe para que aconteça intervenção no PP do Rio Grande do Norte?”, questionou Robinson.

Ele lembrou que quando o seu grupo político assumiu o PP no Estado o partido só contava com 6 prefeitos. “Hoje o PP tem 19 prefeitos e o vice-prefeito de Natal. É por isso que o partido sofrerá intervenção?”,, afirmou o líder político.

E acrescentou: “Essa intervenção além de ser um ato autoritário e ditatorial é uma injustiça contra o nosso grupo político, que só fez o PP crescer no Rio Grande do Norte”.

Robinson Faria também ressaltou que quando o seu grupo assumiu o comando do PP não houve nenhum condicionamento para que o partido apoiasse a candidatura de Iberê ao Governo do Estado.

“Agora, só porque nós somos oposição a Iberê estão querendo tirar o PP do nosso comando? Não aceitamos isso e vamos acionar a justiça para evitar que haja intervenção no partido”, enfatizou o pré-candidato a vice-governador.

Blog de Oliveira Wanderley


DEPUTADO FÁBIO FARIA PEDE AMPLIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCLUSÃO DIGITAL.

Projeto de Lei apresentado pelo deputado federal Fábio Faria (PMN) nesta quarta-feira (24) amplia os benefícios da política de Inclusão Digital desenvolvida pelo governo federal aos alunos contemplados com bolsa integral do Programa Universidade Para Todos (Prouni). A proposta é que sejam criadas condições diferenciadas para a compra de computadores pessoais para esses estudantes oriundos de escolas públicas.

“O computador é um importante instrumento para melhorar as condições de aprendizagem desses estudantes mais carentes economicamente, beneficiados com bolsa integral em universidades particulares”, defende Fábio Faria.

O deputado líder do PMN também é autor do projeto que prevê financiamento de computadores portáteis para todos os universitários da rede pública e privada que cursam graduação, mestrado ou doutorado; e de outro que facilita o acesso dos beneficiários do Prouni e do Fies (Fundo de Financiamento do Ensino Superior) ao material didático e técnico.

“A formação superior hoje é indispensável para se conquistar espaço no mercado de trabalho. O Brasil vive um momento de ampliação no número de vagas nas universidades, realiza programas bem sucedidos como o Prouni, mas a população ainda carece de condições financeiras para as atividades pedagógicas e melhor preparação”, completa o deputado.

deputado Vivaldo Costa (PR) deixará a Assembleia Legislativa . O deputado Raimundo Fernandes (PMN), que assumiu a Secretaria de Articulação com os Municípios para manter o parlamentar seridoense no Legislativo, retorna nesta quarta-feira para o Palácio José Augusto. Mesmo sendo liderado de Robinson Faria (PMN), Raimundo Fernandes nega rompimento com Wilma de Faria.

Em abril de 2009, Raimundo Fernandes assumiu a secretaria e deixou aberta a vaga para o suplente Vivaldo Costa, que deixaria a Casa com as saídas de Gustavo Carvalho e Larissa Rosado, ambos do PSB, do Executivo. Na ocasião, Fernandes argumentou que deixaria o cargo mesmo que não fosse para nenhuma secretaria, como forma de reconhecimento ao trabalho de Vivaldo. Agora, o parlamentar do PMN atende a pedido de Robinson Faria.

“Foi Vivaldo que solicitou que eu ficasse até hoje, e acolhi o que ele me pediu. Eu desejava que tivesse uma forma para ele permanecer (na Assembleia”, mas não sei o que está sendo feito”, explicou.

Questionado se adotará a postura de oposicionista dentro da Assembleia Legislativa, Raimundo Fernandes desconversou, mas reafirmou que vai seguir a orientação de Robinson Faria durante sua atuação parlamentar. “Não há rompimento com a governadora, absolutamente com nada. Eu sigo a orientação do deputado Robinson. Sou líder do PMN e sou liderado de Robinson Faria”, disse o parlamentar.

O Executivo ainda busca uma forma de manter Vivaldo Costa na Assembleia Legislativa. O deputado Lavoisier Maia estaria cotado para assumir alguma pasta na administração, mas o governo está enfrentando resistência por parte do ex-governador.

Nominuto.com

PROFESSORES DO MUNICÍPIO VÃO FAZER ENTERRO SIMBÓLICO DA EDUCAÇÃO.

Hoje os professores do município de São Joséde Mipibu vão fazer uma grande manifestação em sinal de repúdio a aprovação do Projeto de Lei que regulamenta a vida dos educadores municipais.

Segundo o professor Joaquim Tomé, presidente do Núcleo de Educação, o cortejo percorrerá as principais ruas da cidade, permanecendo por alguns minutos na frente da Câmara Municipal e em seguida, terá o seu desfecho nas imediações da Secretaria Municipal de Educação, onde os educadores deixarão uma urna fúnebre com a bandeira do município.

A atitude dos professores vem divivindo as opiniões entre os pais de alunos da rede municipal de ensino.

Para alguns pais, os professores devem lutar pelos seus direitos, mas fazer o sepultamento da educação não se configura em um bom exemplo.

O professor Joaquim Tomé, líder do movimento, disse que a categoria ainda aguarda um entendimento com os vereadores e o executivo, e enquanto isso, estão questionando o Projeto e o processo de votação no Ministério Público.

A PREFEITA NORMA FERREIRA AMARGA DIFICULDADES NA SUA ADMINISTRAÇÃO.

O ano de 2010 vem trazendo algumas dificuldades para a prefeita Norma Ferreira, no âmbito da sua administração.

Primeiro tivemos o atraso no pagamento do funcionalismo e o reconhecimento de que o município enfrenta dificuldades nas suas finanças.

Depois, a insatisfação da população com a falta de programação para as festividades da entrada do ano novo.

A falta de uma programação para o carnaval e a desorganização do que foi oferecido, mesmo tendo a participação em massa da população, também deixou um toque de “faltou muita coisa”.

A aprovação do Plano de Carreira dos professores, contrariando a categoria, talvez seja um, entre os grandes problemas que caminharão até os últimos dias do governo da prefeita Norma Ferreira.

Agora para completar, está para explodir uma bomba na administração municipal envolvendo um dos secretários do município.

A oposição está investigando os fatos de forma responsável e com muita cautela, e se a prefeita Norma Ferreira, que já tem conhecimento do assunto, não se antecipar e cortar o mal pela raíz, correrá o risco de ser conivente com a prática reprovável do seu “colaborador”.

Segundo um oposicionista, se as denúncias forem realmente fundamentadas, a prefeita Norma Ferreira vai sofrer um dos maiores desgastes da sua administração, mesmo não tendo autorizado a tal prática, conforme ela mesma afirmou.

Ao tomar conhecimento de que a prefeita Norma Ferreira não está nada satisfeita com o que vem acontecendo, o tal secretário se referindo ao comportamento da chefe do executivo, fez o seguinte comentário: “Norma parece uma criança, acredita em tudo que o povo fala”, disse a nossa fonte.

” QUEM CALA CONSENTE “

” EUGÊNIO TEM ERROS COMO TODO MUNDO TEM “

O ex-vereador do município de Nísia Floresta, João Costa, disse que ” Eugênio tem erros como todo mundo tem”.
Segundo João Costa, o vereador Eugênio Gondim nasceu pronto para ser político. “Eugênio é lutador, sabe buscar os benefícios que Nísia precisa, é competente, é corajoso, entra e sai em todo canto e não leva desaforo para casa”, qualificou o ex-vereador.
Se o povo de Nísia Floresta confiar o município ao vereador Eugênio Gondim, certamente o município vai estar em boas mãos, finalizou João Costa.

MAIORIA NA CÂMARA MASSACRA OS PROFESSORES DO MUNICÍPIO.

Os professores do município de São José de Mipibu foram esmagados pelos vereadores da situação.

Com a aprovação do Projeto de Lei que disciplina a vida funcional dos educadores, sem avanços para a categoria, o sentimento foi de traição.

O vereador Clidenor Ferreira com a sua experiência de 18 anos legislando para o o povo, apresdentou várias falhas na condução do processo.

Olhando para o futuro, o vereador Clidenor Ferreira disse que votar contra a categoria dos professores é uma marca muito pesada para quem deseja alcançar outros espaços na política municipal.

É um erro fatal, segundo o vereador.

Colocado o Projeto em votação, os vereadores Jean Nerino e Crisóstomo Barbosa votaram em favor dos professores.

Compondo a Mesa Diretora, o vereador Clidenor também preferiu ficar ao lado dos professorees.

Sentido a derrota, os professores chamaram os vereadores da situação de traidores e inimigos da categoria.

Falando os nomes dos vereadores que votaram contra a categoria, os professores sairam em caminhada pelas ruas da cidade, utilizando um carro de som para citar os nomes dos vereadores “inimigos da categoria “.

Os vereadores Jean Nerino e crisóstomo Barbosa acompanharam os educadores na sua dor.

” QUE HOMEM É O HOMEM QUE NÃO DEFENDE DIAS MELHORES? “

VEREADORA SOLICITA CENTRO DE VELÓRIO PARA O MUNICÍPIO.

A vereadora Kélia Serafim, solicitou a criação de um centro de velório para o município de São José de Mipibu.

Segundo a vereadora Kélia Serafim em seu requerimento, o centro de velório será uma alternativa, principalmente para os mipibuenses que residem no interior do município, e principalmente os residentes em outras regiões, que não dispõem de local apropriado para velar os seus familiares.

Inegavelmente a criação de um centro de velório no município vai evitar o constrangimento que algumas pessoas passam quando muitas vezes se deslocam com o parente falecido até o centro da cidade e ficam na porta da Igreja esperando para “encomendar” o corpo.

” EU QUERIA MESMO ERA VOTAR EM FÁBIO DANTAS…”

Mostrando-se muito contrariado com a posição da prefeita-irmã, Norma Ferreira em apoiar a reeleição do senador Garibaldi Alves, Beba disse que o voto dele, Garibaldi só terá se empenhar 1 MILHÃO DE REIAS em emendas para São José de Mipibu.

Segundo Beba, o senador Garibaldi nada fez por São José de Mipibu para receber o apoio da prefeita da cidade.

Beba disse que o senador José Agripino e a governadora Wilma são os dois políticos que mais fizeram pelo município de São José de Mipibu.

Perguntado quem será o seu candidato para deputado estadual, Beba disse o seguinte: ” eu queria mesmo era votar em Fábio Dantas, mas não vou criar dificuldades com Norma em torno disso”.

Topo