PADRE CHAMA BOLSONARO DE BANDIDO: QUEM VOTOU NELE DEVE SE CONFESSAR

Foto: Reprodução

O padre Edson Adélio Tagliaferro, da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, na cidade de Artur Nogueira, interior de São Paulo, passou um sermão em sua homilia e disse aos fiéis que votaram em Jair Bolsonaro que eles deveriam se confessar.

“Vocês querem que eu fale aquilo que todo mundo fala, que não deixam ele trabalhar? Não! Bolsonaro não presta. Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido para presidente”, pregou o pároco.

Adélio se posicionou e ainda frisou que o padre deve, sim, falar sobre o assunto na homilia. “Muitas pessoas dizem: padre, cuidado com o que você fala na homilia porque tem gente que não gosta. Ué, o que a gente tem que falar na homilia, senão aquilo que Deus nos pede para falar. Se a gente tá vendo que o governo não presta, o padre não pode falar que o governo não presta porque o povo não quer ouvir isso?”, perguntou.

Além de Bolsonaro, o padre ainda lembrou que o Ministério da Saúde segue sem um titular. “Nós ainda não temos ministro da Saúde.”

Do Correio Braziliense

O RN PERDE MAIS UMA MÉDICA PARA O COVID-19

Imagem: Reprodução

A manhã desta segunda-feira(06), chega com a lamentável notícia do falecimento da médica ginecologista Débora Cristina Araújo Fernandes, mais uma profissional da saúde vítima do Covid-19.

Débora, que estava há 15 dias internada lutando contra o novo coronavírus, era casada  com o também ginecologista Paulo Paiva Fernandes.

Nossos sentimentos aos familiares.

MORO EVITA FALAR SOBRE CANDIDATURA EM 2022: ‘QUERO CONTINUAR NO DEBATE PÚBLICO’

Foto: Ilustrativa / Reprodução

Em entrevista concedida à GloboNews na noite deste domingo, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro evitou falar sobre uma possível candidatura sua em 2022 e, questionado duas vezes sobre o assunto, não negou que possa se lançar candidato.

– O que eu tenho, posso assegurar, é que eu gostaria e quero continuar participando do debate público. Para tanto, eu não preciso ter um cargo, eu posso continuar falando – disse. O ex-ministro afirmou que deseja “contribuir para o país”.

– Eu quero continuar a contribuir para o país de alguma forma, para que a gente possa avançar. Inclusive quando eu faço críticas ao governo atual, que fique claro que eu quero fazer isso de uma maneira construtiva pra gente poder avançar – disse

Ao ser questionado sobre a candidatura, ele citou políticos que poderiam estar cacifados para a disputa presidencial, como o governador de São Paulo João Dória (PSDB), mas não descartou uma candidatura. Moro também voltou a dizer que o governo Bolsonaro não se empenhou em bandeiras de combate à corrupção e disse que se sentia “incomodado” com o que chamou de “postura negacionista” do governo em relação ao coronavírus.

Questionado sobre sua relação com o governo, Moro admitiu que cogitou deixar o cargo de ministro da Justiça em outros momentos, como durante a primeira crise entre o presidente Jair Bolsonaro e a Polícia Federal, em agosto do ano passado, e quando o presidente não acolheu suas sugestões de vetos ao pacote anticrime.

– Nós tínhamos até um acordo com o Senado pra manter esses vetos. Ali também foi um momento que eu pensei seriamente em sair – afirmou.

Moro disse ainda que as operações da PF contra desvios no combate ao coronavírus foram estruturadas ainda durante a sua gestão e classificou os casos de “lamentáveis”.

– Por mais lamentáveis que possam ser esses fatos, eles nos dão uma lição. combater a corrupção salva vidas, você tem mais recursos para serem usados de maneira mais eficientes com a população – disse.

Por Agência O globo

PRF APREENDE MAIS DE TRÊS MIL MAÇOS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO INTERIOR DO RN

Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na tarde do sábado (04), no Km 159 da BR 405, em Rafael Fernandes/RN, 3.160 maços de cigarros contrabandeados e prendeu um homem.

Durante fiscalização, por volta das 14h55, os policiais deram ordem de parada a uma Hilux branca, que se evadiu em alta velocidade, sendo alcançada dentro do município.

Ao realizar vistorias no interior do veículo, foram encontrados 316 pacotes contendo os cigarros de origem Paraguaia, Chilena e Chinesa, das seguintes marcas: Marshal com 150 pacotes, Nise Baishe com 50 pacotes, Gift com 108 pacotes, Eight com 5 pacotes e Mix Lowtar com 3 pacotes, totalizando 3.160 maços de cigarro de origem estrangeira.

O condutor foi preso por contrabando e a ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Pau dos Ferros/RN.

CORONAVÍRUS: 906.286 PESSOAS ESTÃO RECUPERADAS NO BRASIL

A potiguar Maria da Conceição curada ao lado do filho após passar 20 dias na UTI e 22 internada em hospital com Covid-19 — Foto: Cedida /10/05/20

O Ministério da Saúde registrou, neste domingo (5/7), o total de 906.286 pessoas curadas do coronavírus em todo o país. O número é superior à quantidade de casos ativos (631.902), que são pacientes em acompanhamento médico. O registro de pessoas curadas já representa mais da metade do total de casos acumulados (56,5%). As informações estão atualizadas até às 18h00 e foram enviadas pelas Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

Neste momento, o Brasil tem 1.603.055 casos confirmados da doença, sendo 26.051 registrados nas últimas 24h.

Em relação aos óbitos, atualmente, o Brasil tem no acumulado 64.867 mortes por coronavírus. Nas últimas 24h, foram registradas 602 mortes nos sistemas oficiais do Governo do Brasil, a maior parte aconteceu em outros períodos, mas tiveram conclusão das investigações com confirmações das causas por Covid-19 apenas neste período. Do total, 147 óbitos foram confirmados nos últimos três dias e outros 4.147 seguem em investigação.

ALRN EMITE NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE PAULO MACEDO

Foto: Reprodução

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte presta solidariedade à família do jornalista, escritor potiguar e membro da Academia norte-rio-grandense de Letras, Paulo Macedo que faleceu neste domingo (5). Paulo Macedo estava internado após fratura no fêmur e debilitado, faleceu de Covid-19.

Paulo Macedo escreveu coluna social durante mais de 40 anos no jornal impresso Diário de Natal, despedindo-se da rotina da redação em 2011. Também consagrou-se como apresentador do programa televisivo Sala Vip e recebeu homenagens e honraria durante toda carreira profissional.

Na Assembleia, Paulo Macedo foi homenageado no Dia do Jornalista e como em sua carta de despedida do jornal, repetiremos suas palavras “gratidão e até logo”.

O Poder Legislativo, em nome dos 24 deputados estaduais se solidariza com os familiares e amigos neste momento de luto.

Descanse em paz, Paulo Macedo.

Palácio Jose Augusto
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

FLAMENGO VENCE O VOLTA REDONDA E VAI À FINAL DA TAÇA RIO CONTRA O FLUMINENSE

Campeonato Carioca 2020 – Jogo entre Flamengo x Volta Redonda no Maracanã.  Foto Alexandre Cassiano / Agência O Globo

Em mais uma exibição na qual mostrou o seu poderio, o time de Jorge Jesus venceu o Volta Redonda por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, e conquistou a classificação para a final da Taça Rio – o Fluminense será o rival na quarta-feira. Os dois gols do jogo foram marcados por Bruno Henrique.

Chance de título antecipado

Como foi campeão da Taça Guanabara, o Flamengo tem a chance de ganhar o Carioca de forma antecipada – sem a necessidade da grande final. Para isso, precisa ser campeão da Taça Rio. Enfrentará o Fluminense, na quarta, em local e horário ainda não divulgados. Não há vantagem para nenhuma das duas equipes.

Os 90 minutos

Mesmo com um começo em ritmo lento, o Flamengo dominou a partida – que não teve a presença de público por conta da pandemia do novo coronavírus. Demorou uns 10 minutos para o time de Jorge Jesus passar a ter o controle das ações e, a partir daí, poderia ter construído uma goleada (teve 25 finalizações contra seis do rival). Mesmo com a vantagem do empate, por ter melhor campanha, o Rubro-Negro buscou o gol a todo instante. Bruno Henrique marcou dois, um em cada tempo. Parecidos. Dentro da área, com assistência de Gabigol. Se no primeiro bateu de primeira cruzado, no segundo dominou e driblou o goleiro Douglas.

O Volta Redonda se despede do Carioca com uma boa campanha. Na classificação geral, terminou em terceiro lugar, com 22 pontos.

Globo Esporte

IVERMECTINA CAUSOU QUEDA NOS ATENDIMENTOS POR COVID EM NATAL, DIZ INFECTOLOGISTA

Médico Fernando Suassuna Foto: Reprodução

Nos últimos dias, hospitais privados de Natal e até Unidades de Pronto Atendimento (UPA) têm registrado queda nos atendimentos de pacientes com Covid-19. Para o médico infectologista Fernando Suassuna, membro do comitê científico da Prefeitura de Natal, a baixa na procura por atendimento têm relação, entre outros aspectos, com os efeitos da ivermectina na população.

No começo do mês de junho a ivermectina provocou uma verdadeira corrida da população natalense às drogarias e farmácias de manipulação. Era comum se ver em todas as regiões da cidade filas com centenas de metros formadas por clientes em frente a esses estabelecimentos em busca do medicamento.

Para o infectologista Fernando Suassuna, a queda nos atendimentos tem relação com dois fatores. “Primeiro com o uso da ivermectina há mais ou menos duas ou três semanas, mas também ao tratamento precoce e à profilaxia feita a nível dos planos de saúde, que fizeram seus protocolos, saíram na frente e começaram a fazer os antivirais precocemente com a cloroquina, azitrominica e ivermectina. Então, com isso, essa tendência é de queda. E também da ivermectina sim, porque durante esse período, de duas ou quatro semanas, começa o efeito da ivermectina modulando a imunidade das pessoas”, explica o infectologista.

Fernando Suassuna ressalva, no entanto, que sua conclusão sobre a relação da ivermectina com a redução nos atendimentos em Natal não é um dado científico, mas uma análise sua como médico. “A gente não tem como provar nada, mas acha que são esses dois fatores”.

No final de junho o presidente licenciado do Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed), Dr. Geraldo Ferreira, visitou o Hospital São Lucas, um dos mais tradicionais de Natal, e informou que o atendimento a pacientes com covid-19 caiu em torno de 51% em uma semana na unidade.

No dia 1º de julho, Dr. Geraldo Ferreira visitou o hospital privado Rio Grande e recebeu a informação que a unidade retomará as cirurgias eletivas nos próximos dias. A decisão foi tomada diante da redução de atendimentos a pacientes com Covid-19, que ocuparam praticamente toda a unidade nos últimos meses.

No final do mês passado pesquisadores da UFRN divulgaram uma pesquisa que aponta para uma redução nas demandas por solicitações de regulação que partem das UPAs no RN. De acordo com a avaliação, essa queda na pressão das UPAs deve refletir na diminuição nos internamentos e demandas por leitos de UTI e UCI nos próximos dias.

Fonte:  Grande Ponto

RN REGISTRA 34.645 CASOS CONFIRMADOS DO NOVO CORONAVÍRUS E 1.213 MORTES

Foto:   Equipe de Saúde do município de Brejinho/RN em ação no combate ao coronavírus.

De acordo com dados divulgados  pela Secretaria de Estado e Saúde Pública (Sesap),  neste domingo (05),  o RN tem  34.645  casos confirmados do novo coronavírus,  735 a mais com relação ao boletim divulgado  no sábado (4).

O RN contabiliza ainda, 1.213 vítimas, com 13 mortes a mais que o último boletim, divulgado  no sábado (4). O  RN registra outras 171 mortes sob investigação.

 

 

MORRE MARTHA ROCHA, A PRIMEIRA MISS BRASIL, AOS 87 ANOS

Por problemas financeiros, Martha Rocha passou últimos anos de vida em um lar para idosos – Foto: Reprodução

A primeira Miss Brasil, Martha Rocha, morreu no sábado (4), em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, aos 87 anos. O corpo da baiana nascida em Salvador foi enterrado neste domingo (5), no Cemitério no Santíssimo Sacramento, segundo confirmou ao G1 um dos três filhos, Álvaro Piano.

A causa da morte, segundo o filho, foi insuficiência respiratória seguida de infarto.

“A vida dela foi muito sofrida nos últimos anos, ela estava acamada há muito tempo e não conseguia andar. Morreu sem muito sofrimento. Ela já estava cansada. Rodeado de pessoas que cuidavam dela. Esses últimos meses a gente só se falava através de contatos telefônicos. Sinto falta da minha mãe, mas ela descansou”, disse Álvaro.

Nascida em Salvador, Martha Rocha foi eleita a primeira Miss Brasil em junho de 1954. No mesmo ano, concorreu ao concurso de Miss Universo, em que faturou o segundo lugar, perdendo para a norte-americana Miriam Stevenson.

Martha Rocha teve dois filhos com o banqueiro português Álvaro Piano, que morreu em um desastre de avião. Aos 23 anos, de volta ao Brasil, se casou com Ronaldo Xavier de Lima e teve outra filha, a artista plástica Claudia Xavier de Lima.

Martha Rocha passou seu últimos anos em um lar de idosos em Volta Redonda, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Ela enfrentava dificuldades financeiras desde 1995, quando foi vítima de golpe de um familiar que roubou seu dinheiro.

Por UOl

IRÃ OBRIGA USO DE MÁSCARAS APÓS NOVO RECORDE DE MORTES

No Irã, a obrigatoriedade do uso de máscaras começou a valer neste domingo (5)  Foto: Abedin Taherkenareh /EFE/EPA – 05.07.2020

O Irã registrou neste domingo (5) um novo recorde diário de mortes pela covid-19. Foram 163 óbitos em 24 horas, mesmo dia em que o uso obrigatório de máscaras em espaços fechados entrou em vigor para tentar conter o contágio pelo novo coronavírus.

A porta-voz do Ministério da Saúde iraniano, Sima Sadat Lari, divulgou os novos números de mortes, que elevou o total de vítimas no país desde o início do surto para 11.571.

Desde ontem (4), segundo Lari, foram contados 2.560 novos casos de infecção, dos quais 1.295 pacientes tiveram que ser hospitalizados, o que eleva o número total de pacientes para 240.438.

O Irã, o país do Oriente Médio mais afetado pela pandemia, conseguiu reduzir seus dados diários sobre infecções e mortes entre meados de abril e início de maio, quando os números eram de três e dois dígitos, respectivamente. Entretanto, em 29 de junho, houve 162 óbitos, o número mais alto desde o dia 4 de abril, quando foram 158.

Obrigatoriedade de máscaras

Diante dessa tendência crescente de infecções, o governo iraniano decidiu impor o uso obrigatório de máscaras a partir de hoje deste domingo e lançou uma campanha na última semana para aumentar a conscientização sobre sua importância.

O vice-ministro da Saúde, Iraj Harirchí, explicou que os responsáveis ​​pelos diferentes escritórios do governo, bancos ou transporte público serão responsáveis ​​pela implementação da medida.

O presidente do Irã, Hasan Rohaní, disse ontem que em escritórios do governo, nenhum cidadão sem máscara será atendido, enquanto Harirchí disse que, neste caso, as autoridades serão enviadas para casa.

Como a Efe verificou, os funcionários de várias lojas e supermercados da capital começaram a usar máscaras, mas não pediram que os clientes os vestissem.

O vice-ministro indicou que nos últimos dias em Teerã, que está em alerta, o uso da máscara multiplicou por dois.

Do R7

 

 

ZÉ DE ABREU TERÁ DE INDENIZAR HOSPITAL POR TWEET SOBRE FACADA EM BOLSONARO

O ator José de Abreu em foto de 2019  Foto: Ricardo Moraes /Reuters

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a determinação que obriga o ator José de Abreu a pagar R$ 20 mil em indenização ao Hospital Albert Einstein. A decisão foi publicada em 2 de junho e divulgada ao público no sábado (04.jul.2020).

José de Abreu foi condenado em julho de 2019 por danos morais. O ator foi processado pelo centro médico depois de declarar em seu perfil no Twitter que a instituição havia apoiado a eleição de Jair Bolsonaro.

Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad [serviço secreto israelense], com apoio do Hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o matador e corrupto Bibi. A união entre a igreja evangélica e o governo israelense vai dar merda”, disse Zé de Abreu em 2 de janeiro de 2019.

A defesa de José de abreu recorreu da decisão, mas o pedido foi negado pela desembargadora Maria do Carmo Honório. A magistrada afirmou que a publicação “extrapolou os limites da liberdade de expressão” e que a sentença seria mantida visto que o valor determinado para indenização era “razoável”.

Além do hospital, a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira também foi à Justiça em busca de uma indenização por danos morais.

Apoiadores do ator abriram uma vaquinha on-line para arrecadar o valor necessário para cumprimento da condenação. No total, foram arrecadados R$ 29.035,50.

Do Poder 360

BOLSONARO DESISTE DE FEDER E PROCURA OUTRO NOME PARA O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Renato Feder, secretário da Educação e do Esporte do Paraná Foto: Divulgação/Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná

O presidente Jair Bolsonaro procura outro nome para comandar o Ministério da Educação, depois de ouvir críticas de seus grupos de apoio e resistências dentro do governo ao nome de Renato Feder, secretário da área no Paraná.

Segundo o relato de assessores próximos do presidente, ele faz consultas acerca de outros nomes, mas insiste que o próximo ministro da Educação precisa estabelecer uma gestão técnica e ter uma relação harmoniosa com outros poderes, como o Congresso, onde as regras do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) precisam ser definidas até dezembro.

Bolsonaro havia ligado para Renato Feder na noite de quinta (2) e chegou a convidá-lo para ir a Brasília nesta segunda (6), numa sinalização de que ele seria nomeado ministro. A ideia não foi adiante.

Essa é a segunda vez que Feder foi descartado para o comando do MEC. Ele chegou a encontrar o presidente no Planalto há cerca de 10 dias, antes de Bolsonaro escolher Carlos Alberto Decotelli, que por inconsistências no currículo não chegou a ser efetivado.

O nome de Feder, empresário da área de tecnologia, teve muita resistência entre os grupos ideológicos com influência no governo e que até a saída de Abraham Weintraub tinham controle do MEC. Mas lideranças evangélicas, inclusive no Congresso, também manifestaram receio de que Feder não estaria alinhado com ideias conservadoras do grupo.

Por Ana Flor/Economia

É PRECISO RESPONSABILIZAR QUEM FINANCIA FAKE NEWS, DIZ MAIA

Rodrigo Maia, presidente da Câmara Foto: Maryanna Oliveria / Câmara dos Deputados

 Segundo presidente da Câmara é preciso um marco legal para chegar a quem usa de forma radical e equivocada as redes sociais

Em meio às discussões sobre a criação de uma lei para punir quem financia a propagação de fakenews, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu neste sábado a necessidade de se fazer um marco legal que permita a responsabilização das plataformas de internet e a identificação e punição de quem financia esta prática. Aprovado em votação acirrada no Senado na semana passada, o projeto de lei das fakenews chegou à Câmara na última sexta-feira.

Nesta semana, os deputados federais autores da proposta, Felipe Rigoni (PSB-ES) e Tabata Amaral (PDT-SP) vão se reunir com o grupo de trabalho informal para tratar da medida,  para definirem com Maia um calendário para a apreciação do tema na Câmara. A expectativa é de se fazer “ajustes” no texto que já foi aprovado pelo Senado.

As declarações de Rodrigo Maia no sentido de responsabilizar os financiadores da propagação das fake news foram dadas em uma transmissão pela internet promovida pelo grupo Prerrogativas, composto por advogados de todo o País. Além do presidente da Câmara, participaram da live os deputados Orlando Silva (PCdoB-SP) e Paulo Pimenta (PT-RS).

No evento, Maia considerou que responsabilizar propagadores de notícias falsas é proteger o regime democrático.

— Qualquer um de nós responde por nossos atos, e as plataformas não querem ter responsabilidade. Precisamos ter um marco legal que permita investigar e chegar aos financiadores desses esquemas que usam de forma radical e equivocada as redes sociais — disse.

O presidente da Câmara diz ainda que a permissão para investigar a propagação de notícias falsas não afeta a liberdade de expressão ou de imprensa.

— Nós não vamos enfraquecer a liberdade de expressão. Nós vamos fortalecer a liberdade de expressão correta. Essas redes sociais politizadas querem gerar o medo. Se nós não tivermos a coragem de organizar um texto que dê limites e punição, vamos ter problemas mais graves no futuro.

O texto aprovado pelo Senado na semana passada dispõe de normas para as redes sociais e serviços de mensagem como WhatsApp e Telegram. Entre as medidas previstas estão regras para coibir contas falsas e robôs, facilitar o rastreamento do envio de mensagens em massa e garantir a exclusão imediata de conteúdos classificados como impróprios. O projeto prevê a possibilidade de as plataformas atuarem como moderadoras e excluírem conteúdos considerados impróprios.

Agência O Globo

Topo