SÃO JOSÉ DE MIPIBU REGISTRA 581 CASOS CONFIRMADOS E 12 ÓBITOS DE COVID-19

De acordo com  boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de São José de Mipibu, na noite desta quinta-feira (25), o município  registra 581 casos confirmados do novo coronavírus, 220 casos recuperados, 141 casos suspeitos, 497 casos descartados e 12  óbitos.

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde está atuando no centro da cidade e nas comunidades, com ações para evitar o avanço do novo coronavírus.

Nesta quinta-feira (25) equipes da saúde  estiveram nas comunidades de Manimbu e Ribeiro, distribuindo máscaras para a população em suas residências, e em locais com maior movimentação de pessoas, atuando também na prevenção, pedindo a todos que cumpram o isolamento e distanciamento social.

Para evitar a aglomeração de pessoas no centro da cidade, grades de isolamento foram colocadas nas praças Monsenhor Paiva, Praça da Saudade – em frente ao Cemitério Municipal – e Praça Desembargador Celso Sales.

Em nota, recentemente a Prefeitura Municipal de São José de Mipibu/RN, por meio da Comissão Especial Municipal de Enfrentamento ao Covid-19(CEMEC), agradeceu ao comércio local em geral, pelo esforço em cooperar com o Município, em relação às medidas preventivas adotadas por meio de decretos, uma vez que é sabido o quanto a economia tem sido atingida com medidas mais rígidas.

Nota:

A administração pública municipal nunca teve, nem terá, a intenção de prejudicar qualquer setor comercial que seja, porém, o avanço nos casos confirmados e suspeitos de Covid 19 no município levam à medidas mais severas e até “injustas” para alguns, mas vital à saúde humana.

Sabemos que teremos que conviver com esse vírus por prazo indeterminado, portanto teremos que “construir” nossas “normas municipais” no combate ao Covid 19, com mais precaução e visando a saúde humana, econômica e, o mais importante e sensato, junto com seguimentos da sociedade.

Zelando pela saúde coletiva do nosso povo, com união e o esforço de todos, sairemos vitoriosos dessa “guerra viral”.

Comissão Especial Municipal de Enfrentamento ao Covid-19 (CEMEC)

PARTIDOS TÊM ATÉ O DIA 30 PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO 2019

 

Foto: Fábio Pozzebom – ABr

O Cartório Eleitoral da 7ª Zona comunica aos partidos políticos que o prazo para  prestação de contas anuais, exercício 2019, encerra-se dia 30 deste mês de junho, nos termos do art. 28 da Res. TSE 23.604/2019.

De acordo com o Cartório ainda não foi concluída pelo TSE, a integração dos sistemas SPCA/PJE. Portanto, o partido, ao encerrar a PC no sistema SPCA – Cadastro, terá que imprimir, assinar os demonstrativos, digitalizar toda a documentação e protocolar diretamente no Pje, necessitando de advogado constituído nos autos.

O Cartório Eleitoral comunica, ainda, que o atendimento presencial continua suspenso até ulterior decisão do TSE/TRE-RN.

Para mais esclarecimentos, os representantes de partidos políticos devem manter contato por meio do e-mail da zona: [email protected] e telefones: 36545907/36546007(whatsapp).

WITZEL PRETENDE IR AO STF CONTRA IMPEACHMENT NA ALERJ

O governador Wilson Witzel vai tentar judicializar processo que tenta afastá-lo do cargo Foto: MAURO PIMENTEL / AFP

RIO — O governador Wilson Witzel pretende entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para retardar ainda mais o andamento do processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Já está formulada no Palácio Guanabara uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) contestando a formação da Comissão Especial que analisa o caso.

O documento que será enviado ao STF pede a anulação do processo de afastamento com base no critério adotado pela Alerj para montar a comissão, que conta com 25 deputados, um de cada partido político com representação na Casa. O argumento da defesa de Witzel é que houve desrespeito ao preceito da proporcionalidade previsto na Constituição. Isto é, partidos com mais deputados deveriam ter mais assentos na comissão do que legendas com menos parlamentares.

Procurado, o advogado Manoel Peixinho, um dos que defendem Witzel, negou a estratégia:

— A defesa pretende esgotar todas os recursos na própria Alerj antes de judicializar. Só um partido politico poderia ajuizar ADPF.

Mas fontes do Palácio Guanabara asseguram que está em tratativa um acordo para que outro partido, que não o PSC de Witzel, entre com o recurso no STF. O plano do governador é ganhar tempo para negociar secretarias com deputados e, assim, obter os 35 votos necessários para evitar o afastamento.

Por: oglobo.globo.com

RETIRADO DO CASO DE FLÁVIO BOLSONARO, JUIZ LAMENTOU DECISÃO DA JUSTIÇA

Flávio Itabaiana, em seu gabinete no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Foto: Felipe Cavalcanti / TJ-RJ

“Por que eles têm tanto medo de mim?”, disse Flávio Itabaiana a amigo

RIO —Considerado um juiz discreto e rigoroso, Flávio Itabaiana relatou a pessoas próximas a frustração com a decisão da 3ª Câmara Criminal do TJ do Rio que tirou a investigação sobre o possível esquema de rachadinha no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj da vara da qual é titular. A amigos, disse, pouco depois da sessão de ontem que mudou o foro do caso: “Por que eles têm tanto medo de mim?”.

Desde que assumiu o caso, em 15 de abril do ano passado, o titular da 27ª Vara Criminal da Capital se viu sob forte pressão, que incluiu duas ações da Corregedoria-Geral de Justiça em sua vara ao longo do inquérito. O juiz disse que não esperava ter de deixar agora o caso mais importante em 25 anos de magistratura.

Segundo relato de pessoas que o procuraram após a decisão de ontem, Itabaiana afirmou ter se mantido “firme” e “com paciência” enquanto presidiu o caso.

Recursos

O juiz evitou falar sobre o futuro do caso no Órgão Especial do Tribunal de Justiça. Sua única certeza, comentada nessas conversas privadas, foi ter colhido alguns inimigos no próprio Judiciário fluminense em decorrência das decisões que tomou, especialmente as de quebra de sigilo dos investigados, incluindo o senador Flávio Bolsonaro, as de busca e apreensão, e as recentes prisões de Fabrício Queiroz e mulher, Márcia Aguiar.

O juiz evitou avaliar a decisão tomada pela 3ª Câmara Criminal, mas afirmou crer que as suas decisões tomadas no curso do inquérito serão validadas pelo futuro relator do caso. As defesas de Flávio Bolsonaro e de Fabrício Queiroz vão recorrer das medidas cautelares determinadas por Itabaiana nos últimos meses, como a quebra de sigilo bancário do senador e a prisão preventiva de seu ex-assessor.

Por: oglobo.globo.com

BREJINHO: PREFEITO JOÃO GOMES INAUGURA MAIS UMA QUADRA POLIESPORTIVA

A Prefeitura Municipal de Brejinho, por meio da Secretaria Municipal de Desportos e Lazer, vai realizar nesta sexta-feira(26), a partir das 19:00 horas,  cerimônia de entrega da nova Quadra Poliesportiva Francisco Mendes de Carvalho, localizada no Conjunto Vista de Santana.

Devido a pandemia do novo coronavírus, o evento de inauguração de mais uma obra da gestão do prefeito João Gomes,  será  por meio de uma live, para evitar aglomerações, respeitando as recomendações da Organização Mundial da Saúde(OMS).

O prefeito de Brejinho, João Gomes, que tem promovido melhorias nas áreas da Educação, Saúde, Assistência Social, Agricultura, Cultura e infraestrutura em todo o município, vai contemplar  a população brejinense com mais um benefício, que além de sediar atividades esportivas e competitivas, vai proporcionar uma melhor socialização entre as famílias do lugar.

DIA DO DIABETES REFORÇA IMPORTÂNCIA DE HÁBITOS SAUDÁVEIS NA PANDEMIA

Imagem: Arquivo Agência Brasil

O Dia Nacional do Diabetes, lembrado nesta sexta-feira (26), reforça a importância de hábitos saudáveis em tempos de pandemia. As informações de óbitos de pessoas com associação de covid-19 e diabetes demonstram desafios importantes para a população e para profissionais de saúde.

De acordo com dados relativos à cidade de são Paulo desta semana, o diabetes mellitus está entre os principais fatores de risco (43,1% dos óbitos) associados à mortalidade pela doença, ficando atrás apenas de cardiopatias (58% dos óbitos).

No município, estima-se que 7,4% da população com mais de 18 anos possui diagnóstico de diabetes, segundo o Inquérito de Saúde da cidade de São Paulo de 2015. As pessoas com diabetes, assim como os que possuem hipertensão, neoplasias, obesidade, doenças cardiovasculares e pulmonares, em geral, possuem fatores de risco em comum: tabagismo, atividade física insuficiente, uso nocivo do álcool e alimentação não saudável, dentre outros.

Adotar hábitos de vida saudáveis e de autocuidado é necessário e evita muitas das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como o diabetes, alerta o Programa Cuidando de Todos, da Secretaria Municipal da Saúde, liderado pela área técnica de DCNT da Atenção Primária à Saúde.

Fatores de risco

Determinados fatores de risco podem contribuir para o desenvolvimento do diabetes: pré-diabetes, pressão alta, colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue e sobrepeso – principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura. Também é preciso estar atento a doenças renais crônicas; mulheres que deram à luz criança com mais de 4 quilos; diabetes gestacional; síndrome de ovários policísticos; diagnóstico de distúrbios psiquiátricos; apneia do sono; uso de medicamentos da classe dos glicocorticoide e pais, irmãos ou parentes próximos com diabetes.

A doença se divide em dois tipos: tipo 1 e tipo 2. Os principais sintomas do diabetes tipo 1 são fome frequente, sede constante, vontade de urinar diversas vezes ao dia, perda de peso, fraqueza, fadiga, mudanças de humor, náusea e vômito.

Já os do diabetes tipo 2 são fome frequente; sede constante; formigamento nos pés e mãos; vontade de urinar diversas vezes; infecções frequentes na bexiga, rins e pele; feridas que demoram para cicatrizar; e visão embaçada.

Quem tem diabetes, seja tipo 1 ou 2, precisa seguir à risca as recomendações médicas e orientações dos profissionais de saúde quanto à prática de atividades físicas, o consumo de alimentos saudáveis, o sono regular e outros fatores de risco.

“Infelizmente ainda temos pessoas que diagnosticam a diabetes já com a presença de alguma complicação, que são aqueles que foram ao oftalmologista, por exemplo, e viram que já tem alterações de fundo de olho que são compatíveis com diabetes, ou que já tem uma perda importante de proteína na urina, que também já é o início da necropatia diabética”, alerta a médica Karla Melo, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e coordenadora de Saúde Pública da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Diabetes e Covid-19

A principal recomendação para quem tem a doença é ficar em casa e sair apenas quando necessário. Ao manter o distanciamento social, a pessoa que tem diabetes reduz a chance de se infectar com o novo coronavírus. No entanto, é importante adaptar-se, alimentar-se adequadamente e manter-se ativo mesmo em casa, pois o sedentarismo tem efeitos negativos na saúde, na imunidade, no bem-estar e na qualidade de vida.

“O importante é se manter ativo, mesmo em seu domicílio, nas tarefas domésticas, não ficar diante da televisão e sim fazendo atividades, arrumando sua casa. Caminhar, com máscaras, ou correr é possível, mas cuidado com a roupa: ao chegar em casa, já lavar a roupa e sempre com o álcool e com os cuidados de se distanciar dos outros no período dessas atividades”, recomenda a médica.

Outras dicas incluem manter hábitos de higiene constantes, como lavar as mãos com água e sabão; higienizar superfícies que possam estar contaminadas; e utilizar máscara individual, como barreira física ao vírus.

Caso o portador de diabetes tome medicamento de uso contínuo, mantenha e siga sempre as orientações dadas pelo médico. No período de epidemia, o paciente pode solicitar uma avaliação para uma receita com validade ampliada, evitando, assim, saídas mais frequentes para a farmácia.

Pequenas medidas, grandes mudanças

Pessoas com diabetes devem controlar a quantidade de carboidratos ingerida e evitar a adição de açúcar – que eleva a glicemia rapidamente e tem pouco valor nutricional. A melhor escolha de carboidratos são frutas, cereais integrais, leguminosas e laticínios desnatados. A escolha de alimentos in natura e preparações caseiras são melhores que os alimentos ultraprocessados.

“A comida caseira nós conhecemos, sabemos do preparo, ela pode sim ser mais saudável. E tem uma questão importante, nesse período em que os doentes precisam melhorar o controle glicêmico, que é optar por alimentos mais saudáveis e que ajudem a controlar o diabetes”, aconselhou a médica.

Também é importante escolher alimentos de menor índice glicêmico, incluindo alimentos integrais ricos em fibras, aveia, leguminosas como feijões, vegetais e frutas com casca e bagaço, batata doce, inhame; além de incluir gorduras boas, como castanhas, e proteínas magras de boa qualidade, como queijo branco.

A doutora Karla ainda dá uma orientação especial quanto às frutas: “As frutas devem ser ingeridas uma por vez, por exemplo. Se ingerir duas bananas de uma só vez a elevação da glicemia é bem maior do que se ingerir apenas uma banana. Então [a recomendação] é ingerir frutas, legumes, verduras e hidratar-se muito bem”.

Para quem tem diabetes tipo 2 e tem excesso de peso, a prioridade é a perda de peso para melhora da resistência à insulina. Para isso, o total de carboidratos é importante, mas também o total calórico e as escolhas saudáveis em geral.

Quem utiliza insulina ou outros medicamentos que aumentam os níveis de insulina, deve monitorar os níveis de glicose e ter sempre consigo algum carboidrato de ação rápida para casos de hipoglicemia.

Diabéticos devem manter uma alimentação equilibrada, regular, variada e natural; fracionar de três em três horas as refeições para evitar hipoglicemia e descontrole da fome, resultando em maior ingestão de alimentos após longos períodos sem alimentar.

O controle de açúcar, sal, frituras, colesterol e gordura saturada é bom para todas as pessoas, inclusive para quem tem diabetes. Consuma menos de 2g de sódio por dia, o que equivale a 5g de cloreto de sódio e utilize temperos frescos, que dão sabor à comida e diminuem a adição de sal.

Atividades físicas

Para as pessoas com diabetes, a prática de exercício físico é muito benéfica. Ela auxilia na perda e manutenção de peso, no aumento da sensibilidade à insulina e no melhor controle dos níveis sanguíneos de glicose no sangue.

Dentro de casa é possível simular uma caminhada: ande, no mesmo lugar, movimentando bem os braços ou ande de quatro a seis passos, vire e ande mais quatro a seis passos; repita durante 15 minutos e aumente o tempo para até 30 a 40 minutos: inicie de uma a três vezes por semana e aumente gradativamente.

Por Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil – Brasília

MP APROVADA PELA CÂMARA CRIA FINANCIAMENTO PARA PAGAR SALÁRIOS

Foto: Celso Junior / AGE-Estadão Conteúdo

Texto permite que pequenos e médios negócios peguem empréstimos para custear folha salarial e verbas trabalhistas por quatro meses

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (25) o texto-base da Medida Provisória 944/20, que cria linha de crédito para pequenas e médias empresas pagarem os salários de funcionários durante a crise do coronavírus. Antes de ir ao Senado, serão analisados, na próxima semana, os destaques que podem modificar o texto com a inclusão de emendas ou retirada de trechos.

Pelo relatório aprovado em Plenário, o empréstimo poderá financiar folha salarial e verbas trabalhistas por quatro meses, o dobro do tempo previsto no texto original. O prazo para as operações de financiamento também foi estendido, passou de 30 de junho para 31 de outubro.

Outra mudança em relação à proposta inicial estabelece que o empréstimo poderá ser usado para pagar apenas parte da folha de salários da empresa – o Executivo exigia quitação de 100%.

“As empresas não sabem qual vai ser o tamanho do seu negócio após essa crise. Pode tomar até 100% de recursos para a folha de pagamento, mas se ela quiser pode pegar recurso para pagar 80% da sua folha. Se compromete, por exemplo, a manter 80% dos funcionários. Se ela pegar recurso para pagar 50% da sua folha de pagamento, ela se compromete a manter 50% dos seus funcionários”, exemplifica o relator, deputado Zé Vitor (PL-MG).

A nova redação também ampliou os tipos de pessoas jurídicas que poderão ter acesso ao empréstimo subsidiado. Além de empresários, sociedades empresárias e sociedades cooperativas, exceto as de crédito, e empregadores rurais (pessoas físicas ou jurídicas) têm direito ao benefício.

Para pedir o empréstimo, o interessado deve ter obtido, em 2019, receita bruta anual superior a R$ 360 mil e igual ou inferior a R$ 50 milhões. O texto original fixava o limite superior em R$ 10 milhões.

Para o professor de finanças do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC) de São Paulo, Cristiano Correa, a iniciativa é mais uma forma de ajudar quem depende do próprio negócio pra sobreviver.

“O governo tem condições de suportar isso. Se a pessoa já fez o desligamento, se ele prevê que a retomada vai ser mais lenta e precisa de um número de funcionários menor para não perder mais gente, você ter uma outra linha para financiar o remanescente faz sentido”, avalia.

Subsídio

Chamado de Programa Emergencial de Suporte a Empregos, o mecanismo funcionará com repasse de R$ 34 bilhões da União para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que será o agente financeiro do governo.

O programa prevê a participação de instituições financeiras privadas na concessão do empréstimo, que entrarão com 15% dos recursos emprestados ao tomador final. Os outros 85% virão desse valor colocado no BNDES, que repassará aos bancos e receberá os reembolsos das parcelas ou cobranças, devolvendo os recursos à União. O pedido de empréstimo poderá ser feito no valor equivalente a dois salários mínimos por empregado (R$ 2.090).

A taxa de juros será de 3,75% ao ano, com prazo para pagar de 36 meses e carência, incluída nesse prazo, de seis meses para começar a pagar a primeira parcela. Durante a carência, os juros serão contabilizados e incorporados às parcelas.

Segundo o Banco Central, cerca de 107 mil empresas contrataram esse empréstimo até 22 de junho em um valor global de R$ 4 bilhões, beneficiando cerca de 1,8 milhão de trabalhadores. A estimativa do governo é atingir 12 milhões de funcionários em 1,4 milhão de empresas.

Por: Brasil61.com

BOLSONARO: AUXÍLIO EMERGENCIAL DEVE TER MAIS TRÊS PARCELAS, DE R$ 500, R$ 400 E R$ 300

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que o auxílio emergencial vai pagar um adicional de R$ 1,2 mil, que serão divididos em três parcelas.

“Vamos partir para uma adequação. Deve ser, estamos estudando, R$ 500, R$ 400 e R$ 300”, afirmou o presidente durante sua live semanal nas redes sociais. Ele estava ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, que também confirmou que a terceira parcela do auxílio emergencial, no valor de R$ 600, começa a ser paga no sábado (27).

Ao todo, o programa atende a cerca de 60 milhões de pessoas, e é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, como forma de fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

“Estávamos em R$ 600, o auxílio, e à medida que a economia começa a se recuperar, e começa a andar novamente, as pessoas vão devagar se habituando [com a redução do valor]”, afirmou Guedes.

Bolsonaro também disse que espera que a economia possa ser retomada e defendeu a reabertura das atividades comerciais. “A gente apela aos governadores e prefeitos, com a responsabilidade que é pertinente de cada um, que comecem a abrir o mercado, abrir para funcionar”, afirmou. Balanço mais recente do Ministério da Saúde registra um total de 1.228.114 de pessoas infectadas e quase 55 mil óbitos provocados pela covid-19.

BOLSONARO FAZ HOMENAGEM AS VÍTIMAS DO CORONAVÍRUS COM SANFONA E AVE MARIA

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) iniciou a transmissão de live, realizada por meio das redes sociais na noite desta quinta-feira(25), prestando homenagem às vítimas do novo coronavírus no Brasil. Bolsonaro pediu para que Gilson Machado Neto, presidente da Embratur e sanfoneiro, tocasse a Ave Maria. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também participou da transmissão.

“Queria aproveitar o Gilson aqui. Sei que muitos programas de rádio pelo Brasil, às 18 h, tocam a Ave Maria. Queria então prestar uma homenagem aos que se foram, vítimas do coronavírus, e pedir para o Gilson tocar a Ave Maria”, disse o presidente.

Após a homenagem, Bolsonaro afirmou que há hospitais que têm leitos sobrando e o objetivo do isolamento social era garantir atendimento médico para quem fosse contaminado.

O presidente também disse achar que já pegou a doença, apesar dos testes que fez meses atrás terem apontado resultado negativo. E comentou que pode fazer outro exame para identificar se já tem anticorpos para a Covid-19.

‘Hospitais têm sobras de leitos’

— A gente apela aos senhores governadores, os senhores prefeitos, obviamente com a responsabilidade que é pertinente de cada um, que comecem a abrir o mercado, abrir para funcionar. Nós lamentamos as mortes, mas o objetivo de fechar era para que as pessoas, uma vez contaminadas, fossem para os hospitais e fossem atendidas. Temos notícias verdadeiras que os hospitais têm sobras de leitos — declarou Bolsonaro.

O presidente disse não querer que “o pessoal se contamine”, mas frisou que a contaminação pelo novo coronavírus é uma realidade e que especialistas estimam que aproximadamente 70% da população será afetada.

Depois de citar exemplos de pessoas que não sofreram com a doença apesar da idade avançada, como o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, Bolsonaro apontou que tem gente que “vai enfrentar realmente um problema sério durante aqueles dias que o vírus estiver nele”.

—  E se não tiver um cuidado muito especial, pode ir a óbito. A gente lamenta, mas a preocupação é exatamente com esses, os mais velhos e os que têm comorbidades, doenças. O resto tem que ter cuidado também, mas a gente sabe que, uma vez que foi acometido do vírus, ele vai ser transmissor ou vai sofrer menos do que uma pessoa com esses tipos de doenças ou de acordo com a idade — argumentou.

‘Não sei se já peguei’

Bolsonaro disse não saber se já pegou a doença.

— Eu não sei se já peguei. Fiz dois testes lá atrás, deu negativo. Alguns acham que eu já peguei, não senti nada, não sei, eu posso até fazer o teste novamente para ver se tenho anticorpos já. Eu acho que eu já peguei, tá certo? Mas isso vai do perfil, da vida sanitária de cada um. Pode ser gente da minha idade que não está bem fisicamente, se for acometido do vírus, vai ter problema. Então, tem que tomar cuidado no tocante a isso daí — comentou o presidente.

Bolsonaro afirmou ainda que não se pode ter o que chamou de “pavor lá de trás que chegou junto à população” quando, segundo seu entendimento, houve “no meu entender, um excesso de preocupação apenas com uma questão”.

— E não podia despreocupar com a outra, que é a questão do emprego, a segunda onda — concluiu. Com informações do O Globo

DATAFOLHA: 64% DOS BRASILEIROS ACREDITAM QUE BOLSONARO SABIA ONDE ESTAVA QUEIROZ

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite desta quinta-feira (25) mostra os seguintes percentuais sobre a percepção do brasileiro a respeito da prisão de Fabrício Queiroz e sua relação com o presidente Jair Bolsonaro.

Entre os que tinham conhecimento da prisão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, filho do  presidente, o instituto Datafolha perguntou:

Bolsonaro sabia ou não onde Queiroz estava?

– Sabia: 64%

– Não sabia: 21%

– Não soube responder: 15%

A pesquisa Datafolha foi realizada em 23 e 24 de junho, com 2.016 brasileiros adultos que possuem telefone celular em todas as regiões e estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha perguntou ainda se o presidente está envolvido ou não no esquema de “rachadinha”

– Está envolvido: 38% 

– Não está envolvido: 46%

–  Não sabe: 16%

Do G1/Política

APROVAÇÃO DE BOLSONARO SEGUE ESTÁVEL APÓS PRISÃO DE QUEIROZ, APONTA DATAFOLHA

Foto: Antonio Cruz /ABr

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite desta quinta-feira (26) mostra os seguintes percentuais de aprovação e reprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido):

– Ótimo/bom: 32%

– Regular: 23%

– Ruim/péssimo: 44%

– Não sabe/não respondeu: 1%

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) segue estável na semana seguinte à prisão do ex-assessor de sua família Fabrício Queiroz.

Segundo pesquisa do Datafolha, Bolsonaro manteve sua aprovação em 32%, o mesmo índice do fim de maio (33%).

A rejeição ao governo é de 44%, ante 43% da rodada anterior, enquanto os que avaliam Bolsonaro como regular estacionaram nos 23% (eram 22%).

A pesquisa Datafolha foi realizada em 23 e 24 de junho, com 2.016 brasileiros adultos que possuem telefone celular em todas as regiões e estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O BLOG ESCLARECE SOBRE POSTAGEM ENVOLVENDO FATO POLÍTICO EM LAGOA SALGADA

Imagens reproduzidas das redes sociais

Na tarde desta quinta-feira(25), o Blog fez uma postagem em que a vice-prefeita de Lagoa Salgada, Geyse Murian, aparece em uma foto sem a utilização de equipamento de proteção individual e sem respeitar o isolamento social. Algumas horas após a veiculação da matéria, o Blog recebeu uma ligação telefônica com esclarecimentos sobre alguns fatos apresentados na postagem. O interlocutor disse que a imagem reporta a um registro fotográfico anterior ao início da chegada da pandemia em nosso país.

Esclareço, que a matéria foi sustentada em publicações realizadas desde a última quarta-feira(24), pelos próprios apoiadores da vice pré-candidata a prefeita do município, como a imagem acima comprova.

As imagens divulgadas por meio de dois canais digitais não especificam o tempo em que o encontro foi registrado, apenas fazem alusão a possíveis apoios políticos em favor da vice-prefeita.

Como a propagação das imagens foi realizada inicialmente por pessoas que integram a base de sustentação política da pré-candidata a prefeita, sem especificar a época em que a foto foi feita,  nenhuma dúvida me pareceu existir sobre o tempo real da imagem.

Que esta situação sirva como um alerta, principalmente considerando que neste ano, em razão da pandemia do Covid-19, a campanha será intensificada por meio das redes sociais e, sendo assim, amadores devem ter muito cuidado na postagem de fatos políticos, principalmente para não deixar dúvidas na informação repassada, como também não cair nos rigores da justiça eleitoral, prejudicando seus futuros candidatos.

Fazendo este esclarecimento, reafirmamos o compromisso de continuarmos apresentando os fatos como eles acontecem. Esse é o nosso compromisso com Lagoa Salgada, o estado e o país.

CORONAVÍRUS: BRASIL CHEGA A 54,9 MIL MORTES E 1,22 MILHÃO DE CASOS

Foto: Rovena Rosa/ABr

O Brasil teve 1.141 novas mortes registradas em função da covid-19 registrados nas últimas 24 horas, de acordo com atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje (25). Com esses acréscimos às estatísticas, o país chegou a 54.971 óbitos em função da pandemia do novo coronavírus.

A atualização diária traz um aumento de 2,1% no número de óbitos em relação a ontem (24), quando o total estava em 53.830.

O balanço também teve 39.483 novos casos registrados, totalizando 1.228.114. O acréscimo de pessoas infectadas marcou uma variação de 3,3% sobre o número de ontem (24), quando os dados do ministério registravam 1.188.631 de pessoas infectadas.

Do total, 499.414 estão em observação e 673.729 foram recuperados. Diferentemente de balanços anteriores, o de hoje não trouxe o número de mortes em investigação.

Estados

Os estados com maior número de óbitos são: São Paulo (13.759), Rio de Janeiro (9.450), Ceará (5.875), Pará (4.748) e Pernambuco (4.488). Ainda figuram entres as unidades da Federação com altos índices de mortes Amazonas (2.731), Maranhão (1.871), Bahia (1.601), Espírito Santo (1.490), Alagoas (958) e Paraíba (842).

São Paulo também lidera entre os estados com maior número de casos (248.587), seguido de Rio de Janeiro (105.897), do Ceará (102.126), do Pará (94.036) e do Maranhão (74.925).

MPRN RECOMENDA QUE ESCOLAS PARTICULARES DE NATAL NÃO APLIQUEM PROVAS DURANTE ISOLAMENTO SOCIAL

Aluno estuda em casa: devido à crise do coronavírus  Foto:  Shutterstock

Recomendação foi emitida pelas Promotorias de Justiça da Defesa do Consumidor e da Educação de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio das Promotorias de Justiça da Defesa do Consumidor e da Educação de Natal, emitiu uma recomendação conjunta para que as instituições da rede de ensino privado da capital potiguar se abstenham de realizar avaliações de aprendizagem durante o período de suspensão de aulas presenciais por causa da pandemia de Covid-19. A recomendação será publicada na edição desta sexta-feira (26) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Assim, os estabelecimentos de ensino não devem realizar qualquer tipo de aferição para estabelecer notas, seja pela aplicação de provas ou de avaliação de trabalhos e similares. A medida está determinada na Instrução Normativa n° 001/2020, publicada em 5 de abril de 2020 pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) e da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC).

A instrução normativa, inclusive, indica que que “a avaliação da aprendizagem, para a aferição de notas, será feita presencialmente, no retorno à normalidade escolar, antecedida de período de revisão dos conteúdos e das atividades realizadas”.

Para emitir a recomendação conjunta o MPRN levou em consideração reclamações recebidas pelas Promotorias de Defesa da Educação e Defesa do Consumidor relatando, dentre outros aspectos, a realização de atividades avaliativas durante o isolamento social por conta da pandemia em que está ocorrendo a suspensão das aulas presenciais. Foram instaurados procedimentos pelas duas unidade ministeriais.

A recomendação incluiu ainda  a notificação do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Rio Grande do Norte para que orientem seus sindicalizados e filiados a fim de que cumpram as prescrições contidas no documento ministerial.

Leia a recomendação na íntegra, clicando aqui.

PROGRAMA CESTA SOLIDÁRIA FAZ DOAÇÃO DE HORTIFRÚTIS AO AQUÁRIO NATAL

O programa social Cesta Solidária, desenvolvido pela Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa-RN), passou a realizar doações de hortifrútis para o Aquário Natal, que passa por dificuldades financeiras e necessita de doações para manter as várias espécies de animais abrigados na instituição.

As doações, cerca de 140 quilos de hortifrúti, estão sendo feitas, diariamente, e os kits são montados com as frutas, verduras e hortaliças que não estão adequadas para serem distribuídas para as famílias beneficiárias do Programa. Contudo, as frutas não estão estragadas e serão usadas para alimentação dos animais.

Segundo a coordenadora do Programa, Darci Alves, esses hortifrútis seriam descartados por não estarem de acordo com as normas do Programa. “Os hortifrútis são separados pelos nossos colaboradores e uma parte desse material é descartada por apresentar algum dano como por exemplo falta de um pedaço da casca. Os que podem ser aproveitadas vão para as famílias e o que não está estragado são usados para doação ao Aquário Natal”, explicou.

“Devido a situação que eles estão passando e a importância do trabalho socioambiental e de preservação ambiental que o Aquário Natal desenvolve, a Ceasa-RN conseguiu adicioná-los à lista de beneficiários durante esse período de Pandemia, sem prejuízo as doações feitas diariamente às famílias e instituições beneficiadas pelo Programa”, ressaltou o diretor-presidente Flávio Morais.    

Programa Cesta Solidária

O Programa Cesta Solidária arrecada doações de hortifrútis de cerca de 66 permissionários da Ceasa-RN, que encontraram no Programa uma forma de evitar o desperdício de alimentos. Os Kits são compostos por frutas, verduras, legumes e hortaliças, conforme as doações recebidas diariamente, e são distribuídos às famílias em vulnerabilidade social cadastradas no Programa, além de instituições sem fins lucrativos e filantrópicas. Em 2019, foram arrecadadas mais de 160 toneladas de hortifrútis, desses, cerca de 50% apresentaram condições de ser aproveitados para o consumo e chegaram às mesas das famílias e instituições beneficiadas.

Aquário Natal

O Aquário Natal é uma empresa de iniciativa privada que possui como foco, a preservação ambiental, o cuidado com a fauna (Seja ela nativa ou não) e o trabalho voltado para a conscientização ambiental. Além de ser um grande atrativo turístico para visitantes do mundo inteiro, no estado do Rio Grande do Norte é uma porta de emprego e renda para muitos potiguares. Ele vem desempenhando, durante a sua trajetória, um importante papel de responsabilidade social.

Topo